História It's a twin thing - Capítulo 36


Escrita por:

Postado
Categorias Stranger Things
Personagens Will Byers
Tags Fillie, Finn Wolfhard, Jack Dylan Grazer, Jack Grazer, Joah, Millie Bobby Brown, Noah Schnapp
Visualizações 33
Palavras 1.448
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Ficção, Ficção Adolescente, LGBT, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 36 - I wanna kiss your lips


Quando a sexta-feira chegou, alguns alunos estavam distribuindo panfletos na porta da escola. "Inauguração!", os alunos gritavam.
      -Jornal da Escola? -Finn ergueu as sobrancelhas, julgador.
      -Que tipo de notícia eles publicam nessa... coisa?- Sadie disse, compartilhando da expressão de Finn -Se isso virar um "site" de fofoca eu juro que...
     -Ei, se acalma aí ferinha! -Caleb riu, lendo o panfleto -Esse jornal começa hoje... Por que não dá uma chance?
     -Olha eu concordaria com o Caleb se eu não tivesse acabado de descobrir que -Jack disse, virando para Noah de repende. Ele apontava em algo no panfleto -Iris Apatow vai ser a redatora principal.
      -Ih, aquela fofoqueira? -Millis se manifestou pela primeira vez, pegando o papel da mão de Jack. Os outros alunos continuaram a conversar sobre o assunto, mas a expressão de Jack demonstrava exatamente o que ele queria dizer para Noah. E Schnapp estava com medo.
      -Não vai ser nada demais, ok?
      -E se ela postar a verdade aqui?
      -Ela não vai fazer isso! E você já não ia contar pra todo mundo de qualquer jeito?
      Jack revirou os olhos e bufou irritado, chamando a atenção de todos.
     -Hm...Jack? Ta tudo bem? -Millie virou pra ele novamente.
    -Ta sim. Só não fala muito da Iris perto do Noah, Mills. Eles são amiguinhos.
    -O quê? -Lizzy se manifestou- Desde quando você conversa com a Apatow?
    -Eu não converso! -Noah respondeu alto, irritado também- Jack está exagerando. Eu... só falei com ela uma vez e, sei lá, é só que ela pareceu legal.
     -Hm... -Finn se manifestou- Eu acho que ninguém aqui nunca foi amigo dela de verdade pra dizer se ela é legal ou não, mas, Noah, existe um motivo de porquê a menina tem fama de fofoqueira na escola, sabe? Ela já espalhou vários rumores sobre eu e a Millie  termos... feito coisas -O cacheado falou constrangido, e percebeu que Mills ficou vermelha também. Antes que Noah pudesse se manifestar, Lizzy falou.
     -E ela já falou várias coisas sobre eu e o Gaten também. Bem, não nesse sentido, mas uma vez a gente brigou feio porque, segundo Iris Apatow, eu tinha traído o Gaten com alguém do time de futebol.
      -É verdade. Um menino que ela nunca trocou uma palavra. E eu acreditei.
     -Mas...como vocês sabem que foi ela que começou os rumores? -Noah perguntou.


