História Je t'aime - SwanQueen - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Once Upon a Time
Personagens Emma Swan, Regina Mills (Rainha Malvada), Ruby (Chapeuzinho Vermelho), Zelena (Bruxa Má do Oeste)
Tags Swanqueen
Visualizações 972
Palavras 1.598
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Homossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa noite eu não sei se já chegaram a acompanhar as outras histórias que escrevi, bom sempre teve muito rebuliço de gente dizendo que não está bom, ou a forma que eu escrevo ou até mesmo a linha que a história segue. Se tem uma coisa que farei de agora pra frente e, não me abalar com minoria, está gostando ? Ótimo me deixa muito feliz saber que tem pessoas que se envolvem na leitura, agora falta de respeito e opniões pra me deixar pra baixo eu irei apagar sim. Sempre posto pelo celular às vezes de madrugada, mais posto. E se eu escrevo é porque me faz um bem danado, sem mais delongas vamos ao próximo capítulo. Apenas uma observação, eu não creio que as coisas estejam ocorrendo rápido de mais não, aliás quem dita o tempo sou eu. Também sou leitora aqui, leio varias webs e nunca fui em nenhuma falar mal ou falar de português ou seja lá o que for, porque eu sei o quanto é difícil preparar o material e postar na correria do dia a dia. Somos todos humanos programados pra cair gente, e levantar com erros. Estamos bem longe da perfeição, não é pra ser uma web perfeitinha não é pra ser transcrita com emoção e com meu coração.

Capítulo 5 - O que está conhecendo comigo ?


Fanfic / Fanfiction Je t'aime - SwanQueen - Capítulo 5 - O que está conhecendo comigo ?

 

 

Pv Regina 

 

 

 

Acordar com minha mãe em meu quarto não era nada agradável Emma estava nitidamente assustada com aquela intromissão matinal, mais tentei agir com minha mãe da melhor forma possível. Nunca nos demos bem, eu auxiliava em tudo que ela precisava mais sempre era Zelena quem estava mais próxima. Talvez eu estivesse sendo ainda egoista com problemas do passado, ela parecia estar mudada. 

 

Desde que meu pai Henry faleceu, ela entrou em depressão, papai era tudo que ela mais amava na vida, era seu braço direito tudo que ela precisava ele ajudava até mesmo ir no supermercado era ele quem o fazia. Ele sofreu um infarto em um jogo de golf em que disputava os amigos, foi pior por ter sido inesperado. Zelena ainda estava grávida na época de um homem que  ela o amou tanto que deu o nome dele a minha sobrinha. 

 

Meu primeiro amor foi Daniel, uma história que sempre evito lembrar, dores não cicatrizadas, porém eu estava mais fria a cada perca, a cada dor, me empilhei de serviço, tanto que era reconhecida como uma das melhores juízas de minha comarca, nunca perdi um prazo, pelo contrário os advogados tinham raiva pois sempre liberava a sentença com antecedência e o prazo deles começavam a correr mais cedo.  Minha família nunca foi perfeita, mais atualmente tudo que tenho na vida são Zelena e minha mãe . Ela ultimamente anda tremendo muito, os remédios da depressão a deixam mais aeria aos fatos em sua volta, quando era mais jovens brigávamos muito, ela sempre cobrou muito que eu fosse a filha perfeita, nós estudos, no trabalho, mais depois que meu pai se foi, ela só quis me ver feliz, lhe dando netos e casado com alguém que me amasse. Fui distraída de meus pensamentos com a pergunta que Emma me fazia. 

 

A olhei atenta, suspirando fundo, o correto seria .... não, depois desses bebês nascerem ela seguir a vida dela e eu a minha e inventar um término pra toda essa força. Mais o pouco que estava convivendo com Emma, eu percebi que ela só tinha aquelas crianças como família. 

 

___ Não irei os tirar de você Emma. Serão registrado no nome de nós duas. 

 

Eu quase cai novamente na cama ao ser abraçada forte por ela, que me agradecia com os olhos cheios de lágrimas. Eu não era esse mostro que todo mundo julgava, sei que Emma era apesar de tudo que sofreu uma ótima menina, e que tinha tudo pra crescer na vida. 

 

___ Muito obrigada Dra. Mills eu nem sei o quanto agradecer, mais  aquele contrato que assinei ...

 

___ Me chame de Regina, enquanto minha mãe está aqui. Eu vou conversar com Zelena, aliás podemos fazer isso juntas e arrumamos o contrato tudo bem ? Agora vá tomar um banho e venha tomar café, para irmos logo com a Dona Cora ao Shooping pra ela arrumar outro afazer. 

 

__ Dra... Regina, minhas roupas...

e não fale assim, e sua mãe coitada ela parece amar muito você.

 

__ Acredito que o Pierre já deve ter trazido seu carro e sua mala, são desavenças do passado, não quero falar sobre isso. Mais por hora a melhor pessoa pra cuidar dela ainda é Zelena. 

 

Não deixei de notar o quanto minha camisola caiu bem no corpo dela, ela desviou o olhar e seguiu para o banheiro, lhe dei maior liberdade, tomando banho no banheiro do corredor, me troquei com uma calça social e uma camisa vinho, meus cabelos estavam impecavelmente arrumados, eu mesma deixei a mala dela no quarto minutos depois. E terminava de retocar meu batom quando ela saiu do banheiro enrolada na toalha, meus olhos foram novamente de encontro aos dela. 

 

__ Eu vou descer, não demore está bem ?

 

__ Sim senhora . 

 

Sorri de canto, eu adorava a educação que ela tinha comigo, peguei meu celular e desci com o mesmo na mão ao chegar na cozinha encontrei minha mãe toda animada contando a Maria a governanta e cozinheira de minha casa sobre como Emma era encantadora e bonita. Minha mãe havia mesmo se importado com ela. 

