História It is love ? Mark - Capítulo 20


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Romance
Visualizações 79
Palavras 3.987
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Festa, Luta, Romance e Novela
Avisos: Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oi desculpa a demora espero que gostem. Boa leitura

Capítulo 20 - Capitulo 20- A pequena


Fanfic / Fanfiction It is love ? Mark - Capítulo 20 - Capitulo 20- A pequena

Quando meu voo saiu eu fui com minha bolsa e entrei no avião 

Fiquei na janela, eu coloquei meu fone e fiquei olhando a janela a viagem toda. Algumas vezes tocavam músicas que me faziam lembrar do Mark e nosso ano juntos , tentei seguras as lagrimas mas as vezes escapava

Quando chegamos eu sai do aeroporto e peguei um taxi. Demorou um pouco já que minha mãe mora no outro lado da cidade

Quando eu passava por São Paulo senti uma saudade e nostalgia. Quando cheguei em casa toquei a campainha

Quem atendeu foi minha avó que quando me viu deu um sorriso que retribui

-Vó que saudades como você está?-Falei abraçando ela com lágrimas nos olhos

-Vou muito bem querida-Falou ela retribuindo meu abraço

Nós ficamos abraçadas por um tempo, até nos soltarmos

-Você continua linda, minha querida-Ela falou em italiano

Eu sorri

-Obrigada vó, fico muito feliz em ouvir isso de você. Como vai a Luna ?-Falei em italiano fazendo ela sorrir

Sim eu sei falar italiano porque minha vó queria que eu soubesse a sua língua natal , também sei falar francês por causa dos meus avós por parte de pai queria ter uma memória deles mas como não tenho achei que deveria aprender francês pra homenagear eles. Ou seja falo português, inglês , francês e italiano sim e muita coisa não sei como consegui fazer isso até hoje

-Você continua falando perfeitamente, ela está brincando no quarto da sua mãe- Ela fez um sinal pra mim entrar e foi o que eu fiz

Eu fiquei surpresa porque a casa não mudou nada e estava limpa

-Uau vó deu pra ver que você colocou ordem nessa casa- Falei em tom de brincadeira e nós duas rimos 

-Vem vou te mostrar a pequena-Ela riu

-Porque dessa risada ?

-A Luna gosta muito do ursinho que você deu pra ela

-Que bom, fico feliz

Ela me mostra o quarto e vejo a pequena engatinhando o que me fez sorrir. Ela se parece comigo tem cabelos castanhos claros e olhos azuis. Minha vó pega a pequena e vem com ela  no colo

-Luna essa e sua irmã a Ashley

-Oi Luna-Falei pegando na sua mãozinha- Você é tão linda

Ela ficou me olhando até sorrir e estender suas mãozinhas na minha direção para eu pega-la e foi o que eu fiz

-Luna você vai embora com sua irmã- Minha vó falou e ela bateu palminhas o que fez eu e minha vó rimos

Eu fiquei com a Luna no colo até ela deitar no meu ombro, então a coloquei no berço que tinha e cantei uma canção de ninar pra ela que dormiu

Nós saímos e sentamos no sofá da sala

-Você continua com uma linda voz

-Obrigada mas não é pra tanto...E então onde minha mãe está ?

-Ela saiu anoite e não voltou ainda

-Hum porque não estou impressionada

Nos continuamos conversando até o almoço. Eu fiz o almoço e lavei a louça

-Bom eu vou tomar banho e colocar outra roupa para irmos no cartório 

Eu tomei banho no banheiro do meu quarto e coloquei um vestido um vestido azul escuro ombro a ombro com várias rendas brancas no vestido e um salto nude que tinha no meu quarto. Fiz uma maquiagem leve

Eu sai e minha vó já estava pronta com a pequena Luna

-Está linda querida

-Obrigada vó

Nós pegamos um taxi e não demorou muito pra chegarmos no cartório

Quando chegamos demorou pra sermos atendidas, mas depois de muito tempo a guarda ficou pra mim oficialmente

