História Jeon Jungkook: "Minha Pequena Híbrida" - Capítulo 27


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Bangtan Boys (BTS), Imagine Bts, Jeon Jungkook, Jungkook
Visualizações 92
Palavras 2.585
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Adolescente, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


*último capítulo!*
Aproveitem o imagine!
(*˘︶˘*).。*♡
(pequeno discurso nas notas finais)

Capítulo 27 - Finalmente em Paz!


Fanfic / Fanfiction Jeon Jungkook: "Minha Pequena Híbrida" - Capítulo 27 - Finalmente em Paz!

Anteriormente...

-Senhor, nós não podemos... - tentou falar Namjoon, mas o CEO o interrompe.

-A escolha é dele! - disse o mais velho em um tom alto.

-Me perdoem. - eu sussurro de cabeça baixa e deixando uma lágrima escapar.

-O que você disse? - falou o CEO.

-Me perdoem. - eu falo levantando a cabeça e olhando para todos presentes na sala.- Fazer parte do BTS, foi uma das melhores coisas que aconteceu na minha vida! E vocês sempre me deram tudo. Fama, dinheiro, amigos, uma nova família, e muitas outras coisas. Mas sempre teve um vazio no meu coração e nada disso preenchia ele. Mas quando eu encontrei a Choon Hee, ela conseguiu preencher o vazio no meu coração. Tudo isso passa. Tudo vai acabar. - digo andando até a porta.

-Jungkook! - disse Namjoon segurando meu braço e queria falar algo. Mas não consegui achar as palavras corretas. Então ele simplesmente me puxa para um abraço e eu retribuo.- Eu sempre vou estar com você, JK. - sussurrou o mais velho no meu ouvido.

-Essa é sua escolha? - perguntou o CEO.

-Sim. - digo secando minhas lágrimas.

-Parece que o nosso menino cresceu. - falou o mais velho, fazendo todos olharem para ele com um olhar confuso.- Siga a sua vida. Sua fama, amigos, dinheiro,... e amor.

Agora...

-O que? É sério, senhor? - pergunto ainda não acreditando.

-Sim. Você mostrou ser responsável com os seus problemas e mostrou que sempre quer ajudar o próximo da melhor maneira possível. Então amanhã nós iremos confirmar o seu namorado com a Choon Hee. - disse o mesmo levantando da mesa.

-Tá bem... - eu falo e o nosso CEO sai da sala com o nosso manager.- Ele sabe que a Choon Hee é uma híbrida, não é?

-Sabe. Ele viu ela naquela notícia de que você salvou ela do Dojoon. - disse Seokjin.

-Eu te falei que iria sair tudo bem. - disse Hoseok me abraçando.

-Cara, você quase me matou do coração! Imagine, Jeon Jungkook, nosso maknae de ouro, fora do BTS? - disse Jimin.

-O BTS jamais seria o mesmo, sem o nosso maknae, vocalista principal e um dos melhores dançarinos do grupo! - disse Yoongi.

-Mas então, como você vai contar isso pra Choon Hee? Que a partir de amanhã, será a famosa namorada de Jeon Jungkook, integrante do BTS, que quase acabou com o seu contrato com a Big Hit? - perguntou Taehyung.

-Você só sabe criar treta, não é Taehyung? - eu falo.- E Namjoon, por quê você falou que eu iria terminar com a Choon Hee pra me dedicar ao grupo, sendo que você apoia o nosso relacionamento? - pergunto.

-Foi o calor do momento. Desculpa. Mas então, o que você vai fazer agora? - disse Namjoon.

-Aproveitar minhas férias e ficar com a minha namorada! Eu preciso ir. Até mais, meninos. - falo me despedindo de cada um dos membros.

-Adeus, minha cria! - disse Seokjin arrancando gargalhadas de todos os meninos.

Eu saio da sala, peço um elevador e vou até o térreo, pego meu carro e vou para casa.

           Namjoon Quebra o Tempo                                                   08:00

Eu acabo de chegar em casa, e dou de cara com a minha namorada brincando com o meu cachorro ainda de pijama.

-Ah, Amor, você chegou! - disse Choon Hee indo até mim e nós nos beijamos.

-Oi Jagiya. Eu tenho uma coisa muito importante pra te falar. Vem. - digo me sentando ao lado dela no sofá.

