História It's Love? -Imagine Kim Taehyung - Capítulo 21


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Kim Taehyung (V), Personagens Originais
Tags Bts, Fanfic, Taehyung
Visualizações 62
Palavras 2.256
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpe a demora seguimores😐 Tive um bloqueio lindo de criatividade bah.. Enfim, mais um cap gostosin pra vocês❤ amu vcs

Capítulo 21 - Ladrão?


Fanfic / Fanfiction It's Love? -Imagine Kim Taehyung - Capítulo 21 - Ladrão?

S/n on


-Eu amo você garota -Taehyung falou sério.


-Eu também...


Estavamos um abraçados com o outro na cama. Ele pega a coberta e me enrola.


-Pra ficar quentinha. -Ele fala com uma carinha fofa.


-To parecendo um baseado -Eu falei rindo.


-*Risos* -Ele me abraça.


*barulho da porta sendo aberta*


-Ei, Taehyung eu to aq.... -Jimin aparece no quarto, mas logo depois ele paralisa.


-Gente.. Vocês estavam.. Desculpa, ai meu deus... -Ele fala ficando vermelho.


-Não, entra ai cara -Taehyung fala se levantando.


-... S/n e você estão ficando?


-Sim, estamos namorando! -Falei pulando da cama e ajeitando meu cabelo.


-Aeee sargento, conseguiu oque queria em! -Jimin fala rindo.


-Cala boca -Taehyung fica sem graça.


-Hamm? Oque tu anda falando pro Jimin, Tae? -Eu disse.


-Nada..


-Ele fala de você toda noite, eu não aguentava mais... aaaaaaaaa era muita coisa melosa, nem parecia ele falando, porque ele é meio frio e tals, mas Parabéns ein S/n.. Tu fez o Taehyung virar outra pessoa.


Taehyung ficou meio sem jeito naquela hora e tímido.


-Mas então.. Éé... eu vim aqui pegar a Noo Ri


-OQUE? CÊ VAI PEGAR QUEM? -Taehyung fala


-Calma desgraçado, deixa eu terminar de falar. Eu vou "BUSCAAAR" a Noo Ri pra sair com ela, e dai vim ver você aqui em cima. Mas você esta ocupado né -Jimin faz uma cara maliciosa.


-Hmmm entendi. Vai lá, cuida da Norien -Taehyung disse. -Ah, traz chocolate pra mim?


-Branco ou preto? -Jimin pergunta. Aahh eu amava a amizade deles.


-Preto. -Tae responde


-Okay, bye!! ,Bye Kim S/n.


-Ah meu Deus -Falei com a mão no rosto. -Bye!!!


Ele fecha a porta.


-Voltando oque eu estava fazendo -Taehyung me abraça novamente.


-Yaaah -Falei rindo.


Jae Hee on


        Minha mãe tinha pedido para comprar algumas coisas para ela depois que eu chegasse da escola.. fiz oque ela mandou.
   Voltando do mercado paro em uma lojinha de bijuterias.


-Uau, que fofos -me referi a uma pulseira que vi logo de cara no lado de fora da loja.


Resolvi comprar uma pulseira ds amizade para a S/n.




Eram realmente fofas e era do estilo da S/n.


-Moça, quanto custa essa pulseirinha? -Me referi á mulher que trabalhava lá.


-Essa custa R$xxx,xx


-Vou levar.


-Tudo bem.


...


Ja com as pulseiras pagas. Ligo para a S/n.


...


*Sua chamada está sendo direcionada para a caixa...


-Aish, essa vaca não atende. Depois ligo então.


Estava andando por ai.. até que..


-Oh, Aquele dali não é o Jungkook?


Lembram dele? O novato de nossa escola? Pois é.. ele estava no parque com um picolé na mão. Fui em sua direção.


-Oi -Bati em suas costas, fazendo ele se engasgar com o susto. -Opa, desculpa, não sabia que estava tão distraído.


-Jae hee! *risos* oi! -Ele fala timido.


-Tudo bem? Ta fazendo oque aqui sozinho? -Perguntei.


-Estou esperando uma pessoa.


