1. Spirit Fanfics >
  2. Jeon's mafia >
  3. Eight

História Jeon's mafia - Capítulo 8


Escrita por:


Capítulo 8 - Eight


Fanfic / Fanfiction Jeon's mafia - Capítulo 8 - Eight

~2 meses depois~

Busan, Coreia do Sul

Depois de dois meses, papai estava mais distante, frio, o quê não me chocava. Eu já estava acostumada com aquilo, e praticamente estava me tornando igual a ele. 

Hoseok não estava mais em Busan, ele se mudou temporariamente para Daegu. Então, eu não tinha muita companhia em casa. 

Eu melhorei muito em questão de atirar, usar facas etc. Mas uma coisa quê não saia da minha mente, era o Taehyung. 

Sério, ele era um pedaço de mal caminho quê eu queria muito. Mas sei quê nunca poderíamos ter nada... 

Como estou indo para casa a pé, isso era um risco, mas às vezes era bom. Paro na frente da sorveteria quê havia perto da faculdade. Quando eu ia pagar o sorvete, uma voz rouca de grossa, mandou-me parar. 

- Deixa quê eu pago para você- era Taehyung- Obrigado. Vamos?

Saio da sorveteria com o mais velho indo até um banquinho ali na frente mesmo. 

- Eu senti sua falta- Ele fala se sentando

- Sério? Porque não foi me ver?- digo vendo o loiro soltar um sorriso de lado

- Eu poderia acordar debaixo d'água. 

- Besta, mas... Sabe, é triste em saber quê... Nós nunca poderia ter nada. 

- Quem disse? 

- As máfia Jeon's e os Kim's. 

- S/n, desculpa a pergunta, mas... Você não conhece sua mãe? Ela nunca voltou?

- Nunca, nem ela, nem meu pai... Infelizmente eles não quiseram me tirar dessa vida quê eles mesmo me colocaram sem minha permissão. Mas e você? Quem é o seu pai?

- Também não faço ideia, meus irmãos nunca me contatam e pelo o quê eu conheço deles, nunca irão me falar nada.

- Isso é chato, não entendo porque eles te tratam assim. Mas, mudando de assunto, sabe aquele dia quê... Fomos até sua casa? E nós ficamos nos encarando? Então, meu pai não gostou nada disso- rio

- Você gosta de mexer com o perigo mesmo...- se aproxima

- Um pouco- puxo ele para mais perto- Meu perigo favorito está bem na minha frente. 

- E eu sou um perigo para você? 

- Muito, posso acabar até morta, porém... Eu não me importo- ao terminar a fala, Taehyung me beija com vontade. Aquele beijo estava tão bom, quê meu Deus...

Chego em casa, vendo papai mexer em seu notebook na sala. Passo reto porém ele me manda parar.

- Aonde você vai?- se levanta vindo até mim

- Para meu quarto. 

- E aonde estava? 

- Eu parei para tomar um sorvete. Qualé pai, eu tenho 18 anos, relaxa.

- Você pode ter 20, 29, 89 anos. S/n, você não percebeu quê faz parte de uma máfia perigosa e querendo ou não, contém inimigos quê querem nos ver mortos?

- Você não me faz esquecer disso, até porque minha vida é isso. Acha mesmo que eu queria está nesta vida? 

- E você acha quê eu escolhi isso? 

- Então porquê você não para? 

- Infelizmente não têm mais jeito, além de me dá muito dinheiro... É até satisfatório se sentir poderoso. 

- Cada um têm seus pensamentos, agora com licença- digo me virando e subindo a escada até meu quarto. 

Deito-me em minha cama e fico pensativa. Sinto quê a família Jeon têm muita história guardada... E eu preciso saber...  



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...