História Jardim de Peônias (Imagine Kim TaeHyung) - Capítulo 4


Escrita por:

Visualizações 11
Palavras 2.944
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Bishoujo, Bishounen, Comédia, Crossover, Ecchi, Fantasia, Ficção, Misticismo, Poesias, Romance e Novela, Seinen, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpem a demora...

Capítulo 4 - Apenas um banho


Fanfic / Fanfiction Jardim de Peônias (Imagine Kim TaeHyung) - Capítulo 4 - Apenas um banho

*Point of View – S/N*

(Casa da S/N, 4:05 p.m)

YangYang: Me conta tudo! – Dizia enquanto cutucava S/N.

S/N: Não aconteceu nada.

YangYang: Você não me engana pirua dissimulada.. está na cara que aconteceu algo ontem. Sorriso bobos e olhares perdidos. Huuuummm... conheço a peça.

S/N: Okay! Eu conheci um garoto, mas foi só isso.

YangYang: E esse boy tem nome?

S/N: É provável que sim...

YangYang: Como assim? Você não sabe o nome dele? Como ele é? Qual curso?

S/N: Foi tudo tão rápido que não deu pra perguntar. Ele era lindo, parecia um anjo, um bonequinho, as pintinhas, os olhos e os lábios.. - suspirou.

E que lábios, ele era impressionante. O curso não faço a menor ideia podia ser de teatro já que usava roupas do clube de teatro, mas eu não sei mesmo se eu tiver tempo antes do trabalho de campo pretendo procurar por ele.

YangYang: Acho que vai ser difícil, você mais do que ninguém sabe que a partir de amanhã vai ser corrido né? Não teremos tempo nem pra tomar banho. Prevejo alunos mortos no campus de tanto cansaço.

S/N: É mas não pretendo desistir sem antes tentar, afinal é melhor acender uma vela do que praguejar o escuro.

YangYang: Confúcio... Mas olha princesa, se me trocar por esse guri vou ficar com ciúmes viu, você é a minha magrela, não se esqueça disso. Se eu conhecer e não aprovar desiste nenem.

S/N: Ata...

YangYang: Essas mulheres de poucas palavras.. - disse olhando pra ela, beijou sua bochecha e se despiu com um sorriso atrevido.

Quando S/N acordou naquele domingo Seulgi não estava mais ali, olhou pro relógio que marcava 2:07 p.m e ao lado havia um bilhete da Velvet.

"Peguei umas roupas sua emprestadas, tive que sair cedo, desculpas e bom dia (ou boa tarde). Beijos e beijos.

- Velvet"

Levantou escovou os dentes e seguiu para a cozinha preparou um café rápido, iniciou seu café da manhã quase três da tarde e riu dessa liberdade que tinha, foi pra sala em seguida e ligou a SmartTV na Netflix e ficou mergulhada em doramas e séries até YangYang aparece por lá.

*Point of View - Kim TaeHyung*

Ele acordou cedo e teve um pouco de dificuldade ao se levantar já que um corpo cobria o seu mais conhecido como seu melhor amigo Hoseok, ao levantar viu Namjoon no chão, caminhou até o banheiro e viu Jungkook dormindo na banheira, escovou os dentes, tomou um banho rápido com água fria pra despertar os músculos que ainda dormiam e seguiu pra cozinha, no corredor Jimin dormia enrolado em alguns lençóis, passou pela sala e viu Min Yoongi largado no sofá dormindo agarrado com a cachorrinha recém nomeada Juliet, quando chegou na cozinha viu Kim Seokjin dormindo aos pés da geladeira e se lembrou da confusão que fizera noite passando dizendo que a geladeira era sua namorada e ninguém podia chegar perto. Pegou um copo de suco e bebeu calmamente sentado olhando para o Jin que dormia tranquilamente, Kim TaeHyung corria 2 horas todas as manhãs um costume que virou rotina e uma rotina que virou vício, ele achava isso irônico demais logo ele o conhecido por inovador, antes de sair deu mais uma olhada na bagunça que a casa estava, sorriu incrédulo e finalmente fechou a porta.

