1. Spirit Fanfics >
  2. It is love? Jack Stewart - entre o Perigo e o Mistério !!! >
  3. Inferno começa...

História It is love? Jack Stewart - entre o Perigo e o Mistério !!! - Capítulo 43


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura😉

Capítulo 43 - Inferno começa...


Fanfic / Fanfiction It is love? Jack Stewart - entre o Perigo e o Mistério !!! - Capítulo 43 - Inferno começa...

Bella

Faz 2 semanas que perdi meu bebé e que estou deprimida. Não vejo o Jack desde essa altura. 

Jerremy mandou me uma mensagem hoje avisar que me vem buscar. Ele mandou seu capanga dizer que sua paciência chegou ao fim. Ainda mandou dizer também que: ou eu vou já...ou o Jack morre, que não passa mais dia nenhum.

Com medo eu cedo e digo que irei com ele sem resistência, mas que quero poder falar com meus amigos e poder ver-Los.

Hoje provavelmente é meu último dia de trabalho. Não sei se ele me vai deixar sair para trabalhar, ainda mais sabendo que o Jack trabalha pro mesmo patrão.

Estava a chegar a casa quando sou surpreendida pelo Jerremy dentro da minha casa. Ele estava á minha espera com mais 2 capangas. Me levou á força e nem tempo me  deu, ou me deixou arrumar minhas coisas e disse:

Jerremy- Não precisas de nada daqui. Já te comprei tudo que precisas. AGORA VAMOS EMBORA BELLA.

Levaram me á força pro carro, taparam me os olhos e prenderam me as mãos pra que não pudesse tirar a venda. 

[....]

Passado muito tempo, depois de muitas voltas na estrada, eu acabei por adormecer por estar muito cansada. Acordei assustada quando sou puxada e me tiram a venda. Nesse momento, vejo o Jerremy ao meu lado com a venda na mão e me conduz pra dentro dos portões de uma mansão enorme e lindíssima.

Jerremy- Esta é a nossa casa meu amor. -(ele me dá um celinho e continua a falar...).  

Jerremy- Você é minha...só MINHA!!!

Nem abro a boca pra dizer nada. Ele manda fechar os portões e antes de entrarmos no carro de novo, ele quis me mostrar algo que eu deveria saber.

Jerremy- Melhor você nunca tentar fugir e muito menos trepar estes portões.

Ele pega num galho de árvore que estava no chão e atira contra o portão. No momento exato que o pau encostou na cerca, vi sair faíscas e o pau pegou fogo. 

Jerremy- Tanto os portões como a cerca estão ligados e tem uma descarga de 30 mil voltos. Quem tocar vai ficar bem queimado. Kkkkkkkkkk kkkkkkkkk  kkkkk

As suas gargalhadas mentiam me medo, pavor e sabia que daqui não ia conseguir fugir.

Entramos no carro e saímos na entrada da mansão. Estavam os empregados todos em fila e Jerremy apresentou me como a patroa, a dona da casa.

Subimos até ao 1° andar onde ficam os quartos, escritório, biblioteca e uma salinha de estar. Ele me mostra o quarto  e diz:

Jerremy- Gostas do nosso quarto?

Bella- Nosso quarto???

Jerremy- Sim, nosso.

Bella- Não, não mesmo.

Ele me dá um estalo forte e depois diz:

Jerremy- Mas claro que sim. Você não tem escolha meu amor.

Ele olha pra mim com um olhar de raiva e sem me dar tempo pra fugir, ele me dá um soco na barriga. Antes de sair do quarto, olha pra mim caída no chão e diz rindo:

 Jerremy- É pra não ter ideias estúpidas. Kkkkk kkkkkkkkk

Ele sai do quarto me deixando sozinha e com dores. Pelo menos não tenho que lidar com ele agora.

[....]

Passou uma semana que estou aqui neste inferno. Esta semana como não quis dormir com ele, ele pra me castigar, batia me e além de me bater ainda me algemada á cama pra não poder sair da cama...afff.