Voltamos pra casa pra pegar as coisas da Luna e me despedir da minha mãe. Minha mãe estava largada do sofá. Eu deixei a Luna e fui pegar sua malinha que tínhamos preparado. Quando voltei me despedi da minha mãe e fui pra fora com a Luna no meu colo

-Querida- Ouvi minha vó me chamando e virei pra ela- Bom nós colocamos algumas mamadeiras com leite da sua mãe pra Luna 

Eu sorri olhando pra Luna

-Obrigada vó-Abracei ela- Vou sentir saudades

-Também querida

Nós soltamos e eu entrei no taxi no banco de trás e coloquei a Luna na cadeirinha dela que o moço colocou pra mim. Quando ele saiu dei um sinal de thauzinho pra minha vó que retribuiu

Chegamos no aeroporto eu paguei o moço e sai com Luna e carreguei minha bolsa, a malinha da Luna e a sua cadeirinha até o local para eu ter autorização de sair com a Luna pra fora do pais comigo. Não demorou muito e eu consegui  a autorização e o segurança me ajudou a carregar as coisas até a área de . Eu o agradeci e dei um beijo rápida na sua bochecha e depois subi no avião e sentei a Luna

A viagem foi tranquila a Luna dormiu quase toda a viagem e quando acordava eu dava a chupeta dela e o ursinho pra ela brincar.

Quando cheguei sai com a Luna e pedi um taxi.

Cheguei em casa e abri a porta e vi meu pai cozinhando o café da manhã

-Pai-Ele me olhou- Tenho alguém pra te apresentar

Eu olho pra Luna sorrindo e ela sorri pro meu pai. Ele limpa a mão no pano e vem até a pequena

-Oi Luna-Ele falou pegando na sua mãozinha

Ela esticou as suas mãozinhas pro meu pai pegar ela no colo e foi o que ele fez

-Ela não é linda-Falei fazendo carinho na cabecinha dela

-Ela é, acho que ela vai ficar igual você

Eu sorri mais

-Vamos mostrar o quarto dela- Falei pro meu pai

-Sim vamos

Levamos ela pro seu quarto e a colocamos no chão do tapete pra ela explorar o seu quarto. Ela ficou engatinhando pelo quarto ela era tão fofa enquanto engatinhava ela sorria o que fez eu e o meu pai rimos

-Vamos pequena acho que você precisa comer agora- Falei e peguei a Luna nos meus braços

Eu desci com ela no meu colo e o meu pai logo atrais

Fui Pra cozinha e coloquei ela na cadeirinha. Eu amassei algumas frutas , peguei sua mamadeira e coloquei água e dei pra ela.

-Luna tá gostoso essas frutas hein ?-Falei enquanto dava as frutas amassadas na sua boca

 Mas ela sempre  soltava metade o que me faz sorrir , eu limpava sua boquinha toda hora. Quando eu acabo de alimentar ela eu dou a sua mamadeira que ela começa a tomar a sua a água. Quando ela termina de beber eu pego ela e subo pro seu quartinho de brinquedos

Eu começo a brincar com ela. Bom como ela dormiu bastante durante a viagem ela estava bem agitada.

Eu estava sentada no tapete brincando com a pequena quando sinto uma mão no meu ombro, olho pra ver quem é era o meu pai

-Vai tomar café eu fico com a pequena

Eu concordei com a cabeça e desci

Tomei o café da manhã que como sempre estava uma delicia. Vi meu pai descendo

-A pequena dormiu ?- Perguntei enquanto lavava meu prato

-Uhum- O seu silencio fala que ele quer perguntar alguma coisa

-O que foi ?- Falei enquanto secava as minha mãos

-Porque você terminou com o Mark ?

Quando ouvi a palavra Mark eu fiquei encarando o chão e senti lágrimas nos meus olhos. Meu pai percebeu e me conduziu até o sofá onde eu me sentei. Contei tudo pro meu pai e quando eu terminei não consegui segurar as lágrimas e coloquei as minhas mãos na frente do meu rosto e chorei. Meu  pai me fez colocar minha cabeça no seu peitoral, eu continuei a chorar enquanto meu pai fazia carinho no meu cabelo falando que ia ficar tudo bem

Eu despois de um tempo senti que estava sonolenta ,dever ser porque eu não dormi por um dia inteiro, meus olhos fechavam por mais que eu não queria. Depois por mais que eu não queria fechei meus olhos fecharam e eu dormi.

