História It's your Birthday - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Kim Taehyung (V), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Baby Boy, Birthday Special, Bts, Dress Up, Foursome, Harem Invertido, Hybrids, Imagine, Jimin, Jungkook, Mommy Kink, Original, Pwp, Sexy Surprise, Taehyung
Visualizações 224
Palavras 10.989
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Ecchi, Fluffy, Harem, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


~ Oioioioioi, demorou? Demorou, mas olha só quem chegou XDDDD <33
~ Eu sei, eu sei, eu demoro meio ano e ainda venho com desculpinhas pra cima de vocês, sorry (>﹏<)
~ Sem contar que eu praticamente tô jogando nas costas de vocês esse capítulo com mais de oito mil palavras kakakakkakakakakaka (((o(*°▽°*)o))) -desculpe
~ Bem, sem mais delongas vamos ignorar o fato d'eu ter várias fanfics quentinhas afim de postar para vocês, e seguir para o Golden pass:

~ Boa leitura hein ଲ(ⓛ ω ⓛ)ଲ

Capítulo 1 - Part 1 - Um presente especial


Fanfic / Fanfiction It's your Birthday - Capítulo 1 - Part 1 - Um presente especial

 

It's your Birthday!

Part 1 - Um presente especial

 

Na rua se era possível ouvir os passos apressados, desta voar para perto de sua casa, olhando seu celular a cada passo que dava, principalmente seu aplicativo; line. Estava lendo e relendo as mensagens - e vendo as fotos novamente, como consequência, acabando por ficar excitada mesmo sem ter este como propósito. As fotos iam e voltavam em frente a seus olhos lhe fazendo prender o lábio macio um tanto quanto ressecado com seus dentes ásperos e rudes. Em sua mente transbordando em curiosidade e dúvida, seu cérebro tentando arrumar uma resposta lógica para a razão, motivo pelo qual eles estavam agindo daquela forma e fazendo aquelas coisas. Tirar fotos tão indecentes como aquelas, e agir de forma tão... provocativa.

Isso não era coisa de seus híbridos...

- QUE HISTÓRIA É ESSA DE ME ENVIAR FOTOS "APIMENTADAS"?! AINDA MAIS DURANTE MEU EXPEDIENTE DE TRABALHO?! EU TENHO QUE FICAR FOCADA NO MEU TRABALHO! O QUE DEU EM VOCÊS, ESTÃO NO CIO OU O QUE--- Parou sua gritaria incessante por um instante, reparando que ninguém lhe respondia, nem mesmo com manha, Jungkook, Taehyung e Jimin, nenhum deles aparecia estava começando a desconfiar mais ainda da situação toda, aonde eles estavam? - Olá? Alguém aqui? - Ditou sugestiva em voz alta e clara na esperança que pelo menos um dos híbridos respondesse, e sem sucesso, ela começou a vagar pela casa, acabando por achar um pequeno bilhete na mesa - Uhm? O que é isso? - Murmurou para si mesma, como se alguém fosse responder, alguém, talvez essa pessoa se tratasse da sua mente, e sim, sabia bem o que seria aquilo, um bilhete, só não sabia de quem era ou o que fazia lá.

 

" Esperamos que tenha trabalhado bem, noona! Mas, nós sabemos que deve estar cansada, deixe o casaco e sapatos aí embaixo e suba, prometemos lhe dar muito amor e cuidar de você direitinho <3 "

 

Na área onde deveria ter nomes como uma assinatura de quem havia feito, apenas tinha três adesivos, um de um gatinho, de uma raposa, e o último de um coelho. Já sabia de quem se tratava.

- Ah, isso só pode ser coisa do Yoongi. - Murmurou pensando consigo mesma,  era a única coisa lógica a se pensar, a julgar que eles ficaram daquela forma depois de ter o respectivo "passeio" com Min Yoongi, só poderia ser esse o motivo.

Ou o que era lógico para si.

Tirou seu sobretudo pondo-o numa cabideira ali perto, e os sapatos sociais próximos a porta, ela se guiava quase que cegamente, ainda os chamando.

- Jimin? Taehyung? Jungkook? - Ainda chamando-os, ela se auto guiava pelas escadas até o andar de cima, como aconselhado, andando a passos um tanto quanto cautelosos, afim de escutar alguma coisa, porém nada se era ouvido, nenhuma voz, apenas alguns barulhos suspeitos, se assemelhava a algo vibrando talvez, não sabia dizer ao certo, chegando nos respectivos quartos destes, ela parou assim que notou uma certa enumeração em cada porta, números seguidos, um, dois, três, e em seguida ao lado havia um papelzinho escrito "siga a sequência", pensando nisso ela entrou na primeira porta, sem se importar com nada, apenas estava curiosa sobre tudo isso, era tudo muito "certinho" e misterioso.

Abrindo a porta, ela parou diante da mesma, parando com sua mão posta sobre a maçaneta, observando o ser a sua frente, em cima da cama lhe olhando cheio de expectativa, sorrindo felizmente ao vê-la ali, mesmo que estivesse se perguntando o porquê de estar parada, mas acabou por se lembrar do que seu hyung felino havia dito, que ela poderia ficar em estado de choque por vê-lo daquela forma, isso significaria que ele havia lhe surpreendido, não era uma coisa ruim - talvez. O gatinho usava a parte de baixo de uma lingerie completamente rosa, assim como seus fios de cabelo recém pintados, toda produzida com a mais linda das rendas, com alguns pequenos detalhes em branco, passou-se pelos olhos da ocidental, deslumbrando-a por completo, lhe deixando sem fala.

- Primeira parte do presente! - Exclamou o gatinho de forma promissora, como se sentisse seus pelos se arrepiarem apenas por vê-la entrar no quarto, ou talvez tenha sido a corrente de ar um tanto forte cujo veio da porta, talvez isso tenha ajudado - Eu sou sua primeira parte do presente, noona - Ditou estendendo as pernas pela cama de forma provocativa, sabendo que o olhar desta seria direcionado as suas pernas, ou as coxas, mais especificamente, estas estavam envolvidas por uma meia-calça branca semitransparente, assim como na foto em que havia recebido, sentindo o olhar desta lhe contemplar com desejo mesmo que ainda estivesse hesitante em relação a tudo aquilo que para si fora algo tão repentino - E sabe qual é o seu presente no momento? - Lhe questionou de forma libidinosa, vendo esta se aproximar da cama com passos receosos, chegando até si pela beirada da cama cujo estava com lindos lençóis rosas, eram seus novos lençóis - Me foder gostoso.

Arregalando seus olhos ela sentiu o gatinho rosado lhe puxar pela blusa social, fazendo com a mesma caísse por cima de si, tendo sua destra apoiada de forma rude na coxa do gatinho, tocando a pele por cima do tecido fino e branco da meia calça cujo usara, avançando nos lábios da ocidental de forma um pouco afobada, Jimin gemeu baixinho entre os lábios desta ao sentir a mão posicionada em sua coxa aperta-la com uma força regulada, em seguida tendo sua noona chupando o seu lábio inferior sem conseguir se controlar lhe ocasionando mais um gemido sôfrego.

- O que aconteceu com seu cabelo? P-Por que está rosa?! - Questionou levando a sua destra até os fios rosados deste, cujo estavam em um degradê lindo, ela simplesmente não conseguia parar de olhar seu gatinho cujo permanecia lhe olhando com aquelas pupilas já enormes lhe encarando enquanto ele se perguntava interiormente se ela havia ou não gostado da cor de seu cabelo, ela tocou-lhe as orelhinhas também tingidas em rosa, com este manhoso esfregando a cabeça em si levemente por impulso ao sentir as mãos da mesma lhe acariciarem os fios macios, fazendo-a lhe beijar no cantinho da boca.

Fazendo um biquinho manhoso ele se inclinou mais até esta, murmurando um "Você não gostou?" de forma submissa, se agarrando a ela como se fosse um coala, querendo receber uma resposta de forma rápida, beijou-lhe os lábios ao vê-la assentir em aprovação, havia gostado sim de seu novo cabelo - e aquela altura do campeonato já especulava o dedo do Min metido nisso tudo, os híbridos não conseguiriam fazer aquilo tudo sozinhos, desde o cabelo aos bilhetinhos -, inclusive da ousadia deste também era um ponto cujo havia gostado, talvez até mais do que realmente deveria. O híbrido respirou fundo já sentindo uma certa mudança em sua respiração antes mesmo de fazerem algo, mordeu o lábio inferior, aproximando a boca gordinha da semelhante de sua dona, sugando seu lábio superior sem mais nem menos, enquanto gentilmente - um tanto quanto tímido - erguia sua língua tocando o músculo rosado de sua noona, entrelaçando-os.

