1. Spirit Fanfics >
  2. It's You - NamJin >
  3. Capítulo 3 - A surpresa!

História It's You - NamJin - Capítulo 3


Escrita por:


Capítulo 3 - Capítulo 3 - A surpresa!


Fanfic / Fanfiction It's You - NamJin - Capítulo 3 - Capítulo 3 - A surpresa!

P. O. V Seokjin

Acordei com o sol batendo em meu rosto e levantei lentamente, já sentindo o bebê se mexer e sorri acariciando minha barriga.

- Bom dia, meu amorzinho. - Sorri e fui caminhando até o banheiro, fazendo minhas higienes matinais.

Suspirei baixo, ajeitando meus cabelos em frente ao espelho e passando uma maquiagem leve, na tentativa de esconder as olheiras, resultado do cansaço e da preocupação que me tiravam o sono durante a madrugada. Abri o guarda-roupa, procurando algo confortável para vestir, já que a maioria das minhas roupas não entravam mais por conta da barriga que estava grandinha.

- Mais uma roupa...que não entra! - Disse irritado, por fim colocando uma calça moletom e uma blusa de frio larga. 

Ajeitei a cama, deixando o quarto organizado, e desci as escadas em direção à cozinha, pegando alguns ingredientes do meu agrado para que conseguisse preparar o meu café. Optei por fazer pequenos waffles com morango e chocolate, já que amava essa combinação.

Depois de tudo pronto, fui até a sala e liguei a TV colocando em um desenho, enquanto comia tranquilamente, até a campainha tocar.

- Estranho...Hoseok e Yoongi nem me avisaram que viriam hoje... - Caminhei em direção à porta, abrindo com cuidado. - Oh...você? - Perguntei um pouco surpreso, ao ver que era o mesmo homem que havia me socorrido no dia do acidente.

- Desculpa...aparecer assim, na verdade, só queria saber se estava bem... - Disse o homem alto, sorrindo.

Um pouco envergonhado por ele estar ali, afinal não tinha o costume de receber homens em casa, dei espaço para que o mesmo pudesse entrar e fechei a porta ainda mantendo um longo contato visual.

- É...quer beber algo? Um café? Uma água? Um suco? - Perguntei um pouco sem jeito, logo escutando uma risadinha.

- Bom...eu aceito um café. - Disse o homem alto, ainda com aquele sorriso lindo nos lábios.

Assenti e fui até a cozinha, pegando uma xícara e colocando o café, logo servindo o mesmo com cuidado. Me sentei no sofá, ficando de frente para ele, que tomava calmamente o café, enquanto me olhava.

- Então... - O olhei, por não saber seu nome.

- Ah! Me chamo Kim Namjoon, mas pode me chamar de Nam. - Disse ele. - E você? Como se chama? - Perguntou Namjoon, e pelo seu tom de voz, ele parecia bem interessado...

- Kim Seokjin, mas pode me chamar de Jin. - Sorri fraco e o levei até a porta.

Namjoon se despediu brevemente, explicando que teria um dia longo no trabalho e que seu pai não tolera nenhum tipo de atraso ou imprevisto, por sua maneira de falar consegui notar que seu pai é um homem sério, talvez...um pouco frio. Estava quase fechando a porta quando...

- Ei! O que acha de...sairmos? Talvez, para nos conhecermos melhor? - O mesmo perguntou, fazendo meu coração acelerar bruscamente.

- A-ah, claro! Seria muito bom. - Sorri sentindo minhas bochechas ficarem vermelhinhas.

O maior pediu meu número, pois iria me mandar mensagem avisando sobre o horário do nosso encontro, e assim que ele se foi, fechei a porta. Não demorou muito para Hoseok e Yoongi chegarem, afinal já era de costume passarmos a tarde juntos, falarmos do meu bebê, ambos estavam ansiosos pela chegada de Dack-Ho.

- Ai...ai... - Soltei um suspiro, me deitando no sofá, logo recebendo os olhares curiosos dos dois.

- Jin? Está tudo bem? Você parece tão...distraído. - Disse Yoongi, se aproximando.

