História Izuku 10 - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias Boku no Hero Academia (My Hero Academia)
Personagens All For One, Chiyo Shuzenji (Recovery Girl), Dabi, Denki Kaminari, Eijirou Kirishima, Enji Todoroki (Endeavor), Eri, Fumikage Tokoyami, Fuyumi Todoroki, Gran Torino, Hanta Sero, Hawks, Hitoshi Shinsou, Hizashi Yamada (Present Mic), Ibara Shiozaki, Inasa Yoarashi, Inko Midoriya, Itsuka Kendo, Izuku Midoriya (Deku), Kai Chisaki (Overhaul), Katsuki Bakugou, Kinoko Komori, Kurogiri, Kyoka Jiro, Mashirao Ojiro, Mei Hatsume, Mina Ashido, Minoru Mineta, Mirio Togata (Lemillion), Momo Yaoyorozu, Muscular, Naomasa Tsukauchi, Neito Monoma, Nejire Hado, Nemuri Kayama, Ochako Uraraka (Uravity), Personagens Originais, Pony Tsunotori, Ryuko Tatsuma (Ryukyu), Sen Kaibara, Shouta Aizawa (Eraserhead), Shouto Todoroki, Sir Nighteye, Stain, Tamaki Amajiki (Sun Eater), Tenya Iida, Tetsutetsu, Thirteen, Toga Himiko, Tomura Shigaraki, Toru Hagakure, Toshinori Yagi (All Might), Tsuyu Asui, Yo Shindo, Yosetsu Awase, Yu Takeyama (Mount Lady), Yuga Aoyama, Yuuga Aoyama
Tags Azmuth, Dekumina, Izuku Midorya, Izuku X Mina, Izukumina, Mina Ashido, Ominitrix
Visualizações 134
Palavras 2.166
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Hentai, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Tá aí espero que gostem

Capítulo 11 - Bakugou vs Midorya


Capítulo anterior

Enquanto isso, alguns minutos antes de Melissa, Bakugo e Sero terminarem os preparativos, Ashido e Midorya estavam estudando as plantas do edifício.

- Cara, isso é difícil de memorizar! Por que precisamos lembrar disso de qualquer maneira? - Reclamou Mina.

- Bem, os heróis precisam conhecer o lugar em que se infiltrarão, caso contrário, eles estarão em desvantagem - disse Midorya pensativo

- Sim, eu acho, mas ainda é irritante lembrar disso ... Ei, por que você parece tão pensativo, Deku? - perguntou Ashido

Midorya corou um pouco quando ela o chamou de Deku - U-hum, é porque estamos indo contra o Bakugou ...

- Você quer dizer Bakugo certo? Eu pensei que vocês dois se conheciam, então por que ele parece estar com raiva de você o tempo todo? Ele até tentou te atacar durante o teste que fizemos ontem - disse Ashido

Midorya suspirou - Ele é um trabalho de verdade ... mas seu objetivo, sua confiança e sua habilidade com suas peculiaridades não são mais surpreendentes do que as minhas… Ele sempre se considerou mais forte do que qualquer um, e parece me odiar tanto porque pensou que eu era sempre fraco e inescrupuloso, e até me disse para nem tentar frequentar a UA, mas aqui estou agora, basicamente indo contra tudo o que ele me disse.

Midorya parecia um pouco confuso - Eu sei que a explosão dele é forte e tudo, mas vamos lá, Deku! Tenha mais confiança em si mesmo! Nem mesmo Bakugo conseguiu derrubar aquele grande robô no exame, você ficou em primeiro lugar no teste da UA e você obteve melhores resultados do que ele nos testes que tivemos ontem! Prefiro estar com você do que com ele em um time, então se anime! - Ashido então riu quando deu um tapa nas costas de Midorya.

Midorya ficou vermelho e tremia no lugar, envergonhado por todos os elogios que Ashido havia lhe dado.

