1. Spirit Fanfics >
  2. It is now or never >
  3. That kinda loving turns a man to a slave

História It is now or never - Capítulo 10


Escrita por: Olivierr

Notas do Autor


Boa leitura!

Capítulo 10 - That kinda loving turns a man to a slave


Pensei em chamar a Olívia para sair comigo no fim de semana, mas estava me sentindo insegura. A gente nunca teve uma conversa profunda sequer ou falamos sobre alguma coisa que não fosse uma conversa qualquer, só para puxar assunto, sem falar das mensagens com tom sexual.

Estava apenas na minha cadeira, esperando resposta de alguns funcionários sobre algumas reuniões e estava virando a cadeira de uma lado para o outro, pensando um pouco na vida e dei uma olhada para a Olívia, a encontrando com o rosto pousado em cima da mão dela enquanto encarava o computador e parecia com tédio.

Mas fui pega de surpresa quando ela me encarou, dando um sorriso de lado e eu me virei, olhando para o meu computador, fingindo interesse e logo vi a tela do meu celular mostrando uma notificação.

Ela parecia sentir quando eu estava olhando pra ela e sempre me pegava de surpresa nesses momentos.

Olhei a notificação e era uma mensagem da Olívia, não pude deixar de abrir um sorriso, mas logo desmanchei. Era ela falando que se eu quisesse, podia checar ela por mais tempo que não faria mal. Revirei os olhos ao ler a mensagem e apenas respondi com uma risada, aproveitando para perguntar se ela estaria com dia livre no fim de semana.

“Liv

Tô sim

Por que?

Anne

Eu estava pensando, sabe, se tu não queria sair comigo

Perder umas horinhas comigo...

Liv

Sair pra onde?

Anne

Eu ainda não sei

Talvez para comer ou assistir algo

Liv

Quer sair pra comer?

Se tu gostar de comida coreana, eu sei um lugar bom

Anne

Pode ser

Liv

Marcado então para amanhã, às oito da noite?

Anne

Ok, marcado

— Tá bom o papinho? — Ellie perguntou, chamando a minha atenção e eu coloquei o celular de lado.

— Tô sem trabalho pra fazer, só esperando a resposta dos outros — Respondi.

— Pois vai gostar desse problema, vou te enviar tudo aqui e boa sorte resolver porque vai ter que enviar para a Marcela pela terceira vez — Ela falou, fingindo estar animada e eu bufei ao escutar aquilo, já ficando estressada.

Resmunguei assim que recebi o problema, analisando melhor e percebendo o quão chato certos clientes conseguiam ser. Eu não queria ser a pessoa que teria que encaminhar para a chefe depois de tantas mudanças relatadas no formulário, mas pelo visto seria quem levaria o sermão, se desse errado mais uma vez.

Comecei a tentar resolver aquele problema e só então entendi porque estavam insistindo tanto em continuar com aquele caso, era um dos nossos clientes mais antigos e de uma das empresas mais ricas, fazia sentido no porquê a Marcela estava querendo que saísse tudo correto, mesmo com o cliente pedindo tanta mudança.

Tentei fazer da melhor forma possível o contrato novo, tentando fazer as alterações necessárias e levei depois para a Marcela, falando com a Daiana e ela deixou eu entrar depois, entreguei os papéis para ela que analisou por um momento e na mesma hora começou a fazer anotações nos papéis.

Respirei fundo discretamente, observando aquela cena, notando ela ficando cada vez menos sem paciência ao ler cada linha e em seguida, ela mexeu no computador, não custando para a Olívia aparecer no escritório.

— Pois não? — Ela perguntou, parando na frente da mesa.

— Então, sabe o contrato do Cláudio, que teve mudança e voltou de novo? Ela acabou de trazer ele pra mim com as mudanças necessárias, mas eu tenho certeza que vai mudar de novo — Ela comentou entregando os papéis para a Liv — Eu quero que você entregue isso a ele, indicando que é a última mudança DE ACORDO com o que ele pediu. Se ele mandar mudar alguma coisa, fale que não vai ter mais alteração pois o prazo já está mais do que esgotado — Ela informou e deu para notar a impaciência.

— Ok, vou enviar agora — Liv falou, me dando uma olhada antes de sair do escritório.

— E você, assim que sair, fale com ela para passar antes pra ti e depois, encaminhar para a… Chloe, é ela a responsável pela comunicação na empresa? — Ela perguntou e eu apenas balancei a cabeça, confirmando — Independente da resposta, apenas encaminha direto pra ela, eu não quero mais saber desse projeto até a finalização dele.

— Tudo bem… — Falei e ela fez sinal para eu me retirar, fui até a mesa da Liv e toquei no ombro dela, chamando a atenção da mesma, me curvando um pouco para falar com ela — A Marcela falou para depois encaminhar para a Chloe que ela só quer saber do projeto quando acabar.

— Sendo acabar mesmo significando fim de contrato? — Ela perguntou, me olhando.

— Isso… Qualquer fim desse projeto.

— Ok, obrigada… — Ela falou e eu ia me retirar mas ela tocou levemente o meu braço, me fazendo olhar pra ela arqueando a sobrancelha — Vai mesmo rolar a gente saindo? — Ela falou mais baixo, sendo somente pra mim e eu confirmei, balançando a cabeça, dando um sorriso tímido pra ela, recebendo o mesmo dela e voltei para a minha mesa.

— E aí? Qual foi o fim? — Ellie perguntou assim que eu me sentei.

— Já encaminhou para o cliente e vai ser um ultimato, ou aceita ou termina o projeto.

— Imaginei que teria esse fim, até mesmo a paciência dela com cliente antigo tem um limite.

— Pois é…

— E por que foi falar com aquela garota?

— Para informar algo que a Marcela falou, ela pediu pra encaminhar pra Chloe depois que ela não quer saber mais do projeto — Falei, dando uma breve risada.

— Ótimo — Escutamos Chloe resmungar, sem tirar a atenção dela do computador.

— Sobrou logo pra ela… ainda bem — Ellie disse, rindo um pouco também.

— Já pensei que eu teria que lidar com isso tudo, mas só tive que atualizar o contrato dele, cheguei a respirar aliviada, mas na hora que ela pegou os papéis… Eu vi meu emprego indo embora — Comentei.

— Imagino viu — Hellen falou, se juntando na conversa — Toda vez que levo um rascunho que pediram uma mudança, eu mal sinto direito as minhas pernas de tão nervosa, é totalmente diferente levar pra ela, no lugar de levar para a secretária dela.

— Mas sem dúvidas — Ellie confirmou — É diferente em todos os quesitos, eu até esqueço como é que se fala.

Logo a Daiana apareceu com o gerente na mesa na nossa frente, falando com outros funcionários e voltamos a trabalhar, parando de conversar e fingir que estávamos totalmente focadas desde o início.


Notas Finais


Um encontrinho tá por vir :D Espero que esteja gostando dessa história, tenho algumas expectativas sobre essas duas e espero alcançar...
Enfim, até o próximo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...