Não sei se devo contar sobre o meu encontro, talvez eles iriam ficar surpresos demais ao saber disso, não tenho o costume de revelar coisas tão íntimas...mas ultimamente eles tem sido tão amorosos comigo, também não acho certo esconder essa informação deles, poderiam ficar chateados comigo.

- Hoseok...Yoongi...não sei explicar, mas...tenho um encontro, hoje à noite! - Olhei para oa dois garotos, esperando alguma reação.

- COMO? UM ENCONTRO? COM QUEM, COMO, AONDE? - Perguntou Hoseok gritando desesperado, o que me fez rir.

- Meu bem, calma! Talvez seja apenas um encontro de amigos? Não sei, até porque ele não vai querer se relacionar com alguém...como eu. - Sorri fraco, olhando para o mesmo.

- Por que não? Ele seria muito idiota, se não quisesse algo com você. - Completou Yoongi.

Por um momento pensei em tudo o que havia acontecido naquele dia trágico, sei que a maioria jamais iria querer se relacionar com alguém que tenha ou esteja esperando um filho, por ter muitas responsabilidades, ainda mais com uma criança que não é sua...mas ao mesmo tempo, sei que posso me surpreender, ao encontrar alguém que aceite meu filho e cuide dele com muito amor e proteção.

Talvez Yoongi, nunca se sabe o que o destino tem reservado para nós. - Sorri fraco, me levantando. - O que acham, de me ajudarem com a roupa? - Puxei os dois, até o meu quarto.

Estava ansioso pelo encontro, queria usar algo adequado para a ocasião, porém estava difícil escolher um look que me agradasse, diversas opções, cores, estampas, entre outras coisas necessárias para impressionar num primeiro encontro.

- Que tal...esse tal esse terno preto com flores brancas bordadas? - Perguntou Hoseok, mostrando o terno.

- E por baixo do terno, pode usar essa blusa branca com a gola de babados, para dar um charme. - Complementou Yoongi.

Observei atentamente o look que eles haviam montado e concordei, gostei dessa mistura de babados com terno, realmente um charme. Ficamos por mais algumas horas conversando sobre diversos assuntos, até eles irem embora, já que tinham compromissos na agência.

- Parece que hoje, terei um encontro. - Acariciei minha barriga, dando um sorrisinho.

Voltei para o quarto, e ajeitei mais algujs acessórios que poderiam destacar minha roupa, enquanto esperava a mensagem de Namjoon.

P. O. V Namjoon

Estava animado por ele ter aceitado meu convite, e já tinha em mente o lugar ideal para levá-lo, pois é bem tranquilo, já que o mesmo está na reta final da gravidez e nesses dias são cruciais já que à qualquer momento, o bebê pode resolver nascer. Fui para o trabalho, ignorando os olhares das secretárias, já que todas só querem saber do meu dinheiro, não vou dizer que é errado curtir e ter momentos de prazer, mas apenas não quero me envolver com nenhuma dessas meninas.

Fui diretamente para a minha sala, sem falar com ninguém, aproveitei o tempinho livre que me restava e fiz a reserva para essa noite, quero que ele tenha confiança em mim, quero que possa se sentir a vontade em desabafar comigo.

- Isso! Perfeito! Uma reserva, na parte Vip do restaurante...okay! Muito obrigado. - Desliguei o telefone, já observando a secretária entrar com alguns documentos para assinar.

- Aqui está, os documentos...preciso que assine. - Disse a mesma se aproximando de mim, e acariciando meus cabelos.

- Melhor manter distância e não encostar em mim, se quiser continuar nessa empresa. - Falei seriamente, terminando de assinar os documentos.

O resto do dia foi um completo tédio, reuniões, novos contratos e investidores, a hora parecia não passar, e isso me deixava cada vez mais ansioso. Finalmente chegou o horário de ir para casa, e rapidamente sai da minha sala trancando tudo, e caminhei com pressa até o meu carro, logo entrando e pegando meu celular, mandando uma mensagem para Jin.

📱: - Olá! Sou eu, Namjoon...te busco às 20:00.

Assim que mandei a mensagem, dei partida no carro, dirigindo até em casa pois queria ter bastante tempo para me arrumar e estar impecável, somente para o encontro.

