1. Spirit Fanfics >
  2. It's time to the sunflowers sprouch >
  3. I sunflowers

História It's time to the sunflowers sprouch - Capítulo 1


Escrita por: Coffee_Mallow

Notas do Autor


Aproveitem a leitura e desculpa pela fanfic curta

Capítulo 1 - I sunflowers


Fanfic / Fanfiction It's time to the sunflowers sprouch - Capítulo 1 - I sunflowers


Era uma tarde já escurecendo, com um vento agradável batendo aos cabelos de um moreno chamado Joseph Joestar, que de uma sacada de um hotel italiano em que estava passando um tempo com seu amigo Caesar Anthonio Zeppeli, ele observava o campo de girassois já se fechando pelo sol já estar indo embora naquela hora. Sem perceber o loiro já estava perto de Joseph, observando os girassois e a paisagem se fechando, e quando percebeu a presença do amigo ele deu um pulo de susto porém  começou a rir logo em seguida dizendo para que Caesar o avisasse de quando fosse se aproximar, deixando um clima agradável de risadas contentes no ar
As horas foram passando e já estava ficando de tarde, então os dois entraram no quarto de hotel em que ambos estavam hospedados e começaram a conversar sobre a vida, sem muito rumo de assunto, eles apenas falavam o que vinha na mente, até que Caesar mencionou. – Sabe Joseph, eu tô caidinho na sua mãe.– Joseph virou de imediato o rosto indignado para o amigo – Hey! Isso não é o que se fale na frente de um amigo, minha mãe tem 50 anos seu tarado– Elizabeth Joestar, mais conhecida como Lisa-Lisa, a mãe de Joseph Joestar, era uma mulher bem rígida, porem fora de trabalho ela era uma pessoa boa, e ela havia reservado um quarto apenas para que deixasse seu filho e o amigo dele aproveitarem um tempo juntos, pois ela sabia que eles eram bem próximos. O loiro começará a rir por causa da cara de indignação de seu amigo, más mesmo assim eles continuaram a conversar, normalmente, até que bateu o sono, e eles foram dormir nas suas camas separadas, estirados  com um cansaço sem fim, eles foram obrigados por Elizabeth a correr um quarteirão, pois segundo ela: "não é por quê estão dentro de suas férias que vocês não devem exercitar-se"
Itália, 9:35 da manhã 
Caesar já havia se levantado e arrumado sua cama, e foi fazer o café da manhã para quando seu parceiro acordasse de seu sono profundo, ele já deixava o café separado para o moreno, pois sabia que ele já iria acordar com fome. Deixando o café lá, Caesar saiu do hotel para procurar alguma floricultura, iria comprar das mais belas flores para alguém.
Itália 9:42 da manhã
O loiro voltava com um bouquet de flores cheio na mão, quando abriu a porta Joseph já havia comido o café da manhã que Caesar havia preparado, e se encontrava no momento sem ter lavado um prato procurando alguma coisa que preste na TV, até que percebeu a presença do mais velho o olhando fixamente. – Você voltou "Shiza", que bouquet é esse? Pra quem é?– enquanto a curiosidade de Joseph falava alto, Caesar tentava responder de um meio que não ficasse estranho. – Lembra que eu falei que eu estava caidinho pela sua mãe? Eu não estava brincando Joseph. –
– Hm, entendi, então eu posso te ajudar! –
– Você quer me ajudar? Você nem mesmo saiu com uma menina ainda, como poderia... –
– Cale sua boca Caesarino, é vai tomar banho –
Caesar deverás desacreditado que seu amigo no qual nunca mesmo havia beijado uma mulher, iria o ajudar, porém ele depois de um tempo ele aceitou a ajuda, tomou um banho e colocou um perfume colônia com um cheiro de rosas e uma roupa formal, como diria Joseph: "um gado proficional" ignorando as brincadeiras de mal gosto de seu companheiro, ele estava pronto, saiu do quarto confiante.
Italia, 10:30 da manhã
Caesar voltava para o quarto calado, com uma cara abalada, e cansada, ele deitou na cama colcando o braço direito sobre o rosto, escondendo o semblante choroso que o jovem estava. – Como foi lá hein Caesar? Levou um beijinho ao menos? – Joseph olhou para o corpo estirado de Caesar na cama, emanando cansaço – Eu não sei, ela só, não quis um moleque de 21 anos de idade na cola dela, eu deveria ter previsto isso. – Joseph que não queria ver o amigo triste, acariciou os cabelos do loiro –Não fica assim não, você ainda vai achar uma pessoa pra gadar – brincou Joseph, porém de certo modo querendo animar o amigo, que tirou o braço do rosto, e sorriu – Obrigado "JoJo" – ele se levantou e deu um abraço no amigo
 


Notas Finais


Perdao pelo cap curto prometo ter mais na proxima


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...