História It's a true or false love? - Pós-guerra (Dramione) - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Angelina Johnson, Arthur Weasley, Astoria Greengrass, Blásio Zabini, Carlinhos Weasley, Cho Chang, Daphne Greengrass, Dino Thomas, Draco Malfoy, Fílio Flitwick, Fleur Delacour, Gina Weasley, Gui Weasley, Harry Potter, Hermione Granger, Horácio Slughorn, Jorge Weasley, Luna Lovegood, Minerva Mcgonagall, Molly Weasley, Narcissa Black Malfoy, Neville Longbottom, Padma Patil, Pansy Parkinson, Parvati Patil, Percy Weasley, Personagens Originais, Rolf Scamander, Ronald Weasley, Rúbeo Hagrid, Simas Finnigan, Ted Lupin, Theodore Nott
Tags Draco Malfoy, Dramione, Fanfic, Granger, Harry Potter, Hermione Granger, Malfoy, Romance
Visualizações 352
Palavras 1.797
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Fantasia, Ficção Adolescente, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 5 - Como nos velhos tempos


Fanfic / Fanfiction It's a true or false love? - Pós-guerra (Dramione) - Capítulo 5 - Como nos velhos tempos

POV Hermione

-Anda logo Gina! - digo, levantando uma mala.

-Ai, pra quê a pressa, Hogwarts não vai sair do lugar! - Gina fala com a maior calma, o que me faz rir.

-Tá, mas você já precisa entregar essas malas! Logo a gente vai pra carruagem!

-Tá bom! - Gina se dá por vencida.

Nós entregamos todos os nossos malões e fomos para uma carruagem.

-Cadê os meninos? - Gina pergunta.

-Ah, sei lá! Vamos chamar a Isa e a Luna pra ir com a gente! -Sugiro.

-Ouvi meu nome? -Luna surge do nada.

-Ai Luna do céu, de onde que você surgiu garota? - Gina se apoia na carruagem, por conta do susto que levou.

-Haha, desculpa! - Luna diz em meio a risos.

-Bem, quer ir com a gente? 

-Claro Mione! Obrigada pelo convite! -Luna agradece, toda feliz.

-Calma, ainda temos que achar a Isabella! - Gina olha para todos os lados, para ver se acha a Isabella.

-Ah, eu acho que eu vi ela numa outra carruagem! - Luna diz, olhando para o céu.

-Ah tá, então vai só a gente mesmo! - Falo e nós vamos entrando, até Pansy nos chama, quase que com um berro.

-Hey! - Ela grita.

-O que foi? - Luna pergunta, parando de subir na carruagem.

-Bem... digamos que a carruagem dos meus amigos está cheia e... ninguém quer me aceitar nas outras. Só restou a de vocês... então... - Ela enrola pra falar.

-Pode vir na nossa! - Digo, me prontificando e recebendo um olhar mortal da Gina.

-Ah, obrigada. - Pansy dá uma leve corada.

Assim todos nós subimos na carruagem e a mesma começa a voar, indo em direção a Hogwarts. Logo chegamos e Pansy desce desesperada, provavelmente não suportando o fato de dividir uma carruagem comigo e com Gina.

-Tchau pra você também Pansy! - Diz Luna, acenando freneticamente, mesmo vendo que Pansy já estava de costas.

-Ai, não sei como vocês aguentam a Parkinson! Ela é tão chata! - Gina reclama.

-Ela conjurou um Avada Kedavra pra te matar? - Pergunto com ironia, mas a mesma não intende.

-Claro que não né. Ainda tô aqui! - Gina explica, revirando os olhos.

-Então não tem o que reclamar! - Dou meu melhor sorriso. - Vamos, quero ver a seleção das casas pra ver qual casa que aquelas menininhas adoráveis vão ir!

-Que menininhas? - Luna pergunta, nos acompanhando em passos rápidos.

-Chloe Campbell, Agnela Greengrass e Helena Courtiney! - Gina diz.

-Ah tá! - Luna fala, levantando a barra de sua capa para não arrastar no chão cheio de barro.

Nós apertamos o passo. Quando estávamos virando a esquina çara irmos para o salão principal, Astória pisou firme na barra da minha capa, provocando um rasgão. Então tirei 20 pontos da Sonserina e concertei esse rasgão com apenas um golpe de minha varinha.

Nós entramos no salão e ele estava lotado. Ah, como é bom estar de volta! 

Luna foi para a sua mesa, infelizmente ela não era da Grifinória como Ginny e eu.