Minutos depois...

Já havia chegado em casa, deixei a maleta em cima do sofá e subi as escadas pulando alguns degraus por conta da pressa. Entrei em meu quarto, já tirando minhas roupas e indo até o banheiro, ligando o chuveiro e finalmente podendo tomar um banho quente e relaxante, já que estava uma pilha de nervos.

Finalizei meu banho e caminhei em direção ao closet, procurando uma roupa que fosse elegante e do meu agrado ao mesmo tempo. Optei por usar um terno preto com alguns detalhes na manga, uma blusa branca e uma gravata que combinasse.

- Perfeito! Estou quase pronto... - Disse me analisando no espelho, ajeitando meus cabelos.

Coloquei meus sapatos, e peguei meu celular colocando em meu bolso, peguei novamente as chaves do carro e fui até a garagem, entrando no carro e dirigindo até a casa do garoto. Não conseguia mais esperar, a ansiedade estava me consumindo por dentro, então a única atitude que tive, foi de ir até lá e esperar por ele.

- Talvez uma musiquinha, me ajude. - Liguei o som, colocando uma música calma.

Estacionei o carro ao perceber que havia chegado, e desci, indo até a frente da casa apertando a campainha, aguardando que ele me atendesse.

P. O. V Seokjin

Depois de passar o dia todo escolhendo minha roupa, finalmente estava pronto, o terno não ficou da maneira que eu havia pensado, talvez por conta da barriga, mas eu ainda estava elegante. Passei uma maquiagem leve e desci as escadas, assim que escutei tocarem a campainha, ao abrir a porta, me deparei com aquele homem alto e totalmente elegante parado em minha porta, mal tive uma reação, apenas o encarava.

- O-olá... - Falei envergonhado, por ter o encarando por bastante tempo.

- Olá Jin, está muito bonito. - O mesmo falou, segurando minha mão, me fazendo dar uma voltinha e isso me fez ficar ainda mais envergonhado. - Podemos ir? - E ele voltou à me olhar.

- Claro! Vamos! - Sorri ainda segurando sua mão, e fui caminhando até ao lado de fora.

Namjoon é um verdadeiro cavaleiro, me guiou até seu carro e ainda abriu a porta para que eu pudesse entrar, ninguém nunca havia feito isso comigo, por um momento me senti especial. Entrei no carro, colocando o cinto com um pouco de dificuldade e o mesmo me ajudou com a maior paciência do mundo, nos encaramos por alguns segundos até eu desviar o olhar totalmente corado.

- Aqui temos uma bela vista... - Comentei apreciando as belas paisagens, por onde passávamos.

O mesmo concordou e durante o trajeto, permanecemos em silêncio, apenas ouvindo uma música calma e por um breve momento ele segurou minha mão, entrelaçando nossos dedos, o que fez meu coração palpitar.

P. O. V Namjoon

O caminho todo, ele não falou nada, talvez por estar envergonhado e eu resolvi respeitar seu silêncio, mas segurei sua mão, demonstrando que ele poderia confiar em mim. Chegamos ao local e rapidamente desci do carro, abrindo a porta e o ajudando sair.

- Oh, obrigado. - Disse o menor, me dando aquele sorriso lindo.

Apenas assenti e o puxei para perto, abraçando sua cintura, assim caminhamos para dentro do restaurante indo em direção à nossa mesa. Pude notar que Jun estava impressionado com o lugar, e sorri o observando. 

Puxei a cadeira para que ele pudesse se acomodar e assim me sentei em uma cadeira, ficando de frente para ele, podendo de certa forma contemplar sua beleza.

- Jin...me conte um pouco sobre você. - O olhei.

- Sobre mim? O que quer saber? - Falou o mesmo, e eu sorri fraco.

Fiz uma pequena pausa, pensando no que perguntar, não queria ser invasivo e muito menos desagradável.

- Poderia me contar...sobre a gravidez? - Perguntei, acariciando levemente sua mão.

- Minha gravidez? Bom...ela não foi planejada, mas de certa forma, estou aproveitando ao máximo, já que quero ser uma bela mãe para o meu filho. - O mesmo sorriu fraco, e eu fiquei mais curioso sobre o assunto.

