História JANE - Imagine-Hwanwoong. - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias (G)I-DLE, Blackpink, BtoB, ONEUS
Personagens Hwanwoong, Jisoo, Lisa, Minhyuk, Minnie, Personagens Originais, Xion
Tags Horror, Jack Risonho, Masoquismo, Terror, Tortura, Traição
Visualizações 3
Palavras 1.032
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Hentai, Magia, Mistério, Orange, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Violência, Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Eaaaaaai!

Capítulo 2 - 2. Game time.


Fanfic / Fanfiction JANE - Imagine-Hwanwoong. - Capítulo 2 - 2. Game time.


Author.

15:12 PM.


Hwangwoong e sua namorada já tinham deixado seus amigos nas suas residências, e nesse momento eles estão deitados assistindo um filme qualquer na TV, mas como alguns de vocês já sabem, garotos são bem quentes.

— Amor…— Acariciou a coxa de sua namorada.


— Nem vem, estou cansada.— Fez cara de sofrimento.


— Por favor amor, é que acabei imaginando coisas impróprias com você.— Deitou Minnie no sofá, ficando por cima dela. Apenas com esse ato, a garota se molhou em questão de segundos.


— Vem cá.— Puxou a nuca de seu namorado, lhe dando um beijo feroz e cheio de luxúria. O loiro levou as suas mãos grandes até suas coxas as apertando, a garota arfou com o contato agressivo e prazeroso.


— Você é a garota mais gostosa que já vi em toda a minha vida.— Sussurou no ouvido da menina, fazendo-a estremecer por completo. Não aguentando mais, a morena tira sua camiseta, deixando seus seios médios e bonitos a mostra para o seu companheiro que estava bastante ereto.


— Me faça sua, Woong.— Hwangwoong afunda seu rosto no pescoço da garota, dando leves beijos e alguns chupões que com certeza ficariam bastante roxos. A morena pressiona o corpo do seu namorado contra o seu mais ainda, deixando suas intimidades fazerem um contato excitante. Sem exitar, Hwangwoong começa a simular estocadas na sua intimidade que estava sendo tampada pelo tecido jeans da sua calça. Sem mais delongas, a sua namorada tira a calça com um pouco de dificuldade, já que seu amado estava sobre você. Ela o empurra, dessa vez ficando por cima, ela dá pequenas reboladas no seu membro, tirando gemidos arrastados do loiro.


Poderia até rolar naquele momento, mas algo não queria que isso acontecesse.



A campainha toca, os dois se levantam de uma vez vestindo suas roupas preocupados com quem poderia ser, como: seus pais.


Minnie se levanta ajeitando seus cabelos, ela se aproxima da porta dando um sorriso falso, logo abrindo a mesma, que por chato que seja, não tinha ninguém. A mesma ficou confusa quando se deparou com uma caixa preta na entrada, a garota se agachou pegando a mesma, olhou para os lados pra ver se tinha sinal de alguma pessoas, mas nada. Ela entrou fechando a porta com o pé, se sentou do lado do seu namorado e ficou fitando a caixa um tanto quanto curiosa.


— O'que é isso?— Ele Indagou apontando com o nariz.


— Também não sei. Vamos abrir?— O garoto ficou receoso, olhando sua namorada meio preocupada, ele sentia que não era uma coisa muito boa.


— Sei não, pode ser de outra pessoa, devem ter se confundido de endereço.— Ela maneiou a cabeça para o lado com uma carinha de tédio, e como o garoto não resistia a sua Amanda, acabou de dando por vencido.— Tá, pode abrir.— Empolgada era a palavra que descreveu Minnie muito bem, com seu sorriso aberto e suas mãos batendo uma nas outras.


— Okay…— Ela foi desfazendo o laço da caixa com cautela, pegou a tampa tirando-a devagarinho e com os olhos brilhando, e quando viu o'que tinha dentro, se assustou.


— Meu deus.— Hwangwoong arregalou seus olhos ao ver tal coisa horrenda e macabra.— Jogue isso fora.


Sua namorada não mexeu um músculo, ela estava paralisada sem saber o'que pensar. A vontade de gritar se fez presente, ela nunca desejou tanto, correr dali sem parar, por mais que seus pés ficassem machucados.


Era um pingente, um pingente semelhante ao que ela tinha dado para a sua irmã de sangue, que foi morta misteriosamente e encontrada nua, com partes do corpo arranhadas e cheias de marcas, cabelos mal cortados, sinais de estrangulamento, perfurações pelo abdômen; nesse dia Minnie quase perdeu sua respiração, pois tinha esquecido dessa capacidade apenas vendo aquela cena pessoalmente, depois de dias na esperança de achar sua irmã viva e bem.


Isso foi a três anos atrás, ela tinha superado um pouco, mas qualquer coisinha que fosse ligada com a sua irmã, ela poderia lembrar de cada detalhe do corpo mal-tratado de sua outra metade.


Junto desse objeto precioso tinha uma foto do corpo de sua irmã, do seu corpo marcado, marcados pelas mãos do demônio,como assim dizia sua mãe depois do velório da mais nova. Hwangwoong não sabia como reagir e muito menos o'que falar para a sua amada, sua única ação foi abraça-la e jogar a caixa pra longe.


— Q-Quem fo-foi que trou-trouxe i-isso?— A sua voz mal saía, diria que suas cordas vocais tinham sido arrancadas, mas ela só não tinha forças para pronunciar alguma palavra.


— Vamos ver quem foi, amor.— Beijou sua testa.— Vamos descobrir quem foi o canalha que fez essa brincadeira de mal gosto, e quando acharmos, vou acabar com a raça dele.— Apertou mais a sua namorada, que chorava sem parar.— Vou acabar com ele por fazer você sentir essa dor.



JANE



— Pra quem tem um rostinho inocente, você é muito malvada.— Rio Jack, meu amigo e companheiro.


— Você ainda não viu nada, Jack.— Continuava a passar meu indicador na ponta do objeto perfurante.— Ela vai se dar muito mal por ter roubado ele de mim.— O encarei.


— Mas isso faz tempo, vocês ainda eram crianças, e ele nem te conhecia.— Revirei os meus olhos.


— É melhor calar a boca.— Apontei a faca na sua direção, inclinando meu corpo para frente.


— Estressada você, né?— Riu sem se intimidar com a minha ameaça.— O'que vai fazer? — Sorri me levantando, observei a foto de Minnie de longe, mas que estava de frente pra mim.


— Rouba-lo de seus braços, — Dei uma pausa, mirando a Pan Clip em sua foto.— do mesmo jeito que ela fez comigo!— Joguei acertando seu rosto que esboçava um sorriso.


— Como a vingança é bela.— Sorriu, fui até a foto tirando minha Pan Clip de uma vez do retrato.— Vai fazer a manipulação?— Perguntou curioso.


— Hoje mesmo ele terá que sonhar comigo, nem que pra isso eu tenha que entrar em sua mente.




Notas Finais


Me desculpa por qualquer erro!!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...