 Por duas vezes que quis ir no banheiro mas não podia por estar presa á cama e fiz na calcinha, molhando a cama. Ele além de me chingar, humilhar....ainda me batia com o cinto das suas calças, dizendo que era pra eu aprender a não ser porca.

Amanhã vai haver uma festa aqui na mansão e ele deixou que convida se a Jenny pra ter alguém com quem falar. A única coisa boa nessa festa é que vou poder desabafar com alguém que realmente é minha amiga...talvez me possa ajudar a fugir daqui.

Amanhã os portões não vão estar ligados como as cercas.

[....]

A noite cai e com ela chega a hora da festa. Ele colocou em cima da cama um vestido preto de alças finas justo ao corpo, uns sapatos pretos de salto fino, um conjunto de colar brincos pulseira anel de ouro branco com rubis perfeitamente esculpidos em corações.

Eu acabei de me preparar toda, faço uma make suave em tons de rosa e prendo parte do meu cabelo num perfeito rabo de cavalo, deixando umas pontas soltas em cachos.

Desço as escadas e ele já me espera ao fundo das escadas. Quando me vê diz:

Jerremy- Você é muito gostosa sabia

Bella- Não seria Linda?

Jerremy- Não,é gostosa mesmo...

Bella- Você esta elegante com essa roupa?

Jerremy- Agradeço sua observação. Vamos ?

Bella- Sim!!!

Jerremy- Que bunda gostosa, pai do céu me de controle pra não meter meu pau nessa bunda agora mesmo.

Bella- Se controle Jerremy!

Jerremy- Ah amor não dá... Olha o tamanho do seu traseiro nesse vestido.

Bella- Agora você esta me deixando sem graça, vamos logo!

Jerremy- Tudo bem então,vamos logo!

Fomos pro salão de baile onde ele cumprimentou e conversou com muita gente. Eu não conhecia ninguém e estava á espera da chegada da Jenny.

Já estava aborrecida com a festa, peguei e fui pro meu quarto. Jenny manda me uma mensagem avisar que não podia ir na festa. Uma vez no quarto, tomei banho e me deitei.

Passado pouco tempo, Jerremy entra no quarto e diz:

Jerremy- O que faz aqui?

Bella- Não está vendo?...vou dormir.

Jerremy- Você está me deixando muito,muito irritado.

Bella- Problema seu.

Jerremy- Você falou o que?

Bella- Eu disse que o Problema é seu.

Jerremy- Ah sua... Vem aqui, agora!

Bella- Vai me bater? Bate então...

Jerremy- Se eu pegar você vou te arrebentar inteira, estou fervendo pra meter a mão na sua buceta e te mostrar um castigo.

Bella- Não mesmo. Você não toca em mim.

Ele pegou nos meus cabelos e me puxou pra beira dele e diz:

Jerremy- Senta sua vagabunda.

Estava com medo do que ele poderia fazer comigo e fiquei quieta.

Jerremy- Tira essa porra de roupa, rápido.

Ele veio com um chicote la do closer e me deu uma chicotada forte que me fez mijar na roupa.

Bella- Ai! -(Gritei alto chorando...)

Jerremy- Vamos. Rápido. 

Levei outra chicotada. Tirei minha roupa que estava molhada e joguei no chão. Ele grita:

Jerremy- Anda, sobe pro chuveiro sua mijona.

Enquanto subia, ele batia mais forte o chicote em minhas costas. Chorava alto de dor, enquanto ele abriu o chuveiro na agua gelada. Quando encostei na agua gritei de dor, minhas costas e minha bunda queimavam. Mais uma vez ele grita:

Jerremy- Sai logo daí sua puta.

Abri a porta, ainda não me tinha limpado e estava toda molhada. Ele me joga na cama de costas e continua a bater com o chicote. Depois de mais umas 20 vezes seguidas chicotadas forte, ele para e volta a dar me mais algumas sem dó nem piedade. 

Só pára  quando desmaio de tanta dor...ai ele pára de me bater, sai do quarto e me deixa lá sem auxílio.



Continua.....



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...