(Casa do Kim TaeHyung, 8:00 a.m)

Jin: Céus o que aconteceu ontem? Aí quer dor de cabeça. - disse o mais velho abrindo os olhinhos inchados. 

Parece que um furacão passou por aqui... – concluiu.

Jin andou vendo a bagunça que a casa estava, ele se perguntava como conseguiu acordar tão cedo mesmo dormindo tão tarde, aquilo parecia um dom, ele rapidamente se jogou uma água arrumou toda a casa e a medida que ia arrumando os cômodos ia acordando os garotos, o único que não teve a ousadia de acordar foi o que se encontrava dormindo na sala, o garoto que dormindo daquela forma parecia um anjo, pele alva e cabelos negros, rosto angelical, mas ele sabia que aquela doçura toda não passava de ilusão, a mais traiçoeira de todas. Ele fez o café da manhã e estranhou TaeHyung ainda não chegado.

Hoseok: Jin isso tá uma delícia, você sempre me surpreende.

Namjoon: Dessa vez eu preciso concordar, homem com os seus dons culinários não existe.

Jin: Eu sei Namjoon. Eu sou único, o pacote completo, beleza, charme, inteligência e cozinha.

Jungkook: Você podia ser mais humilde né?

Jin: Shiu pirralho! Eu sou mais velho me respeita.

Jungkook: Miane hyung...

Hoseok: A gente tá na China, em chinês por favor.

Jungkook: Chato...

Jimin: Então gente, vocês não vão chamar o Suga pra comer?

Namjoon: ...

Jungkook: ...

Hoseok: ...

Jin: ...

Jimin: Okay! Que horas o V vai chegar? Hoje ele tá demorando...

Hoseok: Deixa ele, ele tá apaixonado... deve tá com a cabeça nas nuvens agora... O que foi? Por que estão me olhando assim?.........Ele tá atrás de mim não é?

Namjoon: Tá...

Hoseok: Oi meu grande amigo, como você está nessa belíssima manhã? Quer que eu prepare algo especial pra você? – Se pronunciou se virando para ver o amigo com a cara mais cínica possível.

TaeHyung: Já que você insiste tanto eu adoraria um chá de camomila... Aliás por que vocês não chamaram o Yoongi? – Perguntou olhando de maneira curiosa para os amigos.

Jin: Você sabe como ele é.. preferimos não arriscar..

TaeHyung: Seus monstros... – Disse fingindo indignação e seguindo para a sala.

Yoongi: Bom dia traíras.. – disse chegando acompanhado de V.

Jungkook: Hey! Nós iríamos deixar pra você..

Yoongi: Não sei o porquê mas não confio em vocês, com exceção do V é claro, ele sim é descente, não é egoísta e pensa nos amigos. – Disse de forma mau humorada para o resto enquanto V dava um sorriso quadrado e vitorioso.

Namjoon: Você não tem muita moral pra falar não Yoongi, deixa de graça e senta logo aí.

Yoongi: Já é.

Hoseok: Então como foi a festa pra vocês?

Namjoon: Não lembro de muita coisa mas fiquei com umas 2 garotas e vocês?

Yoongi: Eu dormi...

Jimin: Dei PT.

Jungkook: Fiz stripper em cima da mesa.

Jin: Não me lembro.

TaeHyung: Nada a declarar...

Hoseok: Eu conheci uma garota incrível e linda, infelizmente não tivemos a oportunidade de fazer nada, mas tenho certeza que vou achar, já falei com alguns amigos... E você sr. “Nada a declarar” conta pra eles vai... – Pronunciou enquanto mandava um olhar super malicioso para seu amigo.

TaeHyung: Eu conheci uma garota...

Jin: Prossiga..

TaeHyung: Ela era linda, os olhos... E o sorriso... – Suspirou.

Namjoon: Uau... E de corpo?

Jin: É como se chamava?

TaeHyung: Não sei..

Namjoon: E de corpo?