 

 

 

Quando meu voo saiu eu fui com minha bolsa e entrei no avião 

Fiquei na janela, eu coloquei meu fone e fiquei olhando a janela a viagem toda. Algumas vezes tocavam músicas que me faziam lembrar do Mark e nosso ano juntos , tentei seguras as lagrimas mas as vezes escapava

Quando chegamos eu sai do aeroporto e peguei um taxi. Demorou um pouco já que minha mãe mora no outro lado da cidade

Quando eu passava por São Paulo senti uma saudade e nostalgia. Quando cheguei em casa toquei a campainha

Quem atendeu foi minha avó que quando me viu deu um sorriso que retribui

-Vó que saudades como você está?-Falei abraçando ela com lágrimas nos olhos

-Vou muito bem querida-Falou ela retribuindo meu abraço

Nós ficamos abraçadas por um tempo, até nos soltarmos

-Você continua linda, minha querida-Ela falou em italiano

Eu sorri

-Obrigada vó, fico muito feliz em ouvir isso de você. Como vai a Luna ?-Falei em italiano fazendo ela sorrir

Sim eu sei falar italiano porque minha vó queria que eu soubesse a sua língua natal , também sei falar francês por causa dos meus avós por parte de pai queria ter uma memória deles mas como não tenho achei que deveria aprender francês pra homenagear eles. Ou seja falo português, inglês , francês e italiano sim e muita coisa não sei como consegui fazer isso até hoje

-Você continua falando perfeitamente, ela está brincando no quarto da sua mãe- Ela fez um sinal pra mim entrar e foi o que eu fiz

Eu fiquei surpresa porque a casa não mudou nada e estava limpa

-Uau vó deu pra ver que você colocou ordem nessa casa- Falei em tom de brincadeira e nós duas rimos 

-Vem vou te mostrar a pequena-Ela riu

-Porque dessa risada ?

-A Luna gosta muito do ursinho que você deu pra ela

-Que bom, fico feliz

Ela me mostra o quarto e vejo a pequena engatinhando o que me fez sorrir. Ela se parece comigo tem cabelos castanhos claros e olhos azuis. Minha vó pega a pequena e vem com ela  no colo

-Luna essa e sua irmã a Ashley

-Oi Luna-Falei pegando na sua mãozinha- Você é tão linda

Ela ficou me olhando até sorrir e estender suas mãozinhas na minha direção para eu pega-la e foi o que eu fiz

-Luna você vai embora com sua irmã- Minha vó falou e ela bateu palminhas o que fez eu e minha vó rimos

Eu fiquei com a Luna no colo até ela deitar no meu ombro, então a coloquei no berço que tinha e cantei uma canção de ninar pra ela que dormiu

Nós saímos e sentamos no sofá da sala

-Você continua com uma linda voz

-Obrigada mas não é pra tanto...E então onde minha mãe está ?

-Ela saiu anoite e não voltou ainda

-Hum porque não estou impressionada

Nos continuamos conversando até o almoço. Eu fiz o almoço e lavei a louça

-Bom eu vou tomar banho e colocar outra roupa para irmos no cartório 

Eu tomei banho no banheiro do meu quarto e coloquei um vestido um vestido azul escuro ombro a ombro com várias rendas brancas no vestido e um salto nude que tinha no meu quarto. Fiz uma maquiagem leve

Eu sai e minha vó já estava pronta com a pequena Luna

-Está linda querida

-Obrigada vó

Nós pegamos um taxi e não demorou muito pra chegarmos no cartório

Quando chegamos demorou pra sermos atendidas, mas depois de muito tempo a guarda ficou pra mim oficialmente

Voltamos pra casa pra pegar as coisas da Luna e me despedir da minha mãe. Minha mãe estava largada do sofá. Eu deixei a Luna e fui pegar sua malinha que tínhamos preparado. Quando voltei me despedi da minha mãe e fui pra fora com a Luna no meu colo

