História Jikook em Feelings Explosion - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bangtan Boys, Jikook, Namjin, Vhope
Visualizações 25
Palavras 1.356
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Good read ❤ Boa leitura
Ah, já me desculpo por qualquer erro de escrita!!

Capítulo 17 - Namoradinho


Fanfic / Fanfiction Jikook em Feelings Explosion - Capítulo 17 - Namoradinho

Jimin On 

Já tinha se passado uns meses desde que eu Jeon namoravamos e até hoje não o levei para conhecer minha família, nem muito menos ele, as vezes ficava intrigado pelo simplemente fato de Jeon esnobar a família, muitas das vezes que estavamos passeando ou indo pra algum lugar, sua família ligava e Jeon respondia friamente e muitas vezes desligava. De fato eu estranhava muito esse comportamento, até mesmo porque o Jeon que eu conheço é doce e gentil com todos.

- Amor ? - cutuco de leve seu ombro, ele se vira e me fita 

- O que foi ? Está tudo bem ? - perguntou preocupado enquanto largava seus livros na escrivaninha 

- Sabe, eu estava pensando... E o que acha de marcamos algo com as famílias ? - pergunto receoso, logo vendo o mais novo suspirar e voltar seu olhar aos livros 

Suspiro pesadamente e vou até a cozinha preparar o almoço, afinal Jeon estava preocupado demais com esse exame pra faculdade de medicina, que era um dos seus sonhos e confesso que um dos meus também, mas como já tinha estudado antes de voltar pro apartamento, me tranquilizei.

Escuto um leve suspiro vindo da sala, e logo depois ouço passos vindo da sala.

- Eu posso ver com eles - disse Jeon se apoiando no balcão

- Você que sabe - dou de ombros e o mesmo me analisa de cima baixo 

- Temos que comprar os ternos do casamento - acenti e saí sem dizer mais nada 

Vou até o meu quarto, ligo a TV e me deito na cama, enrolado nos cobertas, afinal o tempo não colabora.

- Ei, por que saiu assim ? - disse Jeon esconstando no batente da porta 

- Achei que não quisesse incomodo, estava tão concentrado nos estudos - suspiro fechando meus olhos 

Sinto um peso na cama e suponho que seja o meu homem, mas decido continuar assim, por mais que eu tente, eu nunca vou entender ele, esse garoto frio mas ao mesmo tempo intenso...

- Você nunca me incomoda - disse rouco em meu ouvido 

- Não mesmo ? - o olho sorrindo, satisfeito com assim resposta

- Claro que não meu namoradinho - deu uma leve mordida em meu pescoço, logo depois selando nossos lábios com muita paixão, claro que retribuí, mas quando as coisas já iam esquentando, corto o clima.

- S/N e Min vão vim pra cá - o olho como se estivesse querendo dizer que não podiamos e ele apenas acentiu voltando aos seus estudos.

Acabo de assistir toy store pela milésima vez, Jungkook adora esse filme,  mas acabou por ficar lá estudando. 

Vou até o banheiro e tomo uma ducha quentinha, e logo depois saio pegando uma roupa confortável.

Depois de alguns minutos, escuto a companhia tocar e sou surpreendido por já ver meu amor abrindo a porta.

- Pelo menos ele parou um pouco de ler esses livros - pensei 

Vejo S/N entrar com sua barriguinha que já estava muito grande, sorrio estantaneamente e vou até a mesma a abraçando de leve.

- Como vai o meu pequeno sobrinho ? - sorrio fazendo um carinho em sua barriga 

- Vai bem - disse Min colocando um sorriso suave na sua carranca 

- Conseguiram conversar com os pais ? - disse Kook voltando a enfiar a cara nos livros 

- Ainda não, queremos marcar pra amanhã - disse S/N meio receosa 

- Os meus pais a gente conversou - disse Min - E eles aceitaram bem, mas os pais do Jimin e S/N ainda não - deu de ombros 

- Eles são chatos - disse S/N se sentando no sofá - O que estava fazendo com a cara nesses livros Jeon Jungkook?  - ele a olhou pós alguns segundos e seu olhar se pairou diante todos os livros que ainda teria que ler 

- As provas estão chegando, preciso arranjar um emprego - disse indiferente - O que vai fazer Min ? - olhou pra os mais velho 

- Ainda não tenho certeza, mas não vou ficar sem emprego - lançou um olhar confiante e Jeon sorriu ladino.

