1. Spirit Fanfics >
  2. It a coisa: uma nova integrante, laços. >
  3. O bosque: uma experiência assustadora

História It a coisa: uma nova integrante, laços. - Capítulo 10


Escrita por:


Notas do Autor


Oieeee meus amoresss aqui vai mais um cap pra vcs, espero q gostem 😊😊💋💋

Capítulo 10 - O bosque: uma experiência assustadora


Fanfic / Fanfiction It a coisa: uma nova integrante, laços. - Capítulo 10 - O bosque: uma experiência assustadora

        *povs narradora*

Os jovens adentraram no bosque, e a cada momento ia mais adentro, o bosque era denso e quanto mais andavam mais escuro ficava e frio, o bosque era muito grande, parecia ate mesmo uma floresta eles seguiam em silencio ouvindo o som do ambiente o vento que soprava nas folhas das arvores, os passaros que cantavam e voavam, os animais e insetos cada um em um tom. Um som diferente foi ouvido pareciam passos apressados, o bosque/floresta era aberto e vasto entao causava um eco impressionante, os passos podiam estar a metros de distancia, mas parecia estar tão perto.

Uma sensação horrível invadiu os adolescentes, uma sensação de que alguém estava os observando, o garoto apertou um pouco mais forte a mão da garota.

Richie- Caralho Layla vamos emboa, viu aqui nao tem nada, e nao trouxemos lanternas e se escurecer nos vamos estar fudidos.

O garoto falou um pouco alto e receoso, estava na cara que ele estava com medo aquela sensação so aumentava e os passos ficavam mais altos.

Richie- Layla porra ,vamos embora caralho.

O garoto falou dando um leve puxão na mao da garota, que por sua vez estava imóvel, ela estava tentando decifrar os sons que estavam ouvindo, a garota tinha uma otima audição, Richie pigarreou alto fazendo com que a garota perdesse a concentração e voltasse ao normal.

Layla- Voce tem razão, aqui pode ser perigoso e nao temos lanternas, vamos embora.

A garota disse segurando a mão do garoto um pouco mais forte, o menino ficou aliviado ao ouvir isso. Ambos começaram a andar, os passos e sensação de estar sendo observados nao pararam, muito pelo contario eles ficaram mais atormentadores.

Richie- Por favor me diga que voce tambem esta ouvindo e sentindo isso.

O garoto falou bem mais nervoso doque o normal, aquela sensação estava o encomodando de mais.

Layla- É eu tambem estou sentindo, eu pensei que eu era a única que estava sentindo.

Richie- Eu nao sei que porra que é isso mas eu vou dar o fora, nao quero ficar pra descobrir.

Ambos comecaram a andar mais rápido, e depois de alguns minutos andando ja era possível ver a saída.

Richie- Finalmente nao estava mais aguentando ficar neste lugar do inferno.

A garota riu com o comentário do menino e se aproximaram da saida, so que algo chmaou a atenção dos dois. Um balão vermelho saiu flutuando na frente dos dois e foi entrando mais fundo por entra as árvores, os jovens ficaram olhando àquilo, aquele balão foi o mesmo que a morena havia visto no esgoto.

Richie- Mas que porra é essa?

Layla- Eu nao sei e não to afim de descobrir.

Ambos viraram pra frente pra ir embora,as quando olharam pra frente eles se deparam com uma coisa enorme na sua frente parecia um mostro feito de madeira, ele era alto tinha garras feitas de galhos, olhos vermelhos e dentes que escorriam sangue em vez de baba.

Os adolescentes ficaram em pânico e gritaram, o menino caiu no chão levando a garota junto, pois a mesma segurou a mão do menino com mais força.

Layla- Richard levanta cara, vamos logo!!!

A garota praticamente gritou, ajudando o amigo a levantar o menino tentava levantar, mas o corpo dele esta tao pesado que parecia que tiha alguma coisa em cima dele, e a criatura so avançava. Então em um gesto rápido a menina levantou o menino pelo ombro, e saiu correndo mais pra dentro do bosque, eles corriam deseperados com as maos dadas, a criatura os acompanhavam velozmente encurtando a distância estre eles.

Em um passo falso a menina prendeu o pé em um galho e soltou a mão do menino havia uma descida pela qual ela desceu bolando, deixando um Richie preocupado e com medo.

Richie- Layla!! Layla!!

O menino gritava, ele estava pronto pra descer pra ajudar a garota, só que ele se esquece da criatura, então em um golpe rápido aquela coisa agarrou ele, a criaruta conseguia facilmente espremelo com uma mão, a coisa o jogou longe, fazendo o garoto se chocar contra uma árvore e desmaiar.

Enquanto isso a garota ainda descia morro a baixo, quebrando varias plantas com seu próprio corpo, ela ja estava toda machucada e foi quando ela parou de descer e se chocou contra a coisa que ela mais temia, a água, a garota nao tinha medo da água claro, mas ela tinha medo doque poderia ter dentro da água.