Jimin: De que departamento era?

TaeHyung: De arte creio eu, mas não sei qual bloco e nem curso.

Namjoon: Mas ela tinha muitas curvas? Como era de corpo?

Jungkook: Vocês trocaram números?

TaeHyung: Não, não...

Namjoon: Peitões? Bumbum empinado?

Yoongi: Já pensou como vai encontrar ela?

TaeHyung: Pretendo procurar pelo campus, por hora só isso...

Jin: Só não esquece que tu é estudante e que a universidade é grande.

TaeHyung: Tá bom appa.. – Pronunciou com ironia.

Hoseok: Pode contar comigo nenenzinho, eu procuro com você.

Namjoon: Mas gente, como ela era de corpo? É mais fácil o J-hope achar tendo características mais detalhadas, só pelo rosto não sabe, as garotas daqui tem um padrão que por características gerais todas são praticamente igual o biótipo jovem universitária asiática.

TaeHyung: Não se preocupe, ela é estrangeira, cabelos azuis, baixinha, olhos castanhos e lábios bem desenhado.

Namjoon: Vocês são muito bregas.

Jimin: Não somos bregas, somos homens de respeito. – disse se exibindo.

*Point of View - Du Zi Feng*

Ao contrário da semana de S/N a dele tinha sido mais tranquila, passou o sábado em casa estudando e preparando algumas coisas para a viagem que a turma deles teriam, totalmente opostos da garota. Ele tinha adorado conhecer ela, admirava muito, porém seus sentimentos não passavam disso, o único desejo que tinha era de ser um verdadeiro amigo.

(Chēkù kāfēi, 3:00 p.m.)

Feng estava na fila de uma Cafe Shop qualquer até enxergar Seulgi, eles nunca tinham se falado, nada além de cumprimentos por educação.

Feng: Você... É amiga da S/N não? Sempre vejo vocês juntas na universidade.

Seulgi: Sou sim, Du Zi..Feng? – Se pronunciou hesitante temia errar o nome do rapaz, ela sabia quem ele era e como se chamava, porém não tinha certeza.

Feng: Sim, sim.. muito prazer...

Seulgi: Seulgi, Kang Seulgi.

Feng: Srta. Kang.

Seulgi: Não precisa tanta formalidade, sei que agora é amigo da S/N, ela comentou comigo sobre vocês terem saído, logo, és meu amigo também. – Falou de forma simplista.

Feng: Obrigado, Seulgi.. Mas se me permite perguntar, o que faz aqui nessa cafeteria em pleno domingo as 2:00 da tarde?

Seulgi: Ah, eu fui a uma festa ontem com a S/N, uns amigos do departamento de Arte me chamaram e eu levei ela como minha acompanhante, acabei por dormir na casa dela, estava a caminho de casa, mas precisava tomar um café.

Feng: Se importaria se tomássemos juntos? – perguntou para moça com um sorriso simpático no rosto.

Seulgi: Sem problema algum, aliás prazer em conhecer.

Eles conversaram por algum tempo aproveitando a companhia um do outro, até ambos tomarem rumos diferentes, ele entendia o lado de Seulgi, ela deveria está cansada por isso não quis prolongar a conversa, ele sabia que teria outra chance para se conhecerem mais, afinal agora ele era amigo da S/N e como a própria disse, também amigo dela.

Du Zi Feng chegou na sua casa alimentou seu filhote Chupi, pensou em S/N por algum tempo e em como gostaria de sair com ela, sabia que durante a semana com certeza não ia conseguir, a turma deles estaria muito ocupada, ela principalmente e as duas seguintes eles estariam na viagem para o trabalho de campo. Apesar disso não desanimou, resolveu ligar para S/N, eles conversaram por algum tempo, coisa que ele não fazia a anos, ter uma conversa agradável com alguém por telefone, se despediram e ele passou o resto do domingo aproveitando e relaxando, afinal a semana também seria corrida para ele.

