História It's just a dream? - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jungkook, Personagens Originais, Suga
Tags Bangtan Boys, Bts, Jeon Jungkook, Min Yoongi, Suga
Visualizações 21
Palavras 1.732
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura

Capítulo 1 - Chapter one


Fanfic / Fanfiction It's just a dream? - Capítulo 1 - Chapter one

Jung-dae moon
acabará de acontecer uma tragédia, a única pessoa que estava entre " comigo,faleceu.
Eu estava sozinha agora,novidade.
Eu não estava tao triste....
Minha vida já era uma merda mesmo.
Depois desda morte,terei que ir morar em Coréia.
Amanhã terei que ir.
Minhas coisas já estão arrumadas.
Apenas quero dormir.
(Chegada na Coréia)
cheguei em casa,de acordo com as coordenadas.
Logo fui para o quarto,e me joguei na cama,começando a chorar.
Ultimamente,a única coisa que eu sabia fazer,era chorar,pois como eu disse "minha via é uma merda".
Apenas não contendo o choro,comecei a pensar como seria meu primeiro dia de aula amanhã,sim amanhã.
Eu duvido muito que eu ache alguém, para ser meu amigo.
Dúvido.
Sempre fui sozinha,aliás, as pessoas adoram fazer bully comigo.
É incrível,a capacidade da sociedade de hoje.
Queria ter tanto está auto estima,uma pena,que eu tenho a estima baixa.
Triste,porém, verdade.
Acabei dormindo, por esses poucos pensamentos,que eu sempre tiveras.
(No primeiro dia de aula)
Acordei com uma minima vontade de levantar,mais irei a escola.
Então fui fazer minhas higienes, logo depois,me troquei,colocando uma roupa bem confortável, da adidas.
Eu amo adidas.
Na mesma,não me atrasando,e sim adiantada,fui para escola.
Caramba.... Mal tinha eu entrado nesta escola, e já tinha uma baita de gente.
Quando eu passava,todos riam.
A minha vontade era de debater com algum deles.
Mas... Acontece que não sou boa o bastante para pisar em alguém.
Sou péssima nisto ! Eu sou fofa,gosto de demonstrar carinho e amor, não ódio !
Mas enfim,teria que lidar com isto.
Graças a Deus,o sinal toca,e entramos para sala.
Eu me sentei em um canto,e fiquei quieta...
Mas não, como se já não bastasse isto,o professor me chamou para eu ir me apresentar,lá na frente.
Como sempre todos riram,e eu tive que ir lá.
Fui com a cabeça baixa,e minhas nas estavam bambas,enquando tiravam desaforos de mim.
Comecei a falar,quando interrompi um garoto,bonito por sinal RS,mas ruim.
-É..... E-eu... Me chamo... Jung-dae moon....
-e.. Eu... Eu... Eu... Eu vim do Brasil !
Eu estava tímida, tive que levantar minha cabeça, todos me olhavam rindo.
E minhas bochechas estavam vermelhas !
aaa,sem dizer mais nada,apenas me sentei,e antes observei todos um  cochichando no ouvido do outro,provavelmente,falando sobre mim.
Solto um suspiro e abaixo a cabeça.
Quando o professor começa a dar aula,eu levanto minha cabeça, copiando o que ele passava.
Tentando prestar muita atenção, pois me encomodava todos aqueles cochichos.
Quando bate o sinal pela 2 vez,é intervalo.
Esperei todos saírem da sala,para sair depois.
Eu estava  saindo,quando me lembro que tinha que pegar meu fone,pois música faz parte da minha vida.
Olhei para trás, tinha um garoto lá,mais que raios ele estava fazendo,me olhando daquele jeito,e por que ?
aaa que coisa !
Tentando não se encomodar com sua presença, desviei meu olhar do seu,e fui andando ate onde estava minha bela mochila do Got7.
Eu sou ahgase,i-got7,como as pessoas preferem.
 Abro minha bolsa, mais encomodada com o olhar daquele garoto.
-Está procurando algo,Senhorita ?
Ele fala cínico e com sua voz rouca, rodando meus fones em suas mãos.
-Por que está com meu fone ?-o olho
-Como eu pensei, sua boba. Sabia que iria vim atrás de seus fones,mas.. Para conseguir eles,terá que pegar de mim,Senhorita.
Eu o encaro e me aproximo-Isto é meu. Me devolve !
-V e n h a p e g a r
Chego mais perto,pulando tentando pegar meus fones, ele era alto comparado a mim.
-Me devolve !
Consigo pegar em sua mão, e me deu um arrepio,ela era gelada. A encostei na parede e o encarei com um sorriso
-talvez... Eu tenha conseguido pegar meu fone,de você.
Ela sorri cínico, na mesma com um eempurrãozinho,me tira de perto de você, e me fuzila.
Ele larga os fones,e eu arregalo os olhos.
Quanto mais ele se aproximava,mais eu ia dando passos para trás.
Até, não poder ir mais,por conta de uma parede.
Droga !!
Eu estava ficando com as bochechas coradas.
Ele me prensa na arede,segurando meus braços na parde,e se aproximando de meus lábios
Fecho os olhos,enquanto sentia infânciabeijo.

