1. Spirit Fanfics >
  2. It's You - Camren (Lauren G!P) >
  3. Eu realmente tenho que fazer isso?

História It's You - Camren (Lauren G!P) - Capítulo 31


Escrita por: Zella5H

Notas do Autor


Bom dia amores, boa leitura. Se preparem.

Capítulo 31 - Eu realmente tenho que fazer isso?


P.O.V  Camila

Fazia uma semana que eu não via a Lauren, o torneio tinha começado e ela estava ocupada demais competindo, e talvez perdendo a cabeça de puro nervosismo. Bem, eu me sentiria assim se eu fosse competir em algo tão importante, onde o mundo todo sabe. Eu não pude acompanha-la, pois a Dinah andava me ligando e me informando sobre o Greg, que queria conversar comigo, o que me deixava muito ansiosa a ponto do meu estomago embrulhar. Será que está chegando a minha hora de me dar bem na vida? Era isso que eu ia saber agora, Dinah e Normani me levavam de carro para a agencia de modelos, onde vou me encontrar com aquele senhor rico e humilde. E depois disso, eu finalmente veria a minha namorada, sim, eu vou para onde ela está junto com as minhas amigas. Lauren está na California, vai competir daqui a uma hora mais ou menos, se não tiver atraso, e vou pegar um avião com as meninas, para chegarmos rapidamente.

Dinah parou o seu carro em frente a grande agencia, saímos rapidamente do veiculo e demos de cara com o segurança, que tentou nos barrar, mas quando a minha amiga passou a informação, ele permitiu a nossa entrada. Normani sorria animadamente, segurando na mão da namorada e explorando o lugar com os olhos, exatamente como eu fazia. Algumas modelos passavam de um lado para o outro, segurando roupas nas mãos e outras, passavam apenas de calcinha e sutiã. Elas não têm vergonha de estarem assim na frente de qualquer um? Eu morreria de vergonha.

- CAMILA! – Greg berrou animado, o senhor elegante se aproximava de mim como se estivesse vendo um ouro em sua frente.

- Bom dia – Sorrio para ele.

- Minha linda latina – Seus braços rodearam o meu corpo e ele me abraçou apertado, quase me esmagando – Ainda bem que veio.

- Acho que podemos começar – Dinah pigarreou – Temos um voo daqui a pouco.

- Certo, certo – Greg se recompôs rapidamente – Camila, aquele dia no desfile foi perfeito, as pessoas vivem perguntando de você para mim.

- Sério? – Arregalo os olhos.

- Muito sério – Ele riu gostosamente – Eu tenho muitas modelos, mas aqui é igual um coração de mãe, sempre cabe mais um – Eu jurava que ele fosse saltitar naquele momento – O que acha de ser a minha mais nova modelo?

- S-sério mesmo? – A minha boca foi parar no chão – T-tipo...sério?

- Claro querida – Greg brincou com o meu cabelo – Você tem tudo para conquistar o mundo – Abriu um enorme sorriso – É linda, gentil, sorridente e carismática – Bateu palminhas – É tudo o que eu preciso.

- Não dá para acreditar.

- Aceita Mila – Normani abraçou os meus ombros – Você merece.

- Muito merecido – Greg disse sorridente – Desculpe por demorar para te procurar, estive ocupado, mas aqui estou eu, não deixaria essa oportunidade passar.

- Você não imagina o quanto eu estou feliz agora – Me desmancho de felicidade – Obrigada Greg, obrigada por essa oportunidade. É claro que eu aceito!

[...]

Depois de uma rápida conversa com o Greg, que me informou algumas coisas, ele me deixou ir, mas marcamos de um dia conversarmos certinho para que eu assinasse o contrato e ele ia me explicar muitas coisas nesse mundo de ser modelo. Agora eu me acomodava em um estofado macio e confortável, ao lado de minhas amigas, enquanto o avião decolava. Eu me sentia nervosa, segurando no braço do banco, é sempre esquisita a sensação de estar subindo e piorava quando o avião tinha turbulências. Dinah e Normani conversavam animadamente, nem reparando no meu estado de medo, elas pareciam planejarem algo na California, a Dinah queria mostrar algo lá para a namorada, já que tinha morado uma vez lá.

- Mila – Normani tinha me notado – Você está ficando pálida que nem a sua namorada.

- Deve ser a saudade de ver aquela branquela gostosa – Dinah riu.

- Não sou chegada em aviões – Faço careta.

- Amor, segura a mão dela – Normani pediu, já que a grandona estava do meu lado – Tadinha da Mila.

