1. Spirit Fanfics >
  2. J.a.c.k.s.l.e.y >
  3. The One With The Little Brother

História J.a.c.k.s.l.e.y - Capítulo 8


Escrita por:


Notas do Autor


"The One With The Little Brother"

Tradução:

"Aquele com o pequeno irmão"



Oiê, bom vou logo avisando que eu detestei o capítulo de hoje, na verdade eu tô odiando a fanfic, e eu tava pensando em excluir ela, ou sei lá... eu realmente não tô gostando, ninguém da opiniões nos comentários de como posso melhorar ou então dizer se estão gostando... alguns capítulos como o primeiro tem muita visualização, mas pouquíssimas pessoas favoritam a fic, fico pensando se a pessoa simplesmente não quer favoritar ou se ela não gostou...
Eu não trabalho com bola de cristal então me digam oque estão achando, se não acho que vou acabar por aqui...

Capítulo 8 - The One With The Little Brother



-A terra do nunca, gostei, ficou bom


-você acha que combina?


-claro, ficou perfeito


-eu vou falar com o dono amanhã pra fechar negócio


-então você vai comprar?


-vou


-nossa vai ser difícil te visitar


-e quem disse que eu quero que você me visite?*ele falou sério, então fiquei envergonhada ele deveria estar pensando que eu estava me jogando pra cima dele*


-e-eu...


-eu quero que você more aqui comigo


-então você realmente quer algo sério comigo?


-muito mais que isso se possível*se beijam e depois disso entram no carro e vão ao apartamento do michael e lá fazem o que mais gostam de fazer (...)*


*na manhã seguinte*


-liss*beijei seu ombro e o pescoço*


-humm*resmunga*


-tá na hora de acordar...*falo enquanto chacalho seu quadril*


-mãe só mais 5 minutinhos*ela se vira pro outro lado da cama se cobrindo, e dei uma risada de leve, fui preparar o café da manhã, nada melhor que panquecas e suco de laranja para começar o dia, coloquei tudo em uma bandeja juntamente a uma flor e fui ao seu encontro ela ainda estava deitada mas já estava acordada*


-bom dia linda*dei um selinho e ela fala:


-bom dia lindo*ela se senta na cama*


-como pode mentir a essa hora da manhã*felei olhando pra baixo*


-oque eu menti?*fala após uma garfada e um pouco confusa*


-você me chamou de lindo


-mas você é lindo


-é realmente uma pena você ser tão jovem e já ser louca


-michael não fale isso de você, você é muito lindo*ela toma um gole de suco*


-pare com isso


-é sério você é tipo... uma borboleta!


-hum?


-elas tem as asas muitos bonitas mas elas não podem exergar o quão lindas são, você não quer ver o quão lindo é


-uau, poético


-se convenceu?


-não, ainda me acho feio


-então desisto


-vamos mudar de assunto...


-tá bom


-oque você pretende fazer hoje?


-eu combinei de sair com uma pessoa especial*ela fala pegando a flor e fazendo charme no cabelo o enrolando no dedo*


-posso saber quem é senhorita presley?*pergunta um pouco enciumado mas com tom de brincadeira*


-acho melhor te deixar com curiosidade


-me conta por favor


-é o meu irmãozinho


-ah, eu não sabia que você tinha um irmão, pra onde vocês vão?


-eu vou sair com ele pra tomar sorvete, mas isso é a tarde, a noite estou livre


-então podemos ir fazer algo


-tipo oque senhor jackson?*ela fala com voz sedutora e encolhendo os ombros*


-coisas indecentes senhorita presley


-gostei dessa idéia, e onde seria?


-podemos ir ao cinema e depois vir pra cá


-ótima idéia*começaram a se beijar*se guarde pra hoje a noite querido


-tá bom, tá bom


-a comida estava ótima, obrigada por preparar tudo isso pra mim, nunca ninguém foi tão atencioso comigo


-que isso princesa, esse será o primeiro de muitos*ela dá um risinho como resposta e com as bochechas ruborizadas*eu vou avisar ao meu segurança pra ele fechar um cinema pra nós dois


-vai lá*quando ele estava indo falei*


-mike!


