História It a coisa: 2 capítulo - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias It: A Coisa
Personagens Benjamin "Ben" Hanscom, Beverly "Bev" Marsh, Edward "Eddie" Kaspbrak, Michael "Mike" Hanlon, Pennywise - o Palhaço Dançarino ("A Coisa"), Personagens Originais, Richard "Richie" Tozier, Stanley "Stan" Uris, William "Bill" Denbrough
Tags Horror, It A Coisa Capítulo 2, Medo, Terror
Visualizações 119
Palavras 568
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Ficção Adolescente, Mistério, Policial, Sobrenatural, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Tenham uma boa leitura e espero que gostem! Não esqueçam de comentar!

Capítulo 5 - IV capítulo


Pov Stanley 

É bem chato ficar escrevendo o dia todo, mas fazer o que né, eu escolhi essa profissão, foi por causa do meu pai que eu escolhi essa profissão, se eu não escolhece essa ele ia me deserdar. Agora como eu acabei de escrever vou levar meu filho, Noah, de 12 anos até a igreja de judeus para ele conhecer, ele não conhece, pois eu casei com uma mulher cristã e ele só conhece essa igreja, meu pai nunca gostou do meu casamento, mas ele conseguiu aturar, mas não foi por causa de mim, foi por causa do meu filho, ele é muito apegado ao Noah. Estou na sala esperando ele descer, pois ele tá demorando muito, ele desce e eu pergunto:

_Noah, porque você demorou tanto?

_Eu estava me arrumando pai.

_Ta bom, vamos logo!

Vamos na garagem, entramos no carro e vamos direto para igreja de judeus. Chegando lá Noah começa a se encantar com as coisas que tem lá, ele me perguntou:

_ Nossa pai, como é que você achava chato ficar aqui? Olhas essas coisas, é muito maneiro.

_ Você diz isso, porque não era você que ficava decorando e lendo um monte de livro hebraicos pra depois você ter que apresenta-los as pessoas a sua volta.

_ Ah pai, só isso que é chato, mas olhas esses quadros e essas estátuas, é bem legais. 

_ Você também é apaixonado por pinturas, é claro que você vai gostar, eu acho pra mim todas essas coisas esquisitas e assombrosas.

_ Fala sério né pai, eu acho muito bonito essas pinturas nesses quadros, não me diz que você tem medinho desses quadros, você tem medo deles?

_ Claro que não Noah, você acha que eu, seu pai vai ter medo dessas porcarias de quadro? Claro que não, eu só acho esquisito e assombroso, porque você acha isso?

_ É porque você deu uma impressão que tinha medo desses quadros.

_ Sempre lembre-se dessa frase Noah, o seu pai não tem medo de nada.

_ Esta bem pai, vou fingir que acredito.

_ Ta bom, ah vou no banheiro, não vou demorar, não se perde aqui, viu?

_ Ta bom pai.

Vou em direção ao banheiro muito apertado, e faço minhas nessecidades, abro a porta pra sair, mas eu paro no meio do caminho quando vejo uma porta meio aberta que dentro pararecia um quartinho, vou lá para fechar, mas quando vejo por dentro do quarto, eu avisto um janela com um formato do símbolo de judeus, eu lembro que eu já vim nesse quartinho a muito tempo, mas quando olho pra frente vejo aquele quadro, com o rosto daquela mulher, que eu sempre tive medo e depois eu vejo um balão passar por mim e ele vai na direção do quadro, quando ele para no lugar onde o quadro está, o balão estora, e aparece aquele palhaço, com aquele sorriso assombroso que ele sempre tinha, eu saio correndo e fecho a porta na hora assustado, vou em atrás do Noah, e encontro ele olhando para um quadro, eu digo assustado:

_  Vamos embora Noah, já tá tarde, e sua mãe vai ficar preocupada.

_ Ah pai, eu queria ficar mais um pouco.

_ Não Noah, já ficamos tempo demais, vamos embora.

_ Esta bem.

Vamos ao estacionamento, entramos no carro e eu dirijo em direção a nossa casa, eu não sei porque aquilo tava acontecendo, já faz muito tempo que eu e meus amigos derrotamos aquele maldito palhaço, aquilo deve ser coisa da minha cabeça








Notas Finais


E aí o que acharam? Não se esqueçam de se comentar! O próximo capítulo será do Mike! Até o próximo capítulo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...