História Jikook - Mais uma chance - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, Got7, TWICE
Personagens Jackson, Jennie, Jeon Jeongguk (Jungkook), Jisoo, Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Lisa, Mark, Min Yoongi (Suga), Momo, Park Jimin (Jimin), Rosé
Tags Jikook
Visualizações 42
Palavras 2.035
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, LGBT, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem do capitulo .

Capítulo 6 - Capítulo 6


Fanfic / Fanfiction Jikook - Mais uma chance - Capítulo 6 - Capítulo 6

- O que devemos fazer doutor?

- Certo, fica de olho nos batimentos, se cair muito avisa, bisturi, aperte aqui temos que parar o sangramento, não precisa ter medo, pode apertar com força.

 

- Estou quase terminando de conectar as veias Taehyung.

- Certo, eu já consegui parar o sangramento, já estou fechando.

-Terminado aqui, vou para a cirurgia do Jungkook.

 

-Cheguei, como está o coração dela?

- Está instável doutor.

- Ok, bisturi.

 

Se passaram 6 horas desde que a cirurgia tinha começado, Jimin tinha aparecido 30 minutos depois, aconteceu muitas complicações, por um momento, quase o coração parando de bater, mas quando chegou o fim da cirurgia, estava tudo bem com a paciente, ela ainda estava correndo alguns riscos, mas Jungkook iria avaliar a situação dela mais na frente, se tudo ficasse bem ela poderia ir embora em 1 mês do hospital, ele estava esperançoso.

- Bem, vou falar com os pais dela e dizer como foi á cirurgia.

-  Posso ir com você, vou querer me explicar.

- Ok.

 

- Doutor como está minha filha? Ocorreu tudo bem?

- Aconteceu algumas complicações, o estado dela ainda está grave, mas vou observar ela durante esses dias, se tudo estiver ela poderá ir em um mês.

- Eu não pude ir na hora em que foram para cirurgia, pois eu ainda estava na minha que também aconteceu algumas complicações, mas no final deu tudo certo.

- Bem fico feliz em saber que ela ficou bem depois da cirurgia, vamos para o quarto encontrar ela querido?

- Sim vamos, obrigado doutores.

- Bem Jimin, eu vou no refeitório comer alguma coisa.

- Vou junto.

 

Entraram dentro do refeitório e pegaram a comida, para a surpresa de Jungkook o Jimin sentou-se com ele, eles conversaram e deram risadas, quem olhassem para eles pensariam que eles eram melhores amigos.

- Como está sua mãe Jimin?

- Muito bem, não quer mais voltar para cá, ela amou aquela cidade e sua mãe como está?

- Bem, disse que vai vir no hospital te ver.

- Sério? Agora vou ficar ansioso para ver ela.

- Sabe Jimin, fico feliz de você ter voltado.

- É eu senti muita falta daqui.

Conversaram mais um pouco, mas Jungkook precisava falar com o Yoongi urgentemente sobre a Marcela; procurou por ele por todo hospital, perguntou para algumas pessoas mas ninguém sabia onde estava o Yoongi, até que viu ele passando e correu até ele.

- Yoongi até que fim te encontrei.

- Achei que estava na cirurgia( voltaram a andar)

- Não ela terminou as 18:30 da tarde, a Marcela está estável, passou por algumas complicações e principalmente que ela foi mais cedo para cirurgia e que ela quase morreu.

- Entendo, qual é a sua posição sobre o quadro dela?

- Vou ficar observando ela, mas acredito que em um mês ela poderá ir, mas até lá vou ficar de olho na recuperação dela.

- Ok, qualquer coisa nova venha me avisar ( Jungkook acenou a cabeça fazendo um sim), e por sinal você viu a Lisa?

- Sim, ela conversando com Jin hyung quando passei por eles, perto da sala de medicamentos, olha eles ali, não saíram daquela posição, bem já vou indo.

 

- Jungkook quero falar com você.

- Ah oi Jin hyung, pode falar.

- Soube da sua cirurgia, sei que a paciente está bem, fiquei feliz que você conseguiu controlar a situação sem o Jimin lá.

- Obrigado Jin hyung.