Uma das coisas que eu percebi durante esses meses, é que o pequeno Jeon, na verdade pequeno não, vocês entenderam, começou a ser mais maduro diante a tudo, confesso que esse lado eu nunca esperaria do Kookie, ele era tão brincalhão, mas acho que acabou tomando conhecimento de que devia crescer.

- O que acha de irmos todos na minha casinha?  - faço ênfase no casinha e Min solta uma risadinha 

- Eu não discordo,  vai ser melhor se não estivermos sozinhos, vai ver o Jeon não conquista o coração duro deles, ele tem jeito com isso - disse S/N se deitando no sofá 

- Pra mim tudo bem - disse Jeon adentrando no quarto 

No dia seguinte....

Acordo com uma pequena dificuldade, afinal a cama estava tão quentinha e os braços do Kookie, tão confortáveis, sinto como sé estivesse sendo protegido por um grande coelhinho.

- Mas como a vida não é um mar de rosas - pensei 

Me levanto de mal humor e vou direto para o banheiro, e a primeira coisa que eu faço ? Tomar uma ducha congelante, pra acordar, apesar desse tempo maldito. Saio do banheiro com uma toalha enrolada em meu corpo e vejo que Jeon me encara com soslaio.

- Está apaixonado é ? - o fito abaixando um pouco da minha toalha pra provocar, e ele sorrir tirando a camisa 

- Claro que não namoradinho - disse tirando a roupa na minha frente - 1 a 0 - sorriu e entrou no banheiro 

Vocês devem estar se perguntando: " Por que esse louco agora te chama de namoradinho ?" Bom essa é uma história bem erótica.

FlashBack...

Estavamos assistindo um filme romântico, até que o rapaz que era advogado, entra com a mulher no elevador e os dois começam a se pegar na cara de pau.

Teve uma hora que o ator falou: " Garotinha, gema mais baixo, não quero que os outros escutem a gente, geme só no meu ouvido baby " disse isso pelo fato dele ter apertado o botão pras portas fecharem, então eles acabaram ficando no térreo.

- O que acha de tentarmos ? - disse Jeon me olhando maliciosamente

- Claro que não, você parece que bebe - rio da sua cara de cachorrinho - Ok, você me convenceu 

Horas depois 

Estavamos no elevador do shopping, quando Jeon decidiu checar as câmeras e pelo meu azar não tinha, e ele estava determinado a fazer isso, lembro de todos os lugares que já fizemos sexo, no banheiro, no armário de limpeza, na escada de emergência, mas nunca no elevador, principalmente do shopping.

Jeon apertou um botão, que fez o elavador parar e o mesmo me olhar com um sorrisinho que eu sabia bem o que significado.

Depois de alguns minutos me fitando, ele veio pra cima de mim ferozmente, me arrancando um gemido abafado por seu toque em minha pele. Aos poucos o mais novo foi tirando minha blusa e deixando várias mordidas e beijos pelo meu corpo e quando percebi já estava só de cueca, decido virar o jogo, então começo a tirar sua roupa deixando algumas mordidas por seu pescoço, escuto o mesmo resmungar mais continuo, até o mesmo me jogar levemente no chão, sem me machucar claro, logo depois desliza em cima de mim me beijando (A: A parte que ele e o Jimin deslizam em Blood Sweat and Tears).

Logo depois ele penetra devagar seu pênis em mim, eu já estava fervendo, vejo que ele está me provocando indo devagar demais, então faço um sinal pra ele ir mais rápido, mas ele neg, chegando perto do meu ouvido estava sussurrando :

- Geme que o daddy faz - disse roucamente sexy

Fiz o que o mesmo pediu e gemi seu nome em seu ouvido e o mesmo aumento a velocidade das estocadas, penetrando cada vez mais fundo. Percebo que já estava gemendo alto, até que ele põe sua mão na minha boca e diz :

- Geme só pra mim namoradinho - sorriu safado 

Falshback Off ....

E foi essa a história de onde surgiu essa merda de apelido, antes ficava constrangido com esse apelido, mas hoje em dia nem ligo.



Notas Finais


Beijos, até o próximo !! 😘
Pequeno spoiler, vai ter umas tretas com as famílias !!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...