História Jalousie - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Kaori, Mention Minjoon, Sataegi, Taegi
Visualizações 16
Palavras 1.338
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Ficção Adolescente, Fluffy, LGBT, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


sextafeiramuitolixo

tô repostando pelo motivo de que, sou muito preguiçosa e tinha postado tudo em minúsculo, daí eu pensei "ah é, não pode, né?"

e foi isso, pessoal! boa leitura ;-)

Capítulo 1 - Ciúmes de você


Fanfic / Fanfiction Jalousie - Capítulo 1 - Ciúmes de você

Achava que tudo aquilo era inútil, principalmente seu castigo por uma coisa tão boba, ou nem tanto, mas para o garoto era bem idiota. Não aguentava mais, não queria ter que olhar para a cara de seu… Hm, é… Bem complicado falar o que eram um do outro. 

Estava entediado, sem seu celular, Yoongi ficava sem nada para fazer, ou melhor, ficava sem ter nada de interessante para fazer, já que estava atolado até a cabeça de lições de casa. 

E Min Yoongi não podia negar que era um abestalhado, pisara na bola justo no comecinho do final de semana, ou seja, nada de ver os amigos por demorados dois dias. Nada de assistir Riverdale enroladinho na coberta na madruga, muito menos mandar mensagens ameaçando dar spoilers para Seokjin, ou curtir as fotos de blogueirinhas no Instagram. Ah, e também ficaria sem notícias de Taehyung por dois dias, não sabia se aguentaria tudo isso.

Porém, se havia algo que o Min não queria mesmo fazer, era ver a cara do acastanhado. Sentia tanta raiva! Talvez porque o motivo dele estar de castigo fosse 10% de Taehyung, ou então, apenas por sentir muito ciúmes do Kim. Mas não queria admitir, porque sabia que isso só daria mais motivo para o mesmo jogar em sua cara que não tinham nada. 

Kim Taehyung fazia Yoongi chorar de raiva, e de felicidade as vezes, era uma verdadeira explosão de sentimentos. E o pior, nenhum dos dois sabiam o que queriam para aquele relacionamento, e também nem sabiam dizer se de fato dava para chamar de relacionamento.

  E o motivo de tanto ciúmes era um loiro bundudo, Seungkwan, que se achava o rei da cocada. Era mais novo que ambos os pombinhos, e em toda oportunidade, dava em cima de Taehyung, que aproveitava a situação para provocar Yoongi. 

E sexta-feira fora o pior dia do ano para Min Yoongi, se lembrava muito bem…

– Gente, tô com fome. – Jimin falou, batucando os dedinhos na carteira escolar. Hoseok aproveitou para pegar uma de suas canetas. 

– Que novidade… – Respondeu Yoongi, batendo na cabeça de Hoseok. – Ei, essa caneta é minha!

– Se fode, Yoongi. – Jimin falou, e Hoseok riu. 

– Também tô com fome, mas hoje vai dar peixe… – Hoseok falou. – Até perdi o tesão de comer hoje. 

– Peixe? De novo? Ah, que saco. – Yoongi reclamou alto de mais, pelo visto até as meninas que sentavam na frente conseguiam o ouvir. – Depois que eu fico doente, quero ver quem me coloca no hospital. 

– Ui, que revoltado você. – Jimin guardou seu caderno na mochila, era um dos poucos alunos que dava importância para os últimos dias de aula. – Vai, levantam logo, hoje a gente vai pegar alguma coisa na cantina. 

– Com que dinheiro? 

– Oras, eu pego do Namjoon. – Jimin riu de sua própria fala. 

Ah, Jimin e Namjoon, literalmente dois namoradinhos, só não se assumiam logo. Era um rolo eterno, mas sempre tinham um ao outro. Eram fofos juntos, um casal bem meloso, em questão de melação, só perdiam para Taehyung e Yoongi. 

E então, enquanto Yoongi pensava em que lanche saborear no intervalo, o sinal bateu, fazendo o garoto sair de seus devaneios alimentícios.

– Vamos, vamos. 

Caminharam até o refeitório com os estômagos roncando, como trovões. Ouviram cochichos e murmúrios por onde passavam, tinham que admitir, a fofoca sobre eles nem o assustavam mais. 

Mas, nenhum dos três reclamavam, já estavam acostumados com isso, estavam acostumados a serem uns dos centro das atenções daquele colégio. Por onde passava Yoongi conseguia ouvir coisas do tipo "Vocês viram o cabelo dele? É tão lindo! Taehyung também tem uma sorte de se invejar, hein?", até coisas que eram… Hm, estranhas. Já Jimin, este ouvia sobre seu talento para artes, já ouviu falar que ele e Namjoon eram o casal mais inteligente da escola, e não estavam errados, eram mesmo. E Hoseok ouvia de tudo, tudo mesmo, elogios sobre sua dança era o que não faltava e, lógico, ele se orgulhava muito disso.

– Eca. – Hoseok observou uma garota passar, de mãos dadas com seu ex. Sentia tanto nojo do garoto, mas fazer o que. 

– Gente, vocês viram? viram? – Yoongi começou a praquejar, chamando a atenção dos dois que, assustados, se perguntaram se o mais velho estava ficando louco.