- O que deu em vocês hoje? - Perguntou rindo levemente ao se desprender do beijo, prendendo sua respiração por impulso ao ter o mais novo desferindo um chupão na pele de seu pescoço, não sabia ao certo o que estava fazendo só fazia porque achava ser necessário, era algo que ela costumava fazer consigo, então poderia fazer com ela, certo? - O-Onde aprendeu isso?! - Questionou-lhe sentindo os incisivos do felino rasparem na pele próximo a sua clavícula, desferindo beijinhos molhados naquela área, sua vontade era morder ela com gosto, mas ele não queria lhe machucar.

- Apenas tente aproveitar ao máximo, noona - Suas bochechas queriam queimar em vergonha para denúncia-lo de uma vez por todas, mas o gatinho se esforçava, tentava ao máximo não sentir vergonha mesmo tentando tomar as rédeas da situação perante sua dona, sendo atrevido da forma que seu hyung felino lhe instruiu, só talvez um pouco tímido, mas tentava o máximo deixar isso de lado para dar o seu melhor em sua parte do presente, queria muito que ela gostasse do presente - Nós tentamos preparar algo especial para você, então relaxe, por favor. - Pediu de forma manhosa, invertendo as posições rapidamente, pondo-a na cama e ficando por cima de si, rebolando em seu colo deixando esta com tesão ao ter o seu gatinho mostrando todo a sua excitação em sua ereção cujo era levemente pressionada abaixo de si, em suas partes íntimas, esfregando seu pênis perto do clítoris da mesma.

Demonstrando sua satisfação, Jimin gemia sôfrego, arfando hora ou outra enquanto soltava suspiros misturando todos estes, sentindo esta um tanto quanto ainda perdida sem saber ao certo o que deveria fazer naquele momento em que tinha o rosado em cima de si lhe atiçando, fazendo com que a mesma lhe segurasse a cintura, afundando levemente seus dedos na textura macia da pele do híbrido, puxando-o para mais um beijo ondulando o quadril contra si, arrancando gemidos do mesmo enquanto esta movia seu quadril ajudando ambas as intimidades a colidirem, se esbarrando e roçando.

- A-aah... Isso... I-Isso é bom - O coração deste estava avançando o sinal, enquanto o mesmo tentava se manter calmo usando as táticas que seu hyung havia lhe dado para manter a calma caso ele ficasse nervoso ou algo do gênero, tinha que se controlar - N-Noona - Arfou soltando um gemidinho esganiçado quase que de forma feminina, sentindo as mãos macias de sua dona tocando seus mamilos rijos fazendo-o arquear o corpo em aprovação gemendo alto ao ter aquela área pressionada contra os polegares de Star, se arrepiando com seu toque.

- Diz 'pra noona o porquê de você estar assim, diz - Repetiu como se estivesse se tratando de uma criança, se sentando na cama enquanto o arrumava em seu colo, sentindo as mãos pequenas e fofas se apoiarem por trás de seu pescoço perto de sua nuca, se agarrando a ela ao sentir a mão da mesma deslizar por seu abdômen até seu pênis, acariciando-o por cima da calcinha rosa bebê de renda, massageando-o enquanto sentia os pequenos enfeites tocarem seus dedos da destra - O seu cio chegou? Uh? - Questionou vendo o mesmo negar com a cabeça abrindo a boca para soltar gemidos inadutiveis, gemendo manhoso enquanto ouvia a mesma continuar lhe questionando sobre tudo que estava acontecendo - Está tão sensível, um toque meu e você já se arrepia.

Negou com a cabeça, ainda acariciando o pênis do felino de maneira maliciosa, respirando com um tanto de dificuldade por conta do rosado em cima de si,  se ele não estava no cio, o que havia de errado consigo então? Ela não sabia responder ao certo, ela só sabia que teria que acabar com seu fogo. Ter aquele garoto por cima de si daquela maneira, ah.

Era quase que um presente para si.

A renda macia da calcinha rosa que o mesmo usava, roçava em sua barriga coberta pelo fino tecido branco de sua camiseta social, sentindo as mãos deste descerem de seus ombros, deslizando por seu colo até chegar a área de seus seios, tocando seus botões de maneira sugestiva, abrindo logo seus primeiros um tanto afobado, suspirando a cada segundo, parecia demais que ele estava em seus dias de "heat", mesmo que não fizesse sentido - era algo meio vago já que o híbrido já sabia o significado de cio. 

Após desabotoar os botões de sua noona, ele se deparava com seu colo exposto juntamente de suas clavículas, com esta abrindo mais dois, deixando expostos seus seios ainda cobertos pelo sutiã preto com um lacinho delicado em seu centro, fazendo com seus olhos fossem direcionados a atenção para estes, salivando internamente ao olhar-los com cuidado, mordeu seu lábio inferior puxando para o soltar devagar em seguida voltando a atenção dela para esta área. Sem se conter pegou a alça do sutiã da mesma com seus dentes, puxando-o para solta-lo lentamente em seguida, como uma provocação discreta que por um acaso deu super certo. Deslizando de seu pescoço, a canhota do híbrido parou no colo de seus seios, tocando no tecido preto de seu sutiã com seus olhinhos brilhando, olhando-a rapidamente para saber se poderia tirar, acabando por dar de ombros enquanto a isso, puxando o lacinho de seu sutiã com os dentes fazendo-a franzir o cenho em espanto, como se não estivesse esperando isso, e de fato não estava. Após soltar, viu esta lhe encarar com tamanha lascívia, como se fosse um predador prestes a atacar - ou, neste caso, perder completamente o controle.

Interiormente ela estava respirando fundo para se controlar, ao invés de jogar tudo para o ar, empurrar aquele - agora - rosado na cama, e foder com ele como nunca havia feito. Estava tão provocadorzinho, tão afoito e ao mesmo tempo tão.. entregue. Tão submisso vestindo aquela lingerie, estava pedindo para que fosse rude consigo, como se estivesse implorando de quatro para que ela se descontrolasse, e qualquer forma estava dando muito certa, ela sentia uma vontade enorme de ignorar os neurônios que tinham pensamentos racionais e apenas ouvir aqueles que lhe diziam para avançar em cima daquele pequeno gatinho que balançava o rabinho de forma submissa com seus olhinhos brilhando, como se suplicasse para que ela brincasse consigo.

- Okay, okay - Murmurou mais para si mesma do que para dar alguma resposta ao híbrido que estava em sua frente, vendo-o com uma provável interrogação em cima de sua cabeça, sem entender ao certo do que se tratava, do que sua dona estava falando, apenas observando calado esta ralhar enquanto passava a mão por seus cabelos desgrenhados de forma estressada, respirando fundo, ela parecia estar pensando em algo - Dane-se essa merda! - Ralhou de forma baixa para que seu gatinho não pudesse escutar, puxando-lhe com grosseria pela gargantilha rosa com detalhes em renda e glitter cujo usava, quase rasgando-a por tamanha grosseria, graças a Deus não rasgou, pois era muito linda e combinava perfeitamente com o felino, lhe deu um beijo de língua, sem se importar com nada no presente, nem se aquilo era demais para o gatinho.

Ele havia pedido.

- Noona-ah, eu quero leite! - Exclamou de forma fofa após o beijo exagerado, em um pedido aleatório momentâneo, fazendo esta rir levemente, enquanto o mesmo coincidentemente tocava seus seios, fazendo-a ligar uma coisa a outra, seu sutiã não tinha enchimento então ela conseguia sentir explicitamente as palmas deste tocando a si, inclusive seus biquinhos já rígidos por conta de seu desejo e excitação.

- Quer leite, bebê? - Ele assentiu rapidamente, se esfregando em si de forma manhosa, vendo a mesma sorrir maliciosa, sacana, se perguntando o porquê dela estar sorrindo daquela forma, quando tudo que havia feito era um pedido simples e aleatório, não havia sequer pensado antes de falar, seus olhos se arregalaram se assustando quanto a mão desta veio até sua nuca puxando-o até que estivesse perto de seus seios - Aqui - Arrumou sua posição e a do garoto a sua frente, vendo-o ainda um pouco assustado com tudo, a mesma apenas riu achando a reação deste adorável - Chupa. - Ditou seca de forma direta e um tanto apática, observando os olhos deste lhe encarando, com as bochechas do mesmo levemente mais avermelhadas, lhe encarando um tanto quanto envergonhado, comprimindo os lábios enquanto se esforçava um pouquinho apenas para ganhar coragem e fazer o que sua dona havia mandado.

Tocou-lhe o bico rijo com sua língua de maneira discreta e tímida, ainda hesitante, tocou a alça delicadamente com os dedinhos de sua canhota, deslizando sua mão por ela, tirando-a bem delicado, como se pudesse rasgar o sutiã apenas com um sopro, a ocidental tocou em sua mão, lhe ajudando a descer a alça de seu próprio sutiã, causando um choque térmico no pobre felino que apenas tentava fazer um bom serviço. Com a alça já caída, a ocidental puxara uma das partes da frente cujo cobria seu seio esquerdo, deixando-o completamente amostra, encarando este com uma expressão indecifrável, vendo-o aparentemente um tanto nervoso em relação a situação, apenas fechando os olhos ao se aproximar de seu biquinho, abrindo vagarosamente sua boquinha para logo abrigar a aureola e o bico de seu seio em sua boca quente, mamando-a de forma faminta ouvindo-a arfar tocando em seus cabelos de forma terna com sua destra, acariciando-lhe ali enquanto sua língua passava pela área sensível de seu peito, lhe fazia gemer baixo, de maneira discreta puxando levemente os fios lisos do rosado para trás, fazendo-o grunhir contra seu seio.

