História It is love? Ryan e Karollyne 2 temporada. - Capítulo 17


Escrita por:

Postado
Categorias Is It Love?
Personagens Matt, Personagens Originais, Ryan
Visualizações 57
Palavras 2.226
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Famí­lia, Festa, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Estupro, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Desculpa a demora eu nao abandonei vocês so fiquei doente ai dei uma pausa mais agora estou bem
Boa leitura.. meninas

Capítulo 17 - Desculpa


Fanfic / Fanfiction It is love? Ryan e Karollyne 2 temporada. - Capítulo 17 - Desculpa

Karollyne

Bom se querem saber sim mal dormi a noite pensado que o Ryan beijou aquela vaca nojenta, e sim ela me enviou o video ontem memso, o que eu nao entendo é que Ryan disse que foi um beijo rápido mais pra mim não foi tão rápido assim.

Bom Milene já foi trabalhar mais me disse umas mil vezes que qualquer coisa que eu precissace era só ligar.

Agora estou me arrumado pois tenho que me encontrar com Rodrigo vamos almoçar e lá ele vai me passar as informações que preciso para a audiência que será amanhã, eu não sei o por que ainda mais ele me disse que minha causa esta 100% ganha.

Opito por um vestido marsala meio rodadinho e um salto preto deixo meu cabelos soltos.

E então deixo o prédio já do lado de fora, penso no restaurante que estou prestes a ir, quando Rodrigo me mandou o endereço eu exitei um pouco em ir, pois era o restaurante que costumava ir sempre com Ryan, um restaurante de peixe, eu amo e como Ryan sabia disso sempre me lava-va lá.

Assim que chego em frete ao restaurante eu respiro fundo e entro, assim que entro ja avisto Rodrigo, que acena para que eu o veja vou até ele e ele, acena com a mão para que eu me sente.

Rodrigo- Olá Karol como você está?

Karol- To bem, livre como pode ver.

Ergo as mãos cima e ele ri, percebo que Rodrigo tem um sorriso muito lindo.


Rodrigo- Eh ai nervosa para amanhã.

Karol- Um pouco sim, mais nada de mais.

O garçom vem até nos e eu o peço o mesmo de sempre, Rodrigo me olha entrigado mais nao diz nada.

Ryan

Hoje está uma loucura aqui na Carter sem assistente não sei o que eu vou fazer.

Ja foi ate a sala que era de Karol procurar por minha agenda e descobri que tenho uma reunião com uns italianos em algumas horas mais o que mais me chamou atenção foi a onde Alice marcou essa reunião, é o restaurante favorito de Karol.

Lembrar dela me faz sentir uma saudade de sua pele, seu cheiro, sua forma porvotante e insolente de falar comigo, como eu sinto falta dessa mulher, como pude ser tao burro de perde-lá.

Assim que chego ao restarante fico surpreso vejo Karollyne junto a aquele advogadozinho de meia tigela.

Ela está perfeitamente linda.

E por incrivel que pareca a mesa que marquei com os italianos fica a frente da que ela está..

Eu me apriximo e os comprimento.

Ryan- Bom Diah.


Karollyne 

Quando escuto essa voz hááá essa voz, meu corpo todo se arrepia, então eu olho para cima e emcaro os olhos de Ryan.

Karol- Bom Diah.

Rodrigo- Bom dia.

Ryan- Como você está, e o bebê?
Fico feliz dele querer saber sobre o bebê e sobre mim.

Karol- Estamos bem Ryan.

Eu olho para a mesa a frente e percebo que são os sócios de Ryan da afilial na Itália.

Karol- Acho que seus sócios estão esperando por você.

Falo apontando para a mesa a frente.

Ryan- É mesmo, com licença

Ryan

Por um breve momento eu esqueci do que eu realmente vim fazer aqui.

Com Karollyne por perto não sou mais eu memso, ela tem um efeito sobre mim que nem eu imaginava que seria tão forte.

Eu me sento junto aos italianos mais não consigo prestar atenção em nada do que eles dizem, só tenho olhos para Karol que não para de rir pra aquele advogadozinho.

Isso ja ta me irritando.

Karollyne 

Percebo que dez de que Ryan chegou ele não para de olhar para a minha mesa, Rodrigo e eu almoçamos conversamos bastante, realente Rodrigo é um bom homem.

Agora já estou saindo do restaurante pretendo passar na minha antiga casa e pegar algumas das minhas roupas.
Pego um táxi quanto mais rápido chegar mais rápido eu saio de lá.
Assim que chego em frente meu coração
acelera em pensar, que achei que viveria feliz pelo resto da minha vida nessa casa.
Meus olhos se enchem de lágrimas então sinto uma mão em meus ombros.

