1. Spirit Fanfics >
  2. Jelena: The Story >
  3. Best Decision

História Jelena: The Story - Capítulo 18


Escrita por:


Notas do Autor


E o tão aguardado pov da Selena chegou hahaha!
E aí? Ansiosos para saber sobre oq a sel pensa sobre tudo isso?

Já vou dizendo que o cap de hoje não é do bem haha

Capítulo 18 - Best Decision


Fanfic / Fanfiction Jelena: The Story - Capítulo 18 - Best Decision

 

P.O.V. SELENA
 

- Precisamos falar sobre isso.

Taylor crusou os braços sob a mesa. Eu e ela tínhamos vindo numa cafeteria renomada de Los Angeles, conversar um pouco.

- Você tem razão... - Eu finalmente lhe respondi.

- O que Justin fez para a relação de vocês piorar 200%? 

- Ele me pediu em casamento.

Taylor arregalou os olhos. Provavelmente não era a resposta que ela esperava

- E então? Você disse não?

- É. Eu disse não. 

Nesse momento eu só queria chorar. Eram milhares de pensamentos sob a minha cabeça, e eu me sentia culpada por dizer não. 

- Meu Deus... E como ele reagiu?

- Desde então tá evitando falar comigo. E eu até entendo ele estar chateado. No dia anterior, ele tinha acabado de descobrir de um acordo onde Pattie e Jeremy ganhavam com seu nome sem ele saber. Está se sentindo meio vazio com o lance das drogas e das bebidas. Naquele dia ele foi pra minha casa, nós tivemos uma transa incrível e eu descobri depois que na madrugada ele compôs uma música pra mim. Chama-se All That Matters e mostra que eu sou basicamente tudo o que importa para ele. Ele se sente fraco, e parece que tá botando todas as suas forças na nossa relação. Agora, com a morte de Alavanna, ele tá muito mal. Nunca o vi tão triste. E o fato da única coisa que ele achava que se importava com ele negar o seu pedido de casamento deve piorar tudo. 

Uma lágrima escorreu de meus olhos. Taylor acariciou minha mão.

- Onh, amiga.... Não se sinta mal. Você tinha milhares de motivos para não aceitar esse pedido. 

- Eu sei... Mas ao mesmo tempo que me sinto insegura com nosso relacionamento, penso que o pedido foi uma forma de Justin provar o seu amor e que é fiel a mim. 

- Ah Sel... Não sei não... Talvez ele quisesse, sei lá, salvar o namoro com isso. Me conte, quais são as suas inseguranças em relação a Justin?

Eu suspirei. Não queria reviver tudo isso. Mas precisava desabafar. 

- Bom, quando começamos a namorar, em 2011, eu notei a amizade dele com três amigos de infância. Chaz, Ryan e Caitlin. Chaz e Ryan, viviam dizendo que eu não era boa o suficiente pra ele. Que nossa relação iria mudar sua essência e tal. Eu pedi que Justin se afastasse deles, e assim ele fez... 

- Mas espera aí amiga, - Taylor me interrompeu. - Justin de fato mudou um pouco quando começou a te namorar. Mas na minha opinião isso foi bom, porque antes ele era um caipira ingênuo. Você acha que Chaz e Ryan estavam te atacando ou mostrando essa realidade? Porque Justin pode se sentir manipulado se achar que você quis o afastar de seus amigos... 

- Eu sei lá o que eles queriam dizer! O melhor mesmo foi Justin ter se afastado deles, ele não precisa andar com essa gente de interior e anônima. Está muito melhor assim. - Taylor parecia discordar, mas não disse nada. - E aquela Caitlin então! Justin queria manter contato com a sua ex! É um absurdo. 

- Ele parece que ainda gosta de me provocar ainda mais! - Continuei. - Você viu o single novo dele com a vaca da Nicki Minaj? Ouviu a parte dela? 

- Sim! Foi nojento, Sel... 

- Justin disse que foi só uma brincadeira com a letra... Se bobear tá transando com ela também! 

- Depois, eu comecei a perceber o modo como as fãs ficavam próximas demais a ele. - Continuei. - E ele não fazia nada! Continuava deixando elas se exibirem... Tenho certeza que gosta disso. Contudo, o maior problema não está aí... Justin anda frequentando festas com o tipo de gente que eu e você conhecemos muito bem.

- Kardashians-Jenners e Rappers. Tóxicos. - Ela confirmou.

- Você sabe muito bem o que se fazem nesses tipos de festas Taylor... Agora você me diz, como não acreditar que ele está me traindo?

- Realmente... É impossível todo mundo não pegar todo mundo nesses locais.

- Ele até me convida para ir com ele... Mas eu não vou descer o nível. Eu falo para ele não ir, falo que não estou segura, mas ele acha que tô sendo controladora! 

- Mas é claro que não, amiga! - Taylor me apoiou. - Você tá no seu direito. Justin tá sendo um babaca com você. Se ele insiste em sair com essas pessoas, alguma coisa têm! 

- É exatamente por isso que não aceitei o pedido. 

