História Jay o espadachim lendário - Capítulo 12


Escrita por:


Notas do Autor


Ola minha gente sejam bem vindos a mais um capitulo
Pois bem, jay final tem seu tempo de descanso mais ainda sim continua a se preocupar com sua amiga, oque sera que esta deixando sua vida um pouco sem cor? Tentem adivinhar porque vocês são vão descobri muito mais pra frente hehe, e emily fez um novo amigo confira agora
Boa leitura

Capítulo 12 - Um tempo para descansar!


Fanfic / Fanfiction Jay o espadachim lendário - Capítulo 12 - Um tempo para descansar!

Jay- 

Alguns dias depois eu me vi acordando junto com a emily em um dia de aula, ela estava dormindo tranquilamente e eu a abraçava sentindo seu cheiro doce, quando o despertador corto meu barato acordando a gente, ela desligou e logo se virou pra mim 

Emily- bom dia meu amor - disse sorrindo 

Jay- bom dia emy 

Emily- dormiu bem? 

Jay- com voce eu to sempre bem - ela ri 

Emily- vou tomar banho, voce vem? - ela sorriu maliciosa 

Jay- a-ah talvez depois - ela entra no banho 

Enquanto isso eu vou fazer o café como de costume, agora as lutas estão ficando mais difíceis então tenho que me preparar e treinar mais, quando ela saiu do banho estava só de sutiã e calcinha, bem sexy mas.... Agora não, nem agora nem mais tarde eu preciso de.... Tempo?

Emily- não vai tomar banho? - disse sorrindo me tirando dos pensamentos

Jay- e-e sim, vou - fui pegar minha roupa e ela puxou meu braço, encostando seus peitos nele 

Emily- eu sei que voce não vai resistir por muito tempo 

Jay- e-eu n-nao - eu olhava para os peitos dela e ela sorria maliciosa 

Emily- quer que eu te ajude? - ela passa sua mao pelo meu braco e direciona minha mao ate as partes intimas dela 

Jay- e-eu vou tomar banho - disse vermelho puxando meu braço

Emily- a jay um dia eu te pego - ela ri e eu entro no banho

Caaara ela realmente ta esperando isso acontecer, ela ta cada vez mais imprevisível e eu to cada vez mais me rendendo, tem vezes que não consigo fugir com facilidade porque o corpo dela me hipnotiza, me deixa em êxtase sem precisar beber e incrível, ate porque ela meio que me deixou... Acordado por assim disser, enfim termino meu banho e vou tomar café junto com ela, depois nos fomos pra sala

Emily- ficou excitado não ficou? - ela ri 

Jay- com oque? 

Emily- comigo admite 

Jay- logico que não - disse disfarçando e ela me da um soquinho

Emily- a vai certeza que você ficou animadinho - ela sorriso - não ficou? 

Jay- ah... Sim fiquei - ela comemora sorrindo - mais também como não ficar ate porque você e mo gata - ela fica um pouco sem graça - pra uma menina safada voce fica vermelha bem fácil

Emily- imagina na cama então - ela sorri maliciosa

Jay- vermelho da paixão- ela fica vermelha - eu disse

Emily- tonto - nos chegamos na sala e fomos para os lugares 

Professor- bom dia classe - enquanto ele colocava suas coisas na mesa alguém bateu a porta, ele abriu e era um cara - se atrasou?

Homem- s-sim mais não vai a-acontecer de no-vo - disse ofegante - desculpa 

Professor- hum entra e que não se repita 

Homem - obrigado professor - ele sobe as escadas ainda ofegante, e chaga ate nos - com licença - nos fomos um pouco pra trás e ele passou - obrigado - e se sentou ao lado da emily 

Nunca tinha reparado nesse cara ao lado dela, ele parece ser um cara legal, mas não sou de muitas amizades então deixa pra la, pela chamada vi que seu nome e heron e ele parece bem estudioso, parace ter um perfil bom, durante as aulas percebi que ele não conversava muito só de vez enquando, e a emily percebeu que eu reparei nele, e escreveu no papel

Emily- porque ta reparando nele?

Jay- sla ele parece um cara legal não conversa muito

Emily- porque não puxa assunto?

Jay- a voce sabe como eu sou ne - desenhei um coração e ela riu levemente  

Emily- sei e e por isso que eu te amo

Jay- eu também te amo - escrevi e dei um beijo no pescoço dela e ela pareceu arrepiar

Jay- nao sabia que voce tinha esse ponto fraco - disse rindo 

Emily- nem vem - disse seria e eu deitei minha cabeca no seu ombro, quando ela se distraiu eu lambi de leve no mesmo local e ela deu um pequeno pulo da cadeira 

Jay- isso muda tudo - disse rindo e ela me da uma cotovelada forte no estomago, doeu - agh 

Depois que as aulas acabaram chegou a hora de mais uma luta minha uma mais emocionante que a outra, a emily como de costume me acompanhou ate a sala de preparação, nois dois andamos de maos dadas e ela cantarolava um música 

Jay- que música e essa? 