- Eu ... O-obrigado Ashido ... - ele disse

- Ei, você pode me chamar de Mina! Só para você saber que não deixo ninguém me chamar assim! - ela disse sorrindo com os braços atrás da cabeça.

Midorya corou ainda mais - S-sério ?! Tudo bem então, MM-Mina! - Ele gaguejou.

- Heh, heh, ele está corando -  Mina pensou com um sorriso travesso - Então, qual é o plano Deku? - Ela de repente deixou escapar.

De repente, Midorya parou de corar completamente, pôs a mão no relógio e se transformou em massa cinzenta e se aprofundou em seus pensamentos - Conhecendo Bakugo, ele pode deixar seu companheiro de equipe para guardar a bomba, a fim de sair e ir atrás de mim. Qual é a sua peculiaridade Ashi-Ah! Quero dizer M-Mina ?! - Midorya perguntou.

- Minha peculiaridade me permite tirar ácido do meu corpo, eu também podia controlar o quão forte é o ácido quando se trata de dissolver as coisas! - Ashido disse enquanto atirava um pouco de ácido no chão para demonstrar.

- Seu ácido pode vir de qualquer parte do seu corpo? - perguntou Midorya

- Sim! Minha roupa é feita sob medida para que meu ácido não derreta direto! - disse Ashido

- Entendo! Eu vi a peculiaridade de Sero durante a nossa aula ontem, ele pode tirar uma fita do cotovelo e retraí-la, enquanto Melissa tem uma força muito poderosa, você pode cobrir uma boa distância com isso, mas com você Mina, Sero não será capaz de fazer muito. Então, aqui está o plano: Bakugo definitivamente descerá o prédio para ir atrás de mim, eu mandarei um clone meu pra distrai-lo e derrota-lo, enquanto isso nós devemos começar no topo do prédio e descer de lá para que possamos evitar a luta e tentar encontrar a bomba ao mesmo tempo, Melissa estará provavelmente montando guarda na porta, eu vou cuidar dela, Sero provavelmente estará guardando a bomba sozinho, você podera emboscar ele, e ele não terá chance com seu ácido - disse Midorya todo empolgado voltando ao normal

- Ótimo plano Deku!! - disse Ashido toda animada deixando o Midorya vermelho

- Tudo bem, o tempo de preparação acabou! Deixe o exercício entre as equipes A e J começar! - Vilgax gritou

Midorya vira idem e faz um clone de si mesmo e o clone entra no prédio.

Hoje o Bakugou vai se arrepender.

Agora

Fora do prédio

Midorya estava com a Ashido

- Bom Mina, temos um problema é como chegaríamos ao topo do prédio com rapidez suficiente. Eu provavelmente poderia me levantar usando uma peculiaridade para voar, mas e você, Mina? Existe alguma maneira de você subir lá? - perguntou Midorya

- Bem, eu poderia escalar lugares derretendo as paredes com minhas mãos para subir em prédios, mas tenho certeza de que isso fará barulho, e acho que devemos fazer a menor destruição possível de qualquer coisa - Mina disse enquanto esfregava cabeça dela

- Entendo ... - disse Midorya, ele e Mina continuaram a refletir sobre o que podiam fazer.

Até que Mina teve uma idéia e deixou escapar para Midorya - Já sei! Que tal você me carregar de costas e voar para o topo! Eu vi o quão talentoso você pode ser, você poderia nos levantar!

Os olhos de Midorya pareciam esbugalhar-se e toda a sua cor de pele ficou vermelha de vergonha por causa da sugestão de Mina.

- E-eh ?! L-Leve você !? Não tem como eu fazer isso! - Ele deixou escapar. O pensamento de carregá-la parecia um pouco extremo para Midorya, pois ele nunca teve nenhum contato físico com uma garota.

- Por que não? Você está me chamando de gorda? - Mina perguntou, olhando para ele.