-oi linda


-antes de ir a gente pode passar no meu apartamento, pra eu trocar de roupas


-claro a gente passa lá, e depois eu vou falar com o dono do rancho, quero comprar a vista!


-ricoooo!*ele saiu do quarto rindo, terminei de comer e depois me arrumei e desci e o encotrei falando no telefone com o segurança, e depois fomos ao meu apartamento*


*no apartamento*


-você vai comigo?*pergunto pois vejo ele se levantando do banco do carro*


-pode ser*subimos pelo elevador sem nenhum segurança, um deles ficou no térreo e só nós dois subimos*


-senta aí mike, fica a vontade


-tá bom


-liga a TV se quiser*ele sorri como resposta e eu vou pro quarto pegar as roupas*


-lisa vem cá


-oque foi?!*ele me chamou pra ver um comercial de carros que eu fiz com a minha mãe*


-não sabia que você era atriz


-e não sou rsrsrs*escuto o interfone tocar*


-eu já volto


-okay


~ligação ON~


-senhorita presley o seu namorado subiu ele está furioso e disse que não vai embora sem antes falar com você, e se me permite dizer, acho que ele está meio alterado


-ok obrigada por me avisar*desligo sem nem ouvir a resposta do porteiro*


~ligação OFF~


-michael você tem que se esconder!


-por que?!


-o meu namorado tá subindo e se ele te encontrar aqui ele te mata


-fudeu!*pensei rápido onde poderia esconder o michael e pensei: por que não esconde-lo de baixo da cama? e foi lá que ele ficou*


-fica aqui quietinho


-tá bom


-não se mexe, daqui a pouco eu venho te buscar


-vai logo*escutei a chave virar na porta*


-liss?


-tô aqui no quarto


*danny aparece na porta do quarto e michael só tem a visão dos sapatos dele e dos pés com meia de lisa*


-o que tá acontecendo?*danny pergunta*


-como assim?


-minha mãe me disse que ontem a noite quando estava na sua casa, um tal de Richard foi te buscar e você disse que iria a casa do bruce


-mas eu tava na casa do bruce


-engraçado por que eu liguei pro bruce e ele disse que não te vê desde o show, agora a pergunta que não quer calar: quem é Richard?!


-é um amigo meu


-eu duvido


-você não acredita na amizade entre um homem e uma mulher?


-não lisa, por que eu era seu amigo, onde você dormiu?!


-aqui


-deixa de mentir lisa eu passei aqui hoje mais cedo e vi que você não dormiu aqui, onde você dormiu?!


-na casa da minha mãe


-é mesmo? interessante por que eu liguei pra lá e nem sinal seu, inclusive sua mãe estava te procurando, onde você dormiu?!*ele já estava gritando e eu nada respondi*que você tá me traindo isso é fato!


-eu não estou te traindo*me deu vontade de rir alto embaixo da cama, mas me contive*


-então por que você não me ama mais?*falou se aproximando e colocando a sua mão na cintura dela*


-muita coisa aconteceu, nós não somos os mesmos...


-vamos resolver isso do jeito certo amor...*ele começou a dar beijos no pescoço dela*


-não danny...*eu estava ouvindo barulho de beijos debaixo da cama e podia jurar que estava vermelho de raiva e ciúmes*


-tira isso*falou se referindo a blusa de lisa e tentando levanta-la*


-não danny, eu não quero...


-você não resiste a mim


-me solta danny!*o empurrei com uma força que nem sabia que tinha*


-eu sabia! sabia que você tinha outro! quem é esse cara?


-não tem ninguém danny!


-e quer saber de mais uma coisa?


-o quê?


-eu acho que ele tá aqui!


-não tem ninguém aqui


-se eu encontrar alguém aqui, ele será um homem morto!