Feng era um bom rapaz apesar de sua aparência intimidadora, ele amava a família a cima de tudo e a união e respeito era algo de muito valor para ele, cuidava da irmã e mãe como suas joias mais preciosas e respeitava seu pai a cima de todos, um dia teve uma amada e jamais esqueceria dela, ela foi seu primeiro amor e seu melhor amigo, hoje está sozinho, mas sempre será grato e sempre a amará.

*Point of View - Jung Hoseok*

(Quarto do Hoseok, 4:00 p.m.)

Ele estava largado morgado, com sono, porém não conseguia dormir, simplesmente não queria fazer nada e os pensamentos voavam. Ele ficou na sua casa trancado no quarto até 6 da noite, depois tomou um banho trocou de roupa e disse pra si mesmo que precisava espairecer, tomar um ar, afinal era domingo a noite, era pecado perder uma noite de domingo na China trancado em casa segundo Jung Hoseok.

Andou pelas ruas centrais da cidade, estava sem companhia, não queria ir pra balada, apenas precisava respirar e por os pensamentos em ordem, andou procurando algo pra se distrair, buscando conhecer mais ainda o lugar que a pouco tempo passou ser seu lar, ele comeu e provou mais daquela cultura até enxergar a garota da festa, ela estava linda um vestido simples a simplicidade era tanta que não havia nada mais belo.

Hoseok: Yoooooo bruxa!

A garota lançou um olhar confuso para ele, mas depois de ver de quem se tratava sorriu gentilmente.

Seulgi: Você...

Hoseok: Eu... Hoseok.. Jung Hoseok.. muito prazer. – disse lançando o sorriso mais amigável que tinha.

Seulgi: Kang Seulgi.. o prazer é meu...

Hoseok: O que você faz por aqui? Se me permite perguntar.

Seulgi: Espero..

Hoseok: O que você espera...??

Seulgi: Amigos, eles estavam trabalhando em um casamento aqui perto, acompanhando a noiva o dia todo... Mas acho que não conseguiram fugir.

Hoseok: Então vamos até eles...

Seulgi: O que? Agora?

Hoseok: Claro, vamos.. – disse puxando a garota pelo braço.

Seulgi: Mas o casamento é pra lá. – logo foi puxada pra direção contrária da anterior, indo em direção a festa.

Eles chegaram lá rapidamente, conseguiram entrar de penetra em um casamento alheio, foi bem engraçado, tiraram fotos com os noivos que estavam super confusos sem saber quem eram aqueles dois, mas mesmo assim não contestaram.

Os amigos de Velvet ao verem os dois ali quase tiveram um ataque, afinal estavam ali a trabalho, porém depois de alguma conversa com os organizadores conseguiram uma mesa de solteiro para os dois, eles se divertiram a noite inteira, Hoseok fez competição de quem bebia mais com uma das madrinhas da noiva que se encontrava ali e percebeu quanto era fraco pra bebida comparada a garota com vestido azul turquesa. Velvet sem sombra de dúvidas teve uma noite inesquecível, a noite em que mais riu e teve que cuidar de um Hoseok porre.

*Point of View - Kang Seulgi*

(Uma praça qualquer, 02:00 a.m.)

Hoseok: Você é linda sabia?

Seulgi: Sabia.

Hoseok: Não você não entende, você é realmente linda, a garota mais linda da face da terra.

Seulgi: Sério? Por que você acha isso?

Hoseok: Eu não acho, eu sei, é uma verdade absoluta.

Seulgi: Você é diferente. Quem é você garoto?

Hoseok: O seu oppa. Esqueci que estamos na China, sou o Gē gē.

Seulgi: Ata. Vamos eu não posso te deixar sozinho aqui, é perigoso gē gē.

Ela levantou o garoto que estava largado no balanço ao lado do seu e foram seguindo cambaleando para seu apartamento, pensou que aquela era uma forma bem inusitada de começar uma amizade e riu disso.

(Ap da Seulgi, 2:30 a.m.)

Seulgi: Vamos tire logo a roupa.

Hoseok: Não... tá cedo demais pra isso, eu não quero, se você me forçar vai ser estupro. – disse brincando.

