1. Spirit Fanfics >
  2. JIKOOK-Eu odeio você (ABO) >
  3. O quê?

História JIKOOK-Eu odeio você (ABO) - Capítulo 90


Escrita por:


Notas do Autor


BOA LEITURA ❤❤❤❤

Capítulo 90 - O quê?


Fanfic / Fanfiction JIKOOK-Eu odeio você (ABO) - Capítulo 90 - O quê?

~Jungkook on~

Cw: Eu já pedi desculpa, então por que está correndo atrás de mim?! -O jogo na grama e fico com os braços um em cada lado de seu corpo-

Jk: Você beijou ela, no quarto dela, na minha casa e ainda não sabe se controlar Chae. -Digo firme-

Cw: Ei... calminha... poxa, pra quê esses olhos vermelhos hein? Juro que foi ela quem beijou primeiro. -Desvia o olhar-

Jk: E você não achou ruim, certo espertinho? Não confio em lúpus. -Saio de cima dele e me sento, normalizando minha respiração... estamos correndo há minutos e os outros ficaram onde estávamos-

Cw: Não confia em você mesmo? -Debocha suspirando e deitando em meu ombro- Tio Kook.

Jk: Hum? -Resmungo relaxando meus músculos e ouvindo a respiração descompassada dele-

Cw: Você... acha que eu conseguirei controlar em tão pouco tempo? -Fala baixo, porém audível-

Jk: Jimin disse que se eu consegui você também conseguirá. Mas eu sou um adulto Chae... você é só um adolescente irresponsável e apaixonado. -Suspiro franzindo o cenho enquanto vejo... Lyanna? Lá longe-

Cw: Tio? -Olho pra Chae que sacode as mãos na minha frente e acaba acertando meu nariz-

Jk: Chae! -O empurro na grama e passo a mão em meu nariz. Olho novamente em direção a tal mulher que se afasta enquanto anda agora com uma criança... parece ela... ou talvez não. Ela não mora mais aqui Jungkook-

Cw: Você está bem? Está cansado? É a idade? -Lhe dou um cascudo- Poxa...

Jk: O que havia perguntado? -Passo a mão em seus fios, alinhando os mesmos de volta ao que era-

Cw: Como foi a sua primeira vez com o Tio Mochi? -Me olha curioso mudando a expressão para uma envergonhada- Você... estava com medo... de o machucar?

Jk: Está falando isso por que tem medo de machucar Sohye? -Ele acena desviando o olhar- Eu... estava confiante Chawon. Já havia o feito várias vezes com outros lobos ou lobas. Eu já... sabia me controlar nos meus cios. Mas quando vi Jimin... em baixo de mim, com medo... receio, mesmo ele se oferecendo para me ajudar... era a primeira vez dele. Eu fiquei com medo por um momento Chaewon. Mas... passou... porque se eu ficasse com medo, como poderia o tranquilizar? Me controlar? -Olho para ele que acena compreendendo- Se deixar seus medos te controlarem... ela ficará com medo também Chaewon e acredite em mim quando digo que se vocês realmente a escolheram... não irão querer vê-la com medo, nunca.

Cw: Eu prometo que vou conseguir Tio Kook. Acha que o cio dela virá antes do meu?... não saberei como agir...

Jk: Claro que saberá. É um alfa... alfas sabem como agir. -Suspiro me levantando e o puxando pelas mãos- 

Cw: Nos afastamos de mais. -Se curva com as mãos nos joelhos e me olha de baixo-

Jk: Culpa sua Pirralho. -Puxo sua orelha-

Cw: Obrigado. -Diz enquanto caminhamos de volta. O olho confuso- Por tem convencido minha Omma a me tirar do castigo.

Jk: Você defendeu minha filhote Chae... te devia uma. -Digo simples-

Cw: Claro... sogro. 

Jk: Pirralho! -Corro atrás dele novamente. Quase esbarrando em algumas pessoas e crianças mas continuando a correr... caramba, Chae é rápido de mais! Imagino ele lutando contra aqueles três-

Hn: Vocês estão suados de mais... Meu Deus da lua... -Faz careta e eu a abraço bem forte- Eca!  Tio koooookkk!

Jk: Prontinho... você está igual. -Sorrio para ela que mantém uma expressão irritada no rosto e me sento ao lado de Jimin-

Jm: Pegue. -Me entrega um pedaço de bolo- Só temos suco... e você por pura frescura, não gosta. Nhaa! -O abraço, roçando meu peito ao dele e meu pescoço em sua bochecha- Amor!

