1. Spirit Fanfics >
  2. Izuku 10 >
  3. Nomes de heróis

História Izuku 10 - Capítulo 52


Escrita por:


Notas do Autor


Tá aí espero que gostem

Capítulo 52 - Nomes de heróis


Capítulo anterior

Vilgax teve trabalho de herói para fazer enquanto Azmuth estava no laboratório.

Midoriya decidiu ir ao seu quarto...

Ele estava feliz pela primeira vez...

Ele beijou uma garota.

Agora

~ {UA- 7:00 AM} ~

Midoriya caminhou até a UA ainda com o pensamento do beijo de Mina, mas algo a mais estava em sua cabeça, ele mandou uma mensagem de texto a Uraraka perguntando a ela se sabia do por que Iida havia saído mais cedo durante o festival e o que ele descobriu o deixou em choque.

Ingenium, o herói profissional e o irmão mais velho de Iida, havia sido cruelmente atacado por um vilão. Ainda não sabia se o herói viveria. O resto da caminhada que se seguiu ficou quieto para Midoriya enquanto ele digeria as notícias.

De repente, Midoriya viu Iida correndo pelo portão vestindo uma capa de chuva e botas de chuva. 

- Iida! - Izuku sorriu ao vê-lo.

- Midoriya! Por que você não está na sala de aula? Você vai se atrasar! - O garoto veloz comentou enquanto corria por baixo dos bangalôs e empurrava as portas depois de Midoriya.

Midoriya o seguiu para dentro - Tarde !? Mas ainda há muito tempo antes da campainha! - Midoriya respondeu enquanto alcançava Iida.

- Os alunos da UA devem sempre chegar às aulas dez minutos mais cedo! - Iida respondeu insistentemente enquanto tirava a capa de chuva.

- Mas ainda estamos com meia hora de antecedência !! - Midoriya apontou.

Iida parou de apressar-se quando ele subiu as escadas, depois olhou para o relógio.

- Oh ...

Midoriya imediatamente detectou a mudança repentina no tom de Iida percebendo seu erro. Isso apenas confirmou que o que aconteceu com o irmão pode estar chegando ao garoto.

- Iida, eu-!

- Se é sobre meu irmão, não há necessidade de se preocupar - Iida voltou-se para ele com um sorriso forçado.

Midoriya franziu a testa - Iida, está claro que isso é difícil para você, mas-

- Por favor não - Iida disse com uma mão parando Midoriya - Estou bem, meu irmão está bem. Peço desculpas por fazer você se preocupar desnecessariamente.

- M-mas-! - Midoriya nem chegou a dizer outra palavra antes de Iida subir as escadas correndo para escapar da conversa.

Midoriya ficou no lugar com um olhar triste nos olhos - Iida ...

~ {Alguns minutos antes da aula} ~

- Algumas pessoas me reconheceram no caminho para cá! - Sero apontou para si mesmo com um grande sorriso.

- Algumas pessoas vieram falar comigo! - Kirishima pulou de felicidade.

- Eu também eu também! - Kaminari sorriu.

Muitos alunos da classe 1-A conversaram alegremente sobre a fama que conseguiram reunir no festival, compartilhando entre si o número de pessoas que os reconheceram.

Mas uma garota, em particular, não participou das conversas realizadas pela sala. Em vez disso, ela parecia um pouco nervosa enquanto continuava virando a cabeça para Midoriya e depois de volta para sua mesa.

Hagakure sentou-se na mesa de sua amiga e se inclinou para que outros não ouvissem - Tããããããããão como foi?

- E-eh? - Mina se encolheu - Como foi o que aconteceu?

Hagakure revirou os olhos invisíveis - Obviamente, estou falando sobre o motivo de você estar tão inquieta agora! Você continua virando a cabeça para Midoriya como se estivesse tentando desenhar o garoto! - ela sussurrou para ela um pouco irritada.

Mina riu desajeitadamente - Quero dizer, isso seria uma bela obra de arte

- Estou falando sério! - Hagakure fez beicinho enquanto levantava as mãos com raiva - Fale!

Mina, em seguida, soltou um suspiro amoroso enquanto olhava para cima e recordou a data. 

- Foi incrível ... Deku era um cavalheiro e me deu o melhor dia da minha vida ... Nós dois estávamos suando nos braços um do outro no final, hehe ...

- EH!? - Hagakure ficou chocado com as implicações.

Mina percebeu o que ela disse e agitou os braços com um rubor lilás - D-deu errado !! Hum, eu quis dizer que nós dois dançamos tanto que, quando terminamos, adormecemos um ao lado do outro!

Hagakure soltou uma breve de alívio - Isso teria sido um encontro muito apressado ...

- Mas ... - Mina acrescentou de repente.

- Mas-!? - Hagakure continuou

Mina gritou com as mãos nas bochechas com um grande sorriso - Eu o beijei! - Ela disse quase alto demais.