Emily- e uma do james Arthur say you won't let go, conhece?

Jay- não só conheço como ja aprendi a tocar uma fez 

Emily- não brinca porque não me disse antes?

Jay- porque voce Nunca perguntou ue 

Emily- nossa mais eu amo essa música 

Jay- quando voltarmos pra casa eu toco ela pra voce - disse parando na frente da porta 

Emily- por favor ne - ela passa os braços em volta do meus pescoço e me olha sorrindo 

Jay- voce sempre aproveita a oportunidade 

Emily- não deixo passar uma - ela ri e me beija calmamente 

Jay- eu tenho que ir 

Emily- ta boa sorte - ela me da uma um selinho e sai 

Como cheguei alguns minutos mais cedo vou fazer algumas flexões, enquanto fazia maria começou a nos apresentar, o nome do cara era marlon do 3°B, pelo jeito ele e o último dessa sala então sera só eu representando o 2°C contra a sala 3°D ja que a sala do 2°A foi eliminada, então vai ser eu contra 10 do 3°D vai ser uma luta pior que a outra mas eu tenho que ganhar e representar minha sala, quando a maria me chamou eu entrei e todos gritavam meu nome, me acostumei com isso ja mais não deixa de ser estranho..... pra mim pelo menos, o marlon era um cara mais ou menos da minha estatura e tinha uma espada diferente, ela tinha o formato normal só que ela não era normal, ela tinha como se fosse camadas com um certo espaco entre elas, como se fosse montada, eu invoco minha catana e a Lavínia autoriza a luta

Eu fui ate ele correndo e dei um ataque na vertical, ele defendeu com sua espada só que antes que a minha entrasse em contato com a dele, aquelas camadas se juntaram para que eu não atravessasse e o atingisse, como isso e possivel? Ele percebeu meu momento de distração e me chutou para longe, quando me recuperei ele ja estava em cima de mim e eu rolei pro lado, quando parei meio agachado vi que a espada dele tocou no chão então eu pulei pra cima dele de novo, eu ia conseguir só que ele virou e acabou só cortado um pouco profundo o braco dele

Maria- esses dois são cheios de surpresas, e um com seu estilo mais do mesmo jeito de pensar 

Lavínia- sem contar a pressão sobre eles, eles são os últimos das suas salas então estão lutando por todos

Ele recuou pulando pra trás e ficou em guarda, eu queria saber oque passa na cabeca dele, ele não ataca esta esperando eu atacar mas do jeito que ele esta, não consigo ter certeza de que algum vai acertar ele pode defender qualquer um dos ataques nessa posição, vamos ver no que vai dar, eu corri e levantei a espada para dar um ataque na vertical, so que quando ele levantou a espada para defender eu chutei seu estomago e cortei seu abdômen, só não foi tão fundo porque ele estava andando pra trás

Maria- ate agora um chute foi a unica coisa que marlon deferiu contra jay, pode ser um mal sinal 

Ele volta na mesma posição, ainda sangrando, ele derrepente deu uma corrida muito rapida ate mim e eu me preparei para defender, ele começou a dar uma sequência de golpes e eu defendia tudo, ate que chegou uma hora que ele deu um ataque na horizontal só que na emoção do momento eu não percebi que ele só fez isso com uma mao, ele virou de costas e enquanto defendi a espada ele rodou e me deu uma cotovelada no abdômen, e logo depois tentou cortar meu braço só que não entrou muito porque eu segurei com a espada, que segurava na mao esquerda, e com a direita eu dei um gancho direto nele, ele se desequilibrou pra trás e eu rodei no chão dando uma rateira nele

Maria- finalmente marlon consegue reagir só que aqui e briga de peixe grande e jay revida rapidamente

Lavínia- sera que jay vai pedir para marlon se render também como em todas as suas lutas?

Jay- m-marlon - disse ofegante - voce se rende? - ele não responde - por favor eu não quero fazer isso....

Marlon- snake attack - ele rola pra tras e se levanta 

Sua espada ja não era normal agora ficou pior, ela se alongava e cada pessa que a compõe e afiada, a espada parece ter vida própria, ela se recontraia e esticava parecia que podia ir a qualquer distância, ela começou a se mover realmente como uma cobra, era rápida, ágil, forte, e imprevisível, eu defendia todos aqueles ataques e eles não acabavam nunca, eu segurei todos e ela tentou me atracar pelo centro do meu peito, então eu me tirei pro lado e quase me cortou

Maria- que poder incrível - disse animada

Lavínia- e algo novo aqui - eu esqueci que ela era flexível e vacilei, ela acabou indo pro meu lado e cortando minha cara do lado esquerdo, da orelha ate perto da boca - e jay não esta preparando para isso