Nos sentamos na mesa, Ginny no meio de Ron e Harry e eu de frente para ela.

-Aham. - A Diretora pigarreia, meio que pedindo silêncio.

-Sejam novamente bem-vindos a Hogwarts! Agora teremos a cerimônia de seleção das casas e logo após, o banquete. Só peço que fiquem quietos enquanto um nome está sendo chamado e o chapéu seletor decidindo sua casa. - Ela fala e logo se senta em sua cadeira.

Então Prof. Slughron entra, acompanhando os primeiranistas. A Prof. Sprout aparece com um banquinho e com o chapéu seletor e começa a chamar os nomes.

-Chloe Campbell! - Anuncia Sprout e a menina, tremendo, vai até o chapéu e a professora o coloca na cabeça de Chloe.

-Oh! Vejo uma mente muito brilhante! Você é muitíssima inteligente e gosta de proteger todos. Vejo que tem pouca ambição e uma coragem extraordinariamente grande. Já sei! CORVINAL! - Anuncia o chapéu e logo a Corvinal aplaude e a cumprimenta.

-Seguindo... Rawenna MacLaus! - Prof. Sprout lê e logo o chapéu é colocado na cabeça da mesma.

-Oh, sem dúvidas! SONSERINA! - A mesa das cobras não dá uma salva de palmas muito grande, não é do feitio deles fazerem isso mesmo!

-A seguir, Agnela Greengrass!

-Vai lá priminha! - Astória grita, chamando a atenção de todos.

Agnela simplesmente revira os olhos e senta no banquinho. O chapéu é colocado em sua cabeça.

-Hm... muito difícil. Vejo que você tem raiva, vontade de se vingar e tem muita coragem e inteligência para fazer o mesmo. Porém, acho que se dará bem na... GRIFINÓRIA! - Nós, especialmente eu e Ginny, levantamos e batemos palmas animadamente, em comemoração. Agnela dá uma olhada para mim, eu pisco e a mesma ri.

-Li Chang! 

-Aff, mas uma Chang - Ginny revira os olhos e eu rio.

-Oh, que mente perversa. Você com toda certeza é muito engenhosa. Por isso ficará na SONSERINA! - Novamente a Sonserina bate fracas palmas e Li é cumprimentada somete por Rawenna.

Muitos nomes foram chamados, até que por fim, foi a vez de Helena.

-Oh, que enigma. Vejo que você sente medo de fracassar, tem uma vontade de se provar. É muito leal, mas valoriza a coragem. Já sei! Irei te colocar na GRIFINÓRIA! - Gritos e mais aplausos invadiram a mesa da Grifinória. Agnela dá um abraço carinhoso em Helena e Chloe manda um coração coreano para as duas, e as mesmas retribuem.

-Bem, agora que a cerimônia de seleção foi encerrada, tenho alguns avisos. A Floresta Proibida é totalmente restrita, nenhum aluno deve adentrá-la. São terminantemente proibidos qualquer tipo de azaração nos corredores e nas salas de aulas, a não ser que seja solicitado para um cumprimento de tarefa. Sofrerá grandes punições a quem for pego andando pela escola em horário de ronda. Dados estes avisos, podem começar a comer! - A Diretora se pronuncia e assim que acaba, tortas de abóbora entre outros alimentos deliciosos surgem em todas as mesas e todos começam a se servir.

-Hm, quem são aquelas meninas que vocês olharam antentamente durante a seleção? - Ron pergunta, com a boca cheia.

-Engole primeiro Ron, a comida não vai fugir! - digo com um sorriso zombeteiro.

Ele engole e logo diz:

-Vai me responder ou não?

-São umas meninas que eu e Ginny conhecemos... - digo pegando um pouco da macarronada.

-Ata... Aquela Helena Courtney não me é estranha! - diz Ron.

-Hm... não lembro de onde ela possa ser! - digo por fim, comendo uma grande parte do macarrão que estava no meu prato.

-Essa torta tá deliciosa! - Ron enfia uma colher grande dentro da boca com um grande pedaço de torta de abóbora e eu reviro os olhos.

Quando todos terminaram de comer, eu orientei aos monitores da Corvinal e da Grifinória não deixarem os primeiranistas atrás e para irem organizando a fila por ano, enquanto Draco dava suas orientações a Sonserina e Lufa-lufa.

Aparatei rapidamente para a frente do quadro dos fundadores de Hogwarts e Godric me cumprimentou.

-Olá querida. Belo uniforme hein! - ele brinca. - Senha por favor!