- Sério ?! E-Então vocês dois estão saindo então? - perguntou Hagakure

Com essa pergunta, Mina se encolheu e seu sorriso desapareceu em um olhar mais envergonhado.

- Bem ... - ela coçou a bochecha e olhou para baixo - N-não exatamente ...
 
- Eh? - A expressão de curiosidade de Hagakure se transformou em confusão - Como assim?

Mina timidamente brincou com os dedos - Bem ... eu meio que disse a ele que o beijo era apenas para ele ganhar uma aposta que fizemos para me bater em uma arcada ... E-Então, hum ... Ele acha que eu fiz isso porque por essa...

As veias de Hagakure saltaram em irritação.

- O que!? - Levou tudo o que ela tinha para não gritar tão alto - Mina, isso é muito ruim!

- Isto é? - Mina perguntou bastante preocupada.

- Sim! Midoriya pode pensar que você é uma daquelas garotas que apenas brincam com um monte de caras!

- Sério!? - Mina realmente parecia assustada que Midoriya assumisse isso.

Hagakure fez uma pausa e pensou sobre isso.

- Na verdade, ele pode ser inocente demais para assumir que ...

Isso fez Mina se sentir um pouco melhor.

- Mas ainda! - Hagakure a repreendeu - Você não está deixando que ele saiba que ele é especial para você!

Mina olhou para baixo um pouco determinada, enquanto apertava sua própria palma - Tudo bem, então eu vou falar com ele sozinha o mais rápido que puder!

- Sim, finalmente confesse ... - Hagakure sugeriu, apesar de não parecer feliz com isso.

Então, como para terminar a conversa, a última pessoa da classe A entrou pela porta. Bakugo entrou com a mão enfiada nos bolsos e a cabeça baixa para esconder os olhos.

Midoriya quando chegou instantaneamente sentira aura de intenção assassina vinda de Mina. Ele até se pergunta se Mina estava realmente planejando causar intenção maliciosa ao garoto.

- Mina que foi isso !? - Hagakure sussurrou para Mina.

As mãos de Mina se fecharam em punhos enquanto ela olhava punhais para Bakugo - Não é nada...

- Como que nada! Você tava tranquila agora a pouco e de repente parece que vai matar alguém? O que aconteceu ?!"l

Mina lentamente voltou o olhar para a direção de Midoriya, onde o garoto encarou bastante preocupado com o valentão de sua infância.

- Eu aprendi algumas ... coisas muito ruins ...

Hagakure ficou ainda mais preocupada.

Bakugo sentou-se na frente de Midoriya sem dizer uma palavra.

Melissa pode sentir um clima ruim rolando.

Como para quebrar essa tensão, ou talvez até causar mais, Aizawa entrou na sala de aula parecendo estar sempre cansado.

- Bom dia…

Ninguém disse nada, pois todos estavam sentados em seus lugares agora.

- Enfim , estamos tendo uma aula especial de informática para heróis hoje.

Todo mundo ficou tenso novamente.

- Nomes de heróis. Vocês farão nomes de heróis.
 
- Nós vamos fazer algo emocionante !!!!!! - Quase toda a turma gritou de alegria.

Os olhos de Aizawa brilharam vermelho e seu cabelo bagunçado acenou para cima, calando a classe como se nada tivesse acontecido.

- Isso está relacionado às escolhas de estágio profissional, ou estágio, que mencionei outro dia. Elas geralmente começam seriamente no segundo e no terceiro anos, mas isso não significa que os primeiros anos não possam obtê-las. Os alunos ganharam experiência com trabalhando com heróis e aprendendo a se tornar um patrimônio imediato até para os profissionais.

Ele apertou um botão no controle remoto, onde surgiu uma carta holográfica na frente da classe.

- E aqui estão os totais de estágios para quem tem ofertas

Todos olhavam intensamente para a tela, especialmente para os primeiros lugares.

Classe A Nº de ofertas

Midoriya: 4123

Todoroki: 2556

Bakugou: 2023

Tokyami: 360

Iida: 332

Yaoyorozu: 301

Kaminari: 106

Uraraka: 20

Melissa: 18

- Em outros anos, tem sido mais difundido, mas a maioria dos olhos estava nesses dois este ano - Aizawa apontou.

- Heh, faz sentido que Midoriya e Todoroki estejam no topo. Eles quase destruíram a arena inteira! - Kirishima disse com um sorriso.

- Por outro lado ... - Kaminari disse com um olhar chocado, notando que Bakugou estava abaixo de Todoroki - os convites de Bakugo são ...

- Acho que a maioria não quer um atormentador de infância - Mina murmurou para si mesma.

- Aposto que é por causa de sua atitude

- FODA-SE! Se um profissional não quer trabalhar comigo, apenas mostra que são fracos! - A loira se enfureceu, conseguindo um monte de reviravoltas na aula.

- A maioria dos meus provavelmente não tem nada a ver com o meu desempenho e muito mais com o meu pai -  Todoroki disse com o cenho franzido, olhando para seus próprios resultados.