A espada dele voltou ao normal, eu estava um pouco ofegante mais Nao vou desistir tao fácil, ele correu pra cima de mim e eu me defendi, ele começou a me atacar e forçou a espada contra mim, ele forçou e travou a guarda da sua espada na lamina da minha a a tirou da minha mao, minha espada caiu distante de mim e marlon Nao me deu chance de pega-la de volta, ele continuou me atacando e eu conseguia só me esquivar, até que uma hora ele tentou dar uma ataque direto, no reflexo eu dei um soco na lamina desviando o ataque ela para o meu lado esquerdo, eu girei para direita e dei um chute na cara dele, ele se virou de lado com a força do chute voltou subindo a espada na minha direção eu me abaixei e fui para a esquerda e dei um soco na cara dele, dessa vez a espada veio de cima, eu rodei para esquerda dei um soco e um chute

Lavínia- foi uma sequência muito boa ele precisa continuar assim

Maria- ele precisa e pegar a espada de novo

Ele tentou da um golpe na vertical só que eu segurei o punho dele e comecei a dar vários socos no abdômen dele, ele revidou dando um chute eu recuei um pouco e ele correu ate mim, ele deu um golpe na horizontal, vou tentar derrubar ele, me abaixei rapidamente, peguei impulso rodando e chutei a perna dele o fazendo cair, eu pulei em cima dele e ele se defendeu com a espada, eu comecei a forçar a sua própria espada contra ele

Maria- acho que marlon não vai aguentar mais

Lavínia- pelo jeito jay vai acabar essa luta - eu forcei cada vez mais e ele começou a seder, a sua expressão de estar fazendo muita força

Jay- desiste agora? - disse meio pausado pela forca que estava fazendo, e ele não responde - se rende eu não quero te machucar

Marlon- não e assim.... Que funciona - a espada chegou a cortar um pouco do pescoço dele

Ele começou a fazer mais força e estava conseguindo levantar eu e minha força, vou jogar todo o peso do meu corpo contra ele ele não pode se recompor, ele desceu um pouco mais logo voltou a subir de novo, quando ele subiu o tanto que queria, ele colocou suas pernas em baixo de mim e me arremessou pra trás, ele se virou de frente pra mim e deu um golpe que acertou minha cara, e depois ele ia acerta minha perna do que eu defendi com os braços, o pescoço dele estava sangrando mas não era o bastante para derruba-lo, eu corri ate ele e o chutei com os dois pés, ele foi pra três e eu aproveitei e peguei minha espada

Marlon- electrical whip - as partes da espada me envolveram como um laço que se enrolava pelo meu corpo todo

Eu comecei a levar uma descarga elétrica forte, e como ele estava em vários pontos do meu corpo eu não conseguia me mover, eu apenas consegui gritar um pouco enquanto levava todo aquele poder, e para ajudar ele começou a apertar mais e eu senti meu corpo inteiro rasgando, eu juntei todas as minhas forcas restantes para sair

Jay- magic break - eu passei a espada por dentro a consegui corta o laço

Eu me soltei e me ajoelhei no chão, reparei que a espada dele não tinha voltado ao normal ainda, a esse ponto ja deveria ter se juntado de novo, por que não formou a espada? Agora que caiu a ficha, foi meu poder o magic break, a espada dele e pura magia, quando eu ataco ela normalmente a espada se fecha para bloquear os pequenos espaços, porem se eu usar o magic break quando for atacar ela não vai fechar, mas eu não posso usar de novo tenho que causar um dano enquanto isso

Jay- many of me - os meus clones começaram a surgir em volta dele

Os clones não podem quasar dano a não ser que eu use o together, mas não vai ser necessário, eu uso um para fingir um ataque e atacou outro lado, vamos ver, um clone deu um ataque na direita e ele foi defender, aproveitei e fiz um corte na sua perna esquerda, depois outro atacou pela esquerda. E eu fiz um corte no lado direito do seu abdômen, ele logo entendeu a jogo então eu vou testar

Maria- uma armadilha mortal para marlon - disse empolgada - depois de sofre aquele dano jay usou isso como inspiração e ta cada vez dando mais reviravoltas 

Lavínia- pelo jeito isso ainda vai longe 

Eu fiz um ataque pela frente na vertical, ele como eu esperava pensou que era uns dos clones e se virou para defender, então eu fiz um corte que foi da sua ate seu lombar, ele estava sacando a ideia então eu tenho que ser aleatório, eu fui rapido dessa vez correndo em volta dele usando vários clones de uma vez, fiz um corte na parte de tras do seu joelho, um no peito, outro no ombro, outro na coxa, e por último no seu rosto que correu da sua testa para a buchecha do lado esquerdo, o tempo acabou e ficou apenas eu e ele novamente, ele estava bem machucado e eu também