- Isso... ah.. - Respirou fundo, mordendo seu lábio inferior um tanto quanto forte ao sentir a mão livre deste, a outra cujo não estava apoiada tampouco segurando em nada, ir em direção ao seu outro seio, massageando-o - Bom menino - Ditou acariciando o rosto deste que permanecia fazendo seu trabalho, lhe lambendo por completo, chupando-lhe com finco e determinação, fazia tão bem que por um minuto a estrangeira assustou-se interiormente, levando suas mãos aos cabelos sedosos de seu gatinho, puxando-o acabando por ouvir um grunhido sôfrego do mais novo, sabia que não havia feito com força o felino era apenas manhoso demais.

- Estou fazendo direitinho, noona? - Perguntou de maneira ofegante, sorrindo levemente em seguida ao reparar que sua dona lhe olhava com um olhar cortante, sentia sua alma ser dilacerada apenas com o olhar desta, sentia-se completamente abusado apenas por ela lhe olhar daquela forma tão indelicada e rude, lábios sendo mordidos, cenho franzido, os dedos entrelaçados em seus cabelos, apertando-os.

Ah, aquela mulher era tão linda e gostosa que doía.

- Você quer me enlouquecer? - Murmurou de forma grosseira, puxando ainda mais os cabelos rosados do gatinho, vendo-o já submisso diante de sua fala, com aquele tom de voz dominante era fácil de fazer o felino se submeter a qualquer coisa que fosse, faria de tudo para agrada-la - Responde - Exigiu vendo este corar lhe encarando enquanto arfava, comprimindo os lábios, para em seguida tentar voltar a lhe chupar, tendo o rosto bruscamente puxando pela canhota da mesma.

Este apenas se limitou a negar com a cabeça, analisando o rosto de sua dona de perto, tentando pegar cada detalhe por mais minucioso que fosse, desejava guardar a imagem dela daquela forma tão devassa em sua mente como uma tortura pessoal. Os cabelos desgrenhados, os lábios vermelhos já inchados, a testa marcando seu cenho ainda franzido, enquanto uma de suas sobrancelhas permanecia arqueada em afronta.

- Você... - Ele sussurrou quase que num fio de voz, perdendo a fala ao olhar seus olhos, cujo parecia conseguir ver toda uma galaxia em meio a estes, ou talvez fosse apenas sua imaginação extremamente criativa fazendo efeito - é tão linda, noona. - Roçou seus lábios nos dela por impulso, vendo a mesma arregalar brevemente seus olhos, trazendo-o para si pela nuca de forma rude, sentindo este gemer por entre seus lábios, principalmente ao sentir sua língua ser tomada pela da ocidental, com esta chupando-a com exito - Ah.. - Gemeu após esta lhe chupar mais uma vez a língua, entrelaçando ambas as duas semelhantes, unindo-as de forma viciante, misturando as salivas de forma gostosa, fazendo o mesmo gemer pedindo por mais - Noona.. - Murmurou gemendo manhoso enquanto quase perdia as forças ao ver a liga de saliva que conectava sua língua com a de sua dona, suspirando enquanto choramingava - Me toma, por favor. - Gemeu falando o "por favor" em forma de suplica extremamente baixo enquanto mordia o lábio inferior sentindo as mãos desta subir por sua cintura, lhe trazendo para seu colo.

Prendendo as mãos em sua cintura, ela prosseguia com a provocação sem descanso, fazendo o felino grunhir, choramingando enquanto esta enroscava a língua em sua orelha, lambendo-a fazendo-o se arrepiar, as mãos desta lhe puseram mais perto, bem mais perto, exatamente em cima de seu colo, as barrigas se chocavam fazendo o mesmo estremecer levemente, sentindo o seu pênis roçar na pele alheia, fazendo-o revirar os olhos ao senti-la se mexer de forma brusca, lhe acariciando involuntário.

- Você quer que eu lhe tome? - Ele assentiu de forma desesperada, se remexendo um pouco no colo desta enquanto tinha os lábios da mesma colados em sua orelha, sussurrando cada palavra, lhe levando a loucura com tão pouco, ela era realmente boa quando se tratava disso - Quer que eu lhe tome como? Uh? - Provocou vendo o híbrido quase chorar implorando em seu colo, parecia querer falar algo mas não ter certas forças para isto, já estava submisso antes mesmo de fazerem qualquer coisa, só de ouvir seus passos no andar de baixo já se sentira fraco - Forte? Fundo? Bem gostoso? - Ele pós a língua levemente para fora assentindo sem parar de forma desesperada, necessitado, respirando com dificuldade - Me diga, Jimin. - Puxou seus cabelos da nuca, observando o mesmo desnorteado com isto, juntando ambas as testas em seguida, sentindo o mesmo arfar mais de perto, com a respiração deste batendo contra seu rosto de maneira entrecortada - O que quer que eu faça?

- A-ah... - Gemendo de forma dengosa, o mais novo sentia ela lhe acariciar mais naquela área tão sensível que era sua glande, porra ela parecia estar fazendo de propósito só para lhe ver no limite  - Quero q-que me foda. - Respondeu quase que deixando que sua voz falhasse por completo.

Deslizando as mãos pela cintura do rosado, a ocidental empurrou-o levemente para que este se desgrudasse de si, após este parar de lhe agarrar ela pode deita-lo na cama devidamente, para que pudesse tocar o seu corpo da forma como preferia, vendo este se arrepiar ao tê-la apenas tocando sua abdômen de forma delicada, deslizando estas mais uma vez por seu corpo até chegar aos seus mamilos róseos, apertando-os após roçar nos mesmo ouvindo o garoto sibilar um tanto alto, soltando um gritinho afeminado.

- Hmm.. - Grunhiu fechando os olhos ao sentir esta pressionar seus botõezinhos um tanto rude, arrastando os polegares pela sua pele tão delicada como uma porcelana, rosada e macia como algodão doce.

Desferindo uma lambida em um de seus botões, vendo este se arrepiar com o contato momentâneo, este corado por tê-la lhe fazendo agrado naquela área tão sensível, ouviu o menino soltar um gemidinho manhoso fazendo com que ela lhe olhasse apenas para conseguir ver sua expressão, um de seus olhinhos estava fechado enquanto o mesmo continuava choramingando, com os lábios inchados e rosados, fazendo a mesma morde-lo naquele lugar, descendo até o pescoço, para dar atenção aquela área alva. Fazia um tempo que não marcava seus meninos, por dias esteve muito ocupada no trabalho, não deu atenção direito ao seus meninos, isso lhe fazia se sentir culpada. Eles eram bebês, precisavam de carinho.

Precisavam de seu carinho.

- Vem cá, gatinho - Murmurou roçando seu nariz desde a clavícula até perto de seu maxilar, com sua destra erguendo a coxa do mais novo, juntamente com sua perna que fora dobrada de forma estratégica por esta cujo desferia chupões fortes em seu pescoço como uma forma de matar a saudade - Deixa a noona te dar atenção. - Sussurrou em seu ouvido, mordendo-o por trás da orelha de forma delicada, ouvindo mais um gemido escapar de sua boquinha apetitosa.

Jimin choramingava repetidas vezes, gemendo alto ao ter a língua molhada e um tanto gélida desta encostar em sua pele quente, era revigorante aquela sensação que lhe enchia de torpor. A sua mão livre foi deslizando pela pele macia de seu felino até chegar no pênis endurecido deste, ouvindo um gemido engasgado sair de forma esganiçada direto da garganta do rosado ao tê-la pegando na sua extensão de forma rude, apertando-o levemente. Soltou um suspiro controlado ao sentir o pré-gozo lhe melar a mão, lhe ajudando na lubrificação fazendo com que sua mão pudesse se mover de forma mais rápida, levando o gatinho a loucura, fazia tempo que ela não lhe tocava daquela forma, estava agradecendo mentalmente seu hyung por tê-lo colocado como a primeira parte do presente, não sabia se conseguiria aguentar esperar assim como Jungkook faria, ou até mesmo Taehyung, achava que iria enlouquecer só de pensar.