- Karol você está bem?

Eu me viro assustasa mais é só o Jake.

Karol- Oi Jake boa tarde, estou bem sim.

Jake- Fico feliz em saber mais o que devemos a honra da visita?

Karol- Vim buscar algumas das minhas coisa, claro se não tiver problema.

Jake abre o portão me convidado a entrar.

Jake- Fique a vontade a casa é sua.

Ele diz isso e se vai, violetta vem correndo ao meu encontro, nossa tinha ate esquecido que ela estava aqui.

- Oi linda da mamãe, você ta bem.

Ela late como se quisesse me responder.

- Mamãe também tava com saudades.

Ela não para de andar e pular ao meu redor, eu abro a porta fa frente da casa e vejo que tudo esta como eu deixei cada canto dessa casa representa algo para mim, subo as escadas para ir até o quanto que era nosso, quando chego a porta eu demoro um pouco para entrar, " Vamos Karol não seja covarde é só um quarto" penso.

Então abro a porta vejo que a cama ta um pouco desarrumada, homens não são nada organizados falo esboçando um sorriso e arrumo a cama, eu deito a onde sempre costumava a deitar e sinto o cheiro de Ryan por todo o lençol, suspiro por que minha vida tinha que ser tão complicada, por que tinha que sentir tanta falta dele, eu devia odialo.

Eu me levanto vou até meu closat pego uma mala coloco minhas coisas dentro só o essencial.

Bom essa semana tenho que arrumar uma casa não posso ficar morando no ap da Milene, ela ta com o Matt nao quero que o relacionamento deles seja prejudicado por minha causa.


Preciso do meu espaço.

Antes se sair dou uma ultima olhada no meu quarto todas as fotos do nosso casamento estao aqui, me aproximo do criado mudo ao lado da cama e pego um porta retrato que está a foto de quando ele me pediu em noivado.

levo um susto quando escuto uma voz dizer.

- Ele até tentou não dormir mais aqui, mais disse a mim que era impossível dormir longe do seu cheiro.

Karol- Jake desse jeito vai acabar me matando de susto, mais você 
 sabe que não posso perdoa-lo tão rapido o que ele fez foi muito grave.


Jake- Sim eu sei, mais o Carter nunca ficou como ele está agora, conheço ele a muito tempo e nunca o vi ficar sem comer por mulher nenhuma.

Karol- O que? como assim.

Jake- Dez de que você foi embora ele tem se alimentado mal e bebido muito.


Por que o Ryan tem que ser assim depois eu que sou a criança. Pego a minha mala é melhor eu ir embora.

Karol- Bom Jake isso não é da minha conta, se me der licença preciso ir embora.

Falo virando as costas e saindo.

Ryan

Agora estou na minha sala tomando um belo vinho, depois de ver Karollyne não parei mais de pensar nela, nunca foi de beber mais agora que ela me deixou o álcool é a única coisa que ameniza a dor da perca.

Horas depois

Karollyne

Milene me ligou disse que a hora que ela chegar é pra mim estar pronta por que Daryl irá dar uma festa em sua casa em comemoração aos seus sobrinhos eu não gostei muito da ideia mais acabei aceitando, meus irmãos irão estarão lá, depois que eu sai da prisão não os vi mais e sinto que quando nos vermos não será nada bom, Ryan também estará lá ai já ta um dos motivos para eu não querer ir.
Já tornei banho e estou deitada com a minima vontade de me trocar, entoa escuto a porta se abrir.

Milene- Karol você ta ai?

Karol- Quarto.


Eu falo meio alto pra que ela me escute.
Ela entra no quarto e me olha com reprovação.

Milene- Que isso em, por que ainda não ta pronta.

Karol- Eu tenho que ir memso?

Milene- Você vai fugir de todos até quando em, acorda amiga quanto antes você enfrentar isso melhor.
Agora vem.


Ela fala me puchando para que eu levante.

Milene- Olha vai com essa calsa e essa blusa e esse tênis, vou ponhar algo parecido vão achar que somos irmãs gêmeas.

Eu aceno com a cabeça.

- E vê se, se troca logo quando sair do banho quero você pronta.

Karol- Sim mamãe
.

Falando isso lemrei da minha mãe preciso vê-la amanhã e conversar sobre meu pai, a e antes que se perguntem sim, eu ja falei com ele hoje.
Bom eu e Milene ja estamos prontas hoje vamos em sua moto, estou animada para andar nela.
Assim que chegamos a festa vejo que há bastante pessoas aqui.