-Ah sim. Entendi. Eu vou indo, só vim dar um oizinho pra tu! -Eu falei simpaticamente.


-*risos* Okay, vai lá. -Ele ascena


-Tchau!..


Bom... eu achava o Jungkook meio estranho. Esse menino as vezes me passava umas vibrações não muito boas. Quando eu não conhecia bem o Taehyung, eu achava que ele era meio psicótico e tals, mas.. O jungkook, sei lá, consegue me fazer mais dúvidas.


*Ligação de -Esposa Hong❤*


-oi amiga!! -S/n atendeu finalmemte.


-Oi oi!!! Eu te comprei um presente.


-Ah é??? Oque é?? Fala?


-Não! Vou te dar quando te ver hahaha, sou mal!.


-Aish, ta bom. Eu to aqui no Taehyung, mas eu to indo embora agora.


-Ah sim, A Sra. Estava namorando, desculpa atrapalhar ai -Falei rindo.


-Não, Já estou indo embora, você ligou na hora.


-*risos* Okay então. Ah, amiga.. sabe quem eu encontrei no parque agora pouco?


-Hum


-Jeon Jungkook, aquele menino de cabelo meio loiro la da sala.


-O novato? Ah sim..


-Você num acha ele estranho?


-Quem, o Jungkook?


-Sim


-Acho.. ele é um pouquinho sei la..


-*risos* é.. Miga, vou desligar, vou entrar agora no trem e ta tendo muito assalto la dentro.


-Okay, Byee!


Ligação off.


Jae Hee Off


S/n on


-Tchau amor! -Falei saindo da casa dele.


-Hong, você não quer que eu te leve não? Eu to preocupado.


-Preocupado com oque? -Falei


-Ja tinha falado pra você antes que tem um garoto estranho na rua... ele fica fazendo gracinha com as pessoas. -Ele fala nervoso.


-... Então.. vem comigo -Falei quieta.


-Okay -Ele fala pegando o casaco.


(Chegando em casa)


-Mãe!! Pai??!! -falei abrindo a porta. Oxi, pelo jeito ninguem estava em casa.


Bom, ninguém estava em casa, nem mesmo meu irmão. O relogio batia 23:00 pm certinho, resolvi me ir me deitar.


Coloquei minha bolsa na mesa da sala, e fui até a cozinha caçar alguma coisa pra comer. Chegando lá, abro a geladeira e pego uma latinha de refrigerante. Logo depois me dei de cara com um bilhetinho com a letra do meu pai.


Oi pituca, fui com a sua mãe para a casa da sua vó, ela estava querendo nos ver. Jaehyun saiu de novo para o trabalho, estavam precisando dele. Eu sei que você não gosta muito de ficar sozinha, mas, estaremos de manhã em casa.


-Beijos do melhor Pai do mundo



Assim que acabei de ler, sorri.
Acabei recebendo uma ligação da Jae Hee.  


-Hong


-Oi, alô, fala


-Posso ir pra sua casa?


-Mas, já esta tarde. São dez na noite já, eu nem tive noção do tempo quando estava na casa do Tae..


-Eu sei, eu pego um taxi ou qualquer coisa s/n, posso ir?


-Obvio que pode vir amiga, só tenha cuidado porque...


Ligação off


Ela desligou. Ela parecia esta meio triste pela sua voz. Oque tinha acontecido?


Subi para meu quarto e coloquei um pijama, como eu estava sozinha coloquei um pijama mais a vontade. Arrumei meu quarto pois estava como sempre uma bagunça.


Não demorou muito e a Jae hee ja estava aqui em casa.


-Oi.. -Ela entra


-O-Oi, oque houve? Seu rosto ta inchado, andou chorando? -Perguntei


-Sim.. chorei em casa e no taxi.


-Mas, porque?


-Meus pais estão brigando muito, eu não sei oque fazer mais Hong! Minha mãe quebrou o prato que meu pai deu pra ela de aniversário de casado de um tempo atrás com raiva depois da discussão.


-Meu Deus... Eles sabem que você esta aqui?


