História Jeitinho doce de se ver - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias JBJ
Personagens Kim Donghan, Kim Yongguk
Tags Boyxboy, Dongguk, Donghan, Jbj, Longguo, Yongguk
Visualizações 15
Palavras 1.060
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fluffy, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


EU NÃO SEI O QUE ESTOU FAZENDO DÁ MINHA VIDA

Capítulo 1 - 01


-AMOR CHEGUEI - Avisou Donghan assim que atravessou a porta, mas achou estranho não receber nenhuma resposta do seu marido.


Preocupado subiu as escadas da nova casa as presas, tinha medo de ter acontecido algo com seu príncipe.


Donghan entrou na porta do quarto que dividia com seu parceiro, mas estranhou não o encontrar, seguiu para a porta do banheiro e logo ouviu um som, como se fosse soluços. O Kim sentiu seu coração doer só de pensar que poderia ter acontecido algo com o amor da sua vida. Sem pensar duas vezes tentou abrir a porta, mas sentiu o desespero subir quando a porta não abriu.


-Amor abre a porta - Donghan bateu na porta, mas não houve resposta. Seu coração falhou. Tentou abrir a porta novamente.


-Yongguk abre a porta, eu estou aqui bebê, só quero saber o que aconteceu, estou ficando preocupado amor - Donghan encostou sua testa na porta, torcendo para que Yongguk abrisse a porta. Quando estava quase perdendo a esperança ouviu um movimento dentro do banheiro, esperou a porta ser aberta, mas nada aconteceu.


-Yongguk…


-Dongie eu estou com medo, não quero que você me deixe - Donghan sentiu seu coração doer a ouvir a voz embargada do outro Kim.

-Por que eu te deixaria amor? Eu te amo e estou aqui para enfrentar tudo ao seu lado é cuidar de você Jin Longguo.


-Eu sou uma aberração Donghan - O Kim mais alto sentiu seu coração doer em ouvir aquelas palavras, sua única vontade era entrar no banheiro e tirar aquela dor do seu amada.


-Amor abre a porta, por favor. - Pediu, sentindo sua voz falhar também.


Donghan se afastou um pouco da porta, quando escutou Yongguk se aproxima, quando a porta abriu sentiu seu coração se despedaçar, o seu amor estava com os olhos vermelhos e inchados, demonstrando que fazia horas que estava chorando. Sem nem esperar abraçou o chinês. Sentindo seu coração se acalmar, mas doer ainda por ver seu pequeno chorar.


-Eu estou aqui amor e não vou a lugar algum. - Sussurrou o coreano, como se fosse um segredo somente dos dois.


Os dois ficaram naquele abraço, sem se importar com o tempo, só queriam a companhia um do outro.


Donghan fazia carinho nos cabelos do seu amado, mas parou quando sentiu sua mão esquerda se pega por Longguo, ficou observando seu marido mexer na aliança, não falou nada, mesmo que quisesse pergunta o que tinha acontecido.


-Donghan… Eu Não sei como começar.


-Comece pela parte que você acha melhor - O coreano falou, apertando a mão na do chinês, tentando passar confiança.


-Eu fui no médico hoje para pegar os resultados dos exames… - Longguo começou a chorar novamente, deixando o coreano preocupado, mas só apertou mais o chinês em seus braços.


-O que deu os resultados amor? - Perguntou o Kim.


-Eu sou um anormal Donghan… Eu-eu estou grávido! - O coreano sentiu tudo ao seu à redor parar, a única coisa que sua mente conseguia raciocinar era que ele seria pai, ele conhecia seu marido e sabia que ele não brincaria com um assunto sério. Donghan saiu dos seus pensamentos quando sentiu Yongguk apertar sua camiseta, e se encolher falando algo baixinho, que depois de uns segundos Donghan conseguiu entender que era um pedido de desculpas por ser uma aberração. O coreano se afastou e sentiu o corpo do chinês tremer, era visível que Yongguk esperava o Kim o xingar e ir embora, e isso fez Donghan se perguntar o que o pequeno ouviu na consulta.


-Yongguk…


-Você vai me deixar, né?


-Claro…-Donghan se aproximou do chinês petrificado, levantando seu rosto. - Que não amor, eu te amo, e você não sabe o quanto eu estou feliz em saber que vou ser pai, não vou mentir, isso é um pouco estranho , mas para mim você ainda continua igual.


-Eu te Amo Kim Donghan! - O coreano não pode deixar de sorrir, era bom ver seu amado sorrindo. O Kim fez um carinho no queixo do chinês, logo depois os puxando para perto, selando seus lábios em um beijo calma.


Os dois foram interrompidos quando sentiram algo roçar em seus pés, e sorriram uma para o outro enquanto o gatinho preto pedia por atenção.


-Acho que alguém está com ciúmes amor - O coreano brincou. É se abaixou pegando o gato no colo. - Vamos descer, porque o senhor vai comer algo.


-Quem disse que eu tenho fome?


-Eu! Agora vamos logo, porque eu deixei nossa comida jogada no sofá.


-Des…


-Nem ouse pedir desculpas.


Sem esperar mais tempo. Kim Donghan pegou a mão do chinês o levando para fora do quarto. Sua mente estava uma batalha, ele não parava de imaginar como seria dali em diante, de como iriam sofrer preconceitos, mas ele também imaginava o quanto iam ser felizes contribuindo a família deles.


Claro que tinha as preocupações, até porque nenhum dos dois sabiam como era uma gravidez masculina. Mas de uma coisa Donghan tinha certeza, eles ficaram juntos até o final.



-Uma vez me disseram que quando pensamos demais, cresce cabelo branco mais rápido.


-Eu serei um homem de cabelos grisalhos gostoso! - Donghan falou e depois riu ao ver a cara de indignação do marido.


-Melhor você tomar cuidado, porque você pode acordar e não encontrar o seu marido do lado, o senhor grisalho gostoso! - O coreano sorriu ao ver o bico que o Chinês estava, lembrando que ele sempre fazia aquilo quando está com ciúmes.


-Vamos ter uma DR logo agora? - O Kim perguntou risonho.


-Cala a boca, com licença que eu tô com fome! - O coreano riu, descrente com a atitude do marido.


-Você fica lindo com ciúmes amor - Donghan falou enquanto abraçava Yongguk, dando vários beijos em sua bochecha em seguida. Os fazendo rir.


-Você é um ser de outro mundo Dongie - O chinês comentou, fazendo Donghan abrir sorriso enorme.


-Eu te amo Jin Longguo!


-É estranho ver você falando meu nome chinês - Yongguk falou rindo, e se virou para olhar Donghan - Eu também te amo Kim Donghan.


-Nós dois estamos tão melosos, nem quando éramos só namorados, agimos assim.


-Não tenho nada a comentar, agora vamos comer que eu estou com fome.


-Nem um beijo eu ganho? - Perguntou o coreano fazendo bico.


-Não, quem sabe depois!


-Que maldade com minha pessoa. 


Notas Finais


AVISO: Jin Longguo e o nome chinês do Kim Yongguk (e só para alguém não vim dizer merda)

Quem quiser pedir fanfic(Oneshot) de um shipp(flop) de qualquer outro grupo, meu Twitter é @kimmie_WooDa


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...