1. Spirit Fanfics >
  2. It can be us >
  3. O convite

História It can be us - Capítulo 8


Escrita por:


Notas do Autor


Oiii, gente! Aproveitem muito o capítulo <3

Capítulo 8 - O convite


Em seguida, eles dormiram, cada um no seu canto. Aquilo havia sido incrível, entretanto, era muito para se processar naquela noite. Sakura estava entusiasmada, aquele momento tinha sido breve, porém, intenso; o que fez com que ela sentisse uma leve dor em seu corpo assim que fechou seus olhos e virou-se para dormir.

 

                                ~.~.~.~

 

O dia amanheceu. Sakura, num súbito ato, despertou, levou ambos os punhos ao rosto e esfregou seus olhos na tentativa de acomodar sua visão àqueles raios solares que invadiam as frestas da entrada da cabana e batiam em seu rosto. Virou-se para o lado e encontrou ali Itachi, já posicionado de pé e com a vestimenta de sempre, uma capa longa que chegava a cobrir parte de sua face até os pés. - Como você já está aí, pronto? Acredito que não muita gente tenha acordado ainda. - disse Haruno com um sorriso tímido no rosto.

 

- Você é mesmo muito engraçadinha. - disse Itachi com uma expressão muito agradável - Pode voltar a dormir, eu tenho que sair e realizar as buscas, hoje será junto com o meu irmão, recebi essa ordem ontem, mas preferi não te avisar.


          - Sério? - perguntou com uma expressão confusa levantando num salto - E vai ficar tudo bem? Vocês se darão bem?

 

- Fique em paz. Adeus. - respondeu Itachi, pondo-se de costas para a garota e retirando-se da cabana.

 

Ai, meu deus. Os dois trabalhando juntos, o dia inteiro. E se..., e se o Sasuke ficar sabendo do que aconteceu?! Será... incrível! Sakura arqueou uma das sobrancelhas e pareceu bem segura do que poderia acontecer, logicamente Itachi não contaria para qualquer pessoa, ele não era burro o bastante para ferrar com o seu cargo aqui na missão, sendo assim, poderia ficar tranquila. 
 

A Haruno organizou suas coisas e saiu da cabana, ao fechar a porta, avistou Iruka conversando com Shikamaru alguns metros dali. - Oi, gente! - interrompeu ao se aproximar dos dois, que aparentavam discutir sobre uma nova estratégia na missão - Sobre o que estão falando?

 

- Err.. Sakura! Olá, bom dia. - disse Iruka voltando-se para a menina, levantando suas mãos à altura de seu peito em sinal de defesa e afastando-se com dois passos para trás. A garota estranhou a reação do rapaz. - Precisamos conversar, desculpe-me a inconveniência, mas Tsunade pediu para que eu te desse um aviso urgente há poucos minutos. Você vai precisar voltar para Konoha ainda hoje, aliás, daqui a pouco.
 

- Quê? Como assim? - a menina colocou uma de suas mãos no ombro de Iruka, incrédula - Iruka! Isso não pode estar acontecendo, eu preciso ficar aqui, as pessoas precisam de mim. Você me entende, não é? - Por mais que realmente estivesse pensando na missão, não poderia ignorar o fato de que havia acabado de ter um lance com Itachi, aquilo não era pouca coisa. Se fosse em qualquer outra missão, acredito que, de um jeito ou de outro, seria mais fácil abandoná-la.

 

- Claro, Sakura. Acredite, nós queríamos muito que você ficasse aqui. Mas Tsunade teve um imprevisto e precisará deixar a Vila para uma visita ao país do Vento dentro de uma hora, você sabe como é a agenda dela é corrida e como as coisas andam complicadas na Vila, não é mesmo? Ela precisa da sua ajuda, mais uma vez. - completou Iruka unindo as mãos em sinal de súplica. 


          - Bom, acho que não há muito o que eu possa fazer a não ser deixar a missão, então. - sussurrou, o que fez com que Iruka esboçasse uma expressão extremamente desapontada. - Vamos comigo, Shikamaru, preciso falar com você. - E logo em seguida viu o amigo concordar com a cabeça.