Seulgi: Eu só vou dar banho em você, olha só pra você, não consegue nem ficar em pé sozinho.

Hoseok: Eu tô ótimo.

Seulgi: Uau, como ele está lúcido. – após dizer isso o jogou em baixo do chuveiro com roupa e tudo. Ele estava todo encharcado olhando para ela e ela nunca teve uma visão tão linda quanto aquela.

Hoseok: Por que está fazendo isso?

Seulgi: Porque você precisa.

Hoseok: Obrigada. – disse e puxou a garota pra si. Agora ambos estavam vestidos e encharcados.

Seulgi: De nada. – se pronunciou e selou os lábios do garoto.

O beijo era calmo o toque único e delicado, o toque aveludado do famoso beijo francês se fez presente ambos sentiam a água descer por seus corpos, fria e estimulante, foi um momento sem igual. Ela separou seus lábios, os olhos delas encontraram com os deles os braços dele envolviam a cintura dela e apertava de uma forma atraente, ela se separou e foi tirando peça por peça das roupas dele, em seguida as suas, ele via virtude no corpo dela e ela via a perigo nos lábios dele, ficaram ali nus e abraçados sentindo o calor de seus corpos em contraste com a água, apesar disso o banho seguiu tranquilo sem malicia e sem mãos bobas, apenas um banho. Depois do banho ela vestiu um roupão nele e o colocou para dormir em sua cama, antes de se entregar ao sono ele suspirou e sentiu cheiro de sabonete a imagem embaçada da garota lavando o cabelo de costas para ele e a poucos centímetros de distância se fez presente em sua mente, inclinou um pouco a cabeça e teve a imagem dela dormindo serenamente, pensou em como azul turquesa era uma cor bonita em seguida adormeceu.

*Point of View - Jung Hoseok*

(Quarto da Seulgi, 10:00 a.m.)

Ele acordou com dor de cabeça e não reconheceu o lugar onde estava, olhou para si mesmo e viu que estava sem suas roupa, apenas um roupão verde, levantou e seguiu pela casa a procura da cozinha, teve flashes da noite passada enquanto caminhava, logo encontrou a garota, estava sentada na varanda, roupão vinho de veludo, pernas causadas e uma xícara de café ao seu lado, ela estava de costas apreciando a vista.

Seulgi: Bom dia luz do dia. – disse virando para ele.

Hoseok: Como sabia que eu estava aqui?

Seulgi: Senti seu olhar sobre mim.

Hoseok olhava fixamente para a garota, especificamente para o decote no roupão folgado em seu pequeno corpo.

Seulgi: Está se divertindo? Você não disfarça nada.

Hoseok: Desculpe – se pronunciou com um sorriso inibido. Mas. . O que aconteceu ontem a noite? – prosseguiu curiosamente voltando seu olhar para o rosto da garota.

Seulgi: Você desafiou uma madrinha do casamento que invadimos e perdeu miseravelmente. Eu te sequestrei e cuidei de você como um bebê, dei banho e coloquei pra dormir. – disse para ele e lembrou do beijo.

Hoseok: Desculpe e obrigado. – disse sentando na mesa, dando o sorriso único e maravilhoso que tinha.

Seulgi: De nada. Tome café antes de ir, está forte e amargo vai ajudar com a ressaca.

      Eles tomaram o café em silêncio ela apenas observava ele comer, as vezes ele a olhava discretamente e seus olhares se cruzavam, em seguida ele trocou de roupa e ela o acompanhou até a saída do prédio, trocaram WeChat para manter contato e decidiram ser amigos, antes de ir ele aproximou seus lábios do ouvido da garota e sussurrou “Eu não me esqueci do beijo...” então deixou um pequeno selar no canto de seus lábios sorriu e seguiu seu caminho. Ela ficou ali parada tocando o lugar que ele havia beijado e olhando para a direção que o garoto seguia até finalmente perdê-lo de vista.


Notas Finais


Nos vemos na próxima...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...