- N-noona... - Chiou sentindo-a bombear-lhe o falo com mais veracidade, enquanto a mesma tinha seus lábios voltados para o ouvido do pequeno híbrido cujo arfava e suplicava para que ela lhe tocasse mais e mais, sem parar, para que esta lhe fizesse gozar, mas, estava mais que claro que ela não iria fazer isso, não iria acabar com a brincadeira rápido assim, o que mais queria era ver o felino aos prantos implorando por si com extremo desespero, claro que não iria acabar com tudo tão rápido assim tendo uma imagem como aquela de seu gatinho choramingando manhoso, tendo uma peça de lingerie em seu corpo delicado, sem contar a nova coloração de seus fios de cabelo que estava lhe deixando mais excitada ainda - A-aah! Noona! Ma-ais... mais! M-mais rápido!

Mordeu seu lábio inferior fortemente, sentindo um gostinho suave de sangue logo após isso. Aumentou os movimentos em seu pau, ouvindo o gatinho gemer mais alto, lhe olhando com os olhos marejados, vendo esta puxar o ar por entre os dentes em uma expressão de raiva, franziu o cenho em confusão, formando um biquinho em seus lábios gordinhos, levando seu olhar até uma parte do lábio inferior de sua dona, vendo que o mesmo sangrava em abundância.

- Porra... - Ela resmungou sentindo o sangue escorrer, levando a mão livre até o seu lábio, tentando no minimo limpa-lo, sentindo a mão do gatinho ir em direção ao seu rosto com um tanto de desespero em mente, a preocupação falou mais alto, não queria se importar com a situação em que estava, ela estava sangrando afinal - N-não precisa se preocupar, bebê.

- N-Não... Não s-se machuque, noona! - Ditou sôfrego, limpando o sangue que havia nos lábios da mais velha, choramingando por ainda estar sendo tocado por esta, tendo ela diminuindo a velocidade - Ah.. a-ah. - Respirou fundo fechando os olhos fofamente, respirando ponderado - Estou perto.. ah, e-estou... - Advertiu a ocidental impulsionando seu quadril para a frente, sentindo a mão desta sair de cima de seu pênis - O-o que... - Murmurou suspirando desnorteado.

Ela puxou-o para mais um beijo, utilizando sua palma para apalpar os lençóis da cama, a procura de algo específico. Sabia que ali tinha alguns "brinquedinhos", porém, estes caíram com tanto remexer que a cama fez por causa dos dois em cima da mesma, agora todos os produtos eróticos haviam caído no chão. Ao cogitar essa possibilidade, pensando que seria o mais provável, revirou os olhos, agarrando novamente o pau do gatinho, ouvindo-o gemer alto extremamente sensível, miando enquanto suplicava para esta lhe fazer gozar, tendo a atenção de sua dona voltada para a área perto dos pés da cama, olhando ali sem parar, acabando por descer sua mão livre, agarrando um tubo de lubrificante, talvez dois, pondo em cima da cama juntamente com um vibrador de tamanho médio.

- Vem cá, vem, Jiminnie - Ditou prontamente, maliciosa toda, afim de ver aquele vibrador de vinte e dois centímetros no cuzinho de seu híbrido tão gostoso, viu este se levantar, se sentando com uma interrogação em sua cabeça, com suas orelhinhas e rabo se mexendo em plena animação e excitação do que estaria por vir, mal imaginava os planos que tinha para si, ou talvez imaginasse, já conseguia até imaginar, e só de imaginar já sentia que iria ter um ataque cardíaco e precisaria ir para o hospital se recuperar de tal visão, abençoada seja a bunda de Park Jimin, nação - Que a noona vai te foder gostoso.

As orelhinhas de gato se mexeram ainda mais ao ouvir isto, para ele era como um convite, havia soado como "vem cá, 'pra eu te dar mais e mais amor", até por quê foi exatamente isso que Yoongi hyung lhe disse, com todas as palavras e assentos - ele havia lhe dito que era uma forma diferente de falar aquilo, sem ser necessário tantas palavras. Ele se sentou em posição de índio perto desta que o olhou com malícia, lhe puxando pelo braço, fazendo o mesmo quase cair em cima de si, pondo a mão livre em sua cintura, puxando-o até que o peito do felino estivesse perto de seu rosto, chupando o seu botãozinho róseo esquerdo, tão rosadinho, tão fofo, combinava perfeitamente com o gatinho, com seu corpo, seu rosto, tudo! Tudo parecia ter sido feito sob medida por Deus.

Ah, e como o agradecia.

- Hmm.. a-ah! - Choramingou, chiando ao senti-la chupar, entrelaçando a língua no seu mamilo, miando manhoso ao sentir a mão desta no seu outro, o acariciando com gosto, ouvindo um gemidinho esganiçado sair de sua boca juntamente com sua respiração irregular - Oh, isso é b-bom! - Exclamou pondo levemente a língua para fora, após engolir o seco, entrelaçando os braços por trás do pescoço de sua dona como se fosse uma menininha prestes a descobrir os prazeres da vida.

- E vai ficar melhor ainda, babe. - Safada, avisou ao pequeno felino que já se sentia ainda mais excitado só por especulações, ela estava lhe provocando tanto, mal conseguia parar o coração no lugar.

Segurou mais firmemente a cintura de seu rosado, descendo as mãos até a calcinha e meia calça cujo usava, tirando ambas as duas de seu corpo, lhe deixando apenas com a gargantilha. Mesmo que fosse doloroso para si tirar aquela lingerie tão atrativa do corpo definidinho de seu híbrido, precisava foder ele. Precisava fodê-lo com urgência.

Sentia a completa necessidade de foder a bundinha de seu híbrido, da melhor maneira que poderia.

- Se vire, bebê - Fez um gesto para que o mesmo entendesse, fazendo-o acatar o pedido, vulgo ordem, na mesma hora, se virando e perguntando um "assim?", ela alisou com a destra o bumbum deste, pegando os seus "materiaizinhos" com a canhota, pondo tudo perto de si para ter fácil acesso ao vibrador e os lubrificantes - Agora, levanta o bumbum 'pra mamãe, empina meu gatinho.

Ele suspirou, empinando assim como esta havia lhe pedido, mexendo a calda em antecipação, completamente animado. Ela riu levemente murmurando um "bom garoto", melando sua mão com o lubrificante, depois de estapear a bundinha rosada de seu garoto, deixando uma bela d'uma marca avermelhada em si, ouvindo-o soltar um gritinho gostoso em apreciação ao tapa. Melou seu indicador e dedo do meio, empurrando um pouquinho as costas do híbrido, lhe deixando levemente arqueado.

- Talvez doa um pouquinho, baby. - Ele piscou os olhos em confusão, entendendo do que a mesma estava se tratando quando ela enfiou o indicador em si, não doía bem, era só um pouco desconfortável, suspirou novamente sentindo esta mexer o dedo dentro de si, dando "voltinhas", fazendo círculos e círculos - Vai ficar melhor, okay?

Ele assentiu prontamente, rebolando por impulso quando sentiu o segundo dedo lhe adentrar, fazendo escapar da boquinha cheinha do híbrido gemidos fracos e sôfregos, baixinhos, apreciando pouco a pouco o que havia lhe adentrado, rebolando suavemente contra os dedos de sua noona, cujo insistiam em fazer movimentos de tesoura dentro de si. Aquilo era tão bom!

- Aa-ah! - Gemeu abaixando sua cabeça, se remexendo afim de que os dedos se afundasse mais em si, era tão bom, por que ela não podia lhe dar mais? - F-Fundo.. a-ah.. hmm.

Gemeu manhosinho, ouvindo uma risadinha vir de trás de si, com a mais velha passando lubrificante no vibrador, enfiando a glande por completo dentro de seu menino, ouvindo-o gemer um tantinho mais alto. Engasgando com o gemido ao tê-la enfiando até a metade do dildo em si, metendo levemente em seu ânus, em um vai e vem gostoso, sem tira-lo por completo, apenas o movendo. Ela sorriu abertamente ao ouvir os gemidos e suspiros sôfregos do felino, enfiando tudinho dentro de si sem pudor, ouvindo-o gemer sensível de forma alta. Estocou-o fortemente, ouvindo-o dar um miado alto, como se fosse um grito - um grito de um gato -, rebolando levemente enquanto choramingava de forma fofa.

- Acho que eu achei algo, bebê. - Remexeu vibrador dentro de si, dando voltas com ele dentro deste - Esse é o seu pontinho? - Ele assentiu sem nem ao menos saber do que se tratava, rebolando e rebolando contra a mão desta, sentindo-a acertar em cheio da sua prostata.

Ela ligou o vibrador, enfiando-o fundo em si, murmurando algumas coisas no ouvido de seu híbrido, vendo este revirar os olhos gemendo alto enquanto a mais velha surrava sua próstata com exito, com gosto, agarrando o pênis deste, bombeando-lhe levemente, vendo-o franzir o cenho arregalando gradativamente seus olhos,  para então os fechar abrindo a boca em um gemido mudo, gozando após mais algumas investidas contra seu pontinho, melando uma pequena área do lençol.

- A-Ah, eu s-sujei os lençóis, noona - Comentou fazendo um beicinho emburrado, decepcionado consigo mesmo, choramingando - D-Desculpe.