-Querida- Ouvi minha vó me chamando e virei pra ela- Bom nós colocamos algumas mamadeiras com leite da sua mãe pra Luna 

Eu sorri olhando pra Luna

-Obrigada vó-Abracei ela- Vou sentir saudades

-Também querida

Nós soltamos e eu entrei no taxi no banco de trás e coloquei a Luna na cadeirinha dela que o moço colocou pra mim. Quando ele saiu dei um sinal de thauzinho pra minha vó que retribuiu

Chegamos no aeroporto eu paguei o moço e sai com Luna e carreguei minha bolsa, a malinha da Luna e a sua cadeirinha até o local para eu ter autorização de sair com a Luna pra fora do pais comigo. Não demorou muito e eu consegui  a autorização e o segurança me ajudou a carregar as coisas até a área de . Eu o agradeci e dei um beijo rápida na sua bochecha e depois subi no avião e sentei a Luna

A viagem foi tranquila a Luna dormiu quase toda a viagem e quando acordava eu dava a chupeta dela e o ursinho pra ela brincar.

Quando cheguei sai com a Luna e pedi um taxi.

Cheguei em casa e abri a porta e vi meu pai cozinhando o café da manhã

-Pai-Ele me olhou- Tenho alguém pra te apresentar

Eu olho pra Luna sorrindo e ela sorri pro meu pai. Ele limpa a mão no pano e vem até a pequena

-Oi Luna-Ele falou pegando na sua mãozinha

Ela esticou as suas mãozinhas pro meu pai pegar ela no colo e foi o que ele fez

-Ela não é linda-Falei fazendo carinho na cabecinha dela

-Ela é, acho que ela vai ficar igual você

Eu sorri mais

-Vamos mostrar o quarto dela- Falei pro meu pai

-Sim vamos

Levamos ela pro seu quarto e a colocamos no chão do tapete pra ela explorar o seu quarto. Ela ficou engatinhando pelo quarto ela era tão fofa enquanto engatinhava ela sorria o que fez eu e o meu pai rimos

-Vamos pequena acho que você precisa comer agora- Falei e peguei a Luna nos meus braços

Eu desci com ela no meu colo e o meu pai logo atrais

Fui Pra cozinha e coloquei ela na cadeirinha. Eu amassei algumas frutas , peguei sua mamadeira e coloquei água e dei pra ela.

-Luna tá gostoso essas frutas hein ?-Falei enquanto dava as frutas amassadas na sua boca

 Mas ela sempre  soltava metade o que me faz sorrir , eu limpava sua boquinha toda hora. Quando eu acabo de alimentar ela eu dou a sua mamadeira que ela começa a tomar a sua a água. Quando ela termina de beber eu pego ela e subo pro seu quartinho de brinquedos

Eu começo a brincar com ela. Bom como ela dormiu bastante durante a viagem ela estava bem agitada.

Eu estava sentada no tapete brincando com a pequena quando sinto uma mão no meu ombro, olho pra ver quem é era o meu pai

-Vai tomar café eu fico com a pequena

Eu concordei com a cabeça e desci

Tomei o café da manhã que como sempre estava uma delicia. Vi meu pai descendo

-A pequena dormiu ?- Perguntei enquanto lavava meu prato

-Uhum- O seu silencio fala que ele quer perguntar alguma coisa

-O que foi ?- Falei enquanto secava as minha mãos

-Porque você terminou com o Mark ?

Quando ouvi a palavra Mark eu fiquei encarando o chão e senti lágrimas nos meus olhos. Meu pai percebeu e me conduziu até o sofá onde eu me sentei. Contei tudo pro meu pai e quando eu terminei não consegui segurar as lágrimas e coloquei as minhas mãos na frente do meu rosto e chorei. Meu  pai me fez colocar minha cabeça no seu peitoral, eu continuei a chorar enquanto meu pai fazia carinho no meu cabelo falando que ia ficar tudo bem

Eu despois de um tempo senti que estava sonolenta ,dever ser porque eu não dormi por um dia inteiro, meus olhos fechavam por mais que eu não queria. Depois por mais que eu não queria fechei meus olhos fecharam e eu dormi.