-deixe de ser ridículo e vá embora!


-eu vou, mas eu vou voltar hoje a noite, e se você não estiver e vou até o inferno te buscar se for preciso!


-só vá embora danny!


-eu vou voltar, e é melhor você estar aqui quando isso acontecer


-vá logo*depois disso ele foi embora, e tranquei a porta*


-pode sair michael


-esse cara é louco, como você aguenta?


-nem me fale, mas ele não era assim


-as pessoas mudam...


-é melhor a gente ir embora antes que ele volte ou sei lá


-é melhor*terminei de me arrumar e fui até a sala que era onde o michael estava*


-vamos*fomos pro carro, e fomos a minha casa que quando cheguei navarone estava na grama brincando com um io io, dou um beijo em michael e saio do carro, percebi que o carro ainda não tinha saído então pensei que ele estava me observando*


-lisa!*navarone exclama ao me ver e corre em minha direção para me dar um abraço e eu o peguei em meu colo*


-oi meu amor, você tá pesado


-eu senti saudades*fui andando com ele no colo e entramos em casa(provavelmente o carro de michael já foi) e o coloco no chão, e fico agachada na frente dele para ficarmos do mesmo tamanho, eu gosto de conversar com crianças assim para poder olhar em seus olhos e assim ela será mais sincera e verdadeira comigo*


-eu também fofinho


-adivinha quem voltou


-quem?


-o snoopy*snoopy é o meu cachorro de estimação que estava no veterinário depois de ter a brilhante idéia de morder uma coméia*


-sério meu amor?


-sim*ele fala balançando a cabeça animado por que ele amava brincar com o snoopy*


-depois a gente vai bricar com ele tá?


-tá bom lili*sim lili era o apelido que navarona havia me dado só ele me chamava assim*a mamãe tá uma fera!


-o que aconteceu?*mudo a minha expressão de feliz pra preucupada*


-ela tá com muita raiva de você, fica gritando e reclamando, e no final ela desconta em mim


-ela não deveria fazer isso... ela te bateu?*ele ficou em silêncio*sou sua irmã rone, você pode me contar tudo que quiser*ele ficou parado fitando os pés e eu tentando encontrar seus olhos* navarone ela bateu em você?


-sim, às vezes, mas não conta a ela que eu te falei


-me desculpa, isso tudo é culpa minha*falo me sentindo muito culpada, os meus problemas com a minha mãe não deveriam afetar o meu irmão, ele não tem nada haver com isso*


-não pode ser culpa sua*ele fala colocando as mãozinhas no meu rosto*


-é sim, eu vou resolver isso com ela


-a gente ainda vai tomar sorvete né?


-vamos sim, você já tá pronto?


-tô!


-eu vou pegar um carro pra irmos


-tá bom, vou guardar o io io no meu quarto


-vai lá*fui falar com o motorista pra pegar um carro pra mim, pois o meu estava na frente do prédio do michael, depois eu e navarone vamos pro carro, o coloco no banco de trás com o cinto de segurança*


*chegando na sorveteria*


-você vai querer de que navarone?


-de... chocolate!


-hum... eu também, dois de chocolate por favor*depois que a moça anotou nossos pedidos e se retirou eu disse: eu tava pensando se não gostaria de ir no parque de diversões comigo amanhã?


-quero sim*falou muito animado*


*Eu queria afastar navarone da minha mãe pra que ela se acalmasse ao ponto de perceber que nossas brigas não deveriam afetar uma criança inocente, e que não tinha nada haver com isso. Quando terminamos o sorvete fomos pro carro deixei navarone em casa e lá mesmo me arrumei pra sair com o michael e dessa vez eu fui no meu carro no cinema que nós tinhamos marcado*


Notas Finais


-> Sigam minha page no instagram: j.a.c.k.s.l.e.y (com os pontos);

-> Dependendo da minha criatividade e da repercussão, eu posto outro capítulo no sábado;

-> Até a próxima❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...