- Tudo bem, meu amor. - Beijou sua bochecha, mordendo-a enquanto dava uma rápida mexida no vibrador ainda na entrada deste, desta vez desligado, ouvindo um grunhido manhoso do rosado - Depois eu lavo.

Beijando-lhe intensamente, ela envolvia o híbrido em um ósculo quente, e extremamente excitante, ouvindo os gemidos deste cujo estava muito sensível por conta do orgasmo recente. Ela o deitou na cama, ficando por cima de si, sentindo a mão deste ir até sua própria entrada tentando retirar o vibrador de dentro de si, senão, acabaria tendo outro orgasmo sem nem fazer nada. Ao tentar teve sua dona lhe pegando pelo pulso, expulsando sua mão de perto da área, lhe fazendo choramingar em birra, queria tirar, precisava tirar mas a mais velha não estava deixando. Ela murmurou um "não" ouvindo-o resmungar em sinal de manha. 

- N-não, noona! - Murmurou tentando novamente tirar o instrumento de si, gemendo no processo, sua mão escorregou e acabou lhe fazendo desferir uma estocada em si mesmo - A-Ah... droga. - Sôfrego respirou fundo tentando novamente, acabando por levar uma estocada de novo, tão desastrado.

- Não mexa, bebê. - Ditou negando com a cabeça enquanto tirava a mão deste da base do vibrador, cujo estava extremamente melado com o lubrificante, era por isso que sua mão escorregava tantas vezes - A noona promete tirar direitinho depois.

Ele assentiu com os olhinhos fechados, recebendo um beijinho na cabeça desta, cujo lhe achara extremamente fofo. Ela lhe beijou novamente, chupando sua língua após morder seu lábio inferior e sugar o superior, já conseguindo endurecer o pênis do gatinho que havia gozado a pouco. Ela acariciou-lhe a ereção pré-formada, tendo um suspiro saindo da boca deste.

- Deixa a noona te foder mais uma vez, kitten? - Ofegou mordendo o lóbulo de seu garoto, ouvindo-o gemer assentindo prontamente, com sua ereção se formando por completo - Ah, que delícia. - Comentou apertando o pau de seu menino, ouvindo-o soltar um gemido alto em aprovação.

Utilizando os resquícios de gozo que havia em seu pau, ela começou um delicado movimento de cima para baixo, lambendo os roxões no pescoço deste animada subitamente. De repente ela simplesmente se abaixou, ficando a altura do pau deste, e meteu-lhe na boca com suavidade e calmaria, já sentindo o pré-gozo presente em sua língua, brincando com seu paladar, delicioso era aquele gostinho, nunca se enjoaria. 

- A-ah, noona! - Gemeu ainda vulnerável, sentindo o falo sensível ser envolvido pela cavidade bucal de sua dona cujo lhe puxava para mais perto de seu rosto, sentindo o cheiro inebriante de pré-gozo preencher suas narinas, lhe dando mais empenho para enfiar tudo do garoto em sua garganta.

O pênis de seu gatinho, não era pequeno, mas também não era algo colossal, era agradável, suportável, compatível para o corpinho frágil deste - se bem que era um pouco mais grosso que o dos outros. A mão esquerda desta deslizou até a base do vibrador que estava para fora da entrada do rosado, ouvindo-o gemer manhoso para si, estocando o garoto com destreza enquanto o chupava avidamente, chegando aos seus ouvidos mais e mais gemidos sôfregos do garoto cujo já estava lhe implorando para gozar novamente.

- A-aah! N-noona! - Rebolou contra a mão de sua dona, rebolando contra seu rosto, fazendo seu quadril ir contra o rosto desta, afim de afunda-la mais a boca desta em seu pau, fazendo-a estocar-lhe mais profundamente, lhe acertando vezes seguidas em seu pontinho, girando o vibrador em sua entrada, dentro de si enquanto o ligava novamente - Me f-fode gostoso, noona.. - Suspirou sôfrego, arqueando as costas enquanto jogava a cabeça para trás, impulsionando mais seu quadril contra a boca alheia.

Suas orelhinhas se mexeram como em um impulso, como se fosse um tique nervoso, mexendo-se bruscamente por um instante hora ou outra, juntamente com seu rabo que balançava animadamente de um lado para o outro enquanto tinha a desesperada vontade de gozar e expelir tudo no rosto de sua noona, mas ele não poderia fazer aquilo, teria de se controlar, teria de se controlar. Respirou fundo segurando o máximo possível enquanto puxava a mesma para cima de si, fazendo-a cair sobre seu corpo, acabando por bater a boca na sua, fazendo suas orelhinhas de gato se mexerem em excitação, beijando-lhe com luxuria.

- J-Jiminnie, eu estava acabando---

- Deixa eu brincar um pouco com você, mommy? - Seus olhinhos piscavam de forma infantil enquanto o mesmo lhe interrompia sem ao menos ligar se havia soado mal educado ou não, nada soaria mal educado vindo daquela boquinha fofa e rosadinha, ainda mais por conta de seus olhinhos de gato manhoso.

Ela não poderia reclamar nem mesmo se quisesse.

- O-O que quer fazer Jiminnie? - Perguntou vendo o menino se levantar empurrando-a para o lado, para que a mesma se deitasse, assustando-a, tirando o resto de roupas que havia no seu corpo, jogou tudo para longe, deixando sua dona nua perante si, foi necessário muita coragem de sua parte para tomar uma iniciativa como aquela, até parou para respirar fundo e se acalmar - W-woa.

Ele lhe puxou pelos braços, beijando sua pele fria que no momento parecia estar pegando fogo a cada toque que o rosado dava em si. Ele levava as mãos da mesma até atrás de sua nuca, querendo que a mesma entrelaçasse os braços em seu pescoço como apoio, beijando seu pescoço inquieto, pedindo permissão para toca-la devidamente, recebendo um aceno como resposta, ela fechava os olhos, sentindo leves mordidas em sua clavícula, após receber uma série de beijinhos molhados em sua boca. Estava animado demais.

- Mommy... - Ela o ouvia murmurar contra sua orelha enquanto apalpava seus seios, descendo até a base de seu pênis com uma das mãos, introduzindo nesta que a esta altura já estava com os olhos abertos lhe encarando deixando o garoto ainda mais tenso - Ah, não me olha assim - Suspirou olhando para baixo, terminando de introduzir o pau na entrada molhada de sua dona, extremamente devagar afim de não machuca-la.

- Está com vergonha da sua mamãe? - Ele soltou uma lufada de ar pesada, encostando a cabeça em seu peito, ouvindo-a rir soprado enquanto o mesmo tentava estabilizar sua respiração, era a primeira vez que fazia aquilo em toda sua vida, era a primeira vez que estava por cima de sua noona - Você é tão fofo, gatinho!

- Não estou com vergonha! - Ditou com suas bochechas já avermelhadas, negando com a cabeça sem parar, enquanto se forçava a olha-la novamente, piscando seus olhinhos adoráveis de gatinho - Não me trate dessa forma noona, estou tentando cuidar de você como você cuida de mim. - Ela sorriu de forma terna, achando adorável, acabando por levar suas mãos até as bochechas rosadas do mais novo.

- Own, você é tão fofo, tão bom pra mim!  - Mordeu a bochecha deste, vendo-o franzir o cenho irritado, mordendo a boca desta atrevido, raspando seus incisivos em seus lábios, lambendo o superior - Meu bebê é tão adorável e---aAh! J-Jimin-ah!

Ao ouvir da boca de sua dona novamente a palavra "adorável" em referência a si, o felino revirou os olhos, começando a lhe estocar com força, gemendo baixo no processo. Estocou fundo de forma gostosa ouvindo-a gemer alto em aprovação, arfando e ofegando enquanto Jimin continuava lhe estocando bem gostoso, cada estocada sentia seu útero ser surrado, Jimin gemia baixo e levemente rouco rente a seu ouvido, murmurando provocações, lhe chamando de mamãe e coisas do gênero enquanto seu pau era apertado pelo interior molhado desta.

- Eu sou adorável, não sou, mommy? - Provocou roçando o nariz perto de sua orelha, em seu pescoço para ir então para perto de seu maxilar, mordendo-a naquela área - Foi bom me foder, hm? - Questionou sacana, desferindo um tapa na coxa desta - Ah, a noona é tão boa.

- J-Jimin-ah! S-Seu gato atrevido! - Estapeou o ombro deste cujo permanecia lhe provocando, fazendo-o rir levemente em descontração - M-merda!

  Continuou estocando-a, uma, duas três, oito vezes ao todo, fora o necessário para que chegassem ao ápice juntos, fazendo com que o mais novo caísse deitado ao seu lado. Olhando para esta com a respiração descompassada ao mesmo nível que a sua, sendo que talvez estivesse bem mais. Ela tinha seus olhos fechados enquanto, sentia-o lhe encarar sem pudor.