-Então, o que você você quer falar? - perguntou a menor.

-Então, você sabe da reunião que eu teve hoje na minha empresa? - eu pergunto e ela afirma com a cabeça.- A reunião foi sobre o nosso namoro.

-Espera... Ai droga! Eu esqueci que você não podia namorar, por conta do seu trabalho e da sua empresa! Olha Jungkook, me desculpa e... - disse a menor, mas eu a interrompo.

-Choon Hee, calma! Não tem que se preocupar mais com isso. - digo e a menor me olha com um olhar confuso.- O meu chefe, ele deixou eu ficar na empresa e no meu grupo, namorando com você!

-Ah, que bom! Mas você não acha que as suas fãs não vão gostar disso? - perguntou Choon Hee.

-Não importa se elas aceitarem ou não nosso relacionamento. Elas vão ter que respeitar a minha escolha de ficar contigo e te respeitar também. - falo segurando as mãos da mais nova.

-Tá bem. Eu fico feliz com a notícia. Mas o que vai acontecer daqui pra frente, depois das suas férias? - perguntou a mesma.

-Eu vou voltar as minhas atividades da empresa e voltar a viajar muito. Mas eu vou ver com o meu chefe se eu posso te levar comigo em algumas viagens com os meninos. Mas enquanto essa hora não chega, vamos deixar acontecer. - digo levantando Choon Hee do sofá.

-Quero aproveitar ao máximo contigo, Gguk. - a menor falou, eu a pego pela cintura e começo a girar ela pelo ar e dou um beijo na mesma.- Eu te amo, muito, muito, muito Jeongguk!

-Também te amo, muito Jagiya! - falo pegando ela no colo e a beijando mais uma vez.

*Jungkook OFF*

                   Um ano depois...

Choon Hee ON:

Um ano já havia se passado, e tudo mudou na minha vida. O Seyoon e a Chaewon se casaram, tiveram os seus bebês híbridos, que era uma menina chamada Jiwoo, e um menino chamado Jiyoung. A Hyomin resolveu se mudar para um outro país, para conhecer culturas, pessoas novas e muitas outras coisas. Mas eu não deixei de falar com ela. Todos os dias, eu conversava um pouco com ela, pelo celular que Jungkook me deu.

E eu? Bem, há alguns meses atrás, o Jungkook havia me pedido em casamento. E eu aceitei. Não teve festa, cerimônia, nem nada do tipo. No início foi difícil ter que arcar com os comentários maldosos de algumas "fãs" do Jungkook. Mas com o tempo, isso foi diminuindo, e elas finalmente aceitaram o nosso casamento.

E uma notícia boa para uns e ruim para outros. O Dojoon acabou se metendo em uma briga na prisão, e acabou sendo esfaqueado por um de seus colegas de cela e morreu. Já a Eun Kyung, a pena dela ficou ficando maior a cada mês, porque ela sempre se metia em alguma encrenca ou onde ela não foi chamada. E atualmente, ela vai ter que ficar aproximadamente 100 anos na prisão. Eu confesso que eu, Jungkook e Seyoon ficamos felizes com a notícia.

Mas voltando, hoje eu e meu marido iríamos cuidar da Jiwoo e do Jiyoung por volta de uma semana, pois eles iriam passar um tempo descansando juntos. Mas tem outra notícia. Há uma semana atrás, eu descobri que estava grávida de Jungkook. Eu contei apenas para a Chaewon e ela não contou para o meu irmão. Pois eu não estava pronta para contar da minha gravidez para Jungkook e Seyoon. Mas eu decidi contar hoje a noite.

Já eram mais ou menos 22:15, e a Jiwoo não dormia de jeito nenhum. O Jungkook já havia conseguido fazer o Jiyoung dormir, já a sua irmã, parecia que havia tomado umas cinco colheres de açúcar de tão agitada que estava aquela menina! Até que eu resolvo ficar rodeando a casa com ela no colo na tentativa de fazê-la dormir. Mas não dava certo até que eu fico na sala sentada com a Jiwoo no meu colo.

-Tá bem, pequena. Não tenho outra opção. Eu vou ter que cantar a música que o tio Gguk cantava para mim quando eu ficava sem sono! - eu falo e logo depois começo a cantar.- "Wheen I see you smile in the screen, you're good at everything

You're just perfect, feels like I've never been you

Do you even see me? Do you know who I am?