– Lógico que vi, vi sim. Aliás, tô vendo agora, com minha bola de cristal. – Debochou Hoseok, fazendo Jimin rir igual um nenê. 

– Urgh! – Yoongi fingiu vomitar, inclinando a cabeça na direção da mesa encostada na parede do refeitório. – O fodido do Taehyung, tá almoçando com o Seungkwan. Deixa ele vir pra cima de mim com as gracinhas dele, não quero mais saber dele. 

– Todos sabemos que é mentira, hyung. – Hoseok avisou, o abraçando em seguida. Yoongi respirou fundo, e para piorar, Seungkwan ainda apoiava os cotovelos na mesa, ficando cada vez mais perto do Kim. 

– Perdi a fome. Se quiserem comprar algo, podem ficar com meu dinheiro.. 

 . ° ♡.。₊̣̇.ෆ˟̑*̑

Após comerem em um clima muito tenso, Jimin resolveu que iria ficar com Namjoon no intervalo, não eram da mesma sala e, cá entre nós, não passavam muito tempo sem o outro. 

– Vamos sentar aqui? – Yoongi pediu e Hoseok concordou. Agora, estavam debaixo da grande árvore da escola, um lugar calmo e tranquilo, além de que adoravam sentar lá para observarem as pessoas.

– Ah, entendi o porquê da gente ter sentado aqui. – Hoseok falou, encostando no ombro de Yoongi. Viu que Taehyung estava logo a frente, mas nem tanto, nem tão perto, nem tão longe, porém, estava com Seungkwan. 

– Quê? Só gosto de sentar aqui, oras. – Mentiu, dando de ombros quando recebeu um olhar de reprovação. 

– Tá, tá bom. Acredito. – Hoseok riu.

– Tá precisando retocar a tinta, né? – Yoongi falou, começando a acariciar os cabelos de Hoseok. – O vermelho já está desbotando. 

– Pinta com meu pinto, vai. 

– Ish, sai para lá! – Yoongi riu e olhou para os lados, revirando os olhos quando viu Seungkwan se escorar no braço de Tae. 

– Sabe o que eu percebi com todo esse seu carinho na minha cuca? – Hoseok perguntou e recebeu um "não" de resposta. – Que você tá me usando para fazer ciúmes! 

– Ah, claro. Tô super fazendo ciúmes. – Ironizou, revirando os olhos. – Claro que não, né? Seu idiota. Sai do meu colo também, fica me acusando desse jeito.

– Ui, ficou bravo. – Hoseok debochou. – Ih, olha quem tá vindo... Vou beber água, já volto. – Se despediu com um beijinho.

– Que- Ah… – Yoongi olhou para cima e viu Taehyung se aproximando, dessa vez, sozinho. 

– Ei, gatinho. – Taehyung chamou por Yoongi, que o ignorou, mas não adiantava pois um sorrisinho bobo já nascia em seus labios. – Uh, tô falando contigo! – Moveu o queixo do Min com os dedos, fazendo carinho logo em seguida. 

– Ai, o que você quer, hein? – Perguntou, ríspido, como se não quisesse falar com ele, o que não era 100% mentira. 

– Por que não foi falar comigo hoje, uh? – Perguntou o Kim, se sentando ao lado de Yoongi, logo passando o braço ao redor de seu ombro. – Ciúmes? 

– Vai ver se eu tô na esquina, vai? – O garoto respondeu, sentido seus cabelos azulados serem acariciados. – Aliás, vai e chama seu amigo. 

– Ah, então você admite que o Seungkwan é só meu amigo, né? – Tae falou, touché Min Yoongi. 

– Não, é que minha vó sempre falava que amigo de cu é rola. – Respondeu. 

– Ai, ai. É por isso que eu gosto de você, hyung. – Taehyung falou, beijando a ponta do nariz do garoto, que se derretia inteiro, por dentro. 

– Ai, Taehyung. – Yoongi suspirou, encostando a cabeça no peito do Kim. 

– Cof, cof. – Hoseok fingiu tossir. – Me dêem atenção, só um pouco. 

– O que você quer, Hobi? – Yoongi perguntou, um pouco irritado.

– Jimin tá te chamando. 

– É algo sério? Na onde ele tá? – Perguntou, preocupado. Enquanto Taehyung fazia carinho na sua mão. 

– Não sei, só sei que ele tá lá perto do elevador, com o Namjoon. 

– Uh, tão se pegando? – Taehyung perguntou, com um sorriso malicioso.

– Olha, Yoongi, seu namoradinho é esperto. – Taehyung riu com o comentário de Hoseok, e Yoongi sentiu suas bochechas corarem. Ah, Hoseok, por que tão idiota? 


Notas Finais


Nem lembro se estava assim, mas também, não ligo. Beijos.

Mentira gente, ligo sim. Espero que gostem e essas coisas.

ai tô mt viciada em uma música, minha nossa.

link da música q tô viciadissima, parece droga: https://youtu.be/GTHG8pfG_UM

link do meu ccats, caso vcs queiram, ah sla: http://curiouscat.me/yoonlies

meu twitter tá @sataegi, é isto. beijocas


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...