 

 

 

Quando meu voo saiu eu fui com minha bolsa e entrei no avião 

Fiquei na janela, eu coloquei meu fone e fiquei olhando a janela a viagem toda. Algumas vezes tocavam músicas que me faziam lembrar do Mark e nosso ano juntos , tentei seguras as lagrimas mas as vezes escapava

Quando chegamos eu sai do aeroporto e peguei um taxi. Demorou um pouco já que minha mãe mora no outro lado da cidade

Quando eu passava por São Paulo senti uma saudade e nostalgia. Quando cheguei em casa toquei a campainha

Quem atendeu foi minha avó que quando me viu deu um sorriso que retribui

-Vó que saudades como você está?-Falei abraçando ela com lágrimas nos olhos

-Vou muito bem querida-Falou ela retribuindo meu abraço

Nós ficamos abraçadas por um tempo, até nos soltarmos

-Você continua linda, minha querida-Ela falou em italiano

Eu sorri

-Obrigada vó, fico muito feliz em ouvir isso de você. Como vai a Luna ?-Falei em italiano fazendo ela sorrir

Sim eu sei falar italiano porque minha vó queria que eu soubesse a sua língua natal , também sei falar francês por causa dos meus avós por parte de pai queria ter uma memória deles mas como não tenho achei que deveria aprender francês pra homenagear eles. Ou seja falo português, inglês , francês e italiano sim e muita coisa não sei como consegui fazer isso até hoje

-Você continua falando perfeitamente, ela está brincando no quarto da sua mãe- Ela fez um sinal pra mim entrar e foi o que eu fiz

Eu fiquei surpresa porque a casa não mudou nada e estava limpa

-Uau vó deu pra ver que você colocou ordem nessa casa- Falei em tom de brincadeira e nós duas rimos 

-Vem vou te mostrar a pequena-Ela riu

-Porque dessa risada ?

-A Luna gosta muito do ursinho que você deu pra ela

-Que bom, fico feliz

Ela me mostra o quarto e vejo a pequena engatinhando o que me fez sorrir. Ela se parece comigo tem cabelos castanhos claros e olhos azuis. Minha vó pega a pequena e vem com ela  no colo

-Luna essa e sua irmã a Ashley

-Oi Luna-Falei pegando na sua mãozinha- Você é tão linda

Ela ficou me olhando até sorrir e estender suas mãozinhas na minha direção para eu pega-la e foi o que eu fiz

-Luna você vai embora com sua irmã- Minha vó falou e ela bateu palminhas o que fez eu e minha vó rimos

Eu fiquei com a Luna no colo até ela deitar no meu ombro, então a coloquei no berço que tinha e cantei uma canção de ninar pra ela que dormiu

Nós saímos e sentamos no sofá da sala

-Você continua com uma linda voz

-Obrigada mas não é pra tanto...E então onde minha mãe está ?

-Ela saiu anoite e não voltou ainda

-Hum porque não estou impressionada

Nos continuamos conversando até o almoço. Eu fiz o almoço e lavei a louça

-Bom eu vou tomar banho e colocar outra roupa para irmos no cartório 

Eu tomei banho no banheiro do meu quarto e coloquei um vestido um vestido azul escuro ombro a ombro com várias rendas brancas no vestido e um salto nude que tinha no meu quarto. Fiz uma maquiagem leve

Eu sai e minha vó já estava pronta com a pequena Luna

-Está linda querida

-Obrigada vó

Nós pegamos um taxi e não demorou muito pra chegarmos no cartório

Quando chegamos demorou pra sermos atendidas, mas depois de muito tempo a guarda ficou pra mim oficialmente

Voltamos pra casa pra pegar as coisas da Luna e me despedir da minha mãe. Minha mãe estava largada do sofá. Eu deixei a Luna e fui pegar sua malinha que tínhamos preparado. Quando voltei me despedi da minha mãe e fui pra fora com a Luna no meu colo

-Querida- Ouvi minha vó me chamando e virei pra ela- Bom nós colocamos algumas mamadeiras com leite da sua mãe pra Luna 