Como assim ¿?
AA eu não sei....
Quando ele para seu beijo,me lança seu sorriso cínico,mas... Pera... Seu sorriso,estava diferente... Suas presas estavam maiores,e seu sorriso,mais provocante.
Seus olhos... Estavam vermelhos... Em um tom bem provocante e assustador também..
Sem ao menos eu dizer alguma coisa,ele aproximou seus lábios da lateral de meu pescoço, e me mordeu.
Soltei um gemido baixo.
Aquelas presas entraram em meu pescoço, e... Espera... Ele estava chupando meu sangue ?
Vampiro ?¿
Percebi que estava pensando muito, então logo consegui me soltar,pois,eu acho que seu foco era em meu pescoço.
Te empurrei-O que ? Quem é você ?
Balanço a cabeça e me afasto
-Me responda !
Ele sorri,e percebesse  quezl,meu sangue,escorria por uma de suas presas.
-Quer mesmo saber ?
Assenti,na mesma o fazendo gargalhar.
-Sou Jeon Jungkook,me chame do que quiser,apenas.
-O que viu,não espalhara para ninguém, okay ? Pois se o fazer,eu estarei a espera de fazer coisas piores,mandarei em você.
-Não... ! Não pode mandar em mim,quem pensa que és ?
Engulo seco ao ser fuzilada novamente pelo mesmo
-A não é?
Ele se aproxima de mim,e pega meu pescoço,  fazendo minhas pernas ficarem bambas.
Ele estava me enforcando
-me... Solta ! Está me machucando.. Jeon !
Ele sorri,e me solta
-eu mando em você, jung-dae moon.
Abaixei a cabeça e me encostei na parede.
Ouvindo ele rir
-eu não mordo... Ah... É. Sim eu mordo-ri novamente
-mais.. Serei legal com você, Jung.
Eu estava arrepiada,pouco para desmaiar.
-fraca.
A ultima coisa que escuto é sua voz rouca.
Quando eu acordo,bem.. Eu estava em outro lugar.
-ah... É... Tem alguém aqui ?
eu estava jogada pelo aquele lugar,vendo que uma poltrona se virava para mim, transmitindo um sorriso cínico.
Era o Jeon.
-Jeon.. O que fez comigo ?
Ele gargalha
-Não é da sua conta,Senhorita.
-Bom,estava esperando você acordar,você precisa cair fora,Senhorita.
Apenas assento com medo,e me levantando quase cai,mais me aponhei ali.
Ele ria.
E eu estava com muita vontade de chorar, o que esta acontecendo ?¿
Sai daquele lugar,mais antes, dei uma olhada no local.
Era bem  bonito,era uma mansão.
Uau.
Percebi que estava a noite,e também, aquela rua era bem escura,e não continha ninguém.
Terei que passar por lá, pois, na verdade eu nem sei qual é o caminho de casa...
Soltei um suspiro,e logo comecei a caminhar com minhas pernas bambas.
Como se já não bastasse,pt 2,um cara de capuz,parou e começou a andar em minha direção.
-o-oi.....
Minhas pernas tremiam cada vez mais que o mesmo se aproximava
-o que uma inocente como você, faz aqui ?
-e-eu... Fui....-Eu ia falar que o Jeon me trouxe ate aqui,mas,eu lembrei,que ele disse para eu não contar para ninguém...
-eu não sei.... Na verdade,onde estamos ?¿
Ele gargalha
-Pobre garotinha,não sabe onde se meteu. Bom,aqui, não sei te explicar,mas,é uma das ruas mais perigosas que contem aqui. RS
Eu fico mais assustada ainda
-bom... Eu preciso ir para casa,mas.. Você sabe onde fica a rua .......... (A: RS,n pensei em um nome rsrsrsss)
Ele RI
-bem longe daqui. Afinal,o que faz aqui,se não mora aqui ?
-não sei....
Ri-Então,não que eu seja oferecido,mais,se não quiser ir para casa,você poder dormir na minha casa.