Lavínia- essa luta pode acabar agora, o golpe final

Eu preciso cansar ele um pouco então Nao vou atacar vou esperar ele vir pra cima, e como esperado ele correu ate mim e começou a me atacar rapidamente e eu apenas defendi, ele começou a atcar mais forte e eu Nao consigo mais defender, ate que ele bateu tao forte que minha espada bateu no chao, ele fez outro ataque enquanto isso só que eu me virei para Nao acertar mas mesmo assim acabou cortando minhas costas, ele foi dar outro ataque só que eu chutei o peito dele e ele se afastou, ele estava cansado e agora e a hora perfeita para testar minha teoria

Jay- magic break - eu corri ate ele dei um ataque na vertical 

Minha teoria estava certa, a espada Nao fechou e eu cortei o corpo dele inteiro, ele ainda Nao caiu e Nao sabia oque fazer estava confuso então eu aproveitei, comecei a da vários ataques e ele ainda tentava defender só que Nao fechava mais, continuei atacando ate que a espada dele voltou a fechar, eu me afastei e percebi que ele estava todo cortado na frente ele estava sangrando muito mais mesmo assim veio ate mim, ele estava se desequilíbrando e parecia um pouco tonto, ele tentou me atacar e eu me esquivei pro lado e depois me esquivei pra tras, ele deu um ataque direto e eu me esquivei pro lado e o derrubei, ele soltou a espada e se virou pra mim rapidamente, no reflexo ele usou os braços como defesa

Jay- desiste agora? - disse apontando a espada pra ele - eu Nao quero ter que te machucar mais, se rende? - ele acentiu ainda ofegante

Maria- e a vitoria vai para jay do 2°C

- todos comemoram gritando

Eu estendi a mao para o marlon que segurou e eu o levantei colocado seu branco em volta do meu ombro, todos começaram a gritar meu nome enquanto nos andávamos ate a enfermaria

Marlon- valeu - disse fraco 

Jay- Nao a de que - disse sorrindo de leve, nos chegamos e eu coloquei dentro da cápsula 

Brenda- voce realmente gosta de ajudar os outros Nao e mesmo? 

Jay- e.. um pouco - disse serio 

Brenda- acho isso ate bonitinho em voce - eu fico um pouco envergonhado 

Jay- a legal - eu entro na cápsula

Brenda - te vejo daqui a pouco - ela sorri e eu apago 


NARRADOR- ON 


depois que a luta acabou emily foi para sua assistir ao resto das aulas, ela se sentou e o heron ja estava la lendo um livro sobre heróis e contos mágicos, ele percebeu sua presença mais Nao se importou e continuou lendo, Emily pensou em puxar assunto com ele mas Nao sabia oque falar e tambem Nao queria atrapalhar sua leitura, quando ele guardou seu livro Emily viu uma oportunidade perfeita para puxar assunto

Emily- então.... Você e o heron certo? - ele volta sua atenção pra ela 

Heron- sim e voce e a emily 

Emily- isso - ela sorri - chegou atrasado hoje? 

Heron- pois e - ele ri coçando sua nuca - eu sempre perco o horário mais Nao pode acontecer de novo, se Nao ja viu 

Emily- pra sala da comandante - ele riem

Heron- então como vai o jay? 

Emily- ele vai ficar bem logo logo, as lutas estão cada vez mais difíceis 

Heron- sim eu percebi, achei muito bondoso da parte dele ajudar o marlon e pedir para que ele se rendesse se fosse outro alguém Nao pensaria duas vezes antes de corta ele em dois - ele sorri 

Emily- ele foi assim deda sua prima luta - ela sorri lembrando da cena - ele ajuda e tenta não dar um golpe final na pessoa 

Heron- e por que?

Emily- bem ele me disse que um golpe final e usado para finalizar a pessoa, e ele não quer finalizar seu inimigo a não ser que essa pessoa tenha feito algo pra ele, então ele sempre pede para seu oponente se render para não precisar dar um golpe final

Heron- nossa que legal, ele parece bem complicado

Emily- a e difícil de entender no começo mais você se acostuma - ela ri

Heron- ja voce se acostumou bem com ele - disse rindo

Emily- pois e me acostumei ate de mais - eles riem, o professor entra - depois a gente conversa mais

Heron- por mim tudo bem - ele sorri

Enquanto isso sophia foi ate a enfermaria para saber se o estado dos participantes esta estável, e ela continuava desanimada ninguém sabia oque tinha acontecido só ela e pelo jeito ela Nao vai falar, ao chegar na enfermaria viu que a brenda estava parada na frente de onde jay estava, com uma prancheta na mao, ela imaginou que ela estava anotando algo

Sophia- com licença brenda - disse batendo na porta, ela pareceu se assustar um pouco

Brenda- a sophi, pode entrar por favor - ela entra e fecha a porta e vai ate ela - Nao e incrível?