- Vai ficar me olhando mesmo? - Sacaneou, vendo este negar com um sorriso.

- Desculpe, é algo que não consigo evitar. - Ele sorria desviando o olhar para as coisas a sua direita - A noona é realmente linda.

- Eu agradeço - Respirou fundo, suspirando em alegria - Bem, se eu cuidei do seu probleminha, eu irei dormir.

- A noona não pode. - Negou com a cabeça com um biquinho manhoso em seus lábios - Não agora.

- E o que tenho que fazer para descansar um pouco? Hm?

- Ir na porta ao lado.

O quê?!

↞-✵-↠

 

Jimin havia lhe entregado um roupão branco, com algumas fitinhas nas cores rosa, vinho e branco em suas amarras. Havia dado tudo como indicado, para que a mesma não chegasse nua do outro lado, esta só havia posto novamente sua calcinha por desconforto. Não estava entendendo nada, o motivo pelo qual Jimin lhe entregou aquele roupão, ou o motivo pelo qual a enxotou do quarto de modo eficaz para que a mesma seguisse a ordem mostrada no papel anterior.

Tinha de ir para o segundo quarto.

Naquela casa, originalmente, haviam três quartos, um era usado pelo proprietário e sua esposa antigamente, o outro era o de seu filho, um outro cujo parecia vazio e sem utilidade , e havia um para as visitas - cujo era os quartos que ele também alugava. Respirou fundo, tentando se acalmar, enquanto já estava mais recuperada dos acontecimentos anteriores, ela tocou na maçaneta gélida, abrindo a porta com extrema cautela em seguida, com medo do que viria a seguir. E ao abrir a porta ela pode se deparar com uma cena.

Ah, maldita cena.

Taehyung usava uma calcinha maior que a de Jimin, mais composta digamos assim, completamente vinho, totalmente rendada da cabeça aos pés, ele lhe olhava com volúpia, via suas orelhas em alerta assim como sua calda que balançava de um lado para o outro sem parar. A sua posição estava diferente da de Jimin, podia-se ver o rabo balançar devagar de um lado para o outro, o seu rabo felpudo provocante juntamente com seus olhos castanhos fazendo com que a ocidental parasse na porta, ainda com o roupão em seu corpo, juntamente com um par de pantufas peludas e macias.

Ela estava paralisada diante daqueles olhos devoradores.

- Segunda parte do presente!  - Taehyung disse com convicção, em animo indo para perto da beirada da cama, sentando nesta provocante mente enquanto fazia um gesto com sua mão esquerda - A sua raposa, é a segunda parte do presente noona - Ditou passando a mão por seu próprio corpo, sem se preocupar com o olhar da mais velha sobre si, se ela acharia errado ou tendencioso, não se importava com isso no momento, ela poderia lhe chamar de vadia se quisesse - E sabe o que ela vai te dar? - Questionou com um sorriso brincando em sua boca, deixando seus incisivos afiados amostra para sua dona, fazendo com que ela concentrasse seus olhos ali, desviando seus olhos para o rabo acinzentado do Kim - Uma foda inesquecível.

Ela soltou um suspiro, indo em sua direção enquanto via o mesmo ficar ainda mais animadinho, não sabia dizer se isso era algo bom ou ruim. Sentiu as mãos deste lhe envolver, puxando-lhe pelas amarras da cintura, tocando a área de seus ombros completamente coberta, deixando-a exposta para si. Umedecendo os lábios, mordendo o inferior, Taehyung se via completamente excitado, e mal havia tocado-a.

Só de ouvir a voz dela já sentia seu pau latejar, talvez fosse uma espécie estranha de doença.

- Seus ombros são bonitos, noona - Comentou de forma minuciosa, puxando o ar por entre seus dentes, tocando a pele de seus ombros, arrepiando-a levemente os pelos de seu corpo.

- Obrigada pelo estranho elogio, raposinha - Retrucou da forma como sempre fazia quando recebia elogios diferentes de seu híbrido do meio, desviando o olhar para o lado momentaneamente - Está lindo com essa roupa, sabia? - Agarrou-se aos ombros deste, passando os braços pelo pescoço deste, tocando a simples, porém trabalhada, choker que ele usava em seu pescoço - Está me enchendo de tesão.

Ele sorriu malicioso, puxando-a para cima de si em excitação, balançando seu rabinho animado, puxando-a para um beijo que primeiro começou como um selar gentil, para passar a ser um beijo provocante com até direito a chupões na boca, logo as deixando inchadinhas.

- Vejo que Jimin já falou algumas coisinhas essenciais para a noona - Ele sorria sacana, arrumando sua dona em seu colo, sentindo-a roçar levemente em sua ereção, deixando-o mais excitado ainda - Anh, droga - Respirou fundo, fechando os olhos por um instante, vendo-a com um sorriso nos lábios em sua frente, mais sacana do que a si mesmo, ela parecia debochar de si internamente, mas não podia mentir.

Adorava vê-la daquela forma.

- Por que diz isso? - Indagou ela o encarando, sem tirar os olhos da raposa um segundo sequer, parecia querer captar cada ação com ele vestido daquela forma, assim como Jimin, ambos os dois estavam extremamente sexy's.

- Bem, você não pareceu tão surpresa quando me viu vestido desta forma - Ele apontava para o próprio corpo, voltando com o maldito sorriso malicioso no rosto, fazendo com que esta rolasse os olhos por seu corpo a dentro, analisando-o de forma nada decente o híbrido - Sem contar que.. A noona não fez tantas perguntas.

Pegando-a pelo pulso, sugou o seu lábio inferior com gosto, sentindo a língua desta entrar em contato com a sua, lhe chupando da maneira que preferia, ouvindo o híbrido gemer, grunhindo sôfrego enquanto mordia levemente seu lábio inferior, retirando um suspiro abafado da boca da estrangeira. Levou-na até os travesseiros macios, pondo-a em meio a eles, deixando-a bastante confortável naquele meio, deslizando as mãos até as amarras de seu roupão, abrindo-o levemente, só para se auto-torturar um pouquinho quando se tratava do corpo de sua dona, abrindo um feixe de sua roupa, olhando-a completamente nua por baixo deste - isso é, se não fosse a calcinha que ainda estava em seu corpo, lhe causando um pouco de surpresa talvez. Observou as curvas desta, comprimindo os lábios em hesitação, tocando-a a cintura perto dos seios suavemente, deitando-se por cima desta, beijando seu maxilar antes de descer por seu pescoço, desferindo chupões por todo ele.

- Quem ensinou vocês isso tudo foi o Yoongi, certo? - Questionou enquanto sentia o platinado lhe morder com vontade, lhe marcando como conseguia, deixando o pescoço desta roxo cheio juntamente com marcas avermelhadas.

- O Yoongi hyung, pediu para manter sigilo. - Ela revirou os olhos, puxando-o para cima, focando em seus beijando-o mais uma vez, entrelaçando ambas as línguas com desenvoltura, puxando os fios da nuca do platinado enquanto roçava o corpo contra sua ereção, sentindo a calcinha cujo este usava já úmida.

- Eu ainda não sei o motivo desta loucura toda - Murmurou enquanto voltava a beija-lo, sentindo as mãos alheias passarem desinibidamente por seu corpo, lhe apalpando da forma que podia - Não faz sentido para mim vocês estarem usando estas roupas, e se comportando desta forma. - Sentiu sua língua ser chupada avidamente por este cujo já estava olhando-a sarcástico  - Não que eu esteja reclamando.

Ele soltou uma risada soprada em descontração, vendo a mesma fazer o mesmo rindo levemente consigo. Até mesmo quando ela não queria ser engraçada, ela era, parecia ser algo já seu.

- Será que você vai reclamar se eu passar minha língua todinha pelo seu corpo? - Ela lhe olhou em desafio, vendo este praticamente assentir com o olhar, recebendo como resposta apenas uma desviada de olhar um pouco hesitante, ele sorriu descendo pelo seu corpo, fazendo o que havia prometido.

Lambia seu pescoço, as marcas cujo foram feitas por Jimin, e as suas próprias, mordendo as mais escuras fazendo com que a mais velha soltasse um grunhido dolorido. Sentia explicitamente os lábios um tantinho finos em sua pele quente, descendo e descendo, lhe beijando e lambendo até chegar em seus seios onde desferiu uma leve mordida no mesmo, para então começar a chupa-lo um pouco apenas para dar inicio a brincadeira.

Chupou cada um de seus seios, ouvindo os gemidos agraciarem seus ouvidos de bom grado, adentrando seus timpanos e fazendo uma festa lá dentro até que chegasse ao seu sistema nervoso, deixando seu pênis mais duro do que já esta - se é que isso ainda era possível. Após passar alguns minutinhos ali, ouvindo-a gemer enquanto mamava em seus seios, desceu para o seu foco unitário e principal; a bocetinha molhada de sua dona.