-Eles me viram sair, obvio que devem saber, o único lugar que eu estou além de casa é aqui.


-Aff... Eu odeio ver meus pais brigando também, você trouxe suas coisas pra passar a noite aqui? Vou te animar pra você esquecer isso pelo menos um pouco.


-Eu trouxe, obrigada amiga.


-De nada amor. -Falei passando a mão no cabelo dela.


-eu trouxe o seu presente. -Ela disse abrindo sua mochila e pegando um saquinho rosa.


-Hmm, vamos ver oque é -Falei abrindo o saquinho. -Ahhnn, te amo -Era uma pulseira de amizade, muito linda por sinal.


-Também amo você, essa é nossa aliança agora -Ela disse rindo.


-sim sim, ahh você riu! -Falei pulando.


-Yeah..


-Mas então, ja que você esta aqui, vamos pegar algumas coisas pra comermos la em cima no meu quarto. Vai la pra cima arruma suas coisas que eu já vou subir. -Falei


-Okay okay.


Ela subiu.


Jae Hee on


   Eu era feliz demais com a amizade da S/n, ela tinha os melhores conselhos e consolos para mim quando eu estou para baixo como agora. Ela está sempre disposta a me ajudar em tudo.
  Subindo para o quarto dela abro sua porta e coloco minha mochila no quanto do armário dela. Como o tempo estava meio abafado, resolvi abrir a janela, onde eu me deparava com uma vista linda da lua e das estrelas. Encostei minha cabeça na janela e fiquei olhando para o nada. Até que vi um menino sozinho na rua encostado no poste virado para a casa da S/n. Ele encarava a janela dela.


-Euein, cruz credo -Falei fechando a janela. Logo depois, a S/n entra.


-Amiga! Aqui, eu achei essas barras de chocolate, acho que é do meu Irmão, to pouco me ferrando hihi. Tem marsmellows também. -Ela disse fechando a porta sorrindo.


-Ah okayy. -respondi.


S/n on


Nós estávamos na cama com nossos pijamas, uma coberta enorme e nossos doces. Eu reparava que a Jae hee a cada minuto olhava para a janela e disfarçava.


-Ta tudo bem? -Perguntei


-eu não sei.. -Ela fala levantando. Logo em seguida ela levanta um pouco a cortina


-Oque foi Jae? -Falei me levantando também.


-Ali, ele ainda está ali -Ela fala sossurrando.


-Quem? Jae hee, deixa eu ver isso -Falei abrindo a cortida toda e a janela.


-Nao! -ela fala assustada


-Quem é aquele garoto? -Perguntei.


-Não sei, por isso mesmo que eu to agoniada. Ele ta olhando muito pra cá.


-Oh.. ele saiu dali -respondi.


-oque? -Ela me empurra -É.. tem razão, ele foi embora.


-Euein, Deus me livre. Porque ele tava olhando pra ca? -Perguntei


-Não sei amiga!.. Você fechou bem a porta da sala né? -Ela perguntou se sentando


-Sim, obvio! Estamos sozinhas hoje e... -Sou interrompida por um barulho na porta.


-S/n... oque foi isso -Jae hee fala se cobrindo toda.


-Meu Deus. Eu não sei, a porta está trancada a sete chaves menina.


-Tem alguém querendo entrar, não está ouvindo? Ela não para de tentar abrir. -Jae responde


-eu vou lá ver..


- NÃO! VOCÊ NÃO VAI NÃO, MANO NÓS ESTAMAOS SOZINHAS AQUI! PODE SER AQUELE MENINO LA DA RUA QUE ACABAMOS DE VER! -ela fala nervosa.


-af mano, que merda, sempre tem que ter algum... -Eu paro de falar e começo a tremer, a porta acabou de ser aberta.


-Não, isso não aconteceu. S/n, liga pra minha mãe e pro meu pai e fala que eu amo eles.


-Para com isso.. eu não consigo pensar em mais nada.. a porta foi aberta, tem gente aqui em casa!


-... -Jae Hee pega seu celular -Vou ligar pra Polícia.


-Calma.. -Falei pegando um taco de basebol, sim... eu jogava.