Sophia- oque?

Brenda- ele, forte, bondoso, e esse jeitinho todo tímido dele e fofo - sophia ao ouvir aquilo ficou pior

Sophia- s-sim e realmente.... Incrível - disse suspirando - enfim estão todos bem ne?

Brenda- sim sim sem novidade - ela sorri - oque esta acontecendo com voce sophi?

Sophia- como assim? - disse disfarçando

Brenda- voce tem estado tao... Sei la desanimada ultimamente

Sophia- eu estou bem ue Nao tem nada de errado comigo Nao e?

Brenda- me diga voce - ela olha pra brenda confusa - me diga como voce esta se sentindo contigo mesma

Sophia- bem... Mais ou menos..... Nao sei - disse meio abalada

Brenda- a sophi voce sabe que pode contar comigo, oque esta te abalando? E um homem?

Sophia- e... Por ai - disse cabisbaixa

Brenda- sophi voce e uma mulher muito boa pra se entregar pra qualquer homem, se ele Nao te quis e ele que esta perdendo porque voce e maravilhosa

Sophia- voce Nao entende brenda, eu que perdi porque fui burra ele Nao tem nenhum defeito ele e..... Incrível so isso - ela continua do mesmo jeito ou ate pior

Brenda- mais isso e normal sophi, a gente perde e ganha nessa vida, você só perdeu uma chance, uma entre milhares, porque eu sei que tem vários atras de você ja me disseram que porque te acharam bonita, seu jeito, Falaram que voce tem um peito legal - ela se assusta um pouco e olha pra ver se era isso mesmo - outros disseram pra mim que acharam sua bunda grande - ela vira e tenta ver se era grande mesmo - e tinha um completamente apaixonado por voce que achou todas essas coisas juntas

Sophia- mais de que adianta ter vários me querendo sendo que oque eu realmente quero Nao posso?

Brenda- Nao e questão de Nao poder sophia, voce precisa beijar outras bocas pra ver se acha a certa entendeu? - ela vira o rosto

Sophia- e você pode estar certa...

Brenda- eu sei que estou certa - ela sorri - agora vai la e da em cima de todos

Sophia- vou pensar, ate mais brenda

Brenda- ate mais sophia e da próxima quero ver seu lindo sorriso - ela sai da sala e vai ate as câmeras para ver se a lavínia achou algo errado, era rotina

Sophia- com licen... - ela entra e e interrompida pela maria

Maria- eu Nao sei oque voce viu nele - disse de braços cruzados apoiada na mesa

Lavínia- você nao ta vendo maria? - disse enquanto o video da luta rodava na tela - esse homao da porra e perfeito e....

Maria- a oi sophi - ela ignora um pouco sua amiga - pode entrar

Sophia- pelo jeito o papo ta bom - ela sorri de leve

Maria- a e só a lavínia que esta vendo coisa

Lavínia- eu só estou vendo oque tem na minha frente, e oque tem na minha frente e um homem forte, habilidoso, estrategista e esperto PERFEITO.... Oque acha sophia?

Sophia- e acho que sim - ela só piorava e as duas perceberam

Maria- ta tudo bem?

Sophia- sim sim claro - ela força um sorriso - enfim nada de estranho na gravação?

Lavínia- Nao esta tudo em ordem

Maria- por enquanto nada de errado sophia

Lavínia- na verdade tem um erro - ela se apoia na messa 

Maria- e oque voce achou? - ela vai ate a tela

Lavínia- o único erro aqui e que ele Nao esta nos meus braços - ela sorri, e a maria da um tapa na nuca dela

Maria- e então ta tudo certo

Sophia- ok ate mais - ela saiu andando rapido

Maria- pra uma mulher que e sempre quieta voce ta bem agitadinha ate assustou a sophia

Lavínia- a culpa Nao e minha que esse homem e perfeito mim - ela ri animada

Maria- aja paciência agora pra te aturar - ela esfrega os olhos

Lavínia- ai assim você magoa - ela sorri malandra

Sophia andava rápido enquanto tudo se passava pela sua mente, parece ate conhecidencia, mas por onde ela passava todos comentavam sobre ele, ela ficou remoendo tudo isso enquanto voltava para sua aula ate que não aguentou, ela entrou no seu quarto, trancou a porta e sentou no sofá começando a chorar, ela sabia o motivo mas não queria que mais ninguém soubesse, la foi o seu canto de escape, ela chorou ate passar de vez e teve coragem de voltar, quando entrou na sala ninguem reparou oque estava acontecendo do jeito que ela queria

Enquanto uma chorava, a outra conversa ate de mais, emily e heron se entenderam rapidamente e logo um ja esta querendo conhecer mais o outro

Emily- oque voce vai fazer depois daqui? - se referia ao colégio

Heron- eu sinceramente não sei, talvez eu faça uma faculdade

Emily- e difícil decidir essas coisas não e? - ela sorri

Heron- nossa nem me diga - ele ri - eu preciso achar uma faculdade para depois sair da casa dos meus pais

Emily- seus pais são daqui?