-mas... Quem é você ?
-Min Yoongi,ou Suga,me chame como quiser,Senhorita.
-Yoongi. Me chamo Jung-dae moon....
Ele da de ombros-Agora vem,não ande mais por estas ruas.
-hmmm.. Por que não ? Desde quando esta se preocupando ?
-Por que você guta o por que ? Existe alguns caras,e eles não são bons,quanto eu.
-Por exemplo,Jeon Jungkook.
Engulo seco -Ah... Quem é esse cara,Yoongi ?
-Se quer saber,entre sob a vida dele,verás.
Ele ri
-Mentira,não faça isso,ira se arrepender.
Fico sem falar nada apenas o seguindo.
Outra mansão também ?
Ele sorri,e abre a porta.
-Primeiro as damas.
Fala dando espaço para mim entrar, mesma entro um pouco corada
-bom... Eu queria saber mais,sobre esse tal de Jeon Jungkook.
Ele entra em um quarto,e eu o sigo,na mesma vendo ele sentar em uma poltrona que continha naquele quarto, fico em pé o olhando.
-Yoongi ! Me fale.
Ele ri.
-Jeon,sempre foi meu amigo de infância, e passávamos vários tempos juntos quando crianças
Vejo ele sorrindo ao olhar por um quadro
-Veja Moon.
Ele me mostra uma foto dele e o do Jeon,quando crianças.
-Eramos melhores amigos,onde um ia,o outro ia atrás.
Ele bufa
-foi assim sabe ?-Assenti-Mas... Depois que nós crescemos,descobrimos,que Jungkook,não era normal. Ele é uma espécie de vampiro. E qaudno descobrimos isto,ele começou a achar que era um dom,e começou a iludir garotas como você, e se aproveitar o maximo possível delas,chuoando seus sangues... E etc... Não dando bola para mim,apenas para menininhas,bom. Ele fez uma coisa que eu completamente odiei. Eu gostava de uma menina no colégio,a Nayeon,eu estava quase a conquistando para mim,mas.. O Jeon... A roubou de mim,e ele ficava esfregando em minha cara de que tinha comido,e conquistado a Nayeon. Eu fiquei triste,pois eu realmente a amava. Não só com estas desgraças, Jeon Jungkook,decidiu que chuparia todo o seu sangue,tentei impidir,mais,não deu..
Ele me olha-Estamos brigados até hoje.
O olho-Ah.... A minha vida é bem pior que a sua.
Digo já com confiança, parece que fiz um amigo.
-duvido muito Moon. Conte.
Suspiro-Bom... Eu desde que eu era criança,eu sofro na escola,com bullys. Nunca tive amigos. Não tenho família..... E minha vida é uma merda,auto estima ? Não tenho,RS
Ele me olha-Como é sofrer na escola ?
-Nunca passou por isso ?
-não...
-É... É horrível ! Cada vez mais que as  te zoam,dói mais. Você se sente um fracassado,um merda,você se sente como se não tem nenhuma capacidade de alcançar os níveis de outras pessoa,ou ate mesmo seus sonhos. E... Por sofrer,as pessoas querem acabar com isso,por isso se matam.
Suspiro
Ficamos sem falar nada por um tempo.
Até ele cortar o silêncio.
-é... Seu quarto,é aquele dali
Ele aponta para um quarto na frente do seu e sorri
-bom... Ou. Se quiser dormir comigo... RS,deita aqui comigo.
Faz bico e eu rio
-por que ?
-para você não ficar sozinha.
-atapim
Rio e me deito,logo ele deita do meu lado e sussurra em meu ouvido-Boa noite,Moon.
Sussurro de volta-Boa noite,Yoo.
Me viro ficando de costas para ele,na mesma,sentindo um abraço seu por trás.
Me arrepio,e fecho os olhos.
Dormimos abraçados.

Notas Finais


Espero que tenham gostado <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...