História It was not my fault - Diabolik Lovers - Capítulo 2


Postado
Categorias Diabolik Lovers
Personagens Ayato Sakamaki, Azusa Mukami, Carla Tsukinami, Kanato Sakamaki, Kou Mukami, Laito Sakamaki, Personagens Originais, Reiji Sakamaki, Ruki Mukami, Seiji Komori, Shin Tsukinami, Shu Sakamaki, Subaru Sakamaki, Tougo Sakamaki "Karlheinz", Yui Komori, Yuma Mukami
Tags Dlovers
Visualizações 28
Palavras 2.156
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ecchi, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Hentai, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Hello! Voltei! Eu sei que eu demorei MUITO, desculpem! Mil desculpas!
Enfim, consegui dar sinal de vida!

Espero q gostem do cap
Boa leitura!

Capítulo 2 - -Complicated-


As turmas foram liberadas, era possível ouvir diversas vozes e passos pelos corredores. Hanabi se manteve parada diante da porta, a sua falha, perdia-se nas diversas vozes, não conseguia se situar em meio à multidão no corredor, tentava ao máximo não demonstrar sua preocupação ao ver as diversas pessoas passando de um lado para outro no corredor, não conseguia informações de pessoas específicas, não conseguia distinguir as pessoas, estava perdida. 

- O que deu em você agora? -A voz do albino destacou-se em meio as vozes

Embora tivesse escondido, Hanabi havia sentido um arrepio lhe percorrer o corpo ao ouvir a voz do albino, estava tão perdida nas outras vozes e no movimento que foi incapaz de sentir a aproximação de Subaru. 

- Nada... -Respondeu o mais firme que podia

- Está parada na porta a alguns minutos, se segurou com força de mais na parede, como se tivesse medo de algo. -Disse o albino

- Isso não aconteceu. -Soltou a parede e voltou a fitar as pessoas

- Saia primeiro então... -Disse o albino encostando-se na parede

Hanabi manteve-se parada diante da porta, não se ariscou a dar nenhum passo, sabia que perderia mais de seus sentidos se tentasse se misturar às outras pessoas.

- Continua parada ai. -Disse o albino

- Houve uma falha em minha criação, fui tirada do laboratório para repararem este erro, mas ainda não foi reparado, sou incapaz de me situar num lugar com muitas pessoas, muitas vozes misturadas e muitos sons se misturando, perco os sentidos se entrar no meio disso tudo. -Disse Hanabi

- Era só isso? Não vai morrer se sair da sala, anda logo. -Disse Subaru 

- Perco a consciência, como eu disse... O erro não foi reparado, enquanto meu poder não me permitir eu não farei. -Disse Hanabi

- Tch, erro idiota... -Murmurou

Hanabi sentira a mão gelada do albino envolver seu pulso, logo fora puxada de onde estava, sentira seus sentidos falharem ao sair da sala, olhava em volta e via diversas pessoas, ouvia diversas vozes, os sons de passos pareciam ecoar em sua cabeça, cada vez mais alto, era uma sensação perturbadora, a única coisa que conseguia distinguir era a mão gelada que ainda segurava seu pulso firmemente, de alguma forma isso lhe passou uma sensação de segurança, de que os sons ao seu redor não iriam lhe prejudicar. 

Por fim chegaram num corredor mais vazio, logo o albino soltara o pulso de Hanabi, está que começara a ter seus sentidos de volta.

- Obrigada... -Murmurou

O albino apenas deu de ombros e voltou a andar, logo sendo seguido pela outra.

Adentraram a limusine onde encontraram Shu, este que aparentava estar dormindo, porém Hanabi sabia que ele estava acordado. 

Logo Ayato adentrou a limusine, murmurou algo ao ver Shu dormindo em seu lugar. 

- Shu, acorda, sai dai! -Disse Ayato

O loiro nem sequer respondeu, continuou fingindo estar dormindo. 

- Shu! 

