1. Spirit Fanfics >
  2. Jeff, O Prisioneiro. >
  3. Lembra de mim?

História Jeff, O Prisioneiro. - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Janny aqui, mais conhecida como Raven. Perdi a conta anterior, posteriormente, minhas antigas fanfics do user J_Nigth. Mas caso alguém queira, o link de outra fanfic do Jeff, está no final da descrição da nota final.

Capítulo 1 - Lembra de mim?


Respirou fundo, enquanto bebia a última gota de seu vinho. Encarou o teto pensativa,

Iria falar com Jeffrey Woods, um dos, ou o maior Serial Killer da história até então.

Enfim Pego, enfim preso, enfim isolado.

Raven arrumou seus longos cabelos negros, que iam pouco além de seus glúteos, e decidiu partir.

XXXXXXXXXXXX

Lá estava ela, encarando a porta da sala de toda aquela ala Psicológica onde ela tinha suas conversas com todo tipo de prisioneiros existentes, para ter o diagnóstico psicológico deles.

Em toda vida, nunca havia ficado nervosa, mas poxa... Era Jeff.

Três batidas na porta foram ouvidas, então o barulho do cartão de acesso foi escutado, o guarda abriu a porta, e mostrou o prisioneiro, que estava de cabeça baixa, impossibilitando de ver seu rosto, tornando visível apenas seus longos cabelos pretos cobrindo sua face.

Fez um sinal para que o deixasse entrar, Jeff recebeu um empurrão para entrar, resmungando Entrou.

A porta se fechou, e o silêncio tonou conta do lugar.

- Sente-se, Jeffrey.

-Hm

Jeff se sentou em um sofá branco que alí se encontrava, onde em toda aquela sala branca com detalhes em preto, apenas os cabelos de Jeff e Raven se destacavam além dos detalhes.

-Hm... Poderia levantar seu rosto por gentileza? Gostaria de ver o seu rosto.

-... Hahahaha! Meu... Rosto?

-Sim, Jeffrey.

Seu tom zombeteiro Se foi, e logo sua voz ficou mais grave e autoritária

-Me chame de Jeff. Não Gosto de Jeffrey, era assim que meus pais me chamavam.

-Okay, Jeff. Deixe-me ver seu rosto...

Jeff levantou um pouco a cabeça, sacudindo ela para o lado para tirar o cabelo de sua face, revelando assim parte de seu rosto que encarava com olhos frios a Doutora, e que, apesar de sério, seu rosto continha um sorriso pertubador.

-Por que escondeu seu rosto de mim Jeff?

-Ah Doutora Raven... Eu não queria te assustar.

Congelou. Havia pedido a todos que tivessem contato com Jeff para não mencionar seu nome. Como ele sabia?

-Me... Assustar?

-É. Ao menos pensei que que reconheceria. Mas eles estava certo... Deram um trato completo em você.

A doutora se perguntava confusa, mas, como sempre, seu rosto era impassível, neutro, sem muita expressão.

Sua vida fora conturbada, cheia de problemas, conflitos e...

-Está confusa, Raven? Confusa porque sei seu nome?

-Surpresa. Como sabe meu nome, Jeff?

-Hm. Diga logo suas perguntas tolas, as mesmas que faz a todos, pergunte sobre mim, e saberá, Doutora.

Um sorriso doentio se formou no rosto de Jeff. Ele está provocando... Ele sabe quem ela é, sabe o que fez, se duvidar, conhece mais ela do que a si mesmo.

Raven estava confusa, nervosa mas, por talvez anos de prática, não demonstrava. Mas Jeff sabia.. Ah ele sabia o que ela sentia.

-Me fale sobre você.

Ignorou todo o resto que Jeff Havia dito e focou em interrogar.

Procurava saber o que motivava um dos maiores Serial Killer's de toda história, algum motivo, o mínimo que pudesse ser extraído para criar sentido em uma sociedade tão doente quanto julgam que Jeff é.

Apenas para que eles, para que eles julguem algum sentido.

-Eu... Sou o Jeff The Killer. Maior e melhor Serial killer da história, Mais belo, atraente e sedutor. Você não concorda, Doutora?

-... (Megalomania, ego inflado...) Sim Jeff, Concordo.

-Então me acha atraente? Obviamente sim

-Vamos focar Jeff?

-ah mas eu estou focado... Estou focado na sua boca com esse batom vinho...

-Minha... Boca?

-O mesmo batom que você usou naquele dia da festa de noite, bebeu tanto que todos tentavam se aproveitar de você.

-como você...

-você não lembra querida doutora, mas você sabe que apagou na festa, e que acordou em casa, na sua cama com lençóis de seda preto... Ah bem macios... Lembro deles como se estivesse lá semana passada...

-Jeff... Eu... Você não me conhece.

Jeff se levantou, se aproximou de Raven e tocou sua bochecha de leve... Colocou sua boca próxima ao ouvido de Raven e sussurrou

-ah sim Doutora... Eu conheço cada parte do seu corpo

Jeff pôs os braços algemados ao redor de Raven e aproximou ela de si

Raven corou, Pequenos Flashes vieram a mente... O toque levemente gélido que fez ela arrepiar... Era o toque que ela nunca lembrava de quem pertencia, mas que sentia falta toda noite

-Ah Raven... Você sabe que eu te conheço... Como ninguém... Cada curva e cicatriz que você tem, seu pescoço...

Jeff roçou seu nariz no pescoço de Raven que estava parada, corada mas que... Queria mais. No fundo queria muito.

Então, batidas na porta foram ouvidas e Jeff se afastou sorrindo.

Raven se recuperou, e abriu a porta

Guarda - Prisioneiro 1,Vamos voltar. Doutora, paciente Liberado?

Raven- Paciente um... Liberado.

Antes de sair, Jeff sussurrou para Raven

-Mal posso esperar para retomar essa conversa doutora.


Notas Finais


Capítulo curto, mas aí está.
Talvez a fanfic precise de ajustes as novas leis da plataforma SpiritFanfic.



https://www.spiritfanfiction.com/historia/jeff-the-killer-and-lady-of-shadows-mansao-creepypasta-13974271


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...