1. Spirit Fanfics >
  2. (Jacksley - Um mundo para dois ) >
  3. Relacionamento por um fio

História (Jacksley - Um mundo para dois ) - Capítulo 80


Escrita por:


Notas do Autor


Tenham uma boa leitura! ❤❤❤❤

Capítulo 80 - Relacionamento por um fio


Fanfic / Fanfiction (Jacksley - Um mundo para dois ) - Capítulo 80 - Relacionamento por um fio

( Lisa. )


Fala sério, eu não acredito que ele veio atrás de mim de novo, e ainda por cima bêbado, bêbado! Me levantei e começei a andar de um lado pro outro nervosa. 


- E aí Lisa? Posso autorizá - lo entrar? 


- Não! Eu já não quero conversar com ele, acha que vou conversar com ele bêbado? 


- Ok, irei pedir pro porteiro mandar ele embora. 


- Isso, faça isso. 


Me sentei e coloquei as mãos no rosto. 


( Michael. )


- Desculpe senhor, mas o senhor não foi autorizado para entrar. 


- Como assim não fui? Eu tenho que entrar. 


- É melhor o senhor ir embora. 


- Eu não vou embora. 


- Ok, fique aí. 


- Eu preciso falar com minha esposa. 


- Tente um outro dia. 


- Não, eu não posso deixar pra outro dia! Ela vai me esquecer! Por favor, me deixe entrar. 


- Um minuto. 


( Lisa. )


E o porteiro novamente telefona pra cá. 


- Lúcia, diga a sua amiga que o marido dela não quer ir embora, ele quer falar com ela. 


- Ok... direi sim. 


Lulu desligou e veio até mim.


- Lisa, o Michael quer falar com você, e o porteiro disse que ele não quer ir embora. 


- Mas que porra de cara chato! 


- Posso pedir pra deixar ele entrar ou você vai até ele? 


Respirei fundo. 


- Deixe ele entrar. 


- Ok. 


E assim foi feito, o Michael entrou, com uma cara de cachorro abandonado veio até mim.


- Vem. 


O puxei com raiva até o quarto e fechei a porta. 


- O que você veio fazer aqui Michael? Eu não disse que precisamos ficar longe um do outro? 


- Disse, mas eu não consigo. 


Disse se aproximando de mim, eu o empurrei lhe fazendo sentar na cama. 


- Não tente se aproximar de mim. 


- Lisa eu te amo. 


- Se me amasse respeitaria nosso tempo. 


- Deixa essa porra de tempo pra lá, volte pra casa, eu me sinto sozinho. 


- Ah que peninha dele... se sente sozinho. 


- É sério Lisa. 


- Michael eu quero que você se foda na solidão, eu não vou voltar agora. 


- Por favor. 


Disse se levantando e ameaçando vir até mim.


- Fique aonde está! 


- Yisa... 


- Fiquei sabendo que você saiu, saiu com quem? Com a Brooke? 


- Eu não saí com ela, saí com um amigo. 


- Por que você continua a mentir em? 


- Eu não estou mentindo! Eu mandei a Brooke ir se fuder, acabei com a nossa amizade, não era isso que você queria? 


- Sim. 


- Então, eu acho que agora é hora de você voltar pra mim. 


Começei a rir. 


- Você acha que é fácil assim? 


- O que mais eu tenho que fazer? 


- A segunda coisa a se fazer é você ir embora. 


- Sim eu vou, mas com você. 


- Não comece Michael. 


- Você vai me esquecer? 


- Te esquecer? Por que? 


- Esse tempo entre a gente... você vai se desapegar de mim e vai me esquecer. 


- Quantas garrafas de bebida você bebeu em? Você está falando coisas completamente sem sentido, como eu vou esquecer de um cara que estou esperando um filho dele? Você está completamente bêbado Michael. 


- Então isso não vai acontecer? 


- Não!


- Promete que nenhum cara vai se aproximar de você? Você é minha Lisa! Só minha! 


- Michael qual é a porra do cara que vai se aproximar de mim? Todos sabem que sou casada! 


- Nem todos sabem Yisa, por isso eu quero que você prometa que nenhum vagabundo vai se aproximar de você e roubar você de mim. 


- Que porra você está falando? Michael acorda! Para de ser idiota! Quem colocou isso na sua cabeça? Por que você não é tão estúpido assim. 


- Ninguém colocou. 


- Foi o seu amiguinho? 


- Que amiguinho? 


- O que saiu hoje com você. 


- Não, ele não disse nada. 


- Eu tenho a impressão de que você está mentindo, eu aposto que esse cara que você saiu, é um folgado, um mulherengo, que não gosta de perder mulheres, aí te deu esse conselho de vir até mim e ainda por cima dizer coisas completamente sem sentido. 


