História It was the destination - Capítulo 39


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Personagens Originais, Suga, V
Tags Drama, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Romance, Suga
Visualizações 80
Palavras 2.565
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpem a demora, eu repentinamente decidi fazer trabalhos e tarefas...
espero que gostem
szsz

Capítulo 39 - Formas de agradecer...


Fanfic / Fanfiction It was the destination - Capítulo 39 - Formas de agradecer...

ANTERIORMENTE:

—Mas, por que? — Pergunto separando um pouco nossos corpos, ficando apenas com minhas mãos em sua cintura.

—Eu não sou virgem Jimin— Gabi fala de uma vez.

[...]

— Legal, eu fiquei esperando o teu precioso tempo pra porra nenhuma— Digo irritado e dou as costas para ela

—Jimin, deixa eu explicar— Gabi pede vindo atrás de mim

—Não to te impedindo— Respondo sem olhar para a garota que agora está ao meu lado

—Não fique bravo comigo— Ela pede e depois respira fundo — Eu não quis isso...

—Não quis? — Pergunto rindo irônico — Ai Gabriele, eu tento te ouvir... mas é muita merda pra uma pessoa só falar.

—Porra Jimin dá pra me ouvir? —Ela pergunta já gritando com o rosto vermelho enquanto enxuga as lágrimas rapidamente —Eu tinha um namorado, eu fiquei com ele por uns cinco meses...

—Gabriele, eu realmente não quero saber dos detalhes, ou tu pula logo pra parte em que “tu não queria” ou tu vaza — Digo fazendo aspas com os dedos, a garota se irrita e dá meia volta murmurando algum palavrão provavelmente. — Gabriele, eu não estou com raiva de ti por ter um hímen rompido...

—Isso foi um pedido de desculpas? — Ela pergunta segurando um pouco o riso — Porque foi ridículo.

—Mas porque não me contou antes? — Pergunto e passo a mão por minha nuca.

—Porque achei que tu não iria querer olhar pra mim mais— Ela responde dando de ombros com os olhos direcionados para os próprios pés.

—Vem aqui— Pego a mão dela direcionando para o sofá, a garota senta e encosta sua cabeça em meu peito —Agora conta, não vou interromper.

—Eu disse que não estava preparada pra isso, mas a gente já tinha cinco meses de namoro, ele não estava aguentando— Ela faz uma pausa e respira fundo enquanto brinca com os dedos em minha barriga desnuda — Então ele disse que não ficou cinco meses pra nada, ou nós fazíamos ou fazíamos, não tinha a opção não fazer.

—Desculpa... eu sou um idiota— Digo baixinho enquanto faço um carinho leve em sua cabeça. —Não se sinta pressionada, eu espero o tempo que for preciso, me perdoa.

—Tá tudo bem, me desculpa não ter te contado antes— Gabi diz e sinto algumas gotas em minha barriga.

—Amor, não chora — Falo e deposito um beijo em seus cabelos —Eu te amo.

—Aish idiota— Ela fala levantando e se acomodando, colocando suas mãos em minha coxa, enquanto me encara, vejo seu rosto vermelho de vergonha começo a rir. — Eu também te amo.

—Quer dar uma volta? —Pergunto e a garota concorda com a cabeça — Vamos levar o Tobby pra passear então.

P.O.V Jimin Off

Domingo

7:15 A.M

Narrador On

Já se passaram dois dias desde o acidente de Kyung, dois dias são tão pouco tempo, passa tão rápido pra qualquer pessoa, mas para Tae, Yoongi e Anna, parecia uma eternidade, os outros meninos estavam preocupados também, mas os três não dormiam direito, não se alimentavam corretamente, principalmente Yoongi, que estava no hospital desde sexta sem tomar banho, sem sair do lado da garota em coma, o último alimento que o garoto ingeriu foi a mistura de arroz, macarrão e chuchu que a Sra. Kim tinha feito e levado para o hospital no sábado. Anna não havia marcado os dias que iria revezar com o garoto, mas ela tinha que ir, não podia deixar ele naquele estado, então assim que acordou, a garota toma um banho gelado e veste a roupa que havia separado, uma saia jeans com botões frontais, e uma camiseta cinza que no centro tinha o formato de uma cabeça de unicórnio preta, Anna pega um Converse All Star preto e os coloca, borrifa um perfume qualquer e pega seu celular saindo do quarto.