Lambeu os lábios só de vê-la necessitada daquela forma, agora ela sabia como ele estava se sentindo, sabia como ele se sentia todo aquele tempo agora. Umedeceu mais uma vez seus lábios, para finalmente poder ataca-la da melhor forma que conseguia, chupando-a de maneira deliciosa, ouvindo-a gemer alto após enfiar fundo dentro de si sua língua, lhe estocando com a mesma, fodendo-a daquela forma maravilhosa.

- Isso é bom? - Ironizou sarcástico aquela pergunta que ela sempre fazia para si, e para os outros dois híbridos, dando aquele ar de "parece que o jogo virou, não é mesmo?", ouvindo-a suspirar em resposta, rebolando contra sua boca enquanto tratava de segurar suavemente seus cabelos - Quero uma resposta, noona. - Ditou bufando em seu pontinho, vendo-a se contorcer em meio a cama, embolando os lençóis, estavam pouco se lixando para isto no momento - Ah, presumo que queira que eu pare, certo?

Se afastou levemente, levando sua boca junto consigo, parando os estimulos na mais velha cujo estava extremamente sensível no momento, apenas queria que ele continuasse a lhe dar prazer, já que fora isto que o mesmo lhe prometeu a minutos atrás. Parecia precisar daquela língua mais que tudo para viver no momento.

- N-não, TaeTae! - Exclamou elevando seu tom de voz um pouco, puxando-o novamente para cima de si, cruzando suas pernas em volta do mesmo afim de prende-lo a si - Não, pare! Está muito bom - Engoliu o seco juntamente com seu orgulho em falar aquilo, sentindo os lábios do menino em seu clitóris novamente em seguida, chupando-lhe verazmente - Aanh! Porra! - Gemeu alto resmungando enquanto sentia a língua do canino lhe adentrar novamente.

Merda, aquilo era tão bom.

- T-Taehyungie-ah - Estava sentindo, da forma que estava, se ele continuasse iria gozar só ali.

Se sentiria inútil, não costumava gozar assim tão rápido, queria aguentar um pouco mais como de costume.

- P-pare! N-Não vou aguentar se continuar, pare! - Alertou-o vendo o mesmo lhe lançar um olhar minucioso, não parecia estar se importando para suas preferência no momento, o que ele mais queria era que ela gozasse em sua boca.

- E se eu não quiser? - Desafiou pondo sua língua certeira no clitóris desta, dando voltinhas com a mesma fazendo estar abrir a boca em um gemido mudo, observando-o brincar consigo da forma que achava melhor, enlouquecendo-a com tão pouco - Huh? - Sacaneou, ouvindo um resmungar irritado desta, um palavrão em ralhar saindo da boca da mais velha cujo estava euforicamente agitada, com sua respiração descompassada - E se eu não parar? O que a noona vai fazer?

- T-Taehyung... - Chamou seu nome irritada porque este não estava lhe obedecendo, estava sendo um mal menino e olha que nem estava no cio, ele costumava ficar bem "agressivo" nessas horas, mas aquilo já era demais - Estou lhe avisando, p-pare com isto agora.

- Ah... - Estalou a língua no céu da boca, negando com a cabeça após parar para pensar por um instante, ou pelo menos fingir que realmente o fez - Não vai dar. -  Deu de ombros de forma simplista, vendo esta ficar de cara com sua ousadia, estava adorando causar aquele impacto tão surpreendente em sua dona, sua expressão de surpresa era impagável - Não vai dar, sabe porque? - Ela negou com a cabeça, perguntando um "porque?" de maneira bem sôfrega quase que em um fio de voz - Porque eu quero sentir seu gozo bem gostosinho na minha língua.

Ela arregalou levemente seus olhos, revirando-os ao sentir mais uma vez a língua lhe adentrar, desta vez com extrema força, acariciando-lhe as paredes vaginais de forma viciante. Gemeu alto puxando os fios de cabelo do platinado, tomando cuidado para não machucar suas orelhas sensíveis, acabando por puxar um pouquinho uma delas, ouvindo um gemido sair da boca do mesmo.

- E-Eu vou... a-ah! Awn!  - Alertou-o, rebolando loucamente por impulso em sua boca, sentindo tudo lhe adentrar mais em uma espécie de fricção gostosa, lhe ocasionando o orgasmo com eficiência - Ahh...

Havia jorrado tudo na boca da raposinha afoita.

- Ah, isso foi delicioso - Revirou os olhos terminando de lamber os vestígios do líquido que havia em si, se abaixando mais uma vez para lamber o que havia deixado em sua dona - Hmm, tão gostosa. - Comentou terminando de lambê-la.

Puxou-a pelas pernas pela segunda vez, enfiando mais uma vez a língua dentro de si, apenas para tentar capturar o que havia perdido, e deixa-la mais "alta" do que já estava, ouvindo um gemido alto esganiçado sair da boca da mesma em surpresa.

Tentando se recompor, ela o olhou com um tanto a mais de raiva, saindo da posição que estava anteriormente, puxando-o pelo o braço lhe olhando fundo nos olhos, apertando seu pulso com possessão.

- Deveria me obedecer, não acha? - Ele negou com a cabeça afrontoso - O que acha de levar uma surra então? - Um sorriso se foi feito em sua boca.

- Se for de você, eu adoraria. - É, ele não iria desistir de ser afrontoso, não perdia nenhuma deixa.

Parece que Jungkook não estava sozinho nesse lance de masoquismo, todos os seus híbridos pareciam sofrer com o mesmo probleminha - se é que isso pode ser considerado um problema de fato.

Pegou em seu pescoço firmemente, apertando-o enquanto descia a mão livre para o seu pau, tirando-o da calcinha rendada, começando a lhe masturbar com grosseria, sentindo as veias pulsarem em seus dedos. Apertou mais um pouco o pescoço deste, ouvindo-o engasgar com os gemidos, revirando os olhos enquanto voltava a gemer, animado por estar experimentando algo novo - com um tanto de medo sobre a sensação de morte.

- Repete - Ela dizia entredentes, rudemente masturbando-lhe o pau, apertando a base subindo até a glande a apertando também, ouvindo sair da boca do híbrido gemidos com esforço, sôfrego - Repete, Taehyung.

- M-Merda, noona - Respirou fundo, ou ao menos tentou porquê a mão forte da mais velha lhe apertando o pescoço não lhe deixava fazer isso muito bem - C-como até isso pode ser gostoso? - Se referiu a estar sendo "sufocado" ou melhor "estrangulado", e parecer estar apenas aumentando seu tesão.

- Deixa eu te ensinar uma coisinha que o Yoongi não lhe ensinou - Sorriu para este momentaneamente, beijando-lhe o canto da boca enquanto continuava o seu trabalhinho sujo - É exclusivo seu, não irei contar para nenhum dos outros meninos, nem você o fará. - Ele assentiu prontamente, ouvindo-a com atenção - Se você apertar esta parte de alguém na hora do sexo - Apertou mais um pouco seu pescoço, vendo-o engasgar com nitidez - Ela só se concentrará no prazer que está recebendo, entendeu? - Ele assentiu novamente.

As palavras era um pouco difíceis, mas havia entendido bem.

Ela apertou a extensão de seu pau, ouvindo um barulho alto soar de si, assim como um barulho característico de uma raposa. Sempre adorou ouvi-lo fazer aquele barulhinho fofo.

- A-ahh! M-mais! - Gemeu sem pudor, se apoiando no colchão enquanto segurava suavemente o pulso da mão que lhe estimulava - M-me pune mais, noona. - Suplicou manhoso, impulsionando seu quadril para frente algumas vezes - Me p-pune por ter lhe desobedecido, vai - Pediu, fechando os olhos em seguida para apreciar os estímulos que recebia desta.

Conseguia respirar, não tão bem quanto anteriormente, mas conseguia respirar. Não era nada que fosse de fato acabar com sua vida.

- Tá gostoso, não tá, sua vadia? - Ele assentiu prontamente, pondo a língua 'pra fora enquanto rebolava na mão desta - Ótimo. Porque, você vai gozar na minha mão. - Ditou com os olhos semicerrados, aumentando os movimentos em seu pau vendo cada vez mais pré-gozo sair em grande quantidade, melando sua mão de forma que lhe servisse como lubrificante.

- E-Eu... - Seus gemidos saiam entrecortados, engasgado, ela afrouxou um pouco o aperto, apertando-o novamente em seguida - Noona - Estremeceu gemendo enquanto resmungava alguns palavrões - E-Eu quero... e-eu vou gozar.

Em menos de alguns minutos após o aviso, o híbrido já gozava na mão de sua dona, vendo-a sorrir em satisfação, levando a mão até sua boca como de costume, lambendo o líquido de sua mão, afrouxando o aperto do mesmo, vendo-o voltar a respirar direitinho, puxando-o para beija-lo logo após, fazendo-o sentir o seu próprio gosto. Sentiu o híbrido descer e beijar seu pescoço, lhe fazendo morder o lábio inferior sentindo as fisgadas em seu baixo ventre, mordendo fortemente seu lábio, a ponto de romper a pele novamente, deixando seu lábio sangrando mais uma vez.