-Oque você vai fazer? Bater nele com isso?


-Sim! ÓBVIO -falei indo em direção da porta.


Em poucos minutos, a maçaneta começou a girar. A pessoa ja estava bem perto da gente.


-Cara, eu vou passar mal -Jae Hee fala.


-Eu vou..


-3.. 2... -logo em seguida abro a porta com os olhos fechados. Sim, era exatamente alguém. Comecei a bater muito forte na pessoa, eram golpes repetidos.


-HONG!!!!!! -Jae hee me grita.


Eu abro os olhos e acabo de ver meu irmão desmaiado na minha frente.


-Jaehyun!! -Jae Hee corre em direção da porta.


-... eu não acredito, era ele essa hora toda? Eu matei ele? -Falei nervosa. Me agachei e puxei ele para meu quarto. -acorda! Jaehyun acorda pelo amor de Deus, me desculpa -Falo o sacudindo. Ele estava com a sua roupa de trabalho.


-Ai meu Deus... a testa dele S/n.. -Jae Hee fala tirando uma mecha de cabelo dele de seu rosto.


-Vou la em baixo pegar remedio pra passar nele, fica ai JaeJae -Eu falo com ela.


Jae Hee on


    Eu estava meio nervosa por causa do ocorrido, mas ao mesmo tempo eu queria rir. S/n confundiu o seu irmão com um bandido.
   Assim que ele caiu desmaiado por conta das pancadas, S/n o deitou cima da cama. Eu estava esperando juntamente com ele o remédio, ele parecia tão mal.


-Porque você não mandou mensagem que viria em.. -Falei sossurrando.


Ele começa a se mexer e abrir devagar os seus olhos, muito bonitos por sinal.


-Oque aconteceu? -ele fala com a voz meio felhada.


-Resumindo tudo.. haaam, Sua irmã te espancou pensando que você era algum ladrão.. -Respondi


-Ah... pera! Ela me confundiu com um ladrão?


-Sim.. Mas ó, pensa bem. Estavamos só eu e sua irmã na casa, ela se certificou muito bem de ter trancado a porta, dai uma pessoa consegue abrir a porta. Obvio que ela pensou logo que era um sei la oque..


-Ah.. Tem razão, eu também esqueci de ligar pra ela falando que eu ia embora hoje. Mas, Ja era tarde, pra mim ela estava dormindo.


-*risos* Mas, Está tudo bem? -Falei olhando ele se levantar


-Sim, está Jae -Ele fala sorrindo, Ahh que dentinhos fofos.


-Aqui gente eu peguei o remédio! -S/n entra no quarto.


S/n on


  Ja com o remedio na mão, vou para o quarto. Aish! Tadinho do meu irmão, eu estava rindo de nervoso.


-Aqui gente, eu peguei o remédio -Falei entrando no quarto, logo vi Jae Hee e meu irmão.


-Então quer dizer que a senhora me confundiu com um ladrão? -Jaehyun fala rindo.


-Ah...é... confundi, senta ai de novo, deixa eu passar esse remédio na tua testa.


-Porque? -Ele fala passando a mão na testa e logo em seguida, sua mão fica um pouco suja de sangue. -HONG EU VOU TE MATAR -ele grita.


-Para de gritar, tem gente dormindo na casa ao lado garoto -Jae Hee fala logo em seguida.


Comecei a passar o remédio. Assim que termino, cubro o machucado com um curativo.


...


-Valeu ai anãs, foi mal não avisar que viria -Ele fala rindo.


-Tudo bem -Eu respondo.


-Vou ir dormir agora, ja está tarde, durmam bem meninas - Ele fala


-Boa noite -Eu e Jae Hee respondemos na mesma hora.


Ele sorri e sai do quarto.

Jae hee como sempre com a cara de apaixonada observou ele sair do meu quarto. Ficamos mais algumas horas acordadas vendo series e tals. Ate que por fim, caímos no sono.

-Vê se não ronca ein vagaba -Jae Hee fala rindo.

-Bahh, Boa noite pra você também madame. -Respondi.

...


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...