- Pare de fingir que está dormindo, a voz dele já se tornou irritante ao te chamar... -Disse Hanabi logo vendo o loiro abrir os olhos

- Nisso tenho que concordar, é irritante... -Disse Shu se afastando dando o lugar de Ayato

- Você que é irritante! Precisava fingir que tava dormindo? -Disse Ayato se sentando

- Precisava. -Disse Shu

- Da pra vocês dois calarem a boca? -Disse Subaru

- Da pra você parar de se meter nas minhas conversas? -Disse Ayato

- Parem de discutir, parecem duas crianças. -Disse Reiji adentrando a limusine

Logo os outros chegaram. 


Adentraram a mansão Sakamaki, cada um foi para um dos comôdos, Hanabi e Subaru seguiram juntos até o corredor no segundo andar, logo cada um adentrou seu próprio quarto sem trocarem uma palavra sequer. 

Hanabi pegou um pijama simples e foi para o banheiro, tomou um banho rápido e se vestiu, por fim saiu do banheiro. Deitou-se na cama e logo pegou no sono. 



Acordara sentindo a luz do sol entrando pela janela, Hanabi se levantou e fechou as cortinas, odiava a luz do sol. Sentou-se diante da penteadeira e começou a escovar o cabelo, como era costume todas as manhãs. Olhou seu reflexo no espelho e respirou fundo. Logo prendeu o cabelo e se levantou, foi até seu guarda-roupa e pegou uma blusa preta simples, um short jeans escuro e logo vestiu um casaco fino cinza, colocou um tênis preto e por fim saiu do quarto. 

Encontrara Yui no corredor. 

- Quer ir comer algo? Os meninos não costumam tomar café... -Disse a loira

- Não tenho fome de manhã. -Disse Hanabi

Chegando na sala Hanabi encontrou todos os garotos, exceto um, Subaru. 

- Chichinashi, vai lá chamar o Subaru... -Disse Ayato

- Esta passando pra mim um trabalho que foi dado a você? Qual o motivo disso? -Disse Hanabi

- Preguiça, falta de maturidade, dentre outros... -Disse Kou

- Aishi você já tá em pé, eu não estou com vontade de levantar, e não é uma tarefa impossível. -Disse Ayato

- Exceto pelo fato de que o Subaru odeia quando o acordam... -Disse Yuma

- Tanto faz. -Disse Hanabi

Apenas voltou e foi até o quarto do albino, bateu na porta mas não teve resposta, ao girar a maçaneta notou que a porta estava aberta. Adentrou o quarto e logo se deparou com um caixão no meio deste, olhou em volta e não viu o albino, deduziu que este estava no caixão, era o óbvio. 

Aproximou-se lentamente e abriu o caixão, logo viu o albino adormecido, sua expressão serena era diferente da expressão costumeira do albino, ninguém imaginaria que era a mesma pessoa que se irritava com tanta facilidade. 

- Subaru, acorde... -Disse Hanabi

O albino nem sequer se mexeu, Hanabi olhou em volta e viu que as cortinas estavam fechadas, aproximou-se de uma e a abriu, logo ouviu o albino murmurar algo. 

O albino se levantou ainda murmurando e logo notou que Hanabi estava em seu quarto. 

- O que está fazendo aqui? -Falou irritado

- Pediram que eu viesse lhe chamar, então, não perca tempo, também não queria estar aqui. -Disse Hanabi

- Tanto faz, sai logo daqui, eu já vou descer. -Disse o albino

Hanabi saiu do quarto e voltou para a grande sala. 

- Cadê ele? -Disse Ayato

- Ele já vai descer Ayato. -Disse Hanabi

- Por que essa demora? -Disse Ayato

- Pessoa trocam de roupa quando acordam. 

- Eu odeio essa sua calma... -Resmungou

- Você odeia o fato de não ter uma resposta desafiadora para me dar. -Disse Hanabi

- Essa você mereceu Ayato... -Disse Kou com um sorriso convencido nos lábios

Subaru adentrou a sala. 