 

___ Bom dia María, o café já está pronto ? Venha mamãe se sentar e tomar um pouco de café, já tomou os seus remédios ? Irei ligar para Zelena se estiver me enganando. 

 

___ Não vou comer sem minha nora, ela tem que comer por três, por ela e pelos meus netinhos, o meu deus será que serão dois menininhos ? Já pensou Regina ? Eu tomei meus remédios logo cedo, Eu já errei muito com você Regina, mais quando irá aceitar que estou tentando ser uma pessoa melhor ? Eu julguei você? Pelo contrário 

 

Os olhos de minha mãe se encheram de alegria ao pensar em ter dois netos. Eu me sentei ao lado dela tomando o meu café com algumas torradas. Ouvindo -na falar aquela alegria de antes parecia agora ter sumido e senti um leve aperto no meu peito em vê-la marejar os olhos. 

 

__ Mamãe, que venha com saúde . Isso é o que mais importa. E que bom que tomou os remédios. Não foi minha intensão parecer ser grossa, Zelena me conta que Robin é muito apegada com a senhora. Deve melhorar cada dia mais sim pra poder curtir seus netos. 

 

Emma desceu as escada com um vestido soltinho avermelhado, os cabelos loiros estavam soltos e ela sorriu pra minha mãe sentado do outro lado próxima a ela. 

 

__ Quantos anos tem Emma ? Zelena me disse que trabalha com minha filha se conheceram lá ? 

 

__ Tenho 19, senhora Mills . Sim nos conhecemos lá. 

 

__ Mamãe pare de encher Emma de perguntas, e tome o café não estava com tanta vontade de ir logo ao Shooping? 

 

__ Ela e muito jovem Regina , 21 anos mais jovem ela poderia ser minha neta . 

 

__ Mais não é! 

 

__ A Regina te trata bem minha menina ? Ela não é grossa com você não é ? Você tem que dizer a ela que não quer se não gostar de algo ela costuma ser autoritária igual o pai dela era, sei que não é fácil de lidar 

 

__ Mamãe pare com isso ‘ 

 

Emma estava mais ruborizada doque o a cor do vestido dela, tratou de tomar o leite com chocolate e graças a Deus minha mãe parou de a oportunas com perguntas indiscretas. 

Porém fiquei intrigada com aquela tamanha vergonha, Emma era jovem e se ela quisesse ter relações com outras pessoas eu aceitaria isso ? Ela está grávida de meus filhos, e bem .... não de forma alguma eu aceitaria alguém tocando nela. 

 

Terminamos o café e minha mãe mudou totalmente o comportamento, ficou um pouco mais áspera e agressiva, era normal ela ter crises, chorar, gritar, apenas Zelena conseguia acalma-la. Dito e feito só passou quando a ruiva chegou em minha casa, com a minha sobrinha nos braços. 

 

 

___ Ela não tomou os remédios Regina, a caixa está intacta nem se quer foi aberta desse mês. 

 

__ Achei que estivesse controlando isso Zelena. 

 

__ Eu trabalho tanto quanto você Regina, do jeito que ela está ficando fica até difícil deixar a Robin com ela. 

 

__ Resolva isso, e quero que venha aqui mais tarde temos muito o que conversar. 

 

Zelena foi ao encontro de minha mãe, mais ela já parecia mais calma conversando com Emma. Contava histórias de nosso pai, e de quando ficou grávida de Zelena. Quando ela viu minha irmã se encheu de alegria, sempre foi mais próxima dela, e a ruiva a convenceu de tomar o remédio e ir pra casa . 

 

__ Mais eu ia ao shopping com minha nora . 

 

Com muita relutância Zelena conseguiu levá-la pra casa. Aquele fato só demonstrou que estava na hora de contratar alguém pra ajudar a olhar minha mãe. Não devia deixar todas essas responsabilidades em cima de minha irmã . Emma já sumindo de fininho de minha frente mais a chamei . 

 

__ Onde pensa que vai ? Vamos ao Shooping comprar as roupas e depois quero ter uma conversa séria com você . 

 

Meu celular tocou era Ingrid uma promotora que ficava às vezes sem compromisso. Achei melhor não atender ela naquele momento. 

 

Seguimos pra o Shooping meu motorista foi dirigindo aproveitei o caminho para conversar com Emma. 

 

__ Posso lhe fazer uma pergunta ? E quero que seja muito sincera . 

 

__ O que a senhora quer saber ? 

 

___ Fez sexo nesse período de gravidez ? Aliás antes de saber com quantos já esteve ? 

 

___ Porque está me perguntando essas coisas Regina ? 

 

___ Eu não quero você grávida de meus filhos se relacionando com outras pessoas Emma . 

 

__  Não irá acontecer, e se é tão importante você saber eu só fiquei com o pai desses bebes, que aliás nem homem suficiente foi de assumir. 

 

__ Como assim só com ele ? Namoravam quanto tempo ? Não tomava remédios ? 

 

__ Foi só uma vez Regina. Eu não quero falar sobre nada disso . 

 

__ E foi ao médico ? Fez todos os exames ver se sua saúde está bem ? Tá me dizendo que perdeu a virgindade com 19 anos ? E  engravidou ? 

 

Emma virou pro outro lado cruzando os braços estava bem emburrada comigo, e não me deu mais conversa. Quando chegamos ao Shooping ela mal me olhou. Odiava aquela situação . Compramos as roupas de gestante e algumas peças neutras pros bebês, uma das atendentes quase comia ela com os olhos e aquilo me deixou completamente sem paciência. O que estava acontecendo comigo ? 

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...