História Je te hais - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Boku no Hero Academia (My Hero Academia)
Personagens Dabi, Tomura Shigaraki
Tags Shigadabi
Visualizações 55
Palavras 560
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fluffy, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


OI! ASHUASHUA

Eu tô aqui com mais uma coisinha curtinha. Heheheheheheh
Dessa vez é meu villain couple.
Eles são bonitos demais juntos bisho. Não tem como não shippar.

GEBTE EU SHIPPO DEMAIS ESSES DOIS. VOCÊS NÃO TEM NOÇÃO. É MUITO LINDO.
EU NÃO ACHEI QUASE NADA DE SHIGADABI NO FANDOM BR, SÓ OS GRINGO TEM.

Mas ok. Boa leitura ♡

Capítulo 1 - Ele odeia Dabi


Tomura estava muito irritado.

Mais uma vez aquelas malditas crianças da U.A acabaram com seus planos, e ele não podia sequer revidar ou algo do tipo. Seus companheiros estavam fracos demais para tentarem qualquer coisa, e ele não tinha a força necessária para lutar contra cinco adolescentes de uma única vez. Também tinha o fato de que Dabi havia sumido. Outra vez.

Primeiro ele perguntou para Kurogiri se Dabi tinha informado o local onde estava, depois ele questionou Toga, querendo saber se ela saberia dizer onde o rapaz estava metido, mas nenhum dos dois soube responde-lo, o que só contribuiu para que sua raiva aumentasse.


Tomura queria ganhar alguns beijos de Dabi, e aquele carinho estranho que apenas ele sabia dar, mas no fim, Shigaraki estava ali, sentado no meio da cama do namorado, de costas para a porta, coçando o pescoço de maneira incessante, ignorando o fato de que suas unhas estavam com algumas gotas de sangue.


─ Eu já não te disse para não fazer essa porra, Tomura? - A voz de Dabi saiu firme, assustando Shigaraki.



─ A culpa é sua. - Shigaraki resmungou, ainda coçando o pescoço. - Sua e daqueles malditos adolescentes.


─ Por que minha culpa? - Dabi perguntou, agarrando os pulsos do namorado. - Eu vou quebrar a merda dos seus dedos, um por um, se continuar fazendo isso.


─ Você sumiu por três horas! - Disse irritado, tentando se soltar do aperto. - Eu não disse que poderia sumir assim, Frankenstein.



─ A questão, Show de horrores, é que você não manda em mim. - Rebateu, com um sorrisinho nos lábios, aumentando a temperatura das palmas das mãos.


─ Eu odeio você, Dabi. - Resmungou. - Eu odeio Midoriya, odeio Kurogiri, Toga, odeio todos, mas odeio principalmente você.


─ Me odeia? - Perguntou rindo baixinho.


─ Sim. Muito cuidado na hora de dormir, Freddy Krueger, eu vou fazer você virar pó.


─ Então isso significa que teríamos que ficar em quartos diferentes.


─ Não! - Tomura gritou, deitando contra o peito do namorado.


Dabi riu. Ele soltou os pulsos de Tomura, e entrelaçou as mãos com as do namorado, certificando-se de que os indicadores do menino estariam levantados. Deixou um beijo entre os fios de Shigaraki, esfregando o nariz na nuca do rapaz, e logo arrastou os lábios do pescoço até a bochecha, deixando um rastro quente por onde sua boca havia passado.


Tomura grunhiu satisfeito, apertando ainda mais as mãos de Dabi, inclinando o rosto até que seus lábios finalmente se encontrassem.


Ambos suspiraram, satisfeitos com o carinho. A língua de Dabi se esfregava suavemente contra a de Tomura, e algumas mordidas cuidadosas eram dadas durante o ósculo. Shigaraki quebrou o beijo um tanto ofegante, porém não se afastou. Deitou a cabeça no ombro do companheiro, aproveitando o calor confortável que emanava naturalmente do corpo de Dabi.



─ Eu quero matar aquele garoto maldito. - Murmurou, encarando os olhos bonitos de Dabi com carinho.


─ Você vai. - Dabi murmurou com um sorriso. - E eu vou estar lá para chutar a sua bunda caso pense em perder para ele.


─ Céus, Frankenstein, eu odeio tanto você! - Grunhiu, com um pequeno sorriso no rosto, inclinando-se para ganhar mais um, dos vários beijos que trocariam naquele fim de noite.


─ Eu também te odeio, Show de horrores, você não tem noção. 


Notas Finais


Dêem fav, comentem, e até a próxima ❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...