- NN-Não, claro que não! É só que ... hum ... eu nunca carreguei alguém nas minhas costas enquanto usava minha peculiaridade - Midorya disse como uma desculpa.

- Não se preocupe, você ficará bem! Você parece forte o suficiente para mim! - disse Mina

- M-mas eu ...

- Vamos deku! Vamos nos apressar antes que Bakugo chegue aqui! - Mina exclamou.

- Tudo bem! Bem! Apenas se apresse e siga em frente! - Midorya cedeu se transformando no insectoide

- Que maneiro..... - Mina derrepente sente um cheiro horrível - EEEEECCCCCCCAAAAAAAAA!!!!!! - gritava Mina cobrindo o nariz

- Desculpa esse aqui é fedorento - disse Midorya - Vamos!

- Yay! - Mina disse enquanto pulava nas costas dele, Midorya a segurava em uma posição de cavalinho - Agora Deku! Em frente! - ela gritou.

Midorya congelou completamente por um segundo quando sentiu algo pressionando contra suas costas, e o vapor irrompeu comicamente de sua cabeça quando ele ficou mais vermelho do que antes.

- Her-Her-BBBB - Midorya começou a entrar em pânico em sua mente, tentando processar o que estava sentindo.

- Vamos Deku! Bakugo pode chegar aqui a qualquer momento! - Mina gritou para ele, tirando-o de seus pensamentos.

- Certo! - Midorya deixou escapar, e ele começou a voar em direção ao prédio

Enquanto isso, na sala de monitoramento, todos os observavam, alguns rindo e o garoto de cabelos roxos Minoru Mineta começou a chorar de ciúmes ao ver o que Midorya estava experimentando.

Vilgax olhou para Midorya, enquanto monitorava sua condição de saúde em seu relógio, que atualmente mostrava o batimento cardíaco de Midorya ficando mais rápido - Não deixe seus hormônios tirar o melhor de seus pensamentos ... - ele pensou.

Midorya voou pelo ar com Mina nas costas, eles se ergueram acima do telhado do prédio, onde Izuku então parou e pousou. Mina pulou das costas de Midorya e enfiou o punho no ar.

- Deku isso foi divertido! Vamos fazer isso de novo algum dia, Deku! - disse Mina

- PP-Provavelmente não ... - ele disse, enquanto ainda se lembrava do sentimento de Mina sobre ele - Vamos focar no objetivo por enquanto… - e, com isso, ele e Mina desceram a escada, procurando a bomba

Dentro do prédio

O clone ficou andando por aí sem rumo até que ouviu explosões - Ele está vindo - disse o clone, num estante ele desvia da explosão do Bakugou - Caramba essa foi por pouco - disse o clone

- Deku seu mentiroso! Não desvie das minhas explosões - disse Bakugou lançando outra explosão, o clone desvia e Bakugou tenta dar um soco mas derrepente uma luz verde aparece - O QUE?!

Derrepente diante dele estava um cão grande e laranja sem olhos e cauda, era o besta, ele morde o braço direito do Bakugou com força saindo sangue e depois o joga pra longe.

- MALDITO!! - gritava Bakugou tentando dar um golpe no clone, sabendo que ele não tinha olhos, Bakugou pensou que poderia vencer, só pra ele saber que besta possui um olfato e uma audição muito desenvolvidos que substituem perfeitamente suas habilidades de visão, besta agarra Bakugou e o joga no chão e fica socando ele.

Bakugou se libertar e corre até besta, besta apenas revida usando suas garras e fazendo um grande arranhão em Bakugou fazendo ele dar um grito de dor, besta se agarra na parede e sai dali.