—Eu vou pro hospital tia, se cuida — Anna diz e deposita um selar na testa da mais velha.

—Vai passar a noite lá? — Sun Hee pergunta e a garota concorda.

—Quer carona? — Jungkook pergunta fazendo Anna levar um susto.

—Mas que saco, não tem casa não garoto? — Anna pergunta e Kook solta uma risada.

—Bom dia pra você também— Jeon diz debochado — E a Sra. Kim me chamou pra leva-la até o mercado.

—Primeiro que eu não te perguntei o que faz aqui, e sim se não tem casa— Ela responde impaciente — E segundo, virou taxista da minha tia agora?

—Pra ela eu viro até namorado— Jeon fala dando um abraço de lado na Sra. Kim, que solta uma risada da situação —Mas se quiser eu te dou uma carona gatinha.

—Graças a Deus que eu tenho duas pernas pra ir até o metrô— Anna responde e sai de casa caminhando em passos rápidos até a estação, que por sinal estava lotada.

Mas que merda Anna Carpenter, tu é uma fodida mesmo, vai ter que ficar em pé no meio de gente chata e suada.

A garota coloca os fones de ouvido e põe o celular no bolso de sua saia enquanto segura a barra de ferro com a mão direita. Depois de alguns minutos, Anna desce praticamente sendo empurrada pelas pessoas apressadas e mal-humoradas e anda mais um pouco, chegando finalmente no hospital.

—Bom dia, o que deseja? — A moça da recepção pergunta, mas desta vez, não era a mesma do outro dia.

—Troca de acompanhante, paciente Kim Kyung Soon— Anna fala enquanto batuca seus dedos no balcão

—Você sabe que ela não precisa de acompanhante por ser maior de idade né? — A moça pergunta fazendo a rosada ficar mais irritada do que já estava.

—E você sabe que ninguém pediu tua opinião e muito menos que deve se meter na vida dos outros né? — Anna pergunta fazendo a moça reclamar baixo e entregar o crachá de acompanhante — Obrigada.

Anna anda pelos corredores brancos que exalavam o cheiro enjoativo de hospital e adentra no elevador vazio logo apertando no 4º andar, logo ela já chega e sai da caixa metálica um pouco tonta.

Parabéns Anna Carpenter, esqueceu de comer.

Ao decorrer do caminho que ela ia se xingando mentalmente, a garota nem percebe uma criança em sua frente, e esbarra na mesma derrubando-a no chão.

—Me desculpe, se machucou? — Ela pergunta ajudando a menina a se levantar

—Eu to bem...— A pequena responde já em pé.

—Não vê por onde anda garota? — Uma senhora interrompe apontando para Anna.

—Desculpe-me— Anna se curva e percebe estar quase na frente do quarto de Kyung.

—Eu to bem omma— A menina diz soltando-se de sua mãe.

—Me desculpe moça, eu não estou nos melhores dias— A senhora diz e Anna concorda com a cabeça. — Você é parente de alguém daqui?

—Sim— Ela responde cabisbaixa — Minha prima está em coma faz dois dias.

—A minha melhor amiga tá dodói— A menina diz fazendo Anna ter pena pela menina tão nova passar por isso. —Posso ver sua prima?

—Não seja inconveniente Yang Mi — Sua mãe a repreende

—Tá tudo bem... — Anna fala enquanto estica a destra para a pequena.

As duas adentram no quarto número 27, onde encontram um garoto tão pálido quanto a própria paciente, Yang solta-se da mão de Anna e anda pelo quarto observando tudo em sua volta, até chegar em meio a Suga e Kyung.

—Moço... moço... — Yang puxa levemente os fios loiros e completamente bagunçados de Yoongi, que estava com fones de ouvido no máximo enquanto dormia.

—Ai o que foi? — Yoongi pergunta após sentir o puxão de Anna no seu fone de ouvido machucando o local. — Ah, oi Anna e ...?

—Yang— Anna dá um leve empurrão na garota apresentando-a.

—Você é o homem do elevador — Yang diz olhando um pouco impressionada para Suga —O que estava chorando, né?