Bem na hora em que os dois pararam de conversar houve um apagão no hospital. Jin começou a reunir todo mundo, falou que os pacientes que precisavam ou estavam sendo monitorados por aparelhos, eram para pegar as reservas pois elas não precisavam de energia para funcionarem, e disse que ninguém ia embora, todos  iam fazer as rondas e avisou que qualquer paciente do trauma que chegassem eram para tentar fazer algo sem precisar da sala de cirurgia pois sem luz não tem como os aparelho funcionar, se algum vier bem grave era para avisar a ele.

- Todos dispensados.

- Momo me faça um favor, pega o reserva e leva no quarto 122, estou indo lá ver a paciente.

- Ok, vou levar imediatamente.

 

- Parece que foi na cidade toda esse apagão ( falou a Hwasa, pegando um reserva para levar na ala dos bebes).

- Sim, quero ver o que vai acontecer se alguém chegar no trauma e o caso precisar de uma cirurgia urgente( disse o Mark, pegando um reserva para levar no quarto 143).

- Não quero sem pensar nisso ( disse a Jisoo, procurando um medicamento que o Hoseok tinha pedido), e é melhor vocês também não, se a cidade ficou sem luz, não tem como fazer as cirurgias.

 

- Acabei de transferir uma cirurgia para amanhã( disse a Jennie para Taehyung e Yoongi).

- Você ia fazer agora de noite?

- Sim, a paciente queria o mais rápido possível e tinha um disponível de noite.

- Mas você não tinha acabado uma agorinha, você sabe que não faz bem fazer muitas cirurgias no mesmo dia( disse o Taehyung preocupado).

- Eu sei, mas fazemos o que eles querem, mas vamos deixar para lá, vou ver um paciente, com licença.

- Bem, vou ver os bebes.

 

- Jimin, você está aqui, está procurando o que?( perguntou o Hoseok)

- Uns remédios, estou ajudando levando para os pacientes.

- Oh, deixa eu te perguntar, como estão você e o Jungkook?

- Bem  somos colegas de trabalho, trabalhamos harmonicamente.

- Não estou falando desse jeito e sim do outro jeito, sei que você não sabe, mas quando você foi embora ele sofreu muito, quase entrou na depressão.

- É você tem razão eu não sabia disso, mas isso não muda  sobre o que eu penso dele.

- Mas devia, eu sei o que ele fez não foi legal com você, mas as pessoas mudam e ele te amava e ele ia te contar sobre a aposta.

- Mas não contou.

- Sei que quando você foi embora você encontrou outra pessoa; mas como eu disse ele quase entrou em depressão e não ficou com mais ninguém, ele sempre te esperou Jimin ( Jungkook se aproximou da porta e ficou ouvindo)

- Então por que ele não foi me encontrar na outra cidade? Se ele me ama tanto como você diz, porque ele não foi?

- Não sei, pergunte a ele, vou deixar vocês sozinhos ( Jimin se vira e vê Jungkook quase pulando em cima do Hoseok)

- Ele não devia ter falado nada.

- Me responde Jungkook.

- Medo, eu tinha medo e arrependimento do que tinha feito, não tinha coragem de te ver, mas quando se passou uns anos eu  tive coragem e fui até lá, mas te vi com um cara, você estava o beijando, então vi que tinha te perdido e voltei para cá.

- Você foi até lá, me viu com Taemin eeu não sabia, o Taehyung não tinha me contado.

- Eu fui sem ninguém saber, não tinha contado a ninguém, então você voltou e quando soube que estava solteiro eu pensei é a minha segunda chance.

- Eeu não sei o que dizer, ele tá vindo para cá, em três dias ele aqui, não sei o que pensar.

- Não pense ( Jungkook beijou o Jimin, um beijo lento  cheio de amor e para outra surpresa Jimin correspondeu o beijo).

- Eu não devia ter feito isso( e saiu correndo com os remédios na mão)

 

- HOSEOK não sei se te amo ou te abraço.

- Por que? O que aconteceu entre vocês dois?

- Eu beijei ele e ele me correspondeu.

- Oh, estou realmente chocado.

- E também eu disse uma coisa a ele que ninguém sabe.

- O que? Fala fiquei curioso.

- Eu tinha ido atrás dele uns anos atrás, mas ele já estava com o Taemin.

- Oh, bem agora ele não está, então estou torcendo por você.

- Obrigado.

 

- Ei JIMIN PARA POR FAVOR DE CORRER, obrigada.