A menina começou a afundar e com isso ela entrou em desespero, e mesmo com todo o corpo dolorido e machucado ela se forçou a nadar pra superfície, ela chegou ate a superfície e olhou pos lados pra ver se encontrava a borda ou qualquer coisa que a tirasse da água.

Após alguns segundos ela avistou a margem do lago,( voces devem estar se perguntando, porque que ela nao saiu pelo lugar que veio, bem isso é simples, pois ela caiu de um barranco, e como ela estava machucada e a agua deixa nosso corpo pesado, ela nao teria força pra sair por lá), a menina nadou até a margem, e percebeu pro seu desespero que o lago era enorme, mas ela nao perdeu tempo e nadou o mais rápido que pode.

A garota estava quase alcançando a margem, mas algo estranho aconteceu, a água que era esverdeada ficou azul límpida, a água doce se tornou salgada, e e era possível ver areia no lugar da lama que fica no fundo. A menina entrou em desespero, como que tinha um lago de água salgada no meio da floresta, aquele lago parecia com o mar, e isso so aumentou o medo da menina.

A garota tinha talassofobia medo do fundo do mar, e também tinha muito medo de criaturas marinhas e peixes muito grande. A garota nadou mais rapido ainda, mas um movimento estranho na água chamou a atenção da garota, que ficou imovel por um instante, ela queria analisar oque foi aquilo, ela estava parada quando uma onda pequena se chocou contra seu corpo e a trouxe mas pro fundo, como se tudo aquilo ja nao fosse ruim, a garota tinha bronquite e asma ou seja ela nao tinha um folego bom pra aquela situação, estava tudo quieto tirando o peito da garota que estava chiando e o coração que estava super acelerado, causando um som um pouco alto.

O garoto que antes estava desmaidado foi acordando ao poucos e recuperndo a consciência, a queda foi tao forte que deixou um grande corte na testa do garoto, um pequeno corte na boca, e um galho rasgou o canto da barriga do garoto, foi um corte profundo e estava sangrando muito, provavelmente ele levairia alguns pontos. Ele se concentrou um pouco e soltou um gemido de dor, além dos cortes, haviam vários hematomas pelo corpo do garoto, inclusive um que ficou bem marcado no joelho do menino.

Ele estava pensando em seus ferimentos qundo finalmente lembrou de algo importante, a garota que ele havia acompanhado, aonde sera que ela esta pensava, ele juntou forças e se levantou, observou a sua volta com cautela e percebeu que a fritaoura que o perseguia nao estava mais lá, então com muita dificuldade ele desceu morro a baixo, com muido cuidado pra nao perder um membro agora. Ele estava quase chegando no final do morro, ele desceu mais um pouco e finalmente chegou na ponta do barranco estavava óbvio que a garota passou por la, pois haviam varias plantas quebradas e sinal de folha mexida no barranco, ele parou um pouco pra descansar , e se espantou com oque viu, ele nao estava espantado com o lago de águas cristalinas ou com a areia que tinha no fundo do lago, nem com as plantas ou com o pequenos peixes que adornavam o fundo "raso" do lago, ele estava olhndo pra onde a garota estava, ela estava no fundo bem no meio do lago, e o menino estava vendo exatamente oque tinha embaixo dela.

           *povs Richie*

Eu estava todo fudido, em uma floresta fudida, e quando eu finalmente eu encontrei o único motivo pelo qual eu decidi estrar nesta merda, eu vi que ela estava quase virando comida de peixe. Serio tinha um peixe enorme baixo dela e ela estava imóvel, parecia estar apavorada ( *nao, nao, Richie ela esta amando ficar alí na água preste a virar comida de peixe, aiai como sou idiota*) 

Eu estava apavorado e nao sabia oque fazer, entao eu fiz a coisa mais óbvia do mundo, gritei.

Eu- Layla, Laylaaaa!!! Sai dai, sai daiiii!!!.

Ela se virou pra mim e me olhou feliz e meio confusa ela nao sabia o por que de eu estar gritando, por que se ela soubesse ela nao ficaria me olhando daquele geito.

Richie- Sai dai porraaaaa!!!

Ela fez uma cara de espanto, e pra minha surpresa e infelicidade aquela desgraça de peixe subiu com tudo e quase comeu ela, a pressão da água fez com que ela se afastasse do bixo, ela gritou e começou a nadar, e aquela coisa saiu atraz dela como se fosse uma bala, estava muito rapido.

Ela consegiu alcançar a borda mas nao consegia sair. Então e esqueci a dor e corri o mais rapido que pudi pra margem do outro lado, eu quebrei meus oculos quando quela criatura me pegou, entao nao estava vendo quase nada, eu esta correndo muito rapido, e aquele bixo nada mais rapido ainda. 

Eu cheguei na margem e ajudeia a Layla a sair da água, mas quando ela ja estava com o corpo quase todo pra fora, aquele bixo mordeu a perna dela e arrancou uma lasca, ela deu grito de dor, aquele grito era aflitivo, e a perna dela sangrava de mais.