-.....


- Não foi? 


- Foi. 


- Eu sabia! Você não é tão idiota assim! Se você não tivesse enchido a cara e nem dado ouvidos pra ele, você estaria em casa, respeitando o nosso tempo e não me fazendo ficar mais irritada ainda. 


- Eu te irritei? 


- Por que? Você acha que estou calma!? 


- Bem mais calma do que antes. 


- É porque eu não posso me irritar, não posso me estressar! Por que? Porque eu estou grávida! Se eu não estivesse eu discutiria com você até o amanhecer. 


- E como está nossa sementinha? 


Disse todo tonto caminhando até mim.


- Está ótima ok?  Agora por favor, você pode ir embora? 


- Posso te dar um beijo primeiro? 


- Não! 


- Yisa... 


Disse pegando em minha cintura. 


- Se afaste Michael, eu não quero te beijar, nem te abraçar, nada! Eu quero que você vá embora e respeite nosso tempo. 


Disse tirando suas mãos de minha cintura e ele novamente as coloca. 


- Eu sinto sua falta. 


- Michael vai fazer dois dias que estamos separados! Dois dias ainda! E nesses dois dias você ainda não entendeu o que é um tempo! Agora por favor se afaste de mim e vá embora. 


- Você precisa de mim. 


- Eu preciso de você longe de mim. 


- Yisa... 


Disse acariciando meu rosto enquanto me olhava nos olhos. 


- Michael pare.


Disse tirando suas mãos do meu rosto, e indo abrir a porta, ele me puxou. 


- Eu sei que você me quer por perto, eu sei. 


- Eu não te quero por perto porra nenhu... 


Ele me beijou e eu me afastei rapidamente. 


- Vai embora logo! Anda! 


Disse abrindo a porta na maior brutalidade e apontando pra fora do quarto. 


- Yisa


- Vai logo! E não vem atrás de mim mais, não vem! Aprende o que é um tempo porra! Aprende! Vai embora! 


Michael me olha e sai do quarto, rapidamente vou até a porta de saída e abro ela também, Lulu estava na sala e observava tudo. 


- Vai Michael. 


- Não se esqueça da sua promessa. 


- Vai. 


- Eu te amo Lisa, e não quero te perder. 


- Vai logo! Pare de falar merdas! 


Michael saiu e eu fechei a porta. 


- Mas que homem insistente do caralho! Ele não sabe a definição de um tempo entre casais. 


Disse me sentando ao lado de Lulu. 


- É amiga, sua vida é meio complicada. 


- Bota complicada nisso. 


- E pra te complicar mais ainda... as crianças voltam amanhã da casa do Danny, e elas vão direto pra sua casa, ou seja, O Danny vai ver que você não está lá. 


- Isso é o de menos, o Michael pode inventar qualquer desculpa. 


- Ta, mas e depois? Você vai deixar elas lá com ele? 


- Não! Vou pedir para trazerem elas pra cá, você não se importa né? 


- De jeito nenhum, é só elas não comerem meus doces tudo. 


- Obrigada. 


[…]


Domingo - 28 de Abril de 1994


Duas semanas se passaram depois que me afastei de Michael, depois do dia que ele veio atrás de mim bêbado ele não me procurou mais e nem ligou, somente mandou um buquê como pedido de desculpas e sumiu, bom, era isso que eu queria e ele se tocou. São exatamente 19:10 estou me arrumando, sairei com Lulu para jantar fora. 


- Lisa? Já está pronta? 


- Quase. 


- Posso entrar? 


- Pode, só estou terminando de me maquiar. 


Lulu entra. 


- Uau, ta linda em, fiquei até com inveja. 


- Você só está sendo gentil. 


- Não mesmo. 


- Aham, vou fingir que acredito. 


- Ah, tenho uma coisa pra te contar. 


- Diga. 


- O meu amigo Breno vai com a gente. 


- Amigo, sei. 


- Bom, eu quero algo a mais, mas... 


- Espero que não me deixem de vela. 


- Jamais, fique tranquila. 


- Bom, estou pronta, podemos ir. 


- Até que enfim. 


- E seu amigo? Vai te esperar lá, ou você vai busca-lo? 


- Vai me esperar lá. 


- Eu ainda acho que eu vou ficar de vela nisso. 


- Não vai Lisa, mas... pra evitar de isso acontecer, por que não chama o Michael? 


- Espero que esteja brincando.


- Então não reclame se ficar de vela. 


- Você disse que isso não vai acontecer. 


- Nunca se sabe. 


- Quer saber, eu não vou. 


- Vai sim, você já está arrumada. 


- Lulu... 


- Anda vamos. 


Disse pegando minha bolsa e me entregando, logo saímos do quarto e fomos para o carro. 