- Oi Irene, precisa de algo?

- Sim, quero saber se você está com essa pomada xxxx?

- Sim, aqui( e lhe entregou a pomada)

- Está tudo bem?

- Não sei, você conhece o Jungkook faz um tempo né?

- Sim, porque?

- Desde que vocês se conhecem, ele namorou com alguém? ( sabia a resposta mas queria saber se era verdade)

- Não, eu até perguntei a ele, por que ele não namorava com alguém, mas ele me disse que o coração dele já tinha um dono e que só estava esperando essa pessoa voltar para ele ter de volta, bem tenho que ir obrigada.

- Tchau.( então é verdade tudo que o Hoseok e ele disseram é verdade, e agora estou mais confuso que antes, preciso encontrar o Taehyung e o Namjoom)

- Jungkook você viu o Jimin?

- Não Namjoon Hyung, desde a sala dos medicamentos eu não o vejo.

- Ok, obrigado, quer ajuda isso parece pesado.

- Não precisa obrigado.

 

- JIMIN te achei, eu preci... você está bem?

- Não sei, o Jungkook me beijou, estou mais confuso que antes, não sei o que fazer e nem o que pensar.

- Primeiro não pense, deixa isso pra lá em casa, aqui tem um milhão de coisas para fazer e se você pensar no beijo vai te atrapalhar em tudo e não é o que queremos, certo?

- Sim você tem razão, então o que você  ia pedir?

- Pra que você no quarto 345 e falar para o paciente que daqui a pouco vou lá, estou indo ver um outro paciente agora.

- Claro, estou indo lá agora.

Jimin fez o que Namjoon havia pedido tinha falado ao paciente que o Nam estava vindo ver ele; depois que saiu do quarto  tentava não pensar no beijo, mas quando se via, já estava tocando os lábios e se lembrando do beijo, então chacoalhava a cabeça para não pensar no beijo.Com Jungkook era diferente ele não parava de sorrir e também não parava de pensar no beijo, fala para si mesmo que mesmo que no outro dia Jimin não falasse com ele, o mesmo não se importava pois o tinha beijado e o mesmo retribuiu e Jimin não iria poder negar isso, com esses pensamentos na cabeça acabou esquecendo uma pasta na sala dos médicos e teve de voltar lá.

- Jungkook você me assustou.

- Me desculpe Lisa, só vim pegar essa pasta, eu acabei me esquecendo dela.

- Você sabe quando a luz irá voltar?

- Pelo que eu ouvi vai demorar mais umas duas horas, você sabe que horas são?

- É 23:45, estou quase indo para nossos dormitórios, mas tenho uns pacientes para ver.

- Aguente firme, pode ser que a luz volte mais cedo.

- Eu estou pedindo por isso Jungkook.

 

Jimin estava procurando pelo Taehyung, Jin o havia parado para pedir que ele o procurasse ( Jimin encontre Taehyung e peça para ele me encontrar na sala dos medicamentos por favor) mas já fazia meia hora que  estava o procurando.

- Chefe, eu não o encontrei.

- Continue, fala para ele que vou estar na ala dos bebes.

- Ok

Jimin voltou a procurar o Taehyung. Jungkook estava conversando com o Yoongi, quando viu o Jimin passando pelo corredor parecendo que estava procurando por alguém, Jungkook queria falar com ele sobre o que tinha acontecido mais cedo, queria saber sobre os sentimentos dele por ele.

- Olha Yoongi eu preciso falar com o Jimin, com licença.

- Vai lá.

 

- Jimin, o que está fazendo?

- Procurando o Taehyung, o chefe pediu para mim.

- Posso te ajudar se quiser.

- Não quero, obrigado.

- Jura, conheço todo esse hos...

- O que você quer realmente Jungkook?

- Quero conversar sobre o beijo e te ajudar pois a pilha da sua lanterna vai acabar.

- Vamos falar sobre o beijo em outro lugar, onde fica o dormitório mais próximo?

- Logo ali, vamos, vai você não vai conseguir enxergar sem a lanterna.

- Ela ainda não apa... deixa para lá.

- Exato, olha é aquele ali, pode abrir se quiser.

- VOCÊS!


Notas Finais


Quem será que é que o Jimin e o Jungkook viram?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...