—N-não— Suga diz e olha para a porta, em direção a mãe da pequena

Yang dá de ombros com a resposta dele e se aproxima de Kyung, deixando um carinho no seu rosto sereno, e logo sai do quarto cabisbaixa com sua mãe.

—O que faz aqui? — Suga pergunta bocejando e pende a cabeça pra trás

—Trocar de acompanhante, você precisa descansar, tomar um banho, se alimentar— Anna responde puxando o garoto, mas o mesmo nem se move.

—Eu to bem— Suga resmunga e Anna revira os olhos.

—Só porque tu reclamou eu vou ficar mais um dia— A garota fala e Yoon ri sem humor — Agora adiciona mais um dia...

—Mas, o que eu fiz agora? — Ele pergunta emburrado.

—Riu debochado— Ela responde — E mais um dia por ter ficado emburrado.

—Ok, parei... aish— Suga dá língua e levanta da poltrona um pouco fraco.

—Quarta tu fica com ela, calma — Anna diz enquanto envia uma mensagem.

—E quinta, e sexta, sábado, domingo, e até quando ela acordar— Ele diz e depois deposita um selar na testa de Kyung.

—Espera, mandei uma mensagem pro Hobi vir te buscar— Ela diz e Yoon concorda com a cabeça —Vamos esperar no estacionamento.

À caminho do estacionamento os dois passam pelo corredor do quarto andar e automaticamente vão olhando para os quartos que tinham a porta aberta, até se depararem com o quarto onde Yang estava, a menina chorava enquanto segurava as mãos da provável melhor amiga, a garotinha na maca não era asiática, ela parecia ser Norte ou Sul Americana, ou até mesmo Inglesa, sua pele escura um tanto fosca era preocupante, seus lábios estavam num tom arroxado, mas Anna e Yoongi tentaram evitar olhar os mínimos detalhes, já partindo para o elevador.

—Suga, eu to com um pressentimento ruim.— Anna pronuncia-se já andando pelo corredor que vai em direção a saída.

—É porque estamos preocupados com a Kyung, então isso faz com que a gente tenha pensamentos negativos e preocupações desnecessárias— Yoongi responde tentando acreditar também no que acabara de dizer.

►►

Passaram-se dois dias e nenhum sinal da garota acordar, nem uma mexida de dedo sequer, esses dois dias Anna faltou a faculdade, e se não fosse por Jungkook levar comida para ela duas vezes ao dia, provavelmente ela não teria se alimentado. Com a ajuda dos meninos Yoongi se recompôs, se alimentou da melhor comida da Sra. Kim Sun Hee, deixou Tae pintar seu cabelo de preto, e por incrível que pareça não ficou tão ruim quanto imaginava, os meninos faziam companhia nas horas vagas, exceto Jin, que não foi mais visto desde o dia do hospital, mas apenas fisicamente que Yoon conseguiu se recompor, porque por mais que tentasse, dentro dele havia uma guerra entre razão e emoção.

Quarta feira

9:13 A.M.

—Tia, cheguei— Anna fala num tom alto após fechar a porta

—Aqui atrás querida— Sun Hee responde no mesmo tom enquanto estendia algumas roupas —Então... alguma novidade sobre a Kyung?

—Não, ela tá na mesma, quem está lá agora é o Yoon.— Anna fala e solta um suspiro de cansaço  

—Não acredito que esse teimoso foi, eu e os meninos convencemos ele que o Taehyung que iria lá dessa vez, pelo menos achamos que tivéssemos convencido— A mulher dá uma pausa soltando um riso nasal— Quando retocou o cabelo?

—Hoje, depois que saí do hospital fui até um salão, já estava quase loiro— Anna responde enquanto observa sua tia— Quer ajuda com as roupas?

—Ficou bonito, você combina com rosa— Sun Hee fala sem tirar atenção do que está fazendo — Quero ajuda sim.   

—Tia, obrigada pela comida, estava muito boa, mas poderia ter pedido pra outra pessoa levar. — A rosada diz enquanto estende uma calça jeans.

—Comida? Mas que comida? Do que tá falando? — A mais velha pergunta sem entender nada e em seguida termina de estender uma toalha.