Ryan

Depois de um dia cansativo, já estou eu aqui devolta em minha casa, sim não consegui ficar no apartamento, assim que chego ao meu quarto vejo que ele esta arrumando olho em volta e vejo o closat de Karol aberto, ela esteve aqui, vou em direção ao closat e nao vejo mais nenhuma roupa, vou até a cama e sinto seu cheiro, " Aaah Que saudades amor, vou te conquistar de novo " sei que ela estará na festa do Daryl irei ponhar minha melhor roupa para ela.

Karollyne

Milene me pega pelo braço me levando até onde todos estão, meus irmãos me olham fazendo pouco caso, isso dói um pouco mais vou superar.
Lisa se levanta e vem me abraçar.

Lisa- Amiga que saudades.

Todos me comprimentam menos Marcos e Gabi.

Bryan- E as novidades cunhadinha.

Janny- Bryan acho melhor comessar chamar ela de Karol
.

Eu respiro fundo e falo.

Karol- Estou otima encontrei meu pai e estamos se dando super bem.

Marcos se levanta e me olha de cara feia.

Marcos- Como você pode depois de tudo que ele fez.

Karol- Como eu pude vocês são pior que ele, vão me odiar também pelo que eu supostamente fiz, vocês julgam de mais todo mundo erra.

Gabi- Mais é diferente mana ele nos abandonou.

Karol- Sim, igual vocês fizeram comigo.


Falo e viro as costas nao quero chorar na frente de ninguém, saio da casa do Daryl e sinto alguém tocar meu ombro, eu me viro rapidamente.
E pra minha surpresa é Ryan.
Ele me abraça e eu choro, como meus irmãos ficaram tão ruins assim.

Ryan- Ei Calma querida, respire você não pode ficar nervosa.

Karol- Como posso ficar calma, eles estão loucos, acho que o celebro deles foi trocado, nunca os vim assim Ryan eles sempre foram por mim.

Ryan- As pessoas mudam meu amor, e acho que você precisa conversar com sua mãe ela será a única que saberá tirar suas dúvidas.


Eu me solto dele e falo.

Karol- Sabe Ryan eu to cansada de todo mundo mentir pra mim me esconder as coisas, as vezes da vontade de sumir ir pra um lugar onde não conheço ninguém.

Ryan- Não fale bobagens.

Karol- Bobagens você foi um dos primeiros a mentir para mim, e não adianta falar que sei tudo sobre você por que não sei nem a metade.

Ryan- Mais eu já pedi desculpas, e vou fazer de tudo para provar a você o quanto eu te amo.


Sinto alguém me buchar pelo braço.

Milene- Ahh ai esta você estava te procurando, vem vamos o Daryl anúnciou que vamos dançar.

Karol- Você ta ficando louca.


Milene- Nao to eu sou agora, há oi Ryan... Vamos.

Milene me pucha me levando de volta para dentro da casa, há um palco lá perto da piscina e ela sobe lá me fazendo subir também.
Mais uma música comessa a tocar e Milene comessa a dançar.

Hasley - Sorry


Não atendi suas ligações durante meses


Parece que não me dou conta do quão cruel consigo ser


Pois, às vezes, posso tratar


quem eu amo como joias


Porque eu posso mudar de ideia a cada dia que passa


Eu não pretendia te testar


Mas eu ainda sei o dia do seu aniversário


E a música favorita da sua mãe


Vejo Ryan me olhando eu fico atraz e tento acomoanhar Milene.



Então, me desculpe, meu amante desconhecido


Desculpa se não consigo acreditar que ninguém jamais


Se apaixonou por mim


Desculpa, meu amante desconhecido


Me desculpe por eu ter sido tão cega


Eu não pretendia te abandonar


Nem tudo aquilo que tínhamos


Ooh


Ooh


Ooh



Essa música ta entrando na minha cabeça.

Ryan

Não acredito que Daryl colocou essa música escutei ela a semana inteira, até agora não consigo acreditar que passei de pegador, garanhão para um bobo apaixonado.



Eu corro quando as coisas estão bem


Eu nunca entendi


A forma com a qual você me olhava


De uma maneira que ninguém jamais fez


E parece que eu parti seu coração


Minha ignorância ganhou mais uma vez


Eu errei ao não perceber isso desde o início


E te machuquei completamente


Karollyne


Eu saio dali completamente desorientada, preciso ir embora já deu por hoje vou ligar pro meu pai vim me buscar.

Ligação:

Karol- Alô papai.

Joelcio- Sim pricesa, aconteceu alguma coisa por que ta me ligando a essa hora.

Karol- Desculpa o horario papai mais sera que o senhor pode vim me buscar estava numa festa com meus amigos mais não estou me sentindo bem.

Continua...



Notas Finais


Ate a proxima semana


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...