             *Povs Layla* 

O Richie estava me ajudndo a sair da água, eu estava feliz por estar quase toda fora da água, so que do nada eu senti uma dor na minha coxa, aquele bixo me mordeu e consegiu levar um pedaço de mim. Eu dei um grito alto, que ecoou por toda a floresta, acho que ate quem estava fora dela ouvia.

A dor era tao intensa que meu corpo todo doia, claro que eu estava toda machucada, e como se  nao bastasse eu perder um pedaço da perna, percbi um galho enfiado na minha barriga, e nem sei cino qie eu nadei sendo se que eu tinha quebrado o braço. A pos aquela criatura arrancar um pedaço de mim ela foi ebora, e eu sentia que ei ia morrer, meu corpo nao estava aguentando Tanta dor.

Eu ja estava quase perdendo a consiencia, quando eu ouvi alguém gritando e senti que estava sendo chacoalhada, eu olhei e vi que era o Richie, ele estava com os olhos cheios de lagrimas.

Richie- Layla!! Layla!! Acorda !! Por favor nao feixa os olhos, nós temos que sair daqui.

Eu estava um pouco tonta, mas eu sabia exatamente oque estava acontecendo eu ouvia claramente oque o garoto na minha frente me dizia, e tambem sabia que tudo isso era culpa minha, eu nao podia deixar ele na mão, eu tinha que ser forte e encarar essa situação (*Eu nao vou morrer nesta floresta, eu ainda tenho muito pra viver, e tambem nao posso deixar o Richad na mão, ele veio ate aqui comigo e se machucou todo, tudo por minha culpa, ele me salvou, se fosse outra pessoa no lugar dele ja teria me deixado pra traz, eu nao posso morrer agora, eu nao vou deixar ele na mao, nem agora nem nunca*)

Eu juntei toda força que me restava,  e me levantei respirei fundo e encarei o garoto que estava sentado no chao me olhando. Eu esrava com falta de ar devido minha asma e meu peito esta fazendo um barulho irritante.

Layla- Richard me desculpe por ter feito voce estrar aqui nessa merda de lugar, e me desculpe pelos seus machucados, se eu tivesse te ouvido nada disso teria acontecido.

Eu comecei a chorar, eu realmente estava me sentindo muito cupada por tudo que tinha acontecido.

Richie- Layla por favor nao pessa desculpa, você so estava preocupada, eu nunca teria tido coragem de eyrar em uma floresta pra ajudar alguém, e voce entrou voce é mais forte doque eu pensei rsrs, ninguém sabia que tudo isso ia acontecer, tudo bem que nós estamos todos fudidos, mas vamos sair dessa merda de lugar e vamos voltar pra casa, é verão e temos muito que curti ainda.

Ele falou tudo isso de um geito calmo, ele estava em pe segurando meu rosto com as duas mãos  eu nao conseguia falar nada, pois so conseguia observar observa lo, ele nao era tao alto, mas era mais alto que eu, eu estava olhando o rosto dele, os oculos quebrados, provavelmente teria que comparar outros, os olhos que continham lágrimas, o corte profundo em sua testa, e um menor em seus labios, tinha sangue seco no canto da boca, nariz  e testa. Ele era lindo, eu não sabia o motivo pela qual eu tinha tanto carinho por ele, eu queria protegelo de tudo e defende lo mesmo quando ele estava errado, eu queria sempre estar ao lado dele, agora o tempo nao importava mais, nao fazia diferença quanto tempo eu conhecia ele, eu so queria telo por perto.

Richard- Vamos?

Eu- Vamos.

Eu me apoeie nele e andamos rumo a saida daquele lugar.

            *Quebra de tempo*

Nao fazia tanto tempo desde qie entramos naquele lugar, mas la dentro era como se tivessem se passado horas. Nos finalmente saimos do bosque, o Rich pegou a bicicleta eu subi em ensima e ele pedalou, nos ficamos em silêncio por um longo tempo, mas tinha algo me incomodando, (*por que ele entrou na floresra comigo, eu nao o conheco a muito tempo, mas sei que ele nao entraria*).

Eu- Rich?

Richie- Hum?

Eu- Por que voce entrou la comigo, por que voce se importa tanto comigo?

Richie- Me desculpa morena, mas... Eu nao sei.

Peecebi que ele estava falando a verdade, entao ficamos em silêncio novamente. Após algum tempo nos chegamos no hospital e é claro que eu nao perguntei o motivo sendo se que estava óbvio. Como nao estava muito movimentado nos fomos atendidos rápido, e fomos pra sala de emergência, eu estava me segurando desde que eu sai da floresta, enta quando eu fui atendida eu desmaiei, antes de eu perder minha consiencia por completo eu pudi ver o rosto do Richie e ele me parecia triste, talvez magodado (* sera que ele está bravo comigo?*), isso foi a ultima coisa que eu pensei antes de apagar por completo.





Notas Finais


Oieee meus amoresss, td bom? Espero que voces gostem, me desculpe o cap depre, prometo que o próximo vai ser mais feliz e bem mais romântico, omentemmmm. E adeusinho 💋💋💋😊😊😊😊😊💓💓💓💓


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...