1. Spirit Fanfics >
  2. Jeon's mafia >
  3. Eighteen

História Jeon's mafia - Capítulo 18


Escrita por:


Capítulo 18 - Eighteen


Fanfic / Fanfiction Jeon's mafia - Capítulo 18 - Eighteen

... Continuação...

- Eu preciso quê você não diga nada s/n, se o Namjoon sonhar que falei isso para alguém, ele irá ficar muito bravo.

- Não se preocupe, eu não vou... Mas... Estão eu namoro meu tio?

- De verdade?- se senta na cama- Jungkook não é seu pai, então o Taehyung não é seu tio. O Jungkook só terminou de te criar... Você considera o Jungkook seu pai? Com cinco anos de diferença? 

- É... Ele que me fez acostumar chamar ele de pai, mas eu nunca o vi assim... Então Seokjin... Me explica um pouco isso.

- Vou tentar se o mais rápido possível, o nosso pai encontrou a Mayumin em uma cafeteria, eles se apainonaram... E ambos acabaram tendo o Taehyung. 

- E depois?

- Depois, o nosso pai descobriu que ela já tinha tido um filho com o Jeon e na época, havia só uma "guerra" entre nós, só por causa de espaço... Então, o Jeon descobriu o Taehyung... E... É um pouco difícil de falar. 

- Tudo bem se você não quiser contar... 

- O Jeon queria matar o Taehyung, mas a Mayumin não deixou... E... Ele matou a Mayumin. Nós todos ficamos sem acreditar, e a guerra começou aí. 

- Eu não sabia que meu avô foi tão cruel... 

- Por muitos anos, tratamos o Taehyung como um ninguém... Mas depois, vimos que... Ele não tinha nada a ver com isso. O Jeon não aceitava o fato da Mayumin ser feliz, ter uma nova família. Eu e o Namjoon perdemos a nossa mãe muito cedo, então a Mayumin... Preencheu essa falta que sentíamos. Foi terrível perder mais uma "mãe". 

- S/n, eu trouxe umas pantufas para você- Taehyung diz entrando no quarto.

- Com licença, beba o chá- Seokjin fala se retirando do quarto. 

- O quê vocês estavam falando?

- Nada não meu amor. Vem, vamos dormir...- Taehyung se joga em cima de mim me dando vários beijinhos.

Jungkook pov's 

Essa casa é muito grande só para uma pessoa morar... A mas traição da s/n foi maior... Eu não quero imaginar o que meu pai faria no meu lugar... Com certeza iria mata-la.

Mas... Eu não tenho coragem de fazer isso com ela. Até porque, ela é minha... Aprendiz. 

Nunca vi a s/n como minha irmã, muito menos como minha filha. Mas eu terei que fazer algo para isso acabar, se alguém da minha máfia descobrir que ela poderá virar uma Kim... É capaz de mata-la também...

Sou tirado dos meus pensamentos com alguém batendo na porta. Será que é a s/n? Não, não... Me levanto e vou atender a porta. Abro a porta dando-me a visão de Namjoon junto com Seokjin.

- O quê vocês querem?- digo seco

- Falar com você- Namjoon diz e dou passagem para eles entrarem. Ambos entram e se sentam no sofá- Nós sabemos o que você fez com a s/n.

- O quê vocês têm haver com a minha vida? Muito menos o que envolve eu e minha filha. 

- Jungkook, ela não é sua filha e você mesmo sabe disse- Seokjin fala 

- Você vai refazer tudo o que seu pai fez com sua mãe?- naquela hora meu sangue gelou. 

- O quê estão falando? 

- Jungkook, o seu pai matou sua mãe... Matou também a mãe do Taehyung- Seokjin diz se levantando.

- Eu não conheço a mãe do Taehyung, com certeza ela deteve algo para meu pai a mata-la.

- Jungkook- Namjoon se levanta ficando ao lado de Seokjin- Você e Taehyung são irmão por parte de mãe. O seu pai a matou depois que o Taehyung nasceu. Querendo ou não, ele é seu irmão e contém o mesmo sangue. 

- Nós só viemos para evitar que você faça o mesmo que seu pai.

- Saiam da minha casa... AGORA!

Ambos saem da casa me deixando sozinho com minha lágrimas. Não, não, não, não! Era pra essa desgraçada da Mayumin ter morrido antes de tudo, que ódio! Pego um vaso que havia ali perto e jogo na parede. 

Pego um pedaço do vaso e corto a palma da minha mão esquerda. Eu nunca senti tanta raiva na minha vida. Como eu nunca soube disso? 

Me deito no chão e lá eu fico pensando em tudo. Mas isso não vai ficar assim...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...