Heron- sim e por isso eu peguei a vaga aqui, e mais perto e me falaram que os estudos eram bons então to ai

Emily- entendi - ela sorri - iai voce tem algum interesse em alguma menina?

Heron- bom tenho uma em mente mais ela ta complicando - eles riem - as vezes ela me pergunta se eu entendi oque ela quis dizer só que eu não consigo

Emily- a isso e normal a gente fica mandado indireta ate vocês entenderem oque nos queremos

Heron- me ensina - ele ri

Emily- tudo baseado na linguagem corporal as vezes ela quer só um beijo as vezes mais que isso ai vai de voce

Heron- a entendi

Emily- mais se ela te ama mesmo não importa oque voce fizer ela vai gostar - ela sorri

Heron- que legal - ele diz pensativo - e você como e sua relação com o jay?

Emily- a eu pelomenos gosto - ela ri - ele e sempre tao carinhoso comigo, ele que me deu esse colar - ela mostra aquele colar de coração que jay avia comprado pra ela - eu uso ele todos os dias .

Heron- ate que e fofo - eles riem - vocês ja tiveram algo mais intimo?

Emily- eu tento só que ele sempre recua - ela disse sorrindo de canto

Heron- normal ele deve ser inseguro com algo

Emily- pode ser, voce e assim?

Heron- depende - ele ri - tem dia que eu não quero e tem dias que eu mergulho de cabeca nessa, mais uma coisa e certa sempre acaba do mesmo jeito

Emily- como?

Heron- nois dois acordando no dia seguinte satisfeitos - os dois riem

Depois de algumas horas, jay acorda e ve que marlon estava sentado na cama, brenda provavelmente vai fazer alguns exames para ver se esta tudo certo e ele não ia conseguir fugir, por mais que queira, ele se levanta e vai ate do lado dele

Marlon- boa luta hoje - ele o cumprimenta

Jay- digo o mesmo - os dois tocam as maos - a sua espada e muito diferente, como conseguiu ela?

Marlon- eu tive um ótimo treinador, ele me fez ter concentração o suficiente para fazer uma espada usando minha magia

Jay- wow como isso funciona?

Marlon- a e uma parada tipo focar sua magia naquilo que voce quer, quando ele me treinou ele trabalhava em um laboratório, o nome dele e Martin

Jay- caraca eu quero aprender também - ele sorri

Marlon- e bem legal so que e pesado os treinamentos que ele passa - ele sorri lembrando

Brenda- a jay você acordou - ela sorri - tira sua camisa e senta na outra cama por favor ja vou examinar vocês - ele tirou e sentou em uma de frente para marlon

Marlon- voce e mais forte do que eu pensava, como consegue?

Jay- eu to sempre treinando naquela praça que parece um morro, la eu treino horas e ainda vou ter que treinar mais

Marlon- sim agora voce vai contra o 3°

Jay- logo 10 - disse serio

Marlon- vish vai ter que ralar então - ele ri e a brenda chega para começar

Brenda- marlon voce primeiro - ela sorri e fica de frente para ele

Ela viu seus batimentos e começou a massagear alguma partes perguntando se estava doendo, jay com um deslize sem querer acaba dando uma olhada na bunda dela ja que estava de costas, ele nunca reparou que ela tinha um bumbum arrebitado, mas não pensou muito nisso, quando ela terminou disse que ele podia ir

Marlon- beleza ate mais jay boa sorte na próxima - disse saindo

Jay- valeu marlon ate mais - disse serio, e ele sai

Brenda- vamos começar? - ela sorri

Jay- tudo bem - ela apertava algumas partes do corpo dele

Brenda- aqui doi? - ela pergunta prestando atenção no que estava fazendo

Jay- nao - ela ainda apertava

Enquanto ela passava a mao nos lugares, jay não reparou que ela estava reparando no seu abdômen, ela não conseguia para de olhar seu abdômen definido com um serto desejo, ela chegou a massagear la perguntando se doia só que ele disse que nao, ela desceu com a mao bem devagar e jay ja estava um pouco nervoso, quando chegou perto um pouco abaixo da cintura jay interviu

Jay- a-ah brenda? - ela para rapidamente

Brenda- t-tudo certo ta liberado - ela sorri nervosa e se levanta

Jay- ok - disse serio e colocou sua camisa - ate amanha brenda

Brenda- ate amanha jay - ela sorri

Brenda era sempre muito sorridente, estava sempre com um sorriso no rosto, porem aquele sorriso de inocente esconde uma mulher um tanto provocante, pode se dizer que ela curte uma safadeza pesada, jay foi ate a sala dos representantes e esperou sentado o sinal bater, ele chegou 10 minutos adiantados então aproveitou e pegou uma bebida na maquina, o primeiro a chegar foi o ricardo que o cumprimentou e se sentou, logo depois erika e lavi e por ultimo sophia, que estava com a mesma expressão de antes ou ate pior um pouco