- Vem cá, Chancho – Dinah ergueu o braço da poltrona e me abraçou, deito a cabeça em seu ombro – Está melhor?

- Um pouco – Respiro fundo – Ainda bem que a Mani ficou na janela.

- Não seria nada legal a Mila vomitando em nós – Normani estalou a língua e depois arregalou os olhos – Mila, você está enjoada?

- Sim... – Mordo o meu lábio – Pelo amor de Deus, me distraem antes que eu fique louca nesse avião.

- Aeromoça! – Dinah chamou por uma que passava – Pode pegar água para a minha amiga?

- Sim, senhorita.

- Então vamos cantar as minhas músicas, Mila – Normani esperou a aeromoça sair de perto, para conversar comigo – Vamos fazer bagunça nesse avião.

A minha amiga começou a cantar baixo e eu fui acompanhando, fechei os meus olhos enquanto continuava com a cabeça deitada no ombro de Dinah e assim o meu enjoo foi parando, e eu não estava mais com medo. Depois que a água chegou, eu me senti super bem e a viagem toda foi ótima, o que rendeu boas risadas. Saímos do aeroporto em um taxi, que nos levou para a quadra, onde está acontecendo o torneio e bem, talvez eu veria apenas os últimos minutos da minha namorada jogando. Conseguimos entrar numa boa, pois a Lauren já tinha deixado os nossos nomes e no caminho, encontramos com a Ally conversando no celular.

- Logo estarei nos seus braços amor – Ally se despedia – Tchau, veremos em breve, baby.

- E encontramos com a anã apaixonada – Dinah agarrou a nossa amiga e a esmagou em um abraço – Cadê a Laur?

- Está finalizando a última partida – Ally sorriu para nós e começou a andar na frente, nos guiando – Vamos.

- Eu queria ter visto o jogo todo dela – Comento frustrada.

- Mas perdemos por uma boa razão – Normani entrelaçou o seu braço no meu – Não é?

- O que eu perdi? – Ally encarou a cantora.

- Mila será a nova modelo de Greg.

- MENTIRA?

- É verdade – Afirmo para a Brooke – Ele me convidou e eu aceitei.

- Agora a nossa amiga vai arrasar nas passarelas – Dinah sorriu orgulhosa – Não esqueça da gente, Chancho.

Fui contando para a Ally que não tinha nos acompanhados, já que ela estava seguindo a Lauren para qualquer canto que fosse naquele torneio. Vero e Lucy também ficaram com a minha namorada, mas vieram embora mais cedo, pois a irmã da Vives não estava muito boa e a Lucy tinha ficado preocupada, então a Vero foi dar apoio a noiva. Chegamos perto da quadra, vendo muitas pessoas presentes ali, torcendo pela minha namorada que dava a vida naquele jogo. As meninas e eu fomos para as grades, não tinha espaço para nós nas arquibancadas, então ficamos em pé, aproveitando a última partida.

Eu não entendia muito de tênis, mas eu conseguia ver o placar e a Lauren está na frente. A garota adversaria é uma morena, que está usando um short saia e eu via todo o seu musculo a mostra, pelo esforço que ela fazia naquela quadra descoberta, o sol judiava das duas. Lauren está usando um short curto todo branco com listras vermelhas, uma regata colada da mesma cor e tênis nos pés. Lauren corria de um lado para o outro, rebatendo a bola com toda força e usando da estratégia para marcar pontos. Ela está toda suada, pois eu via a sua roupa totalmente colada em seu corpo.

- MEU DEUS! – Ally berrou, me assustando – VAI LAUREN!

- Essa bola tá vindo rápida demais – Dinah comentou concentrada na partida.

- Ela consegue – Ajunto as minhas mãos, torcendo pela minha namorada.

A adversaria rebateu a bola com tanta força, que a mesma passava por cima da rede e vinha com tudo para o campo da minha namorada, só que do outro lado. Lauren correu com tudo, ela está cansada, vermelha e mesmo assim dava o seu melhor. Quase fechei os meus olhos, ao ver a sua raquete encostando na bola e arremessando para o outro lado. Ela conseguiu. A bola pingou duas vezes no campo adversário, pois a garota não tinha alcançado e isso resultou no ultimo ponto para a minha mulher.

- LAUREN! – Gritei torcendo, animada por ela ter ganhado – LAUREN! LAUREN! LAUREN!

- Eu sempre confiei – Normani batia palmas e a plateia se agitava.

- LAUREN JAUREGUI É A VENCEDORA DE HOJE! – No microfone, um homem robusto anunciava.