- Merda! De novo - Reclamou ralhando irritada enquanto sentia o sangue descer por sua boca, vendo a mão esguia do híbrido no ferimento, limpando-o - O-O que está---

Viu a mão manchada de sangue da raposa, ir até a sua própria boca, chupando seus dedos. Ele estava lambendo seu sangue?

- Shh. - Gesticulou interrompendo a fala da mais velha, vendo-a incrédula - Devia tomar mais cuidado, noona. - Advertiu negando com a cabeça enquanto passava novamente o dedo em sua boca - Pode acabar se machucando desse jeito, mommy. - Provocando-a ele sorria satisfeito - Isso é bom.

Chegou mais perto desta, lambendo o ferimento de seu lábio, fazendo-a sentir um leve ardor passageiro.

- A noona não tem dado muita atenção, não acha? - Atrevido, a raposa afoita jogava aquele fato na sua cara, soava como se estivesse cobrando todo aquele tempo de atenção perdida - Estou a dias esperando um beijinho da noona, que ela me ajude com a lição de casa, ou que ela acabasse com meu "probleminha" aqui, ou até mesmo que ela simplesmente cortasse meu cabelo. - Ele reclamava brevemente, olhando concentradamente nos olhos devoradores desta que permanecia o encarando sem medo ou vergonha alguma - O que acha de me recompensar? - Sussurrou em seu ouvido, mordendo-o levemente.

Estava com a consciência um pouco pesada. De fato não havia dado a devida atenção aos seus bebês, mas não deixaria aquilo lhe abalar.

Ainda havia um bom tempo para os dar toda a atenção que precisassem.

- Eu posso te recompensar, meu bem... - Alisou a lateral do rosto da raposa, vendo-o completamente atento, mantendo seus olhos castanhos nos da estrangeira, observando esta despreocupada mesmo diante as provocações - O que acha de eu fazer isso agora?

- Acho maravilhoso.

Ele assentiu olhando-a de cima a baixo, puxando para longe o roupão que ainda continha no corpo da mesma, deixando-a nua, apenas com sua calcinha. Recebendo a deixa com sucesso, ela subiu em cima da raposa, puxando sua calcinha para o lado, enquanto fazia a mesma com a de Taehyung, empurrando-o para que o mesmo se deitasse antes de tudo.

- Você gosta dessa posição, noona? - Safado, o Kim perguntava de maneira sacana, como de costume, fazendo-a revirar levemente os olhos, antes de se preparar para se encaixar naquele pênis maior do que o seu último, acabando por desistir da ideia e pegar um lubrificante ali do lado mesmo - Pensei que---

- Cala a boca, Taehyung. - Ditou seca, respirando fundo após colocar o líquido em cima do pau do mesmo, vendo-o se arrepiar em tesão por conta do gelado em contato com sua pele sensível - Você fala demais, raposinha.

Ela se sentou de uma vez em si, gemendo juntamente com este, em uníssono um gemido alto. Ela se apoiou no abdômen deste, começando a se movimentar gradativamente, ouvindo uma risada suave sair de forma soprada da boca do platinado. 

- Você acha? - Ela o olhou, observando o mesmo se referir a sua frase anterior, acabando por assentir em certeza - E isso era 'pra ser uma coisa ruim? 

Ela revirou os olhos mais uma vez, sentando com vontade, para então começar a quicar em cima do acinzentado, ouvindo-o gemer, puxando o ar por entre seus dentes. Aquela expressão era gostosa de se ver, oh, se era.

- Depende... - Murmurou com sua voz já rouca, totalmente sexy aos ouvidos do mais novo, rebolando contra si, ouvindo-o gemer completamente sôfrego - Tem vezes que você fala  coisas excitantes.

- Como o que, por exemplo? - Perguntou apoiando as mãos na cintura de sua dona, ajudando-lhe a se mexer, ouvindo a cama ranger levemente.

- Como... Quando você gemeu e pediu 'pra eu puxar sua calda de novo. - Citou vendo-o ficar levemente vermelho, sabia que aquele era seu ponto fraco, e era exatamente ali que iria catucar - Você estava tão vulnerável, bebê.

- A noona gosta de me ver assim, é? - Ele sorriu um pouco constrangido, sem deixar seu lado tarado de lado, estapeando-lhe a coxa - Pois eu adoro ver ela assim, daí de cima. Pulando e pulando, ahh... cacete. - Suspirou, fechando os olhos - Como é quente.

- A-Ah-ah! - Gemeu baixo grunhindo enquanto sentia o garoto lhe estocar fundo.

Já estava na vísegima sétima estocada, sentindo o orgasmo perto, fazendo-a gemer gradativamente mais alto, acabando por ser pega de surpresa quando Taehyung lhe puxou, lhe virando para si, retirando seu pau de dentro da mesma deixando-a desnorteada.

- O-o que pensa que está fazendo, Taehyung? - Questionou um tanto assustada, sentindo Taehyung atrás de si.

- Já vai ver... - Ditou sensual, tocando as costas nuas de sua dona, vendo-a se arrepiar - Fica de quatro 'pra mim, Star?

Seu corpo estremeceu por completo ao ouvi-lo lhe chamar daquela forma tão... intima. Era a primeira vez dele lhe chamando daquela forma, não era comum uma situação como aquela. Ela fez o que lhe foi mandado, ficando na posição desejada por este, empinando o bumbum para este, sentindo-o lhe dar um tapa estalado em uma das nádegas, grunhindo enquanto sentia-o introduzi-lo o pênis novamente em si, voltando a estoca-la desta vez com mais impulso. Voltava a rebolar contra si enquanto sentia os tapas ecoarem pelo cômodo, lhe trazendo aquele ardor característico na bunda, esta cujo já deveria estar avermelhada. Não demoraria muito para que chegasse em seu ápice, já estava sensível por demasiado, logo, logo estaria gozando no pau deste.

- Parece realmente estar gostando do presente, noona - Murmurou vendo esta resmungar algo de volta de forma desconexa, parecia estar tonta, ou quem sabe desnorteada novamente.

Ouvia Taehyung se inclinar por cima de si, lhe dizendo sacanagens ao pé do ouvido, para que apenas ela escutasse o quanto poderia ser devasso e sujo, metendo em si com força apenas para sentir o interior lhe apertar de forma graciosa, lhe dando aquela sensação tão amada de torpor. A boca deste deslizava pelo seu pescoço enquanto ouvia os gemidinhos baixos e sôfregos saírem da boca do mesmo, necessitado, agarrando o quadril desta com suas mãos grandes e esguias com força e afronto, deixando marcado os dedos em sua pele.

Apenas mais algumas estocadas foram necessárias para lhe fazer gozar, sendo virada pelo híbrido, vendo-o lhe olhar com um sorriso ainda excitado.

- Deixa eu gozar nos seus seios uma vez, vai - Ditou extasiado, vendo esta apertar seus seios um contra o outro, esperando-o - Ah, com essa cena é fácil gozar - Murmurou, masturbando-se rapidamente para expelir tudo nos seios da sua dona, vendo-a lamber o que havia caído em sua mão.

Ela se deitou por um instante, acompanhada por este que permanecia com o foco em si.

- E agora?

- Huh? - Murmurou ele.

- O que tenho que fazer agora? - Indagou olhando-o.

- Ir na próxima porta. - Ditou simplista.

- Por que esse mistério todo? - O olhou com um sorriso desconfiado - O que estão tramando, afinal?

- Você vai descobrir, assim que for na próxima porta. É a terceira parte, a penúltima.

- E o que vai haver na próxima porta?

 

- Um coelho branco.


Notas Finais


~ Espero de coração que tenham gostado, ainda tem mais por aí, só aguardem que tentarei não demorar tanto é uma promessa husahsahusuas |・ω・)
~ O Jungkook é o próximo, hein? ┬┴┬┴┤( ͡° ͜ʖ├┬┴┬┴
~ O que acharam do Taehyung atrevido? E do Jimin? Vocês acham ele tão adorável quanto a Star acha? XDDDDD
~ Quem queria ter um presente desses levanta bem a mãoヽ( ̄д ̄;)ノ
~ Se preparem que o próximo tá de matar, ahuhuashuashuashas (^0^)ノ
~ Eu estou super de bom humor hein, principalmente se eu disser a vocês que já, já sai o My Sweet Hybrid's 2 - e olha que o primeiro nem terminou ainda :VVVVV -, ele vai sair juntamente de outra fanfic, só não me decidi ainda ashusuhas (✧∀✧)
~ Desculpe qualquer erro, e desculpem pelo horário, é que ele permite XDDD <3

~ Estou com sono, tenham também <3

.
.
.
~ See ya!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...