-Começo. - digo quase que em um sussurro e logo o grande quadro se abre, me revelando uma passagem bem iluminada e decorada.

Quando chego ao salão comunal, fico impressionada. Tem uma sacada para observar as estrelas, grandes estantes de livro, uma grande e aconchegante lareira.

Logo atrás de um enorme sofá de couro há 2 escadas e letras em cada uma dessas entradas. Do lado direito estava escrito "Dormitório- Hermione Granger" e no esquerdo "Dormitório- Draco Malfoy". Eu subi a minha escada e me dei com um corredor vazio, exceto por uma porta, quase no final dele, na parede do lado esquerdo. 

Adentrei e me surpreendi mais ainda. O quarto era fortemente iluminado, com uma decoração cinza e levemente vermelho-escarlate e dourado. Havia uma cama de casal bem aconchegante, dois criados-mudo com abajures. Havia outra estante de livros, mas estes eram os meus livros de estudo e ainda outros para pesquisas. Havia também uma luxuosa escrivaninha de madeira e uma cadeira de couro também. Em cima dessa escrivaninha havia pergaminhos, pena, tinta, tudo o que era preciso.

Em uma parte, meio que escondida do quarto por uma cortina dourada cintilante e uma "esquina", havia um corredor com vários cabides, com todas as minhas roupas e acessórios que eu trouxe.

Saindo desse closet, havia uma porta de madeira. Entrei e me deparei com um banheiro em tons pastéis. A coisa mais linda! Havia uma banheira no meio e luzes nas pontas de cima do banheiro, luzes bem fortes.

Quando terminei de explorar o quarto, desci para o salão e vi Draco deitado no sofá. Ele estava dormindo feito um anjinho, respiração leve, boca entreaberta...

Me virei para ir para a sacada. O céu estava azul sem nuvens. Havia muitas e muitas estrelas e a lua estava iluminando todo o território de Hogwarts. Podia ver Luna e Silvia fazendo a ronda lá embaixo. Luna olho para mim e eu abri um sorriso, como sinal de aprovação. 

Saí de perto da sacada e percebi que Draco ainda dormia. Seria muito melhor ele dormir em sua cama do que no sofá. Chego perto e dele e o sacudo de leve.

-Draco, Draco, acorda! - ele protesta dando um gemido de sono. - Draco, vai dormir na sua cama!

-Ai, me deixa dormir! - ele se virou pro outro lado. Que difícil!

-Você vai dormir aí? - ele não me respondeu. Começo a balançá-lo de novo e nada. - DRACO!

-AI! - ele acordou assustado. - O que foi Hermione?

-Vá durmir na sua cama. Digamos que o sofá não é tão confortável assim!

-Ah tá. Valeu! - ele sobe para o seu quarto praticamente se arrastando e eu rio comigo. Ele parece uma criança!

***

No outro dia eu acordei ás seis da manhã. Fui ao meu closet e peguei meu uniforme. Tomei um banho relaxante e vesti minha roupa e coloquei luvas, leggin e o cachecol da Grifinória, já que estava fazendo bastante frio. Deixei meu cabelo igual deixava no quarto ano, passei um gloss de morango, máscara de cílios e peguei minha mochila para ir para o salão principal. 

Quando desci as escadas, Draco não estava no nosso salão comunal. Decidi mesmo assim ir ao salão sozinha.

Encontrei Gina no caminho, então fomos juntas conversando.

-Me conta, como é que é o seu quarto? -Gina pergunta ansiosa, dando pulinhos.

-Ah, é muito lindo! Tem uma cama de casal muito linda e o tom é cinza, vermelho-escarlate e dourado. Tenho um closet e um banheiro super lindo. Ai que sonho! -aperto o livro de poções contra mim, em sinal de animação.

-Ai que inveja! Pera, dá uma rodadinha! -Gina pede e eu dou uma rodadinha. -Você percebeu como seu corpo tá marcado? Hm... que gostosa!

-Ai Ginny para! Não, eu nem percebi! -digo levemente corada.

-Oi Hermione. Tá gatona hein! -Diz um menino do 5° ano da Grifinória.

-Ha, obrigada. -digo sem jeito.

-Aiii, to tão feliz! Hermione, nova 10/10 da escola! - Gina para fazendo uma cara engraçada de apaixonada.

-Para haha! Você também Gina, hashtag "Gina arroba de todo mundo".

-Nós! Afinal, somos as garotas mais lindas desta escola! -diz Gina, convencida.




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...