[…]


( Michael. )


Estou me arrumando, irei sair com uns amigos do estúdio, vamos jantar fora, depois de muita insistência eles me convenceram a ir. 


[…]


( Lisa. )


19:45, eu e Lulu finalmente chegamos ao restaurante, Breno estava lá, fomos até ele e o cumprimentamos. 


- Oie! 


Lulu lhe abraça. 


- Oi! Você está linda. 


- Ah obrigada, você também está um gato! 


Disse toda apaixonada, ela não me engana. 


- Oi Lisa! 


- Oie!


Nos cumprimentamos. 


- Cadê o Michael? 


- Ah, ele não pôde vir. 


- Entendi, bom, vamos nos sentar.


Ele puxou a cadeira para nós duas.


- Eu pedi um vinho pra passar o tempo, aceitam? 


- Eu aceito, mas não posso me empolgar, estou dirigindo. 


- Ok, e você Lisa? 


- Ah não, obrigada, eu não posso. 


- Não pode? 


- É.... não posso. 


Disse tentando esconder minha gravidez. 


- Fica tranquila Lisa, o Breno é um cara sigiloso.


- Por que? Tem alguma explicação do porquê você não pode? 


- Pode falar Lisa. 


- Eu estou grávida. 


Disse rapidamente e baixo. 


- Grávida? Que legal! Parabéns! 


- Obrigada. 


- Nem tente abrir a boca Breno. 


- Fica tranquila ok? Você mesma reconhece que sou um cara que mantém sigilo. 


Disse dando uma piscadinha para Lulu e claro, eu olhei pra ela e ela estava se derretendo. 


- Fiquem a vontade meninas, eu irei ao banheiro. 


- Espera, eu vou com você, eu tenho que te falar algo. 


- Vai com ele pro banheiro? 


Que merda é essa? Pensei. 


- Não! Eu vou ir conversando com ele até lá, eu tenho algo pra falar com ele em particular. 


- Entendi. 


Os dois se levantam e saem, fiquei sozinha, eu já esperava isso. Uns dois minutos depois um cara estranho se aproxima da minha mesa e se senta. 


- Olá, Lisa Marie Presley! 


- Oi...Desculpe, mas quem é você? 


- Ah, prazer, me chamo Robert. 


- Prazer Robert, então... o que você quer? 


- Você e seu maridinho, já se resolveram? 


- Eu e o Michael? Como sabe que estamos brigados? 


- As notícias correm por aí... 


- E isso te interessa? 


Que homem é esse, que já chega perguntando sobre minha vida? Pensei. 


- Me interessa e muito. 


- Por que? 


- Porque eu estou muito afim de você gatinha, e se vocês não estão mais juntos... você poderia me dar uma chance. 


- Vai se fuder! 


- Olha eu te garanto, eu posso te fazer muito mais feliz do que aquele idiota do Michael. 


Disse encostando em minha mão e eu me afasto rapidamente. 


- Eu ainda sou casada, não está vendo essa aliança em meu dedo? 


- Ah...Mas... seu casamento não está dando muito certo, logo logo você vai estar solteira e... só quero deixar claro que estou na fila. 


- Então você vai ficar na fila eternamente, porque eu não vou me separar do Michael. 


- Você devia. 


- Ah devia? Sabe o que eu devia? Eu devia é dar um tapa na sua cara! 


- Eu ficaria muito feliz, tipo, a Lisa Marie Presley deu um tapa na minha cara! A filha do Elvis, uma mulher gata e poderosa pra caramba. 


- Larga de ser idiota! Vaza daqui! 


- Eu só saio com um beijo seu. 


- Eu vou ser obrigada a chamar a segurança do restaurante. 


- Não precisa disso ok? É só você me dar um beijo, e eu saio, simples assim. 


- Não! 


- Então eu faço isso. 


Disse vindo até mim e me beijou a força. 


( Michael. )


Cheguei ao restaurante, olhei ao meu redor para observar o lugar e avisto uma cena que eu não queria ter visto, minha esposa beijando o meu amigo! O Robert! Mas que porra é essa!? 


- Escutem rapazes, podem ficar, eu vou embora. 


- Mas por que senhor? 


- Nada, podem ficar ok? Escolham uma mesa, se sentem, se divirtam, eu não estou muito bem, eu preciso voltar pra casa. 


( Lisa. )


- Sai daqui seu filho da puta! Quem você pensa que é pra fazer isso! Porra eu sou casada! Mas que porra, que merda, caralho! Sai daqui seu desgraçado! 


Robert saiu rindo e com a mão nos lábios, olhei ao meu redor e vi nada mais nada menos que o Michael, saindo do restaurante, que... merda. 




Notas Finais


E aí??? O que acharam do capítulo de hoje? Eu gostaria muuito de saber! ❤❤❤❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...