- O que vocês querem? -Disse o albino

- 'Ele' veio dizer algo... -Disse Shu

- E o que exatamente ele disse? -Disse Yuma

- 'Ele' disse algo sobre o governo, disse que Hanabi saberia... -Disse Shu

- Sim, eu sei, estão atrás de mim, sabem que 'Ele' não pretendia me levar de volta ao meu local de origem, agora sou alvo de mais pessoas. -Disse Hanabi

- Que história é essa de governo...? -Disse Kou

-Estão atrás de mim, só isso que precisam saber por enquanto. -Disse Hanabi

- Por que o governo tá atrás de você? -Disse Kou

- Odeio... -Hanabi se prunciou mas fora interrompida pelo albino

- Odeia quando te fazem perguntas, tá, não preciso ouvir isso de novo... -Disse Subaru

- Exato. -Disse Hanabi

- Certo, o governo está atrás de você, mas ainda quero saber, por qual razão, data, circustância ou comemoração? -Perguntou Kou

- Não há motivos para eu explicar isso agora, já está feito, eles virão atrás de mim e isso é inevitável, só o que tem que fazer é evitar que me achem, creio que não seja difícil pra vocês... -Disse Hanabi já se virando, ja estava pronta para ir embora

- Não é tão simples assim. -Ayato murmurou sério- Por que temos que impedir se não sabemos o motivo?

- Porque se souberem será pior. -Suspirou- Já fui responsável por muitas mortes, acreditem, não preciso ser responsável por mais... -Pôs-se a caminhar em direção à porta

Todos observaram enquanto Hanabi ia embora, era confuso, por um momento a garota havia parecido tão...sincera, escondia muitas coisas, e isto havia provado que a garota era um poço de mistérios.

Poucos minutos depois Subaru também retirou-se da sala. 



Já era hora do almoço e Hanabi ainda não havia sido vista pela mansão, nem mesmo os Fundadores sentiam a presença da garota, o que complicava a situação, afinal, se precisassem saber onde esta estava não poderiam.

Após o almoço todos dispersaram-se pela casa, Subaru encontrara Hanabi no jardim, o que fora uma surpresa, afinal, Hanabi parecia tão...normal estando sentada observando algumas flores no grande jardim.

Porém, ao aproximar-se Subaru fora surpreendido pelo rápido movimento da garota, teve de bloquear um soco vindo da mesma.

- O que deu em você?! 

- O que está fazendo aqui? -Perguntou Hanabi

- Já disse pra não responder minhas perguntas com outra pergunta... -Disse Subaru defendendo-se de mais um soco

- Não importa, o que faz aqui? -Mais um soco bloqueado

- Eu moro aqui! -Disse Subaru- Por que continua tentando me acertar?

- Porque uma hora ou outra eu sempre consigo! -Desferiu um único chute no abdome do outro, este que afastou-se rapidamente

- Qual o seu problema? O que eu fiz? -Perguntou Subaru

- Isso não importa! Quero ficar sozinha...

- Devia ter pensado nisso antes de vir pra cá... -Aproximou-se novamente, de fato, era tão teimoso quanto Hanabi

- Perdeu a noção de perigo...? -Tentou desferir mais um chute, porém, fora impedida pelo albino

- Eu nunca tive! -Murmurou defendendo-se mais alguns socos e chutes

- Não vai revidar? -Perguntou Hanabi- Se manter na defensiva não é uma boa escolha.

- Não estou na defensiva. 

- Não? -Acertou mais um chute

- Talvez esteja te poupando...

- De que? Não sou humana, não importa o que faça, não pode me ferir...

- Ainda me pergunto por quê continua fazendo isso... -Disse o albino

- Talvez porque eu queira ficar sozinha...e você esteja atrapalhando. 

- Isso não é um motivo, é só uma resposta de uma criança mimada. 