—Do Jeon ter me levado comida, ele disse que tu mandou ele lá. — Ela responde e em seguida não haviam mais roupas para ser estendidas.

—Eu nem falei com o JungKook esses dias, tá ficando louca? — Sun hee pergunta e Anna respira fundo e fecha os olhos jogando a cabeça pra trás — Ai que fofo, ele se preocupou contigo, volta com ele... olha o que ele fez por ti.

—Ah não tia, nem vem. — Anna fala dando as costas para sua tia enquanto ela começa a rir.

 A garota vai para seu quarto pegar uma roupa para tomar banho e logo se direciona para o banheiro, enquanto toma seu banho, ela permite pensar em Jungkook, tenta considerar o que sua tia falou, mas também não consegue ignorar as lembranças dele irritado. Assim que termina de vestir seu pijama, ela resolve mandar uma mensagem para Jungkook.

Mensagem On

Anna: Jungkook, posso saber por que mentiu dizendo que todos os cuidados que teve comigo foi à pedido da Sra. Kim?

Jeon: Oi, bom dia eu vou bem e você?

Anna: É impossível falar contigo mesmo.

Mensagem Off

O dia da garota de cabelos cor-de-rosa se resumiu basicamente em:

Mexer nas redes sociais;

Comer;

Ajudar a lavar a louça do almoço;

Assistir televisão;

Tomar café;

Ouvir música;

Enviar notícias para Gabi e Júlia que não puderam visitar Kyung;

Ir até a cafeteria e avisar (um pouco tarde demais) do acidente;

Aguentar a raiva após descobrir que Lucy já tinha sido avisada e que a mesma despediu Kyung;

Voltar para casa e colocar novamente seu pijama;

E finalmente ir se deitar para dormir;

Quinta-feira

7:00 A.M

Após receber um peteleco de sua tia, Anna acorda resmungando algo sem sentido, a garota tinha esquecido de colocar o alarme novamente em seu celular, logo Sun Hee deixa o quarto ao ver que Anna realmente iria levantar, a primeira coisa que a garota faz é pegar seu celular, duas notificações do Instagram, sete do Twitter, e nove mensagens, oito eram do grupo dos meninos em que ela e Kyung estavam, uma era de Jungkook, basicamente respondendo à pergunta anterior.  

Mensagem On

Jeon: Menti porque eu te amo e sei que se eu tentasse cuidar de você, tu não aceitaria. (Passei no seu quarto e deixei algo pra você na sua estante) e você estava adorável dormindo de boca aberta.

Mensagem Off

Anna estava confusa, com vergonha, e feliz por Jeon ter cuidado dela, ela não responde aquela mensagem e ignora as mensagens do grupo, sequer visualizando, ela apenas levanta e caminha em direção da estante percebendo alguns papéis ali. Duas provas corrigidas, um “A+” e a outra com um “B+”, três folhas com conteúdos que ela não tinha estudado ainda e um bilhete.

“Bom dia, aqui são as provas que eu pedi para seu professor (que por sinal é insuportável pois não queria me entregar, até eu dizer que somos namorados), os conteúdos que você perdeu que eu copiei do caderno dele (os marcados de vermelho são os mais importantes, azuis são os resumos que peguei pra você estudar para uma prova que vai cair na sexta, e os amarelos fluorescente são todas as formas de agradecimento que eu adoraria receber).

                                                                                              Beijos do Kookie"

Sem nem perceber a garota estava sorrindo sem acreditar no que o garoto havia feito por ela, ele sequer se preocupa com os trabalhos dele, e fez questão de copiar tudo que a garota perdeu, a menina procura as anotações em amarelo fluorescente por pura curiosidade, um sorriso maior brota em seus lábios assim que ela termina de ler.

“Formas de agradecer meu amor:

*Aceitar as desculpas dele

*Voltar a ser o que eram antes

*Perdoar o fato dele ser um idiota e enche-lo de beijinhos

*Beijar muito Jeon Jungkook

*Abraçar muito Jeon Jungkook

* Dizer que ama Jeon Jungkook (apesar dele já saber disso)”

Narrador Off

.

.

.


Notas Finais


Espero que tenham gostado
até o próximo cap
bjbj szsz
Desculpem-me qualquer erro


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...