Jk: Até parece que não está acostumado. -Sussurro em seu ouvido e mordisco sua orelha antes de lhe dar um beijinho suave no local-

Jin: Eu saio pra comprar sorvete e quando volto as princesas estão se comendo é? -Reviro os olhos e Jimin tenta agredí-lo-  Olha filhotes! Estão tentando me matar! -Se deita em cima dos gêmeos que resmungam-

Eun: Ah não. Não quero ser a vela nessa família. -Resmunga se sentando ao meu lado e deixando Chae e Soh ao lado um do outro- Tome cuidado com ele... -Sussurra debochado pra mim-

Cw: Tio Hobi, o senhor paga a funerária direitinho? -Eun arregala os olhos pequenos- Se continuar irá ser o seu fim, ômega.

Ej(Eun-ji): Omma! Estou sofrendo Bullying aqui. Olha! -Aponta pra Chae que agora está batendo nele- Paara!

Hs: Se não parar com isso você passará dois meses sem celular. -Ameaça Eun que suspira empurrando Chae que quase caiu em cima de Sohye-

Ej: Tudo, menos sem celular Omma.

Cw: Eu sei para o quê você quer celular. -Debocha indignado-

Ej: Já disse que eu não sabia. 

Hs: Sabia do que Eun? -Indaga curioso e Eun engole seco- 

Ej: Nada... Omma.

Yg: Deixe ele. -Puxa Hobi e o beija lentamente-

Jh: Omma disse que casais namoram em cada... vocês não têm casa, Tio Suga? -Suga sorrir mordendo a boca de Hobi e olha para Ji-Hye que os encara curioso e preocupado- Querem morar na minha?

Yg: Nós temos uma casa pequeno. E por mim estaríamos lá... fazendo coisas interessantes. Mais do que ficar olhando para a cara de bobo do seu Appa. -Sussurra a última frase e olho para os outros filhotes que resmungam algo enquanto suas bochechas coram... até Eun. Esse sofre-

Jm: Amor. -Sussurra e eu o olho curioso- Quero deitar... 

Jk: Pensei que estivesse com nojo do meu suor queridinho. -Debocho e ele faz bico, com os olhinhos brilhando e encarando os meus- 

Jm: Por favor. -Sussurra quase inaudível-

Jk: Deite. -Abaixo minhas pernas para que ele deite, mas ele se senta de lado em meu colo e se roça abrindo minhas pernas e ficando entre elas- Pensei que era pra deitar. -Debocho segurando sua cintura-

Jm: Eu estou deitando. -Diz aconchegando a cabeça em meu peito- 

Mh: Eles não são fofos? Porque eu acho fofo e só a minha opinião importa. -Jimin rir baixinho fechando os olhos-

Ej: Prefiro um outro casaaaaiiiii! Chae! -Resmunga acarinhando o próprio braço- 

Hn: Idiota. -Revira os olhos e morde um pão-

Ej: Chata. -Rebate se deitando no colo de Chae- 

Bk: Sabem de uma coisa? -Chama a nossa atenção e ele sorrir- Eu gosto de vir pra cá com vocês. Você não gosta lindinho? -Remexe os fios de Ji-Hye-

Jh: Sim. São todos loucos mas eu gosto sim. 

Hn: Não sou louca.

Ej: É Chata Hye... isso que ela é. -Reclama enquanto brinca com os cordões da roupa de Chae-

Yg: Pare de implicar Eun. -Diz simples e o filhote revira os olhos- Está revirando os olhos pra mim? -Franze o cenho-

Ej: Não Appa. Desculpe. -Solta um beijinho no ar para Suga, que suspira-

Nam: Podemos jantar amanhã? Na casa do Kook. -Sorrir pra mim-

Jk: Cabaré mesmo né.

Jm: Não a minha casa, a que você mora pode ser. -Sussurra-

Jh: Não quero o Won em casa.

Cw: Mas eu sou o prato principal queridinho. -Adentra os fios negros com os dedos-

Hn: Eu não quero o Eun-ji. -Abraça Ji-

Ej: E ninguém quer você lá. -Rebate e Hana o olha surpresa, ele desvia o olhar naturalmente-

Hs: Cansei dessa idiotisse de vocês dois. Vocês têm o quê? Quatro anos? Pelo amor de Deus né. Peça desculpa Eun-ji.