- AMOR! – Grito o máximo possível, sentindo a minha garganta queimar – AMOR! – Eu queria que ela soubesse que eu estava ali e deu certo, pois os seus olhos vasculhavam cada lado me procurando.

- CAMILA! – Ela correu em minha direção, ignorando o homem que ia parabeniza-la – MEU AMOR!

- Lolo! – Sorrio por vê-la de perto – Eu cheguei no final, mas pelo menos consegui te ver.

- Você não imagina o quanto me deixou mais feliz só de te ver aqui – Lauren enfiou os dedos nas grades.

- Eu te amo, Lauren – As palavras saíram automaticamente da minha boca, falando pela primeira vez aquela frase – Eu te amo com toda certeza.

- C-como?

- Eu te amo – Coloco os meus dedos nas grades, tocando os seus, como se estivessem entrelaçados.

- Camz...eu te amo muito – Lauren encostou a testa na grade – Eu queria ter te falado isso antes, mas fiquei sem coragem.

- Eu também estava insegura, com medo da sua reação – Encosto a minha testa também.

- Sh...agora você sabe a minha reação – Sussurrou, ela não parava de sorrir – Eu preciso voltar, mas daqui a pouco conversaremos melhor. Eu prometo.

- Vai lá, campeã.

Lauren me mandou um beijo e correu de volta para a quadra, ficando do lado do homem. Já fazia um mês que esse torneio tinha começado, claro que a minha namorada não jogava todos os dias e bem, no começo alguns jogos estavam acontecendo perto de Miami, então eu acompanhava, só que dessa vez foi para a California e fazia uma semana que eu não a via, então estava morrendo de saudades daquela coisa linda. As meninas comemoravam do meu lado e eu senti uma tontura forte me batendo.

- Meninas – Chamei por elas, me sentia fraca – Preciso ir para a sombra, esse sol está me fazendo mal.

- Mila, o que você tem? – Ally me olhou preocupada – Sua expressão não está nada boa.

- Eu não estou bem.

- Vamos para o vestuário – Normani chamou – Amor, pega uma garrafa de água para a Mila, por favor.

- Vou pegar.

Ally e Normani ficaram de cada lado meu, segurando em meus braços, enquanto me guiavam para dentro do clube, especificamente para dentro do vestuário onde tem um banheiro. Chegando lá, lavei o meu rosto, achando que a sensação fosse parar, mas de certa forma tinha passado, o que aconteceu foi que o meu estomago ficou enjoado prontamente. Corro para o vaso, me curvando e despejando tudo o que eu tinha comido. O que está acontecendo? Hoje eu tomei o café da manha na Starbucks com as minhas amigas, algo teria me feito mal? Ally segurou em meu cabelo, para que não sujasse, enquanto eu terminava de vomitar o restante.

- Essa não – Dinah já estava do meu lado – Mila, está sentindo mais alguma coisa?

- N-não... – Puxo o ar com força e vou até a pia, lavar a minha boca – Só estou fraca por ter vomitado.

- O que está acontecendo? – Lauren surgiu e viu o meu estado – Amor, você está bem?

- Ela acabou de vomitar – Ally que respondeu – Mila não está passando bem.

- Não foi nada – Falo assim que termino de enxaguar a minha boca – Só foi um mal-estar.

- É melhor irmos ao médico – Lauren disse preocupada – Isso não é normal.

- Eu só ando ansiosa demais, o Greg me chamou para ser modelo e bem, depois disso eu vim de avião e passei mal também – Dou de ombros – Mas eu não tinha vomitado antes, então deve ser por isso que passei mal agora.

- Não é não – Dinah me contrariou – A Mila não anda bem a dias, vem vomitando e tudo mais.

- Por que não me contou? – Lauren ficou séria – Camz, eu posso estar longe, mas gostaria de saber de tudo.

- Eu só não queria te preocupar e outra, é apenas vomito, algo bobo – Balanço a cabeça – Vai passar, talvez eu não esteja me alimentando bem.

- Vem comigo.

Dinah pegou em minha mão e me puxou para dentro de uma cabine, apenas a Ally e a Normani entraram, e assim fechou a porta, deixando a minha namorada para fora. O que está acontecendo? Eu quero ficar próxima da Lauren. Dinah vasculhou a sua bolsa e tirou de lá um teste de gravidez, é o que? Eu não estou gravida, por que ela acha isso?

- Dinah, pelo amor de Deus, esconde isso.