- Fez bem. E agora, vou te falar uma coisa, você precisa botar um ponto final nessa merda. É melhor você terminar de vez com ele. 

Aquilo foi um certo baque para mim. Engoli um seco e percebi: Taylor tem razão. Mas eu não posso fazer isso. Não agora. 

- O Justin está passando por muita coisa agora. Não quero deixa-lo a ver navios. De certa forma ele precisa de mim. 

- Ele vai fazer merda... 

- Eu sei... - Respondi.

Só depois de muito tempo, eu entenderia o quanto aquele café com Taylor foi necessário.

 

Há mais ou menos uma semana, Justin me convidou para assistir o clipe de As Long As You Love Me em primeira mão. Me disse que era um clipe mais adulto, e que não tinha acontecido nada de verdade com a modelo. 

Confesso que fiquei puta quando viu meu namorado se esfregando com aquela garota. Tudo parecia muito real e isso aumentou ainda mais o receio que eu tinha. 

Ela era muito bonita, e eu até me senti feia e esquisita perto dela. Tinha certeza que Justin e ela haviam tido alguma coisa. Não é possível. 

Porém, eu e Justin estávamos fazendo de tudo para manter o relacionamento. Eu pedi que ele se afastasse de algumas pessoas e ele estava fazendo isso. 

Seus amigos ridiculos como Khalil e Miley diziam que eu estava sendo controladora, mas Justin seguiu meu pedido e deixou de sair com aquele tipo de gente.

Na verdade, ele estava bem triste ultimamente e como não queria brigar, acabava fazendo exatamente o que eu queria. Eu sei o que é o melhor pra ele, e é melhor que eu seja a única coisa que importa para ele. Assim não corre o risco de ele procurar algo lá fora. 

Minha mãe parecia não gostar disso. Na verdade ninguém estava gostando disso. Mas é melhor assim. 

Como Justin não estava muito bem durante essas semanas, no intervalo entre shows eu estava sempre dormindo na sua casa.

Ele queria sexo o dia inteiro e isso começou a me preocupar. Algo diferente estava começando a surgir. Sem brincadeira, parecia um cara ninfomaníaco.

Numa noite qualquer, onde acabamos ousando mais e ele dormiu como uma pedra, eu acabei acordando na madrugada. Me deu vontade de ir no banheiro.

Quando eu estava saindo do banheiro, avistei o celular de Justin em seu criado mudo. Não queria mecher, pois ele não fazia isso comigo. 

Porém eu precisava ter a certeza que ele era fiel para continuar com esse relacionamento. Não teremos problema nenhum se ele estiver cumprindo o que diz. A senha era o nosso aniversário de namoro 3/1/11, o dia que de fato nos beijamos. Pra falar a verdade ele não me pediu de fato em namoro, as coisas só foram acontecendo. 

Fui direto olhar as mensagens e ligações. Ok, ligações de Scooter e Ryan, ele tinha rejeitado Pattie e Jeremy diversas vezes, conversas normais com Alfredo, combinando roles e falando de coisas do dia a dia. Fui então direto no grupo que mais odiava: Kendall Jenner, Bárbara Palvin, Cara de Lavigne, Miley, Khalil, Lil Twist, Lil Za, Lil Wayne, Tyga e mais rappers.

Assim que comecei a ler ja estava puta . Faziam piadinhas eróticas e falavam sobre várias merdas. O pior era ver o meu namorado todo amiguinho das garotas ali. Cada vez mais tinha a certeza que ele estava me traindo. Agora só resta descobrir qual foi a puta. Ou as putas. 

O grupo não tinha muita gente, e apesar de Justin ser burro ao ponto de não apagar as mensagens, ele estava escondendo a traição muito bem. 

Eu fiquei por mais ou menos uma hora olhando tudo naquele celular. Justin continuava dormindo como um anjo e minha vontade era lhe acordar com tapas, de tanta raiva que eu estava. 

Na galeria, não tinha fotos de ninguém em específico, apenas de meninas de sutiã ou biquíni, que vinham de grupos no wats App. Eu tava morrendo de ódio. 

Voltei no wats app e fui olhando mais conversas, ele não tinha muitas conversas com garotas, mas então fui direto nas conversas arquivadas. 

Pareciam que só existiam dançarinas e pessoas de seu meio de trabalho, do sexo feminino. Tanto que seus nomes nem estavam registrados no telefone.

Porém, logo reconheci um rosto ali. Estava salvo como Channel o contato. Ou seja, a vadia com quem ele deve ter transando durante as gravações de As Long As You Love Me. 

Nesse momento, achei que ia ter um ataque cardíaco. Nunca na vida tinha sentido tanto receio. Subi as conversas, e vi que eles conversavam há quase 2 meses. 

Foi ela que deu oi primeiro. Ok, até agora nada de mais. Falaram sobre as gravações do clipe e sobre coisas do dia a dia. Nesse momento eu estava chorando como uma criança. 

Eles podiam não estar falando nada de mais, mas sempre deixei claro que não queria vê-lo falando com outras garotas. Ele quebrara o pacto de confiança. 