- Temos ofertas! Temos ofertas! - Uraraka chorou alegremente enquanto balançava Iida de um lado para o outro, o garoto nem se dando ao trabalho de detê-la.

- Sim ... - Foi tudo o que Iida respondeu entre tremores.

Aizawa falou novamente com a turma - De qualquer forma, mantendo esses resultados em mente, se alguém pediu ou não você, todos participarão de estágios com profissionais

- Realmente? - Ojiro perguntou curioso.

Ele assentiu - Vocês todos já experimentaram um combate contra vilões reais na USJ, mas ainda será uma experiência valiosa assistir e trabalhar com profissionais em primeira mão.

- É por isso que precisamos de nomes de heróis! - Sato gritou emocionado.

- No momento, os nomes dos heróis que você escolher serão temporários, mas se você não levar a sério-

De repente, a porta se abriu e alguém entrou - você terá o inferno para pagar mais tarde!

Alguns dos caras sorriram ao ver quem era - É a Midnight!
 
- Como muitos nomes de heróis usados ​​pelos estudantes são reconhecidos pela sociedade, esses nomes acabam se tornando seus nomes profissionais de heróis! - A Midnight disse, com os dois braços cruzados atrás da cabeça. 

- Bem, é assim que as coisas são ... Então a Midnight estará se certificando de que seus nomes estejam bem. Eu não posso fazer coisas assim ... - Aizawa suspirou enquanto relembrava como conseguiu o nome de herói.

Quando você dá um nome a si mesmo, obtém uma imagem mais concreta de como deseja ser no futuro. Seu nome lembra que você se aproxima mais dessa imagem. É isso que significa quando eles dizem: 'Nomes e as naturezas geralmente concordam,' então comece - Aizawa fechou o saco de dormir amarelo e caiu no chão, nem mesmo comentando a piscadela de Midnight.

- Escreva seus nomes nesses mini-quadros brancos! - A profissional disse, enquanto dava à pessoa da frente em cada fila uma pilha dos referidos quadros brancos.

Muitos dos alunos claramente já tinham uma idéia de um nome em mente quando recebiam seus quadros e já começavam a escrever.

- Meu nome de herói ... - Izuku olhou para o quadro branco - Um nome para o que eu quero ser no futuro, hein?

Midoriya relembrou a lembrança de seu eu de quatro anos vestindo um macacão All Might e pulando emocionante com um papel com nomes diferentes. Mas agora mudou, ele não idólatra All might, ele amadureceu.

A aula parecia passar bastante rápido, no entanto. Inicialmente, houve alguns soluços com nomes como 'Não consigo parar de cintilar' e 'Rainha Alienígena' (Algo que Midoriya havia dito, dizendo se ele deveria ser o Rei Alienígena que envergonhou Mina. Ainda assim, Midnight decidiu mudar para Pinky.)

Alguns de seus favoritos de seus colegas de classe foram Froppy, Earphone Jack, Red Riot e Uravity. É certo que ele ficou um pouco decepcionado quando Iida e Todoroki inventaram apenas seus nomes.

Eventualmente, como o pensamento sobre o tempo que ele passou na UA, ele começou a perceber o que queria que fosse o início de seu nome. Ele ainda estava sem um nome.

- Assassino Rei da Explosão! - Bakugou anunciou, apenas para obter olhares impressionados.

- Não - A Midnight declarou, ignorando os protestos do loiro quando ele foi forçado a se sentar - Vamos ver, só precisamos de Yaoyorouzu e Bakugou, que precisam repensar os dele, e Midoriya, se ele tiver algum que ele queira compartilhar.

- Eu realmente espero poder cumprir esse nome. Creati, o herói da criação! - Yaoyorozu anunciou com orgulho.

- Senhorita Midnight, eu gostaria de ir agora, por favor! - Midoriya disse com a mão levantada, e a mulher assentiu, acenando para ele subir.  

Quando chegou à frente, respirou fundo e pareceu mais intenso. 

- Só tem que ser isso.

Ele virou a prancha e bateu no pódio com um olhar sério.

Todo mundo imediatamente soltou um suspiro.

- H-huh? Ei, isso não é um insulto? - Hagakure perguntou quando seus olhos se fixaram nela, e o greenette assentiu.

Mina não podia dizer mais nada do quão surpresa ela estava.

Midoriya ficou momentaneamente em silêncio, depois respirou fundo antes de falar.

- Antes, sim, mas ... alguém me mostrou que isso poderia significar outra coisa. Algo melhor. E agora, eu realmente gosto disso. Honestamente, não havia mais nada que pudesse ser - O portador do Omnitrix riu - Eu sou Deku, o herói Omni.

Mina tinha um sorriso de orelha a orelha em seu rosto ao sentir seu coração palpitar.

Bakugou correu para a frente novamente.

- SENHOR EXPLOSÃO ASSASSINATO!

- Você sabe que este não é um nome HERO, certo?

- FODA-SE!

Continua 


Notas Finais


E aí gostaram semana que vem tem mais


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...