Quando ia perguntar o motivo da gravidez não ser planejada, o garçom chegou trazendo os cardápios.

- Boa noite, já sabem o que vão pedir? - Perguntou o garçom.

- Bom, eu vou querer Bibimguksu e um vinho tinto. - Olhei para Jin, esperando que fizesse seu pedido.

- Eu...vou querer Jjampong e um suco de laranja, por favor. - O mesmo fez o pedido e entregamos o cardápio para o garçom.

O encontro em si, foi realmente maravilhoso, aproveitamos ao máximo e finalmente pude saber mais dele. O garçom chegou com os nossos pedidos e logo começamos à comer, a comida estava maravilhosa, tudo perfeito!

Terminamos de comer, e eu logo paguei a conta, queria ir para um lugar mais reservado com o garoto. Saímos do restaurante e fomos caminhando até uma pequena sorveteria que tinha ali perto.

- Jin? Posso fazer uma pergunta? - O olhei e segurei novamente em sua mão.

- Claro, pode sim. - Como sempre, o garoto disse calmo.

- Poderia me contar mais...sobre a sua gravidez? Você está com o pai do bebê? - Perguntei, porque precisava tirar essa dúvida.

P. O. V Seokjin

O encontro estava sendo perfeito, Namjoon era extremamente carinhoso e preocupado comigo, parece até um sonho. Terminamos de comer e depois dele pagar a conta, sendo que eu insisti para que me deixasse pagar também, saímos do restaurante e fomos caminhando, até ele me fazer uma pergunta que me deixou completamente paralisado.

- Nam...é complicado... - Soltei um suspiro baixo. - Minha gravidez, não foi planejada, afinal meu filho é fruto de um estupro...sei que é horrível falar isso, mas é a verdade, e não, meu bebê não tem pai...e eu prefiro que ele nunca saiba o que aconteceu... - Senti meus olhos se encherem de lágrimas, e o olhei me sentindo envergonhado.

Não consegui mais aguentar e chorei baixinho, enquanto caminhava ao lado de Namjoon que surpreendentemente me abraçou com força, acariciando meus cabelos, naquele momento não tive reação, apenas retribui ao abraço me segurando para não chorar mais.

 Admiro sua coragem, por enfrentar essa violência e ainda continuar com essa gravidez, tenho certeza que ease bebê já se orgulha muito de ter uma mãe tão forte, igual à você! - O mesmo me fez sorrir, e logo chegamos na sorveteria.

Fizemos nossos pedidos, e tomamos o sorvete enquanto ele me fazia rir, nunca havia me divertido tanto assim em um encontro e saber que ele não tinha nojo de mim, me fez perceber que eu ainda posso sim, ser muito feliz e ter a família dos meus sonhos.

Tudo ocorreu normalmente, e no caminho de volta fomos cantando e dançando animadamente, nunca vou me esquecer desse dia especial. Chegamos em casa e mais uma ved, ele abriu a porta do carro, para que eu pudesse descer e foi comigo até a porta.

- Bom, obrigado pela noite maravilhosa, eu me diverti muito! - Por impulso, dei um beijinho em sua bochecha.

Estava prestes à entrar em casa, quando Namjoon segura meu braço me puxando para ele, dessa forma, me surpreendendo com seu ato e sem que eu conseguisse falar algo, o maior me beijou de uma forma lenta e ao mesmo tempo romântica, retribui o beijo segurando em seu rosto e finalizamos com selinhos rápidos. Sorri me despedindo e entrei em casa, passando o dedo indicador em meus lábios ainda sem acreditar no que aconteceu.

- Meu Deus... - Falei para mim mesmo, e subi as escadas, indo até o meu quarto.

Lentamente fui tirando minha roupa, e coloquei meu pijama, aproveitei para ir ao banheiro e fiz minhas higienes. Depois de pronto, deitei na minha cama, e peguei no sono por conta do cansaço.


Notas Finais


Dessa vez, foi uma cena fofaaa ✨
Mas ainda tem muita coisaaaa por virrr


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...