Ej: Eu?! -Se senta encarando a Omma- Mas eu não fiz nada Om_

Hs: É sempre você quem começa e todos aqui estão de prova. Peça descu_

Ej: Por que tudo nessa merda vocês me culpam? E ela? -Aponta pra Hana-

Yg: Olha a boca Eun-ji. -Olha sério o filhote-

Ej: Querem saber? Quem cansou foi eu. Não irei nesse jantar e nem em qualquer outro. Com licença. -Se levanta rápido e sai andando-

Yg: Eun-ji! -Grita firme mas ele apenas continua andando-

~Jungkook off~


~Eun-ji on~

Hs: Eun! -Olho para trás e vejo meus Appas em pé-

Ej: Que saco! -Corro mais rápido, passando pelas grandes árvores do parque pouco iluminado pelo por do sol-

???: Ah! -Tropeço nos meus pés quando esbarro em uma criancinha-

Ej: Desculpe pequena. -A ajudo a levantar e logo vejo mais duas criancinhas em pé nos olhando- 

???: Por favor. -Ela sussurra me olhando chorosa. Olho para as crianças que nem parecem ser crianças... que tipo de criança tem esses olhares sérios e mortais-

???: Phihyezinha... conhece ele? -Diz o de cabelos loiros... eles não são da Coréia-

Ph: Eu... -Ela agarra minhas coxas com as unhas grandinhas-

Ej: Phihye é minha amiga... e vocês quem são?

???: E isso te interessa em algo? -Diz o ruivinho de olhos claros-

Ej: Se estiverem a perturbando... sim. -Eles se entreolham e ameaçam avançar contra a pequena. A puxo para trás de mim e dou um passo a frente- Filhotes deveriam ser amigáveis.

???: Adultos deveriam cuidar da próprios vida. -Adultos... só tenho 17 anos-

Ej: Já ouviram falar na voz de lobo? -Eles me olham confusos- Então acho melhor saírem daqui. -Falo com a minha voz e eles arregalam os olhos- Agora.

Ph: Me desculpe... -Fala depois que os dois correm para longe-

Ej: Quem eram eles? -A pego nos braços quando vejo seu joelho ralado-

Ph: Disseram... que eram 'tutistas'.

Ej: Turistas? -Ela concorda-

Ph: Eu perdi minha Omma e minha irmã. -Começa a chorar-

Ej: Fique calma... de onde você correu? -Acaricio seu cabelo enquanto olho ao redor-

Ph: Não... S-sei. Tinha... tinha uma torre grande. Estava brilhando. -Um poste... mas postes não ligam tão cedo. Exceto um que está quebrado-

Ej: Vamos ver sua família pequena. -Ando com ela para e esquerda. Esse parque é realmente grande... mas não é longe. É o início do parque onde a família dela está-

Ph: Você é bom. -Funga-

Ej: Alguns dizem que não. -Sorrio continuando o percurso-

Ph: Porque não... te conhece bem moço. -Esfrega o rostinho no meu pescoço- 

Ej: Eun-ji... meu nome é Min Eun-ji. -Seguro mais firme suas costas... Ela está sonolenta... deve ter corrido bastante-

Ph: Mora aqui... jiji?

Ej: Sim. Pertinho do centro e você?

Ph: Perto de uma torre amarela. 

Ej: Ah. A torre de telecomunicações. 

Ph: 'Té' o quê?

Ej: Le 

Ph: Le

Ej: Co

Ph: Co

Ej: Mu

Ph: Mu

Ej: Nicações.

Ph: 'nitação'. -Seguro a risada enquanto vejo os postes começando a acender e o céu escurecer- Você cheira bem... quer ser meu namorado?

Ej: -Risos- Quem sabe quando você não crescer mais. -Acaricio seus cabelos-

Ph: Você tem um cavalo? Igual ao príncipe. -Sinto sua unha pequena no meu pescoço-

Ej: Odeio cavalos... eles fedem.

Ph: Então não podemos ser namorados... eu gosto de cavalo. -Diz tristonha-

Ej: Mesmo? É uma pena... você é uma gracinha. -Brinco com ela-

Ph: Minha irmã sempre diz isso.

Ej: Ela é mais velha?

Ph: -Ela me olha- Por que? Vai me trocar por ela? Ela gosta de cavalos também.