Oh how do I look now, you don't like me that

Come and teel so much, beautiful heart

Oh I'm gonna listen to you, please~

All the numbers to big, can't get out of your game

Oh I want to pain it like you, please

I want to be your decalcomania

I want you~

I want to be your decalcomania

I want..

I want you~"

Depois que eu termino de cantar, eu percebo que a pequena Jiwoo já estava dormindo tranquilamente. E eu fico sorrindo boba, imaginando como seria isso com a minha filha, ou o meu filho.

-Nossa. Você nunca tinha me falado que sabia cantar. - disse Jungkook aparecendo atrás de mim de repente.

-E eu não sei. Eu só tentei fazer a Jiwoo dormir. - falo me levantando do sofá.

-Tentou? Não parece. Desse jeito, você poderia ser uma ótima mãe. - disse o mais velho ficando atrás de mim com as suas mãos em meus ombros e beijando minha bochecha.

-Sério? Você acha mesmo? - eu pergunto e o maior assente. - Falando nisso, eu tenho uma notícia pra te dar. Mas antes, eu vou colocar a Jiwoo no berço.

-Tá bem. Eu vou contigo, pra te ajudar. - falou Jungkook me acompanhando até o nosso quarto, onde também ficaria o berço das crianças por um tempo. Eu deixo a Jiwoo dormindo em seu berço, verifico se o Jiyoung até bem e nós dois voltamos para a sala para conversar.- Então Amor, o que você quer falar?

-Gguk, você já pensou em ser pai? - eu pergunto.

-Bem, eu sempre pensei em ter filhos, e formar uma família com você. Mas eu não sabia se você pensava o mesmo. Por que tá me perguntando isso, Jagiya? - disse o mais velho.

-Então... Primeiro de tudo, eu espero que você reage bem a essa notícia, e não fique chateado, ou com raiva de mim. Tá bem? - eu pergunto um pouco nervosa.

-Amor, você tá me deixando preocupado. O que houve? - perguntou Jungkook se aproximando de mim e pegando nas minhas mãos.

-Você sabe que ultimamente, eu tenho passado um pouco mal, não é? - eu pergunto e o mesmo assente.- Há uma semana atrás, eu descobri que eu não estava doente.

-Então como você está, Choon Hee? - perguntou o maior preocupado.

-Jeon,... eu tô grávida, e você é o pai. - digo abaixando minha cabeça.- Eu descobri isso já tem uma semana, mas eu não tive coragem de te contar na hora. Me desculpa.

-Você não tem que se desculpar de nada, Pequena. - disse Jungkook com uma voz chorosa e os olhos marejados.

-Você... tá chateado comigo? - pergunto um pouco cabisbaixa.

-Como eu poderia estar? Essa é a melhor coisa que eu já ouvi em toda a minha vida! - disse o mais velho sorrindo e deixando algumas lágrimas escorrerem em seu rosto.- Eu não tô acreditando! Eu vou ser pai! Eu vou ser pai, Choon Hee! - disse o mesmo me pegando no colo e me girando no ar.

-Eu não imaginava que essa seria a sua reação. - digo sorrindo boba.

-Espera, ai meu Deus! Nós temos que comprar tudo para essa criança! Temos que comprar as roupas, os sapatinhos, os brinquedos, as fraldas e... - disse Jungkook desesperado, mas eu o interrompo.

-Amor! Nós ainda temos tempo de fazer tudo isso! Nem sabemos o sexo e o quanto a criança pesa ainda! - falo rindo um pouco da situação de Jungkook.

- Desculpa. É que eu tô muito feliz que tem uma criança minúscula aí na sua barriga! - disse o mesmo se ajoelhando e fazendo carinho na minha barriga.- Eu amo muito vocês dois! Você e essa criança que ainda vai crescer na sua barriga e nascer daqui a nove meses!

-Eu também amo vocês dois! - digo acariciando a bochecha do meu marido e ele logo depois me beija.

-Eu só quero ver a reação do Seyoon ao saber que vai ser tio! - digo fazendo nós dois rirmos.

-Vamos ver isso outro dia, pois agora vamos dormir! Já vai começar a ficar tarde e você sabe muito bem que essas crianças acordam mais cedo que nós! - disse Jungkook se referindo a Jiwoo e Jiyoung.

