História It was in Madrid - Capítulo 26


Escrita por:

Postado
Categorias Cristiano Ronaldo, Gareth Bale, Karim Benzema, Marcelo Vieira, Marco Asensio, Sergio Ramos, Toni Kroos
Personagens Marco Asensio, Personagens Originais
Visualizações 313
Palavras 1.411
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Esporte, Famí­lia, Literatura Feminina
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Voltei mores.❤

Capítulo 26 - 26-day girls


Fanfic / Fanfiction It was in Madrid - Capítulo 26 - 26-day girls

Depois de dias longe do meu amor, finalmente, ele havia retornado para casa. Para nossa casa. Me mudei a alguns dias,com a ajuda do meu cunhado e dos amigos de Marco.

Lou foi de extrema importância para mim nesse momento,me ajudou a organizar cada canto do meu novo lar,para que tudo ficasse com a minha cara e a de Marco. Mesmo sabendo que ele não liga pra essas coisas.

O Real Madrid terminou a pré temporada de forma incrível, com direito as três gols da minha vida, dedicados a mãe,ao pai e ao irmão, e a mim e a nossa filha.

Esses dias que  passamos afastados,foi uma tortura tanto para mim,quando para Aly. Ela perguntava pelo papa todos os dias. Os dois se falavam por chamada de vídeo, e era um choro- de ambas as partes-   quando chegava ao fim.

- Que saudade eu senti de você. - o jogador mal colocou sua mala no chão e praticamente correu para me dá um abraço apertado.

- Eu  também meu amor,eu não consigo ficar longe de ti por muito tempo.

- Imagina eu,que fico a toda hora pensando  nas duas mulheres da  minha vida.

Já era madrugada. Todos na casa dormiam. E novidade, Aly já está em seu próprio quarto. É doloroso para mim,ter  que me separar assim dela. Mas estou fazendo isso aos poucos,deito junto com ela em sua caminha, assim que a mesma pega no sono,coloco um urso em meu lugar e saio. Mas sempre fico de olho na babá eletrônica.

- Vamos pro nosso quarto? Quero te apresentar ele.

- Claro,mal posso esperar para estrea-lo.

Demos as mãos  e seguimos para o elevador,mais prático e rápido.

A decoração da nossa suíte,ficou incrível,Giovanna havia feito um otimo trabalho,todos os detalhes que eu pedi, ela soube encaixar perfeitamente. A cor que predomina o local,é a branca. Gosto de ambientes claros.

- Se parece  totalmente com você. - Marco me abraçou por trás, colocando sua mão em minha cintura.

- Ah para, escolhi branco, porque é nossa cor em comum.

- Eu adorei, sério mesmo amor.

- É inacreditável não? Nossa casa.

- Nosso lar,nosso cantinho de amor. Agora será que podemos deitar?

- Claro.

Esperei que Marco trocasse de roupa e deitasse ao meu lado na nossa king size. O abracei e afundei meu rosto em seu pescoço, me inebriando com a fragrância de seu perfume refrescante. Como eu senti falta disso.

●●●

Dia seguinte, preparei um almoço pro meu sogro e pro meu cunhado, iríamos comemorar em família a volta do camisa vinte.

- Eu entendo completamente a pressa que o Marco tem pra casar com Aurora. - Igor disse enquanto comia.

- Você para.- Marco brincou com o irmão.

- Para você. - Igor retrucou.

- Parem os dois.- bati na mesa com uma colher. Mas em seguida começamos a sorrir. - Seu Gilberto,me perdoa,é que seus filhos me fazem voltar a ser criança.

- Eu entendo Aurora.- meu sogro sorriu.

Nosso almoço foi bem divertido. Conversamos muito. E aproveitei a tarde para resolver mais detalhes do casamento que estava próximo, muito próximo mesmo.

Eu e Leah decidimos um cardápio para o coquetel e jantar e aquilo me deixou um pouco mais leve.

- Espero que não tenha comprado seu vestido.- disse mamãe.

Quando cheguei em casa a mais velha,já estava ,acompanhada do marido e do enteado. Como agora,tenho espaço, estão todos hospedados em minha residência.

- Não. Na verdade,eu iria usar um macacão branco,pra fugir do vestido, e até porque é apenas  no cívil.

- Ok,eu trouxe algo, que você vai amar. - mamãe parecia bem empolgada. Seu sorriso era gigante.

- O que mãe? - fiquei toda curiosa.

- Vamos subir? Não é bom o noivo ver a noiva com a roupa do casamento.

- Tudo bem. Vamos.

Como era um momento bem mãe e filha. Fomos,apenas nós duas para meu quarto. Em cima da minha cama,havia uma caixa grande,cor de Rosa bebê. Me aproximei,desfiz o laço,tirei a tampa e peguei as peças que estavam ali dentro. Só posso dizer,que tinha muita renda e era branco. Eu com certeza me casarei com essa roupa.

- Mandei fazer especialmente para você.

- Mãe,eu não poderia ter ninguém melhor que você na minha vida. Obrigada por tudo,pelo amor,pelo carinho, pela dedicação e por suportar tudo por minha causa. Eu serei eternamente grata a você, e saiba que eu lutarei todos os dias da minha vida,para retribuir tudo que fez e faz por mim.

