1. Spirit Fanfics >
  2. Itachi e Sakura: Entre Razões e Emoções! >
  3. Reecontro

História Itachi e Sakura: Entre Razões e Emoções! - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Adria fez esse capítulo gente, espero que gostem!

Capítulo 4 - Reecontro


Fanfic / Fanfiction Itachi e Sakura: Entre Razões e Emoções! - Capítulo 4 - Reecontro

POR ITACHI


Acordei mais desanimado do que o normal naquela manhã,tinha um sentimento estranho que estava me incomodando. 


Fiquei por uns longos minutos pensando infinitas coisas, até que decidi tomar um banho.Logo após me banhar encarei meu reflexo no espelho,me perguntando por que estava aceitando aquilo.


Sei o quanto a minha volta não ia ser boa para Sakura e Sasuke.Coloquei uma roupa casual e arrumei minhas malas,pois em instantes estaria voltando para Konoha. 


Saí da residência em que estava morando e fui em direção ao carro que me esperava do lado de fora para seguir caminho a Konoha,confesso que estou um tanto nervoso.


Durante a viagem decidi me distrai com as paisagens,para ver se ficava mais calmo, o que seria quase impossível já que minha ansiedade estava fora do controle. 


Após algum tempo fizemos uma parada para repor o combustível e comer algo.Demorou cerca de uns vinte e sete minutos eu acho,logo após,continuamos a seguir caminho para Konoha,já que o tempo para chegarmos ainda estava longo.Eu não havia dormido bem na noite passada,então resolvi dormir um pouco para não chegar exausto.


Ótimo,tive o mesmo pesadelo,mas este foi diferente,Sakura me via e me perguntava várias vezes o por que daquilo tudo e por que logo com ela .


Acordei depois de um tempo sendo chamado pelo motorista preocupado com minha inquietação.


Perguntei a ele se já estávamos próximos e tive como resposta que daqui a quinze minutos chegávamos ao nosso destino.Ótimo,fiquei mais nervoso ainda.Tentei me controlar,mas foi em vão.


Quando estava a poucos metros da entrada de Konoha,acho que nessa hora eu estava tendo um ataque cardíaco,meu coração estava muito acelerado,não sei nem o porque.Será que é de preocupação ou porque eu estava animado com isso? 


Essa sensação é horrível quando você não é acostumado a senti-la diretamente,isso se torna meio que um incômodo.


Ao entrar em Konoha sinto pontadas em meu peito e em seguida lembranças, aliás muitas lembranças de quando eu vivia ali,cada canto daquela cidade me fazia lembrar de algo.


"Nossa quanto tempo" penso comigo!


Sem me dar conta já estou em frente a residência Uchiha,abro a porta do carro e desço,digo ao motorista que leve minhas coisas para o meu quarto. 


Quando eu entrei para dentro de casa percebi o quanto tudo havia mudado, minha antiga casa tinha se tornado mais moderna e isso não era tão ruim. 


Mostrei para o motorista onde era meu quarto, que diferente dos outros cômodos continuou do mesmo jeito. Assim que ele levou todas minhas malas para o quarto eu o paguei e ele foi embora. 


Voltei para meu quarto e fui arrumar minhas coisas. 

–Olha só quem voltou! -Sasuke disse com deboche apoiado na porta. 

–Oi Sasuke! -olhei rápido para ele e percebi o quanto havia mudado desde minha partida. 

–A mãe disse para mim avisar para você que hoje a noite terá um jantar com nossa família e a família Haruno! -ele me avisou e depois se retirou. 


Sasuke havia mudado seu corte de cabelo, havia crescido mas continuava um garoto revoltado e com pouca paciência. 


Com toda aquela ansiedade me deitei na minha cama e resolvi dormir um pouco antes do jantar. 


"Por que Itachi? Por que você fez isso? Por que comigo? Por que Itachi?". Foram as palavras ditas por Sakura em meu pesadelo eterno. 


Acordei ofegante e percebi que aquele pesadelo ficou mais intenso comigo ali em Konoha. Saber que Sakura estava na mesma cidade que eu e que a qualquer momento poderia descobrir sobre meu segredo intensificava minha insegurança e meus pesadelos. 


Olhei para o relógio e já estava quase na hora do jantar, então resolvi tomar banho e logo depois descer para a cozinha. 


Após meu banho fiquei minutos olhando meu reflexo no espelho e do nada lágrimas começam a escorrer por meus olhos. 

–O que está acontecendo com você Itachi? -perguntei a mim mesmo me encarando. 


Respirei fundo saí do banheiro e logo depois coloquei uma roupa casual e depois desci para o andar de baixo. 