- Eu sou a criança mimada? Você carrega uma adaga que mata vampiros, o que foi? Não confia na própria espécie? Ainda acha que eu sou mimada? Se não confia na própria espécie... -Murmurou

- Você também não confia na minha espécie, em espécie alguma... -Disse o albino emprrando a garota pra longe, porém, esta tornou a atacar

- Não confio, não tenho em quem confiar... -Disse Hanabi- As pessoas tem parentes em quem podem confiar, eu não tenho, isso não me torna uma criança mimada, por outro lado, você teve isso.

- Jura? Acha mesmo que tive isso? Por que acha que não confio na minha própria espécie? E agora não confio na sua, sejá lá qual for...

- Curioso... -Riu soprado- O mundo é mais complexo do que eu imaginava. -Mais um soco, porém, sem sucesso

- Você não sabe o quanto... -Murmurou concentrado em defender-se dos ataques da outra- Ainda não explicou por quê ainda quer me acertar...

- Não sou obrigada a explicar, mas, acho que...só estou me adptando ao seu mundo. -Disse Hanabi parando de atacar o albino- Achava que estava pronta para sair do laboratório, mas é tudo tão estranho... -Murmurou

- Estranho? 

- Eu vici numa sala totalmente branca,.me adaptei à cor, mas é difícil me identificar com tantas mudanças... -Suspirou

- Por isso me atacou...?

- Não costumo ver outras pessoas, ainsa estou me acostumando com a ideia... -Disse Hanabi

- Traduzindo, tem medo... 

- Não, não tenho medo... -Sentou-se no chão e tornou a fitar as flores- Só...imagino que tudo isso vai acabar, sabe, se o governo me achar, vou voltar pro loboratório e desta vez não terei chances de sair.

- Se você voltar pra lá... -Disse Subaru sentando-se ao lado de Hanabi

- Logo vão me achar, é quase inevitável. -Disse Hanabi

- Se você diz...

- A propósito, aquele chute doeu? -Perguntou Hanabi

- O que você acha...? -Lançou um olhar à menor

- Não sei, perdi a noção do que é dor com o tempo... -Disse Hanabi

- Tem algo que seja normal pra você?

- Se tem...eu ainda não descobri. -Disse Hanabi- Por mais que eu finja ser...eu não sou humana, não sou o tipo de espécie que pode simplesmente viver entre os humanos, em algum momento posso causar mal a eles...

- Por que?

- Você é mesmo insistente... -Suspirou- Por que acha que o governo tem interesse em mim? Eu sou como uma arma pra eles, uma forma de conseguir vitórias em guerras, digamos que eu fui feita para matar. -Desviou o olhar- Qualquer perda de controle de minha parte pode ser fatal pra as espécies ao redor...

- Assustador... -Sorriu irônico

- Está brincando com fogo...

- Pra isso existe água. 

- Não é tão simples assim, ninguém é capaz de me derrubar, e você não é a exceção... -Disse Hanabi

- Talvez...

- Você é mais insistente do que eu pensava... -Disse Hanabi

- Você não sabe o quanto... -Levantou-se- A propósito... -Deu um último empurrão na menor- Eu venci... -Afastou-se antes que Hanabi pudesse reagir

- Não tenha certeza disso? 

- Não? Vamos ver... -Lançou um últimu sorriso ironico antes de desaparecer

Hanabi permaneceu fitando o local em que o albino estava, ainda não acreditava na insistência do mesmo, deixou escapar um mínimo sorriso, porém, o desfez ao lembrar-se de que não estava ali para fazer amizades.

Continua...


Notas Finais


Foi isso, espero que tenham gostado.
Novamente, me desculpem pela demora! Desculpem mesmo! Gente, perdi o hábito de escrever no celular, sabe, desde que ganhei meu notebook, e ao invés de colocar essa conta lá eu criei mais uma, na verdade mais duas.
Meus outros nomes de usuário no momento são:
~Min_VkookArmy26
~Bangtan_TaeTae4

Esses são meus nomes de usuário, bom, vou tentar me esforçar mais pra escrever no celular!

Até a próxima! ByeBye!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...