-Me leva no colo, Gguk? Por favor. - peço manhosa.

-Claro, Jagiya. - disse o mesmo me pegando no colo, estilo noiva, me leva até o quarto, me deita na cama e logo depois deita ao meu lado.- Boa noite, Choon Hee. Boa noite, bebê. Amo muito vocês!- disse o meu marido olhando para minha barriga sorrindo.

-Boa noite, Jeongguk. Nós também te amamos! - eu falo e ele ri me puxando para ficar mais perto dele e depois de muitas carícias, nós dois dormimos.

*Choon Hee OFF*

------------------------------------------------------

         ✶⊶⊶⊶Autora ON⊶⊶⊶✶

Depois disso, meses se passaram e o dia do bebê de Choon Hee estava próximo. Mas faltando apenas uma semana para a criança nascer, a bolsa de Choon Hee estourou e Jungkook a leva imediatamente ao hospital o mais rápido possível. Demorou algumas horas, mas o bebê finalmente havia nascido. Era uma menina híbrida linda e saudável. Os dois resolveram a chamar de Jeon Sun Hee.

Jungkook fazia o possível para ficar próximo das duas depois de seu trabalho. De vez em quando elas podiam acompanhar o mesmo nas suas turnês, e de vez em quando deviam ficar em casa a espera de Jungkook. Mas elas ligavam para ele todos os dias para sempre manterem contato com o maior.

Sempre que era alguma data especial, por exemplo aniversário da Sun Hee ou da Choon Hee, aniversário de casamento dos dois, ele sempre dava um jeito de ficar com elas. Mesmo algumas vezes tendo que ser com os meninos. Mas isso nunca era problema pois Sun Hee sempre brincava com todos eles e Choon Hee se divertia com eles e seu marido.

Atualmente, Sun Hee tem 2 anos, mas sabe fazer grande parte das coisas. Choon Hee tem 22 anos, e Jungkook 25 anos. E o mais velho estava tendo algumas semanas disponíveis para passar o tempo com sua esposa e sua filha.

        ✶⊶⊶⊶Autora OFF⊶⊶⊶✶


-------------------------------------------------------


Choon Hee ON:

Eu estava na sala vendo a minha filha Sun Hee brincar com o Kookie, nosso cachorro animadamente. E eu mal percebo que o meu marido estava atrás de mim.

-O que você observa tanto na nossa filha, Amor? - disse Jungkook se sentando do meu lado.

-Nada. Eu só amo demais ver a nossa pequena feliz. E eu espero que ela seja assim sempre. - falo.

-E ela vai. Porque você é simplesmente a melhor mãe e esposa do mundo! - disse o maior me fazendo ficar corada.

-Ah Gguk! - digo envergonhada e logo depois eu o beijo.

-Eca! Que nojo! - disse a nossa filha fazendo nós dois rirmos.

-Ah, Pequena vem cá! - disse Jungkook pegando nossa filha no colo e caindo na gargalhada com ele fazendo cócegas na menor.- E você não vai ficar de fora. Vem cá, Amor! - falou o mesmo deixando a menor sentada no sofá, me pegando no colo e beijando todo o meu rosto.

-Ah, Jeon! Para! - falo entre risos, ele me deixa no chão e eu pego Sun Hee no colo.

-Omma, appa, eu amo muito vocês! Sabiam? - disse a menor e nós damos um beijo na sua bochecha.

-Eu também amo muito vocês dois! - falo sorrindo.

-E eu amo muito as minha princesa, e a minha rainha! - disse Jungkook me dando um selinho, logo depois dando um beijo na testa de Sun Hee e nós três nos abraçamos.

*Choon Hee OFF*




     —————  Fim! ————— •





Notas Finais


bem gnt, parece que essa fanfic maravilhosa chegou ao fim. eu quero muito agradecer as pessoas q acompanharam a fanfic desde o começo até aqui e as minhas amigas q me ajudaram a escrever alguns capítulos daqui. mas não fiquem tristes! eu ACHO QUE VOU fazer uma segunda temporada. mas se eu não fizer, eu posto um especial de natal no meu ig se vcs quiserem. e ano que vem, eu vou postar uma fanfic do Jimin. aguardem.
bjs! até a próxima!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...