 

Ambos saíram andando em direção à cabana de Shikamaru, a rosada estava cabisbaixa e isso acabou chamando a atenção do garoto, que tentou reanimá-la. - Ah, pronto, agora vou ter que ficar aqui e aguentar sozinho o Neji emburrado, que chatice. - a fala de Shikamaru fez brotar um sorriso tímido no rosto da garota, que o abraçou repentinamente.

 

- Obrigada, Shikamaru! Tenho certeza que vai completar a missão com excelência, você é o melhor de todos. Realmente, vai ficar sem ouvir as minhas novelas, mas fazer o quê, ? - revidou a menina, rapidamente. Por um lado estava triste com o que tinha acontecido, mas por outro, achava que aquele não era o momento adequado para contar o que havia acontecido, talvez nem o quisesse fazer. 

 

                             ~.~.~.~

 

Passou pela cabana em que estava trabalhando e deixou um bilhete para os seus companheiros de equipe: 

 

Foi bom trabalhar com vocês, espero que consigam concluir tudo com êxito. Logo estaremos juntos. 
                                                          Abraços, 

                                                           Sakura.

 

Sakura pegou seus pertences na cabana e sequer deixou um recado para Itachi, uma hora ou outra ele iria saber o porquê dela ter ido embora e, para falar a verdade, não sabia se isso realmente o interessaria. Naquele momento, sabia que precisava se encontrar com Iruka a tempo na saída do local para que eles viajassem de volta até Konoha.

 

A menina foi jogar na floresta ao lado uns tocos de madeira que havia colocado em sua cabana e que serviam de suporte para seus itens. Aqui está ótimo! Agachou-se e depositou um por um ao lado da raiz de uma árvore. Prontinho. Ao levantar-se, bateu a mão pela calça para retirar os pequenos galhinhos que cutucavam sua bunda. Seguiu andando pela parte de trás das cabanas e avistou Sasuke, encostado em uma delas. Merda! De novo isso, não aguento mais levar esses sustos com a mesma pessoa. Ele já não deveria estar trabalhando?! No entanto, ela fingiu que aquilo havia passado despercebido e desviou o caminho, mas ainda assim permanecia no campo de visão do Uchiha que a seguia com o olhar. 
 

- Irukaaa! - berrou a garota ainda distante do rapaz, com o intuito de quebrar aquele gelo. - Já estou chegando! Me espera! - ela sabia que o Sasuke estava vendo ela partir dali e que aquilo logo estaria nos ouvidos de Itachi. Ao se aproximar de Iruka, antes de saírem em direção à Vila, virou-se para trás e piscou para o garoto que ainda a observava, sabia que aquele gesto, de alguma maneira, poderia desconcertá-lo.

 

                    ~.~.~.~

 

No caminho de volta pra casa, após se despedir de Iruka, que logo voltaria para a Vila Oculta da Lua, a garota ajeitou sua mochila nas costas e tocou a campanhia da casa. - Tem alguém aí?! - gritou a menina do lado de fora da casa.

 

- Sakura? Já estou indo, querida. - ouviu a voz de sua mãe, Mebuki, vindo do quintal.

 

Ao ver sua mãe, a garota contou o que havia acontecido e como havia sido a sua estadia na missão, contudo não deu mais detalhes, obviamente. - Querida, fico feliz que tenha dado tudo certo e que você tenha ajudado tanto, uma pena que não conseguiu concluí-la como queria. Aliás, tenho um recado para te dar, seu antigo Sensei passou por aqui ontem e te deixou um bilhete. Toma aqui.

 

A rosada, um pouco confusa, pegou o bilhete e subiu para o seu quarto, onde jogou seus pertences em um canto e deitou-se na cama, que parecia ainda mais deliciosa, depois de ter que dormir naqueles sacos de dormir. Em seguida, abriu o bilhete, e ele dizia: 

 

   Oi, Sakura.
         Como está? Gostaria de saber se aceitaria jantar comigo na sexta-feira, faz tempo que não nos encontramos, tentei contatar o Naruto e o Sasuke, mas ambos estão em uma missão. Bom, é provável que você também esteja... mas, caso contrário, me avise.

                                                                  Kakashi.


Notas Finais


Espero que tenham gostado! <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...