Eu sorri olhando pra Luna

-Obrigada vó-Abracei ela- Vou sentir saudades

-Também querida

Nós soltamos e eu entrei no taxi no banco de trás e coloquei a Luna na cadeirinha dela que o moço colocou pra mim. Quando ele saiu dei um sinal de thauzinho pra minha vó que retribuiu

Chegamos no aeroporto eu paguei o moço e sai com Luna e carreguei minha bolsa, a malinha da Luna e a sua cadeirinha até o local para eu ter autorização de sair com a Luna pra fora do pais comigo. Não demorou muito e eu consegui  a autorização e o segurança me ajudou a carregar as coisas até a área de . Eu o agradeci e dei um beijo rápida na sua bochecha e depois subi no avião e sentei a Luna

A viagem foi tranquila a Luna dormiu quase toda a viagem e quando acordava eu dava a chupeta dela e o ursinho pra ela brincar.

Quando cheguei sai com a Luna e pedi um taxi.

Cheguei em casa e abri a porta e vi meu pai cozinhando o café da manhã

-Pai-Ele me olhou- Tenho alguém pra te apresentar

Eu olho pra Luna sorrindo e ela sorri pro meu pai. Ele limpa a mão no pano e vem até a pequena

-Oi Luna-Ele falou pegando na sua mãozinha

Ela esticou as suas mãozinhas pro meu pai pegar ela no colo e foi o que ele fez

-Ela não é linda-Falei fazendo carinho na cabecinha dela

-Ela é, acho que ela vai ficar igual você

Eu sorri mais

-Vamos mostrar o quarto dela- Falei pro meu pai

-Sim vamos

Levamos ela pro seu quarto e a colocamos no chão do tapete pra ela explorar o seu quarto. Ela ficou engatinhando pelo quarto ela era tão fofa enquanto engatinhava ela sorria o que fez eu e o meu pai rimos

-Vamos pequena acho que você precisa comer agora- Falei e peguei a Luna nos meus braços

Eu desci com ela no meu colo e o meu pai logo atrais

Fui Pra cozinha e coloquei ela na cadeirinha. Eu amassei algumas frutas , peguei sua mamadeira e coloquei água e dei pra ela.

-Luna tá gostoso essas frutas hein ?-Falei enquanto dava as frutas amassadas na sua boca

 Mas ela sempre  soltava metade o que me faz sorrir , eu limpava sua boquinha toda hora. Quando eu acabo de alimentar ela eu dou a sua mamadeira que ela começa a tomar a sua a água. Quando ela termina de beber eu pego ela e subo pro seu quartinho de brinquedos

Eu começo a brincar com ela. Bom como ela dormiu bastante durante a viagem ela estava bem agitada.

Eu estava sentada no tapete brincando com a pequena quando sinto uma mão no meu ombro, olho pra ver quem é era o meu pai

-Vai tomar café eu fico com a pequena

Eu concordei com a cabeça e desci

Tomei o café da manhã que como sempre estava uma delicia. Vi meu pai descendo

-A pequena dormiu ?- Perguntei enquanto lavava meu prato

-Uhum- O seu silencio fala que ele quer perguntar alguma coisa

-O que foi ?- Falei enquanto secava as minha mãos

-Porque você terminou com o Mark ?

Quando ouvi a palavra Mark eu fiquei encarando o chão e senti lágrimas nos meus olhos. Meu pai percebeu e me conduziu até o sofá onde eu me sentei. Contei tudo pro meu pai e quando eu terminei não consegui segurar as lágrimas e coloquei as minhas mãos na frente do meu rosto e chorei. Meu  pai me fez colocar minha cabeça no seu peitoral, eu continuei a chorar enquanto meu pai fazia carinho no meu cabelo falando que ia ficar tudo bem

Eu despois de um tempo senti que estava sonolenta ,dever ser porque eu não dormi por um dia inteiro, meus olhos fechavam por mais que eu não queria. Depois por mais que eu não queria fechei meus olhos fecharam e eu dormi.

 

 

 

 


Notas Finais


Espero que tenham gostado


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...