Continuei lendo, até que uma mensagem de Justin, foi capaz de me destruir. 

Justin: "A Selena não gosta muito que eu fale com outras garotas. E isso é ridículo, porque eu adoro a amizade que tenho com você. É ruim demais ter que esconder tudo, porque ela sempre anda desconfiada."

Naquele momento, eu joguei o celular de Justin no chão. Não era possível. Ele anda escondendo coisas de mim. E acabara de admitir isso.

Eu não precisava de prova nenhuma mais. Os níveis de confiança nunca estiveram tão baixos. 

Agora ele vai ver. 

Peguei o celular do chão e fiz o que sempre tive vontade de fazer. Joguei com toda força na parede. O barulho foi alto, e ele espatifou-se no chão. 

Justin acordou assustado, e quando me viu num misto de choro e raiva, deve ter achado que aconteceu alguma coisa. 

Se levantou rápido da cama e com os olhos meio abertos, foi até onde eu estava e se aproximou. Antes que conseguisse tocar em mim, dei-lhe um murro. 

- O que foi? Você enlouqueceu?

- NÃO ME CHAMA DE LOUCA, SEU IMBECIL. 

Justin resolveu se afastar e ficou me encarando como se eu de fato estivesse maluca. 

- Eu só quero entender o que te... 

- CALA A BOCA! 

- Sele... 

- AGORA ME FALA! - Dei outro berro. - ME RESPONDE! VOCÊ TRANSOU COM AQUELA VADIA NA CAMA QUE ACABOU DE TRANSAR COMIGO? 

- De quem você tá fala... 

- DA VADIA DA CHANNEL. QUE VOCÊ QUASE COMEU NUM VÍDEO CLIPE. 

- Você pirou, a Channel nunca passou de ser minha amiga.

- AMIGA ATÉ DEMAIS! 

- Qual é o problema de eu me relacionar com o sexo oposto? Você faz isso e eu não ligo... 

- NÃO TEM NEM COMPARAÇÃO! - Me alterei ainda mais. - Eu não vou a festas ver stripers sem roupa não!

- E QUEM DISSE QUE EU VOU? - Justin gritou. - Você sempre me acusa de coisas que não tem prova! AGORA RESOLVEU SURTAR DO NADA SEM INDÍCIO NENHUM QUE EU E CHANNEL FICAMOS! 

Ele se sentou na cama. Olhou para o chão. Eu tremia. Não conseguia falar mais nada. Ele então reconheceu o celular jogado num canto, todo estatelado. 

- Aquilo é o meu celular?

Eu não respondi. Ele se aproximou e pegou-o do chão. 

- Agora você passou de todos os limites. Quebrou o meu celular Selena!

- VOCÊ NÃO É O NIGGA RIQUINHO QUE PODE PAGAR 10 VADIAS PRA DORMIR COM VOCÊ? COMPRE UM NOVO!

- PARA COM ESSA PORRA! - Justin jogou o celular de novo no chão e se aproximou de mim. - Você não tem prova nenhuma que eu te TRAÍ!

- ANTES DE EU QUEBRAR ESSA MERDA, VI UMA MENSAGEM SUA PARA AQUELA PUTA! - Deixe minha voz mais fina. - "A Selena não gosta muito que eu fale com outras garotas. E isso é ridículo, porque eu adoro a amizade que tenho com você. É ruim demais ter que esconder tudo, porque ela sempre anda desconfiada." - Guardei tudo o que estava escrito nas mínimas palavras. 

- VOCÊ ENTENDEU TUDO ERRADO! 

- Ah não vem com desculpinha pra cima de mim não!

- Eu disse pra Channel exatamente o que sempre digo pra você. VOCÊ NÃO ME DEIXA TER AMIZADES COM MULHERES E EU ME SINTO CONTROLADO! POR ISSO TENHO QUE ESCONDER A CONVERSA COM UMA AMIGA. 

- Se não tivesse nada para ter medo, não escondia, CARALHO! 

- A culpa é sua.

Eu estava incrédula. Agora esse nojento iria me culpar? 

- Não. Esquece. - Ele se envergonhou. - Você não tem culpa de nada.

- Acabou. 

Eu disse com plena convicção.

- O quê? - Ele murmurou. 

- Eu não quero mais namorar com você. Acabou. Nunca me senti segura para confiar em você, e agora tenho a prova que minhas "paranóias" estavam certas. Não dá mais pra mim. Finalmente estou liberta dessa relação. 

Justin começou a chorar. Que ridículo. Como uma criança. Pego na cena do crime. 

- Para com essa palhaçada. Seu discurso de coitadinho não cola mais. Finalmente vai poder transar com a Channel sem se preocupar comigo.

Eu peguei a minha mala que havia trazido e me troquei no banheiro. Sai da casa sem ver Justin e fui finalmente pra casa. Foi a melhor decisão que eu tinha tomado em toda a minha vida.


Notas Finais


Primeiro término oficial realizado com sucesso! Aguenta aí q tem mais...

Aaaaa tá doendo aqui em mim hahaha


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...