Na sala de observação

- Gente alguém me explica como ele conseguiu ver o ataque se ele não tem olhos? - perguntou Kaminari

- Ele pode não ter olhos mas parece ter um excelente olfato e uma perfeita audição - disse Yaoyorozu

No prédio

- Volta aqui - disse Bakugou correndo atrás do Midorya mesmo todo ferido, Bakugou fez várias explosões para alcança-lo, mas uma vez ele vê uma luz verde e derrepente Midorya some - APARECE!!! - gritava Bakugou

- Aqui - disse o clone, diante de Bakugou estava uma criatura semelhante a um fantasma branco, com linhas pretas passando por seu corpo e seu olho é roxo - Você conhece o medo Biribinha? - perguntou Midorya

Bakugou tenta acertar ele mas ele o atravessa, Bakugou tenta de novo e de novo, mas sem sucesso, o clone fica invisível de novo e fica falando coisas que irritam Bakugou

Derrepente, o clone usa suas garras para perfurar o Bakugou, ele ainda estava invisível e com isso ajudou bastante ele, Bakugou estava ficando louco ele não sabia onde Midorya estava.

O clone fica visível de novo e agora usa tentáculos que saem dentro dele que agarraram o Bakugou e o aperta com força, fazendo Bakugou dar um grito de dor enquanto tenta se soltar.

Bakugou consegue se libertar e corre até o clone, o clone fica intangível e depois possuí o corpo do Bakugou, ele começa a fazer o Bakugou bater em si mesmo repetidamente sem parar, seguido de explosões e ficar em posições humilhantes, o clone logo sai de Bakugou e depois dá um soco tão forte na cara do Bakugou o lançando pra longe e foge dali, atravessando as paredes.

Na sala de observação

- Caramba poderes de fantasma - disse Hagakure

No prédio

Bakugou se levanta e vai atrás dele.

Derrepente Bakugou bate de cara com alguma coisa, ele olha e vê um humanoide que era de aproximadamente 3, 60 metros de altura, tinha músculos avantajados, dois pares de braços de quatro dedos e pele vermelha bem desenvolvida e ele tem quatro olhos, Bakugou logo assumiu a posição de luta e tenta dar um golpe.

O clone apenas agarra a perna de Bakugou e fica batendo ele no chão pra lá e pra cá, depois dá um chute bem no estômago do Bakugou fazendo ele vomitar tudo o que ele comeu, Midorya ainda o joga contra a parede fazendo Bakugou ficar furioso.

Na sala de observação

- Caramba tão forte e tão viril - disse Kirishima

No prédio

O clone ficou parado e manteve sua postura de luta quando Bakugo se levantou do chão novamente, mais irritado do que nunca.

- Chega dessa merda Deku! Se você vai continuar assim, eu vou usar isso então! - Bakugo gritou quando ele levantou o braço direito e apontou a luva para Midorya. Essa coisa aqui me permite secretar nitroglicerina como suor das glândulas na palma da minha mão e fazê-la explodir. Se eles fizeram do jeito que eu pedi, então essas luvas armazenam a nitroglicerina dentro deles, então ... - Bakugo formou um sorriso maligno novamente.

Na sala de monitoramento, o Vilgax descobriu a mesma coisa que Izuku fez e apertou o microfone - Jovem Bakugo, pare! Você está tentando matá-lo !?

Bakugo continuou sorrindo - Se eu não acertá-lo, ele não morrerá! - Gritou Bakugo, e com certeza, mesmo que poucas pessoas não percebessem, Bakugo ajustou levemente a posição de sua manopla para que a explosão que ele enviará não atingirá Midorya diretamente.

A parte mais aterrorizante daquele momento foi a constatação de que Bakugo já havia puxado o alfinete de sua luva. Midorya só pensou uma coisa durante todo esse momento:

- Merda

A manopla de Bakugo se acendeu, e uma explosão gigante foi disparada diretamente em Izuku, incapaz de evitá-la, ele tentou levantar os dois braços em defesa, assim como as chamas da explosão o envolveram.

Foi um golpe direto, derrepente uma luz verde aparece.

Continua


Notas Finais


E aí gostaram semana que vem tem mais


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...