História Jealous. Sabriel - Destiel - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Supernatural
Personagens Castiel, Dean Winchester, Gabriel, Sam Winchester
Tags Destiel, Sabriel
Visualizações 79
Palavras 909
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Fluffy, LGBT, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


👽 - Olá terráqueos! Então, eu tive essa idéia na escola e por isso fiz muito rápido, mas a idéia era fazer algo fofo e realmente espero que eu tenha conseguido.

Essa história é originalmente minha e qualquer outra parecida é mera coincidência (ou plágio, denuncie :'v).

Sem mais enrolação terráqueos, boa leitura!!

Capítulo 1 - Arg son of a bitch!


Fanfic / Fanfiction Jealous. Sabriel - Destiel - Capítulo 1 - Arg son of a bitch!

- Eu vou te matar Dean Winchester!

- Calma Gabe, espera aí! -parou ao outro lado do sofá estendendo uma mão em sinal de "pare" enquanto a outra segurava uma camisa prensada no tronco nu- Sabe, ele meio que quis também.

- Filho da puta!!!

Ok, tá bom, eu vou explicar o que está acontecendo aqui...

Olá, meu nome é Gabriel Novak! Tenho 20 anos e simplesmente amo doces, tenho um irmão um ano mais novo chamado Castiel e nós moramos em uma casa de tamanho médio, perfeito para nós.

Há onze meses atrás nós começamos a faculdade de medicina, era o nosso sonho desde criança, salvar pessoas era meio que "o negócio da família" então ficamos bem felizes quando conseguimos entrar. Nisso conhecemos os irmãos Sam e Dean Winchester que cursavam direito –eles eram divertidos, engraçados e com o tempo viramos amigos. Mesmo não estando na mesma sala, íamos nos dormitórios uns dos outros e lá rolavam muitas brincadeiras e "festas do pijama".

Um tempo depois eu ganhei interesse pela Rapunzel, ou Sam, como quiser. Ele não foi muito diferente e por isso começamos a flertar um com o outro e assim começamos a ter um tipo de "amizade colorida" que só evoluía.

O problema é que seu irmão pareceu ter a mesma ideia e começou a flertar com Cass, que não percebia muita coisa por ser lerdo demais, ou inocente demais mesmo para a sua idade. Ele jogava frases de duplo sentido e fazia jestos quase eróticos para o moreno que sempre corava. Isso continuou por umas duas semanas até chegar um dia em que eles simplesmente sumiram e quando voltaram estavam com os cabelos levemente bagunçados, roupas amassadas e lábios inchados. Qualquer idiota saberia o que se passava ali e eu com absoluta certeza sabia muito bem –Sam pareceu-me surpreso no dia, mas não tirou o meio sorriso do rosto.

A relação deles evoluíram assim como a minha com Sam, nós saímos com frequência parecendo uma dupla de casais, o que de fato, éramos.

Sam me chamou para sair em um dia e me levou até um lago em um tipo de jardim um pouco afastado da cidade. Fiquei relutante por que não queria deixar Castiel ao lado daquele acéfalo pervertido, mesmo sabendo a idade de Cass, eu ainda tinha meu lado de irmão super protetor –porém Sam me convenceu a ir e assim foi, chegando lá nós fizemos um piquenique e ao por do sol Sammy me fez um pedido de namoro e eu com certeza aceitei, então resolvemos ir para casa para fazermos vocês sabem o que, e foi quando a merda aconteceu.

Eu cheguei em casa e destranquei a porta, o local estava escuro só tendo a luz da TV iluminando um pequeno espaço, passava um filme na mesma, mas não parecia que alguém assistia e eu confirmei isso ao ouvir baixos sons de gemidos vindo do Sofá. Fui até lá e encontrei Dean em cima de Cass marcando o pescoço do segundo com chupões e mordidas leves. Indignado eu ascendi a luz enquanto eles me olharam assustados.

- Que porra é essa?! -falei vendo as marcas de chupões em meu irmão.

- Tenha calma Gabriel, podemos explicar! - meu irmão se ajeitava passando as mãos pelo cabelo e arrumando a camisa.

- Não tem que explicar nada, eu sei exatamente o que é isso. -Dean se levantou e abriu a boca para falar mas eu levantei o dedo indicador na sua direção- A-AH, o que pensa que está fazendo com meu irmão?

- Você sabe. -sorriu malicioso- Qual é Gabe, não custa nada dividir o irmãozinho.

- Eu vou te matar Dean Winchester!! -falei entre dentes, e foi assim que tudo começou- Acha que pode tirar a pureza do meu irmão assim desgraçado?! -ele começou a correr dando voltas pela sala enquanto eu ia atrás do mesmo atirando coisas aleatórias em sua direção.

- Calma Gabe, espera aí! -parou ao outro lado do sofá estendendo uma mão em sinal de "pare" enquanto a outra segurava a camisa prensando-a no tronco nu- Sabe, ele meio que quis também.

- Filho da puta!!! -pulei o sofá e teria o pegado se não fosse por Sam.

- Calma Gabe! -ele segurava o riso.

- Me solta Samuel!! -batia em seus braços numa tentativa falha de me soltar- Você! -apontei para Dean e coloquei o dedo em minha garganta simulando um corte.

- G-Gabriel... -Cass ria- Tá tudo bem, aliás, foi eu que pedi.

Eu parei de me debater e o olhei surpreso, Sam fez o mesmo, voltei a olhar para Dean que estava me olhando atentamente e suspirei três vezes, logo olhando para Sam.

- Ok. -ele me olhava confuso- Já pode me soltar! Estou calmo. -ele me soltou em dúvida, suspirei pela quarta vez e esfreguei as têmporas.- Tá, Dean fique sabendo que se você fizer algo para meu irmão, se machucar ele ou fazer ele chorar... -apontei para suas calças- Pode dar adeus a isso aí! Te caço até no inferno se Cass se mostrar desapontado!

Acredito que fui bem convincente ou assustador pois ele engoliu em seco e assentiu. O resto do dia se passou com nós quatro assistindo filmes, fazendo brincadeiras, e claro, com Sam me segurando para que eu não pulasse em cima de seu irmão. Eu ainda iria dificultar muito a vida desse idiota, porque se ele pensa que irá ser fácil ficar com meu irmão... Ele está extremamente enganado.


Notas Finais


👽 - Essa fic foi corrigida três vezes, mas ainda pode conter erros e por isso peço desculpas.

Se puderem (ou quiserem) por favor comentem, quero saber o que acharam :3, aceito críticas de bom grado e vou tentar melhorar mais.

Como eu disse, tentei (e só tentei) fazer uma fic fofa então espero realmente que tenham gostado. Bom é isso, até mais terráqueos! 👽✌


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...