Ricardo- bem minha gente como vocês sabem estamos chegando no final do campeonato, e as decorações precisam ser feitas, alguem pode ajudar a pendurar tudo? - lavi, erika e jay levantam a mao - sophi voce Nao vai ajudar? Sempre gostou de mexer com isso

Sophia- m-me desculpa ricardo e que ultimamente eu Nao tenho estado muito b-bem - disse seria

Ricardo- Nao precisa se desculpar nos compreendemos - ele sorri - vamos estar aqui pra voce quando quiser, bom agora sobre os afazeres, lavi voce pode checar as salas

Lavi- tranquilo - ele sorri

Ricardo- erika por favor vai na sala da taylor e pede pra ele o esquema de como ficaria o colégio para seguirmos tudo e começarmos a decorar amanha

Erika- certo volto em um estante - ela sai junto com lavi

Ricardo- bem como esta se sentindo jay sabendo que esta na suas maos?

Jay- Nao sei eu só luto normalmente - ele sorri de leve

Ricardo- e isso ai, o segredo e fica na paz - ele ri - e a emily como esta? - sophia vira a cara para disfarçar

Jay- a ela ta bem, esta correndo tudo bem nesses últimos tempos

Ricardo- bem por mais que tudo de ruim aconteça com a gente, sempre temos nosso tempo de tranquilidade - ele olha pra sophia e jay entende

Jay- sim depois de tudo que eu passei consegui um pouco de descanso, descanso das coisas, e encontrando paz em certas pessoas - ele sorri esperando que ela olhasse oque não aconteceu, ele olhou para o ricardo e deu de ombros e ricardo suspirou, depois de alguns minutos em silencio erika chega com o suposto projeto

Erika- aqui esta ricardo - ela coloca na mesa - ela separou um lado para a quantidade estimada de cada material, e do outro lado como ficaria

Ricardo- parece interessante - ele olha pra sophia - sophia quer dar uma olhada

Sophia- acho melhor nao.... - ela olhava de canto pro projeto - acho melhor mudar a cor dos balões no arco da entrada - ele ri de leve

Ricardo- e oque sugere?

Sophia- ao invés de vermelho e amarelo, coloca branco e verde pra simbolizar paz entre os colégios apesar das competições

Ricardo- legal e oque acha do resto?

Sophia- o resto ta bom acho ate que poderíamos colar algumas coisas nas paredes como se fosse separar as classe sabe

Ricardo- como assim? - ela se anima um pouco 

Sophia- por exemplo, jay qual e o estilo da sua arma?

Jay- a uma katana 

Sophia- certo quem usa katana? 

Jay- samurai? Ninja? - disse pensativo

Sophia- os dois - ela sorri de leve - então em uma parte colocamos algumas coisas relacionadas a ninja e samurai e essas coisas

Ricardo- agora eu entendi - ele sorri - quer ajudar a comprar as coisas? 

Sophia- não sei se seria uma boa ideia - disse seria 

Ricardo- pra descontrair oque acha, lavi pode ir com voce 

Sophia- e-eu vou pensar sobre isso - jay percebe que ela esta mal 

Lavi- ta tudo limpo ricardo - disse entrando

Ricardo- então e isso estão liberados - todos saem e jay vai atrás da sophia 

Jay- sophi eu preciso saber oque esta acontecendo - ela se vira pra ele

Sophia- como assim? - ela ri levemente 

Jay- voce Nao esta bem nao e? 

Sophia- jay ja disse não a nada para se preocupar - disse seria 

Jay- quando fala isso e ainda mais preocupante 

Sophia- ja disse que não tem nada, por que ta todo mundo enxendo meu saco com isso?

Jay- porque voce esta estranha 

Sophia- a perfeito antes eu não estava bem agora sou estranha? - ela se irrita 

Jay- não foi oque eu quis dizer

Sophia- a me pareceu exatamente isso 

Jay- eu so quero te ajudar - disse serio 

Sophia- ta ajudando muito mesmo - disse sarcástica 

Jay- sophia oque e isso?

Sophia- isso sou eu, eu mudei oque achou? 