- Nada disso, você vai fazer esse teste agora – Ela me entregou a garrafa de água que tinha pegado – Beba tudo, vai te ajudar a fazer xixi.

- Mas eu já estou com vontade de fazer xixi...

- Não interessa, você precisa se hidratar – Ally me cortou – E esses vômitos não são normais.

- Claro que é! – Argumento prontamente – Lauren e eu nos cuidamos, sempre usamos camisinhas.

- Mas não é cem por cento – Normani retrucou – Ele previne bastante, mas acidentes acontecem.

- Eu realmente tenho que fazer isso?

- Sim e agora – Dinah cruzou os braços.

Tomei toda a água da garrafa, eu realmente estava precisando me hidratar. Então pego o teste que a minha amiga trouxe e fui para o vaso, realizar o mesmo. Fechei os meus olhos assim que terminei, com medo da resposta. As meninas se aproximaram mais ainda, curiosas para saberem o resultado. Ergo o teste e vejo as três sorrindo abertamente, lá estava marcado, comprovando que estou gravida.

- ABREM ESSA PORTA! – Lauren abriu bruscamente a porta – O que estão escondendo de mim? Por que não posso saber o que se passa na vida da minha própria namorada?

- Agora sabe – Dinah saiu da frente, me revelando.

- Teste de gravidez? – Lauren olhava para cada uma – Onde arranjaram isso?

- Eu sou uma ótima amiga – Dinah se gabou – Como eu percebi essa mudança na Mila, eu tinha comprado esse teste a um tempo atrás e estava esperando a oportunidade para pegar a Chancho de jeito para fazer o teste.

- F-fez? – Lauren de um passo para trás – Amor?

- E-eu...e-eu... – Eu não sabia falar naquele momento, estou estática demais.

- Ela está gravida – Ally bateu palminhas – Vocês vão serem mamães.

Engulo em seco, saindo do vaso com as pernas bambas e de calça erguida. Mãe? Eu realmente estou gravida? Como isso pode acontecer? Todas as vezes que eu transei com a Lauren, eu usei camisinha. Sinto os meus olhos marejarem, eu tinha medo de olha-la naquele momento, medo de ver a sua reação. E se ela achar que eu estivesse com interesse? Que eu fiz de propósito? Mesmo não tendo como eu fazer isso, apesar que eu já coloquei a camisinha no pênis dela algumas vezes, e se eu tivesse a furado sem querer? A culpa é minha?

- E-eu...e-eu o que? – Escutei a voz de Lauren lá no fundo.

- Mila, está tudo bem? – Normani chacoalhou o meu braço, eu não conseguia reagir.

- M-mãe? – Fungo baixinho, naquele momento aquilo parecia ser coisa de outro mundo, por eu ter sido pega de surpresa.

- Camz – Lauren parou na minha frente e eu finalmente pude vê-la.

- E-eu estou gravida – A puxo para um abraço, afundando o meu rosto na curva do seu pescoço, enquanto eu chorava baixinho – D-desculpa...desculpa...desculpa.

- Para com isso amor – Lauren me segurava com força, com medo de que eu fosse cair – Você não tem culpa.

- Lolo... – Eu não conseguia concluir a frase, comecei a chorar compulsivamente.

- Se for para ter culpa, que seja de nós duas – Ela disse paciente – Você não fez sexo sozinha, amor – Senti ela beijando a minha cabeça – Eu também estou surpresa com isso, mas acho que devemos encarar de cabeça erguida.

- E-eu não acredito nisso – Afasto o meu rosto para olha-la – Estou assustada.

- Eu também estou, acontece.

Como ela não estava desesperada que nem eu? Talvez a Lauren estivesse se segurando para não mostrar, já que naquele momento eu estava em choque e tentando engolir aquela surpresa de ser mãe. A tenista me puxou novamente para os seus braços, tentando me acalmar, mas no fundo eu pude escutar o seu fungado seguido de um soluço. Lauren começava a chorar baixinho, tentando não demonstrar, mas como eu estava colada em seu corpo, a sentia tremer e escutava.

- É bom vocês irem ao médico – Normani recomendou.

- É verdade – Ally concordou – O doutor vai auxiliar vocês e a Mila pode fazer o exame correto, para ver se realmente está gravida.

- É, vamos fazer isso – Lauren se afastou, limpando as lagrimas – Vamos amor?

- T-tudo bem.

Gravida? Eu estou gravida, meu Deus.


Notas Finais


Peguei todos de surpresa? O que acharam? Comentem bastante. Querem que eu volte mais tarde? Hehe.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...