- Aurora,você sempre será a minha meninha,o amor da minha vida. Serei eternamente grata por você ser uma filha tão maravilhosa assim. Que a Aly e seus futuros filhos,te dêem orgulho,da mesma forma que você me dá.

- Eu te amo mamãe.

- Eu também te amo vida.

●●●

Lena nos convidou para ir até sua casa,para comemorarmos seu aniversário de trinta anos. E eu não poderia faltar na festa da minha melhor amiga.

- Olha quem chegou,o mais novo pai de família. - Sérgio apontou em nossa direção.

- É muito amor,mal cheguei e já está me zoando.- Marco diz. Lena se levanta para o cumprimentar. - feliz cumpleaños Lena.- os dois se abraçam.

- Obrigada Chencho. - ela diz e pega Aly de seus braços. - vem cá minha delícia.

- Tem alguém ficando velha? - falo bem ao seu lado.- feliz aniversário minha amiga,muita saúde, muita luz, você merece tudo de bom em sua vida.

- Nossa, que melação.- Marcelo reclamou.

- Marcelo!- Clarice quis o repreender.

- Tá com ciúme? Sabe que eu também te amo.- digo e mando um beijo para o moreno.

O aniversário da minha amiga,estava lindo, a cara dela. Estava parecendo aqueles encontros familiares, onde Sérgio é o pai,Isco e Nacho são os irmãos fedelhos, Marco é o caçula com com uma mentalidade ilária e Marcelo é o tio palhaço.

Eu e todas as meninas somos as primas que evoluíram mais rápido ou as tias chatas,como Marcelo nos chamou.

- Gente,vocês olharam os convites que eu mandei para seus email's?- perguntei para o pessoal.

- Sim,estou ansiosa para conhecer a sua casa nova. - Anto bateu palminhas.

- Nossa,eu também. - disse Vanja.

- Vocês querem apostar quanto comigo,que esse coquetel vai ser a festa de noivado deles? - Cristal nos encarou com um sorrisinho presunçoso.

- Cristal bateu a cabeça,só pode. Meu filho não tem idade pra casar não. - Marcelo puxou Marco e deu-lhe um beijo na cabeça.

Entre conversas e gargalhadas, eis que aparece o único que estava faltando. Benz. Eu o chamo assim,carinhosamente, porque desde que nos conhecemos,nos tornamos muito amigos, apesar dele ter me abandonado nas últimas semanas.

Ele cumprimentou todo mundo e ficou hiper sem graça quando chegou perto de mim.

- Saudade loira. - falou me dando um beijo na testa.

- Não parece,você me abandonou,não sei como que ainda tem coragem de me dirigir a palavra.

- Estava passando por um momento difícil.

- Você poderia falar comigo.

- Não quero te encher com as minhas coisas, fica tranquila,já está tudo se resolvendo.

- Hm. E quem é essa?- olhei de forma discreta para a mulher que veio o acompanhando.

- Minha melhor amiga Aveline.

- Melhor amiga? - senti uma pitada de... ciúme?

- É, nos conhecemos desde criança, agora ela tá morando em Madrid.

- Hmmm.- fiz um bico. Bem infantil mesmo.

- Fica de boa loira, o seu lugar no meu coração. É só seu.

●●●

Decidi fazer uma reunião para mim e as meninas, para termos uma tarde de meninas, como se fosse uma despedida de solteira, mas claro,que sem elas saberem.

- Aurora,está desocupada? - Anto perguntou ao telefone.

- Sim meu amor.

- É sobre a nossa tarde de garotas.

- Acabei de fechar o pacote no Spa.

- É que,chegou uma amiga minha, lá de Turim,queria saber se tem a possibilidade dela ir com a gente.

- Claro,vou ligar novamente para o Spa e acrescentar mais uma pessoa.

- Obrigada loira,obrigada mesmo.

- Nada meu amor,espero vocês amanhã.

- Estaremos lá.

Como eu tive a ideia de um momento para garotas,Nacho e Asensio inventaram uma tarde de garotos também,eu só faltei morrer de rir quando vi as conversas no grupo deles .

Acabei chegando primeiro que as meninas no Spa e nos direcionaram para o local que havia sido reservado para nós.

Aos poucos elas foram chegando.

- Aurora,essa é a Olívia minha amiga de Turim. - Antonella me apresentou a amiga.

- Prazer Oli,seja bem vinda.

- Obrigada.- ela sorriu tímida.

- Fiquem a vontade e bebam quanto champanhe aguentarem.

Fizemos tudo o que tínhamos direito, drenagem,massagens,banhos especiais. Foi um momento inesquecível,cheio de conversas fiadas,fofocas sobre os meninos e claro que tudo regado a muito champanhe,confesso que saímos de lá bem alegres.




Notas Finais


●penúltimo capítulo da fanfic.

●Tá sendo difícil a despedida.

●Mas como eu tô na faculdade,não terei tanto tempo para atualizar.

●porém, teremos uma segunda temporada que atualizarei quando for possível.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...