–Filho! -minha mãe disse e veio me abraçar –Eu senti saudades Itachi! 

–Eu também senti saudades mãe! -confessei correspondendo o abraço. 


–Bem Itachi, hoje vamos... 

–Ter um jantar com a família Haruno,já sei o Sasuke me avisou! - disse interrompendo minha mãe antes de terminar a frase.

–Bem,então já sabe né,se comporte e... 

–Mãe,pode deixar eu não sou mais uma criança levada! - interrompi ela de novo. 

–E...você tem razão! E por que faz tempo que não te vejo! -ela me disse com os olhos lacrimejando. 


Dessa vez interrompi com um abraço e um beijo em sua testa. 

–Bravo!Assim até eu acredito que você se importa com as pessoas,irmão! -Sasuke disse.


Me virei e me deparei com ele na porta com uma certa indignação em seu rosto. 

–Vejo que mudou só o físico mesmo, continua o mesmo menino revoltado de antes! -debochei dele. 

–Pelo menos não sou um assassino! -respondeu no mesmo tom de deboche. 


Nisso a discussão ficou intensa,até que Sasuke me golpeou com alguns socos e chutes.Eu revidei e por um impulso peguei uma kunai que trazia comigo e coloquei em seu pescoço.


Se não fosse por nossa mãe,acho que teria acabado com meu irmão ali mesmo! 

–Sabia que você ainda tinha esse extinto assassino! -Sasuke disse. 


Juro que teria batido mais ainda nele depois do que disse,mas minha mãe se pôs no meio de nós dois dando a ordem para que parassemos. 


Sasuke saiu pisando alto em direção ao seu quarto, enquanto eu fiquei ali me desculpando pelo ocorrido.


Logo após isso fui tomar um banho para retirar o suor causado pela pequena briga entre irmãos,e também para dar uma boa impressão já que a família Haruno estaria ali daqui uma hora. 


Fui para o meu quarto,organizei minhas coisas e me dirigi ao banheiro.


Enquanto sentia a água escorrendo pelos meus cabelos,alguém bateu na porta, deveria ser minha mãe.Desliguei o chuveiro, enrolei uma toalha em volta da minha cintura e fui até a porta avisar para ela que já estava saindo.


Abri a porta falando que já estava saindo, mas minha fala ficou incompleta quando vi que não era minha mãe e sim uma moça bem bonita de cabelos rosas e uns olhos verdes que por algum motivo não conseguia desviar a atenção. 

–M-me desculpa...Eu tava distraída com meus pensamentos e nem percebi...Aí que vergonha! -ela disse desviando o olhar para o chão com uma tentativa inútil de esconder seu rosto corado. 

–Ei...Não se preocupe,e normal se perder as vezes em seus pensamentos! -tentei a acalmar. 

–É...acho que sim!É melhor eu já ir! Até mais! -ela se despediu e desceu para o andar de baixo. 

 

Depois desse acontecido,voltei ao meu quarto.Lá coloquei uma calça normal e uma camiseta,nada muito formal.


Assim que me vesti alguém bateu na porta me chamando em seguida,era minha mãe,abri a porta e resolvi descer junto com ela. 

–Mãe...aqui trabalha alguma moça? -perguntei curioso. 

–Trabalha sim, porque a pergunta? -quis ela saber. 

–Nada de mais,e que a uns minutos atrás,uma moça sem querer se confundiu de cômodo....Mas deixa pra lá! -tentei desviar do assunto. 

–Mais hoje eu dispensei todos os empregados...

 

Ela não terminou a frase pois já havíamos chegado na sala em que todos estavam.Me assustei quando vi a mesma moça de uns momentos atrás ali. 

–Boa noite senhor Uchiha! -o pai da garota cumprimentou

–Boa noite senhora Uchiha! -dessa vez foi a moça quem cumprimentou. 

–Boa noite Sakura!Está linda está noite! -falou minha mãe para a moça. 

   

Acho que nessa hora eu estava tendo algum tipo de problema auditivo,não conseguia acreditar no que ouvia e muito menos no que via. 

–Bem acho que o senhor deve se lembrar do meu filho,Itachi! -minha mãe falou me apresentando. 

–Como cresceu! Nem parece aquele garoto travesso! -disse o senhor,se referindo a mim. 


Dei uma risada de canto,em resposta.


Percebi um clima pesado depois que descobri que a moça era Sakura,acho que ela também sentiu o mesmo desconforto,então resolvi ignorar ela para que aquilo não ficasse mais estranho do que já era. 


Notas Finais


Beijão gente!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...