    -Você não pode estar falando sério... -Jack revirou os olhos novamente.
    -Ninguem sabe se é mesmo, mas querendo ou não, é sempre dela que a maioria ouve primeiro. -Finn tentou soar calmo e apaziguador, enquanto os outros apenas pareciam irritados - A gente não tá dizendo pra você odiar ela, você pode ser amigo de quem você quiser é só quem.. tenha cuidado, ok?
      Noah balançou a cabeça positivamente e o sinal bateu, chamando-os para a primeira aula. Aquilo ficou matutando a cabeça dele durante a maior parte do tempo, então, quando o intervalo chegou, ele foi até Iris. Colocaria um ponto final naquela história de boatos.
       Na mesa do refeitório, por algum motivo, todos perguntaram pra Jack se ele sabia onde Noah estava.
      -Ele não falou nada, mas se fosse pra apostar, tenho um palpite muito bom... -Grazer disse, ainda meio irritado.
     -Acha que ele foi conversar com Apatow? -Millie sussurrou, quase como se fosse um segredo. Jack apenas revirou os ombros.
     -Da onde ele tirou essa amizade afinal? -Sadie falou alto, ignorando totalmente o tom de Brown. -Como é que eles se conhecem, Jack?
     -Parece que ela chamou ele pra conversar e eles comeram um lanche, algo assim -Jack deu de ombros.
    -O quê? Por quê? Ela queria alguma informação, tenho certeza. A fofoca corre no sangue daquela menina. Você não faz ideia do que ela queria saber? Sobre o que eles conversaram?
    Jack engoliu o seco. Negou com a cabeça, mas no fundo sabia. Só esperava que Noah estivesse certo e ela guardasse a informação dessa vez.
    -Do jeito que ela é, deve estar manipulando Noah pra conseguir uma informação nesse momento. -Lizzy se irritou.
    -Ei, se acalma. Acho que deveríamos dar uma chance à ela.. -Gaten disse - Digo, Noah não é uma criança, gente. Ele sabe se cuidar, não ser manipulado. Além do mais, todos esses boatos já fazem um tempinho... Pode ser que ela tenha mudado.
    -Humpf. -Lizzy cruzou os braços, meio brava, e Sadie revirou os olhos com a bondade de Gaten. Millie apenas completou:
    -Não sei não, Gaten. Melhor prevenir agora que remediar depois...
    Enquanto isso, no outro canto da escola, Iris Apatow sentava no alto do concerto, com o tablet aberto e os olhos observadores. Viu de longe Noah se aproximando.
      -Schnapp! -ela sorriu -Há que devo a honra?
      -Precisamos conversar. -Noah disse sério, sentando-se ao lado dela. Apatow suspirou.
      -Deixa eu adivinhar... ouviu histórias sobre mim, certo? Olha, não vou negar que eu amo uma fofoca... Mas eu já te falei e vou repetir, Noah. O segredo de vocês está a salvo comigo... Eu não revelaria algo tão importante.
      -É só que... Essas fofocas que dizem que você contou... São coisas grandes, Iris, importantes de verdade. Não sei qual é seu medidor de importância mas... Ainda mais agora, com o jornal.
     -Olha -ela segurou a mão dele, mas ele afastou rapidamente- Eu entendo que eu não tenho boa fama. Eu gosto muito de contar histórias, é só isso... E eu entendo agora que inventar pode causar problemas. Antes eu só queria dar uma animada nas pessoas, notícias chocantes que mexeria com a vida delas. Mas eu já percebi que não é certo... até porque com o surto de fake news atualmente, se eu quero ser uma jornalista, tenho que construir credibilidade.
     -Você quer ser uma jornalista?
     -Por favor, só confia em mim Noah... Eu não invento mais aquelas coisas, eu só conto as histórias reais. E eu nunca, nunca, contaria algo tão importante assim. Ainda mais pra escola inteira. Apesar de que daria uma reportagem linda... -ela pareceu pensativa, tendo uma ideia de repente.
     -Iris!!
     -Relaxa, Schnapp. Pode voltar com o seu quase-nao-namoradinho. O jornal da escola é só sobre coisas importantes para os alunos, dessa vez de verdade.
     Noah saiu dali, e foi em direção a sala de aula, apesar de meio desconcertado. Depois do que ouviu, não tinha certeza se Iris era mesmo aquela menina divertida que passou a tarde com ele ou se, em algum lugar ali dentro, vivia um monstro da intriga e da discórdia que apenas colocava uma máscara de boa moça. O ponto é que ele passou a aula avoado, novamente, sem conseguir prestar atenção em nada.
      Quando reconheceu Jack no corredor, correu até ele.
     -Ei!
     -Oi.
     -Hm... ta tudo bem, Jack?
     -Por que não estaria?
     Schnapp revirou os olhos, pensando que isso não poderia estar acontecendo.
     -Você não está bravo por que eu falei da Iris né?
     -Você faz o que você quiser, a vida é tua. -Jack deu de ombros.
    -Hm... certo, mas ela não vai falar nada sobre... aquilo, se é isso que ta te deixando assim.
     Jack riu, ironicamente.
     -Foi ela quem te disse isso, é?
     -Sim...
    -Ah, então agora eu confio -Ele ironizou.
    -Eu só não entendo, Grazer, por que você tem tanta birra com a menina! As pessoas mudam, não é? Você mudou.
    -É, as pessoas mudam. -o cacheado disse, sério, olhando nos olhos de Noah.
    -Pode me dizer por que está agindo assim?
    -Onde você tava na hora do intervalo?


 -Falando com a Iris!
    -Exatamente!!
    -Espera aí... -Noah sorriu de lado- Você está com ciúmes?
    -O quê? Não! Olha eu... tenho que ir pra aula.
     E as aulas continuaram, como se nada tivesse acontecendo entre aquelas duas pessoas. As conversas se tornaram rasas naquela sexta-feira, e a risada de Noah já não soava tão alegre como costumava soar para Jack. Na hora do almoço, Schnapp correu atrás de Grazer novamente:
     -Jack? Ei, espera eu tava pensando que... Já que Chloe tem treino hoje, podemos voltar juntos pra casa a pé né? Igual aquela vez...
    -Você não tem treino hoje também?
    Noah baixou os olhos irritado. Sim, ele tinha, e droga! Por que ele quis entrar no time de futebol mesmo? Jack deve ter percebido a sua feição, porque riu contido. O sorrisinho de lado era o primeiro sincero do dia, e aquilo fez Noah se animar um pouco. Ele havia sentido falta desse sorriso
     -Relaxa, Schnapp. -Jack encostou no braço de Noah- Eu não estou bravo com você ou nada do tipo. A gente ainda pode ser amigos.
       Jack saiu andando, em direção a sala de aula, deixando um Noah inconformado parado no meio do corredor. Na cabeça de Schnapp, só se passava uma coisa: Eu não quero ser seu amigo, eu quero beijar sua boca.
   


Notas Finais


a recorrência dos capítulos: também não sei gente


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...