Ej: Ah não Phihye. Não vou namorar sua irmã. -Nego sorrindo-

???: Phi! -Sigo a voz com o olhar... uma porra de mulher. Puta merda- Quem é você?

Ph: Vih! Esse é o jiji... meu amiguinho. Era pra ser meu namorado, mas ele quer você. -Olho perplexo para ela- 

Vih: Sabe... você a ajudou e parece ser... -Me olha de cima a baixo enquanto umidece os lábios- Legal.

Ej: Tenho certeza que sou muito mais que... -A analiso- Legal.

Vih: Vem Phi. A Omma está te procurando. -Ela se vira andando com a pequena enquanto rebola... preciso controlar meu fogo senhor! Não. Não posso transar com ela... acabei de conhecer ela... É. Não vou transar com ela-

...

Vih: Vai logo... minha Omma não vai demorar. -Olho para ela abaixo de mim... que porra, o corpo dela é bem mais lindo assim-

Ej: Estou colocando a camisinha docinho. Ou quer ser Omma aos vinte? -Debocho segurando suas coxas-

Vih: 19... aah... -Suspira arqueando as costas e eu deslizo minha mão pelo corpo dela-

Ej: Você não é virgem é? É apertada... de mais. -Mordo o lábio me deitando por cima dela e apertando forte o lençol cor de rosa abaixo de nós-

Vih: Não. Você que é grosso de mais. Hum... -Arranha meus bíceps e eu reviro os olhos já completamente dentro dela. Paro por um momento encarando seu rosto sexy... é... eu curto mulheres. Acho adolescentes muito chatas e sem graça. Mas... por algum motivo... Ela me lembra Hana... eu algum aspecto. "São os seios". Cala a boca lobo-  Algum problema?

Ej: Meu lobo... está secando você. -Ela sorrir tombando a cabeça de lado e eu dirijo minha boca a sua pele branquinha-

Vih: Você já pegou coisas melhores... tenho certeza. -Ela chupa minha orelha e eu chupo seu pescoço- Não deixe... tão visível Eun.

Ej: Foi você quem me arrastou pra cá. Então acho que merece ser castigada. -Fico de joelhos novamente e começo os movimento lentos- Acho que deveria... ter preparado você antes.

Vih: Só faça. -Observo o peito dela subindo e descendo, a respiração ofegante e a boca entreaberta-

Ej: Porra... -Digo falhado sentindo sua buceta se contraindo e pressionando meu pau-

Vih: Mais... rápi-ido! -Geme alto e eu acato seu pedido- 

~Eun-ji off~


~Hoseok on~

Hs: Não... ainda não. Obrigado Baek. -Encerro a ligação e olho para Yoon que faz o jantar com a cara fechada- Amor...

Yg: Eu vou falar com ele. -Me olha sério por cima do ombro- Ele pensa que é quem para sair assim e nos deixar preocupado? Fora aquelas merdas no celular esquecido dele! -Exclama se virando e eu ando até ele e o abraço por detrás- 

Hs: Chae disse que ele não sabia... 

Yg: Eles são amigos Hobi. Podem estar mentindo. -Suspira- Eu vou cortar seu dedo, bobo. Se afaste... 

Hs: Amor... 

Yg: Hum? 

Hs: Você era... como ele... antes? -O solto-

Yg: Não me culpe pelas merdas que ele faz Hobi. -Fala firme e eu desvio o olhar-

Hs: Desculpe... 

Yg: Sinto muito meu amor. -Ele se vira e beija minha testa sem me tocar- Desculpa. -Vejo Yoon cerrar o olhar e o sigo até o corredor, Eun-ji em pé nos olhando de canto e se preparando para andar novamente-

Hs: Ei! -Corro até ele e o alcanço antes dele adentrar o quarto-

Ej: Omma_

Hs: Omma é o cacete Eun-ji. -O puxo até a cozinha- Onde estava?

Ej: Não lhe interes-

Yg: Escute aqui Eu-

Hs: Não. Você vai fazer o jantar... -Aponto sério para Yoon- E você vai me escutar... porque quem falar hoje sou eu.

Yg: Hose-

Hs: Eu disse Não.

Ej: Omma, eu_

Hs: Cale a boca e sente aqui. -O sento em uma cadeira, o empurrando pelos ombros- Onde estava... está... cheirando a beta.

Ej: Já falei que não imp_

Hs: E eu disse Onde estava? -Digo firme sentindo meus olhos amarelados- Estava transando Eun-ji? Enquanto estávamos preocupados com você?! 

