História Jikook - Ballet - Capítulo 36


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Park Jimin (Jimin)
Tags Bts, Dance, Hentai, Jeonjungkook, Jikook, Jimin, Jungkook, Lemon, Parkjimin, Yaoi
Visualizações 377
Palavras 1.097
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Próximo capítulo, sai já já, tem lemon namjin e talvez, jikook.

Capítulo 36 - Capítulo 35


— Você quer comer mais biscoitos? - pergunto à Jun, que está sendo apertada pelos braços de Taehyung, que está com ela no colo desde que chegamos. Yoongi surge da cozinha com uma bandeja cheia de doces e biscoitos e um pouco de chá e suco.

— tá, me conta tudo! 

— tudo? 

— É, Jimin, tudo! O que anda acontecendo na sua vida? Eu quero saber..

— Bem, eu ando bem... andamos, né, Jun? - ele sorri para a menina que começa à rir desesperada com as cócegas do novo amigo. 

— sim, estamos bem Yoongi oppa! - Ela diz, respirando pesadamente. 

— WOOOON, VOCÊS JÁ SÃO ASSIM? - Hoseok grita, animado, e Yoongi revira os olhos. 

— enfim.. você tem mais coisas pra me contar. Eu sinto. Estou vendo nos seus olhos. 

— Não é nada de mais, Hyung. Estou apenas com dor de cabeça de alguns estresses.. 

— e o Jungkook? Ele te trata bem?

— Jungkook appa trata o appa Minnie muito bem! - Jun diz, fazendo uma carinha zangada e todos rimos de sua defesa à meu favor. 

— que fofo. Ela te chamar de Appa. Ela é uma gracinha, Jimin! - Tae diz, apertando as bochechas dela me tirando um sorriso bobo. Já me sinto apegado à ela. 

— Tae, quando eu te vi, não acreditei. Olha esses dois chatos, como você consegue ficar mais aqui do que na sua casa? - digo sendo acompanhado pelas suas risadas e Hoseok joga uma almofada em mim

— eu também não sei... quando percebi, já me via perdidamente perdido sem eles... eles cuidam de mim, como se fosse da família... 

— mas você é da família, meu bebê.. - Hoseok diz sentando ao seu lado e fazendo carinho em seus cabelos. — Tae é um bebê. Ele é mais novo que a gente e tratamos ele como nosso neném.. 

— tá mais pra gatinho manhoso... - Yoongi diz, levantando e beijando a cabeça do rapaz bonito segurando Jun.


➡➡➡ 

— bem.. acho melhor irmos, certo, Jun? Não queremos nos atrasar, sabemos o pai que temos... 

— pai, Jimin? - Yoongi me olha com um olhar de duplo sentido

— Não quis dizer nesse sentido, seu mente suja! - ele começa à rir e eu levanto pegando as coisas de Jun, e Tae levanta com ela no colo. 

tchau, coisinha mais fofa! - ele aperta ela, e ela ri de forma adorável, do jeito Jun. 

⏩⏩⏩


— er.. Então.. o que as pessoas dizem pros filhos? Tipo... Você arrumou sua cama? - falo, colocando Jun no chão, fazendo Jungkook e Jun rirem da minha desgraça 

— amor, não se esforce tanto, tá bom? Nem eu falo isso.. - ele ri e deixa um beijo em minha testa, pedindo licença pra atender o telefone. 

Eu e Jun começamos à preparar o jantar e depois de um tempo, ouvimos a voz de Jungkook, que parecia muito furiosa

— acho que o papai tá brigando com alguém... de novo... - olho para Jun, que está com um biquinho triste, enquanto despedaça alguns ramos de salsinha pra usarmos como tempero na comida. Ver Jungkook estressado, afeta ela tanto quanto eu.

— fica aqui, eu vou ver o que está acontecendo. Consegue terminar ai? 

— Sim, appa Minnie! - ela me dá seu melhor sorriso e deixo ela terminando, indo em direção ao corredor do escritório. Não preciso me aproximar muito pra ouvir os gritos de Jungkook ao telefone

— EU JÁ DISSE HOJE NA REUNIÃO. EU NÃO QUERO ELA AQUI. EU NÃO QUERO ELA PERTO DA MINHA FILHA, KYUNGSOO.. EU NÃO QUERO SABER, SÓ MARQUE ESSA PORCARIA PARA UM AUDITÓRIO. ELA É UMA CRIMINOSA. ESTAMOS LIDANDO COM UMA CRIMINOSA, ME ENTENDEU? - eu me assusto quando escuto o barulho de algo caindo, e entro na sala sem bater, assustando o mesmo. Sua expressão suaviza quando ele me vê e vejo que seu rosto está muito vermelho. 

— e-esta tudo bem? - pergunto, com certo receio

— Sook quer ver a Jun. Ela não tem restrição de afastamento dela. Ela tem direitos como mãe e está usando isso ao favor dela. Ela quer marcar uma reunião aqui em casa, pra falarmos à respeito dela.. - ele diz e sinto minha espinha esfriar. Sinto meus músculos tremerem. Não sei se corro até seus braços e o conforto ou começo à chorar de medo... Não, eu preciso ser forte. Força, Jimin, Você está aqui por eles!

Abraço o corpo rijo de Jungkook, sentindo meus pés sairem do chão e sinto suas mãos apertarem forte minha cintura me puxando o mais perto dele possível. 

— meu amor.. vai dar tudo certo. Lembre-se, estou aqui por você... - sinto ele fungar em meu pescoço, soltando um gemido frustrado

— Você tá tão cheirosinho, e eu estou tão estressado... eu nem tive tempo de brincar com você.. me desculpa! 

— Não peça desculpas. Teremos tempo pra isso, lembre-se! Agora vem, deixei a Jun na cozinha e ela vai colocar fogo por se achar adulta!

— Não duvido nada... - ele entrelaça a mão na minha, e andamos até a porta balançando as mãos. 

— e, meu amor.. - paro na porta, e me aproximo de seu ouvido, sentindo sua mão automaticamente parar no meu quadril — quero ser seu baby hoje à noite depois que a Jun dormir, o que acha? Podemos brincar um pouquinho pra tirar o nosso estresse.. - sinto um aperto na minha bunda e um sorriso ladino de Jeon, recebendo isso como resposta. Ele se aproxima para beijar meu pescoço, então corro até a cozinha ouvindo suas risadas. 

Jun está do mesmo jeito que a deixei, concentrada nos ramos de salsinha. Graças ao bom Deus ela é ingênua..

— Appa Minnie, já contou a novidade pro appa? 

— novidade? - ouço a voz animada de meu namorado atrás de mim e congelo frio no lugar. Merda, eu não contei ao Jungkook à respeito de NY e eu nem pretendia, não agora, não com tudo que está acontecendo... — Ah, é verdade, qual a novidade que você tinha pra me contar? 

— er... sobre uma festa. Yoongi Hyung dará amanhã, e nos convidou. 

— ah, sim. Que legal... se eu estiver com o trabalho feito antes das 17:00, vamos sim, anjo. - respiro aliviado, essa foi por pouc-

— Não, appa Minnie, eu não tô falando disso, que bobinho, eu tô falando do que disse hoje na casa do tio Yoongi..

 Ele vai pra New York, appa. Vai dançar numa apresentação como  principal e vai fazer tour pela america toda. Não é incrível?  - 


Ingênua, com ouvidos biônicos e com uma memória fotográfica de dar inveja!


Notas Finais


Já volto, não desiste!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...