Jay- terrível 

Sophia- ótimo - ela entra e fecha a porta, jay encosta seu rosto perto 

Jay- a gente se preocupa com voce, e nos queremos você bem, queremos a sophi de volta - jay não sabia mais ela estava sentada atrás da porta chorando

Jay queria realmente ajudar sua amiga mais não sabia como nem o porque daquilo, ele estava ficando cada vez mais preocupado, estava com medo de que ela fizesse alguma coisa, enfim jay chega em casa e emily estava sentada no sofa do lado do violao, ao ouvir ele entrando ela ja o olha sorrindo 

Emily- jaaay - disse sorridente 

Jay- nossa que desespero - ele ri - eu vou tocar relaxa 

Emily- eu quero ouvir logo essa música e muito boa eu amo 

Jay- ta bom ta bom - ele senta do lado dela - oi pra voce tambem 

Emily- ai jay - ela se joga em cima dele - voce foi ótimo na luta hoje 

Jay- voce acha mesmo? - disse dando um celinho nela 

Emily- com certeza - ela inicia um beijo rápido, durou alguns segundos - agora eu quero ouvir a música 

Jay- ta certo - ele sorri e pega o violão e começou a tocar 

O inicio da música era oque a emily mais gostava e quando entrava a letra ela gostava ainda mais, enquanto ele cantava emily prestava atenção sem perder uma parte, quando ele terminou percebeu ela sorrindo de leve 

Jay- voce fica linda quando ta interessada - ela fica vermelha - outro pedido? 

Emily- a voce conhece estegador de flor? 

Jay- conheço - ele começou a tocar o solo - Vai lá, entregador de flor Dar assistência pra isso Que eu e ela 'tá chamando de amor Meu coração se acostumou Que de sete em sete dias eu mando um novo Porque o outro murchou Pra não dar tempo dela me esquecer Toda semana eu mando um buquê Vou te encher de flor minha flor Vou te encher de beijos de amor Quero ver cê reclamar Quero ver cê não me amar

Emily- essa tambem e minha favorita - jay sorri

Jay- eu vou sair para treinar ok? Volto para o jantar 

Emily- que horas exatamente você volta?

Jay- bom agora são 17:00 então la para umas 20:00 eu vou estar aqui, só preciso me trocar 

Emily- esta bem - ele foi ate seu armário e pegou as roupas 

Emily sentada no sofa observava seu amado tirar a roupa, ela sorria maliciosa ao imaginar ele sem literalmente nada cobrindo, jay percebe ela olhando e fica um pouco vermelho ao ver seu olhar de desejo, ele coloco sua roupa e pegou suas chaves

Jay- volto logo 

Emily- toma cuidado - ele se despede com um beijo rápido

Depois de tanto tempo parado em casa ele finalmente voltou a treinar, ele sempre se cansa ao máximo para conseguir o melhor de si mesmo, ele para sua moto sempre no mesmo lugar e começa correndo alguns km, depois passa para os braços e abdômen, e por fim termina treinando movimentos com a espada, e sempre treinando ate não aguentar mais, quando ele acabou, o relógio marcava 19:50 entao chegaria no horário previsto, cansado ele dirigi sua moto de volta ao colégio, ao chegar em casa emily estava preparando o jantar

Emily- chegou bem na hora querido - ela sorri

Jay- o cheiro esta ótimo - ele sorri e abraça ela por trás 

Emily- vai tomar um banho e quando sair ja vai estar na mesa 

Jay- voce e quem manda - ele pega sua roupa 

Enquanto jay estava no banho, fechou os olhos por alguns segundos e viu um cena um tanto ameaçadora, ele estava em cima da emily só que ele estava enforcando ela, ele abriu os olhos rapidamente e quando correu no espelho estava com seus olhos vermelhos, e uma parte do seu cabelo estava branco um branco parecendo neve, ele se assustou e continuou olhando, ate ver a cor dos seus olhos voltarem e seu cabelo ir da ponta ao couro mudando ao preto de volta 

Jay- de novo kotaro - disse serio - eu Nao vou deixar 

Ele estava determinado a treinar mais, ele vai se esforçar mais, ele quer ser o melhor para que ninguém se machuque, ele consegue todos acreditam nele, vai ficar tudo bem assim esperamos, mas ele esta decidido a Nao se afastar de novo pela emily ele Nao vai ter medo ele Nao vai se deixar dominar, quando saiu do banho emily ja tinha preparado sei prato, terminaram sua refeição e logo depois foram se deitar

Jay- boa noite emy - ele da um celinho nela, quando ele ia subir ela segurou seu braco 

Emily- por que voce vai subir?

Jay- eu vou dormir ue 

Emily- mais comigo não? 

Jay- voce quer dormir mesmo? - ele ri 

Emily- dessa vez sim - ela ri e ele se deita com ela - eu falei com o marlon ele e legal 

Jay- talvez eu converse com ele amanha 

emily- voce não puxar assunto com ele 

Jay- talvez - eles riem - boa noite emy 

Emily- boa noite jay 


Notas Finais


Bom por hoje foi isso
Como disse emily fez um novo amigo, Marlon parace ser um cara legal e inteligente, ele não luta muito bem mais durou algumas rodadas, e sophia continua com seu problema brigando ate com jay que sempre apoiou ela, oque sera que se passa?
Ate a próxima


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...