Ej: Estava sim... satisfeita? -Tenta se levantar mas eu o puxo, o forçando a ficar sentado- 

Hs: Com quem?

Ej: Quer saber o tipo sanguíneo também?

Hs: Com quem? -Uso a voz de loba e ele arregala os olhos- 

Ej: Eu achei uma filhote perdida... a ajudei a encontrar a Omma e a irmã. Ela me arrastou pro quarto Om-

Hs: Claro. E você é um santo certo? Que tipo de lobo é você Eun? Um vagabundo? É isso que eu estou criando?!

Ej: Foi uma vez Omma, uma v-

Hs: Não Min Eun-ji. Não foi uma vez... foram várias. Você transou com uma prostituta! -Exclamo e ele Franze o cenho-

Ej: Chaew_

Hs: Não culpe o seu amigo pelas merdas que -Toco seu peito- Você faz. Eu vi Eun-ji... esqueceu o celular no parque. O que você tem na cabeça hein?

Ej: Não sabia que ela era uma prostituta Omma... eu juro. Estávamos na balada e aconteceu. Ela... me pediu o pagamento... eu disse que não sabia e que não iria pagar nada. Mas ela disse que aquele dinheiro era o único modo dela se sustentar.

Hs: Você poderia ter pego doenças Eun-ji!

Ej: Eu me protegi Omma. Como sempre fiz, Appa me ensinou. Eu posso até não ser correto para vocês... mas eu ainda penso nas coisas. 

Yg: Pensa mesmo? -Olhamos para Yoon que ainda está de avental e de costas-

Hs: Eun-ji... mesmo se protegendo... mesmo pagando... conversando. É essa a vida que quer? Transar com qualquer uma? A primeira que ver?

Ej: Não é qualquer um-

Hs: Me diga o grupo favorito de cada uma com quem já transou. -Ele bufa- Você está sem celular essa semana.

Ej: O quê?!

Hs: Eu quero todas as camisinhas que há dentro do seu quarto, carteira, gavetas.

Ej: Omm_

Hs: Agora.

Ej: Tudo bem. -Ele se levanta mas eu o seguro pelo antebraço- 

Hs: Peça desculpas antes, por ter gritado com o seu Appa. -Yoon se vira surpreso-

Ej: Desculpe Appa.

Hs: Abrace ele. 

Ej: Mas ele está sujo.

Hs: E você está fedendo a beta e a sexo. Agora. -Ele suspira e anda até Yoon. O abraça forte levando um tapa na cabeça- 

Yg: Não seja idiota...

Ej: Sim senhor. -Ele anda até mim e me abraça também-

Hs: Anda, vá tomar banho... está fedendo de mais. Quero as camisinhas no meu quarto até as 22:00 (dez na noite). E depois de amanhã iremos jantar no Jungkook... se vacilar irá ficar sem celular até você comprar um com o próprio salário.

Ej: Sim senhora. -Beija minha testa e sai andando mas para- Tem duas aqui... -Abre a carteira e retira duas camisinhas- 

Hs: Bom filhote. -Afago seus fios e ele sorrir sem jeito antes de se virar- 

Yg: 'Quero as camisinhas no meu quarto'?? -Debocha enxugando as mãos e se aproximando já sem o avental-

Hs: Veja pelo lado positivo... não precisaremos mais comprar camisinhas. -O puxo pela nuca e ele desfaz a carranca, me olhando perverso-

Yg: Já temos uma gaveta cheia Hobi. -Aperta meu bumbum- Mas encher outra... não será problema. O que não falta é oportunidade. -Me rouba um beijo quente e demorado... mordo seu lábio e chupo sua língua quente. Ele me senta na mesa da cozinha-

Hs: Eun... está em casa amor. -O empurro pelos ombros- Aqui não...

Yg: No quarto. Depois do jantar. Vista aquela cueca fina pra mim gatinho. -Lambe meu pescoço e eu seguro um gemido sôfrego- Responda ao seu alfa, Hoseok.

Hs: -Solto um gemido baixo quando sinto sua mão em meu membro- Vai descontar sua raiva em mim?

Yg: Com bastante carinho e amor. -Beija carinhosamente meu pescoço- Vou terminar o jantar.

~Hoseok off~




...



Notas Finais


🧚🏻‍♀️Obrigada por me acompanhar🧚🏻‍♀️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...