1. Spirit Fanfics >
  2. It is love? Owen - não acredito no Amor! >
  3. Sem contar....

História It is love? Owen - não acredito no Amor! - Capítulo 55


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura😉

Capítulo 55 - Sem contar....


Fanfic / Fanfiction It is love? Owen - não acredito no Amor! - Capítulo 55 - Sem contar....

Lara

Já se passaram 3 meses e estou tão anciosa para viver com meu filho e o Owen na cidade dele que é linda e bem mais calma.

Hoje o dia de trabalho foi muito cansativo. Foi tanto trabalho que nem sei pra sair ás 17 horas, então avisei o Owen que ia sair só pelas 19:30. O Owen me disse que vinha me buscar e eu concordei.

Adoro seu lado protetor comigo e com o nosso filho. Sou imensamente feliz do seu lado.

Deu as 19:30, eu e o Matt descemos no elevador pra irmos embora. Eu saio um andar antes do Matt pk ele vai pro piso da garagem que fica no piso -1.

 Saio do elevador me despedindo do Matt, passo pelos seguranças me despedindo deles também e fico á espera do Owen que estranhamente ainda não chegou. Ele é sempre muito pontual.

De repente chega uma carrinha fazendo uma travagem brusca, a porta lateral se abre, saem dois homens encapuçados que me agarram e me metem na carrinha, acelerando logo de seguida.

Foi tudo tão rápido que não tive tempo pra fugir ou me socorrerem. Dentro da carrinha, falaram me a boca e nariz com um pano me fazendo desmaiar em segundos.

-----------------------------------------------------------

Owen 

Combinei com a Lara que hoje a ia buscar no trabalho. Estou de saída mas acabo por me atrasar um pouco. Estranhamente uma das ruas está cortada e tive que fazer uma volta maior, demorando mais 10 minutos.

Chego na entrada da Carter e estranho a Lara não ter ainda saído e me dirigi a um dos seguranças e ouço o outro segurança falar com a polícia. Me aproximo e pergunto:

Owen- Boa noite senhores. Sabe se a senhorita Lara Scott já saiu?

Segurança- Não sei, mas deixe me perguntar ao meu colega.

Ele vai ter com seu colega e quando volta, vem com uma cara estranha e diz:

 Segurança- Lamento muito senhor, mas ela acaba de ser levada á força numa carrinha preta.

Owen- COMO???

Segurança- Meu colega acaba de participar á Polícia.

Eu entro em desespero e falo:

Owen- MAS COMO UMA COISA DESSAS PODE ACONTECER ? VOCÊS ESTÃO SEMPRE DE VEGIA NA PORTA E DEIXARAM ACONTECER ? COMO ???

Segurança- Não tivemos chances pra socorrer. A carrinha apareceu do nada, fez uma travagem brusca, a agarrou e aceleraram logo de seguida. Só consegui anotar a placa da matrícula.

Owen- Eu posso saber qual é a matrícula?

O segurança me deu a matrícula e liguei logo pro Adam a pedir pra ele falar com seu amigo da banda que é haker...um tal de Colin.

Explico lhe o que aconteceu, ele me diz que vem me buscar pra ir na casa do Colin. Em poucos minutos o Adam chega, peço aos seguranças pra me manter informado se houver notícias e vamos pra casa do Colin.

Por sua vez, Adam já tinha avisado o Colin que  já estava á nossa espera e já tinha avisado o Sr. Carter do rapto da Lara.

O Sr. Carter disse ao Colin pra tentar localizar a carrinha e que assim que ele soubesse a sua localização, ele mesmo entrava em contacto com seus amigos na política pra fazerem o resgate da Lara.

Sou a matrícula ao Colin que logo em seguida começa a mexer  nos seus computadores. Passou só alguns minutos, talvez uns 20 ou 25 minutos, mas pra mim pareceu ser uma eternidade.

Só quero a minha Lara Sá e salva ao meu lado.  Colin liga rápido ao Sr. Carter dizendo saber onde se encontra a carrinha.

Colin me diz que o Sr. Carter já tinha acabado de informar seus amigos da Polícia e que já estavam a ir pra lá. Eu disse que queria ir junto, então eles passaram pra me apanhar antes de irem pra localização dada pelo Colin.

---------------------------------------------------------

Lara

Acordo e vejo que estou numa casa velha com ar de ser abandonada e estou amarrada, sentada numa cadeira. A porta abra, entra uma mulher acompanhada por dois homens e ela diz:

???- A burguesinha já acordou?

Lara- Quem é você?...e o que quer de mim?

???- Eu nada, não quero nada de si...mas sei pai sim.

Lara- Meu pai? Ele está preso.

???- Sim está, mas não impede de dar ordens pros seus comparsas...hahaha.

Lara- Não tenho nada que lhe posso interessar.

???- Tem sim e você vai assinar estes papéis pra passar suas empresas pra ele é agora.

Lara- Não, NUNCA.

???- Estou sem paciência garota. Não faça meus capangas te dar uma surra pro conseguir pk eu vou conseguir.

Lara- NUNCA VAI CONSEGUIR ISSO... NUNCA.

Um dos capangas vem até mim e me dá um forte estalo que sinto escorrer algo do meu nariz, sentindo o gosto de sangue quando chega na minha boca.

???- Gostou? Ainda pode ser muito pior.

Nesse momento, ouço um estrondo na porta e ouço ela gritar pros capangas...

???- MATA ELA JÁ....MATA

Só fecho os olhos ao sentir o cano frio da arma encostado na minha cabeça e ouço outro grito que sua voz me é familiar.

Owen- NÃOOOOO 

De repente ouço tiros e sinto algo cair do meu lado, vendo que era o capanga que tinha a arma apontada pra mim.

Jack aparece do meu lado, me dessamarra e o Owen me abraça chorando. Vejo que todos os bandidos estam mortos e me dou conta que tive sorte desta vez.

Quando me dou conta que poderia ter morrido, meu corpo treme todo acabando por desmaiar.

Acordo algum tempo depois e reparo que estou no hospital com o Owen ao meu lado. Ele tem os olhos vermelhos...deve ter chorado e não queria isso. Ele olha pra mim, me dá um beijo delicado e diz:

Owen- Me desculpe amor por não ter chegado a tempo.... :( :(  Tive tanto medo.

Lara- Não tiveste culpa amor....foi meu pai...grrrrrr

Algum tempo depois, como estava bem tive alta e fui pra casa. Owen me falou o quanto teve medo de me perder e acabamos por adormecer bem agarradinhos.




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...