1. Spirit Fanfics >
  2. JIKOOK-Eu odeio você >
  3. Apartamento

História JIKOOK-Eu odeio você - Capítulo 97


Escrita por:


Notas do Autor


BOA LEITURA❤❤❤

Capítulo 97 - Apartamento


Fanfic / Fanfiction JIKOOK-Eu odeio você - Capítulo 97 - Apartamento


Jm: Já estava dentro do quarto? -Pergunto desviando o assunto e me cobrindo com o edredom-

Jh: Esperei o Appa sair para me desculpar com você. Omma... o que é isso? Você disse que mentir é feio... então me diga. -Me olha preocupado e inquieto... porra, por que meu filhote tem que ser tão inteligente?-

Jm: Só... me machuquei querido. -Mostro a ele o braço enfaixado- Eu...

Jh: Isso são cortes Omma, não é machucado. Omma você fez isso... por que está mentindo pra mim? Só porque sou um filhote ainda? Eu sei bastante coisa, sei que esses cortes são cortes de lâminas. Omma... você tem depressão? -Ele passa os dedos em meus machucados e eu acaricio seu rosto tenso-

Jm: Não Ji... não tenho depressão. Sim, eu fiz isso. Não conte a ninguém por favor...

Jh: Contar a quem? Todo mundo já deve saber mesmo... vocês nunca me contam nada. Por que? Por que se cortou Omma?

Jm: Já te falei o que é, filhote. Não pergunte mais nada... por favor. -Toco seu narizinho-

Jh: Appa falou comigo ontem... mas eu não lembro nada além dele pedir para cuidar de você. -Ele segura minha mão a deixando parada na frente dos olhos enquanto analisa os pequenos cortes em meus dedos- Me desculpa, Omma me desculpa por tudo de ruim que eu já disse. Eu juro que irei cuidar de você e que serei um filhote melhor. -Ele abraça minha cintura bem carinhoso e apertado. Ji tem um abraço singular... te passa confiança só em sentí-lo... e é isso que eu mais amo nele... ele não é de falar, é de fazer-  Omma, você não vai mais ficar triste, certo? Eu não irei deixar você ficar depressiva e nem triste e nem chorando e nem magoada. -Fala rápido- E isso vermelho?

Jm: Foi o seu Appa. -Ele sorrir me cobrindo novamente- Não era pra estar na escola?

Jh: Receio que o seu relógio esteja adiantado. -Rir observando o relógio do quarto- Ainda faltam vinte minutos e só estou esperando o Appa.

Jm: Então só veio falar comigo? Se desculpar? -Me encolho embaixo dos lençóis e ele anda até a janela para fechar a cortina-

Jh: E para cuidar de você também. Ah! Me lembrei agora! -Se vira bruscamente para mim- Appa disse que eu preciso praticar. Eu li sobre gentileza... então eu estou praticando, você será minha cobaia por bem ou mal. -Fica em pé ao meu lado e beija minha testa-

Jm: Posso ser por bem mesmo. -Aperto sua bochecha- Você é muito lindo.

Jh: Eu sei, eu sei. Imagine os seus netinhos, irão nascer tão lindos que nem aguentará olhar para eles. -Fico surpreso. Netos? Do Ji-Hye?- 

Jm: Que história é essa? Não quero ser vovó ainda. Sou muito jovem. -Reclamo-

Jh: Você já é idosa Omma. Mas não se preocupe, lhe darei netos lindos. Só um está bom?

Jm: Filhote, que história maluca é essa? Você é novo de mais para pensar nisso. 

Jh: Dois? Ah... quer dois! Ótimo, eu pedirei a cegonha. -Concorda com a cabeça-

Jm: Quero oito. -Seguro a risada ao ver a expressão surpresa dele- É brincadeira querido. 

Jh: Poxa... ah, tenho que pegar minha mochila. Tchau Omma. -Me beija novamente antes de ir pra porta- Ah! Appa! Isso é uma alucinação... Ji, o lindo, não esteve aqui! 

-Ouço seus passos fortes no chão e Jungkook anda até mim, sorrindo confuso. Está de terno... terno sem gravata e com uns botões abertos. Eu ia falar alguma coisa mas ele simplesmente já invade minha boca com a língua, nem na minha boca mais eu mando.-

Jm: Hum... -O separo de mim- Está... com gosto de café. -Lambo meus lábios fazendo uma careta, ainda sentindo o gosto forte daquele líquido horrível-

Jk: Você aguenta. -Sorrir antes de me beijar novamente. Arfo contra seus lábios e ele sorrir do meu desespero em tentar não sentir o gosto do café. Ele retira a língua, me fazendo chupar somente seus lábios. Sinto sua mão entrando em baixo do edredom e descendo sobre meu corpo. Solto um baixo gemido ao sentir seus dedos tocando meu membro-

Jm: Am... -Ele move a cabeça com agilidade, não permitindo que eu fale nada e continuando a pressionar meu membro quase ereto, ele morde meu lábio com muita força- Am-mor... -Gemo sôfrego quando ele separa o beijo e retira a mão de dentro da minha calça-

Jk: É só pra... castigar você. Não irei transar com você até seus machucados ao menos melhorarem. Então... é só pra deixar você com vontade de algo a mais. -Ele chupa os dedos e sai da cama, andando para o banheiro-

Jm: Eu... a... cabei de acordar... porra... -Resmungo suspirando e puxando meu cabelo em seguida- JUNGKOOKIE! 

~Jimin off~

...

~Hana on~

Hn: Então, o que queriam? -Me sento no sofá acompanhada de Eun-

Bk: Eu quero saber também. Vou sentar aqui! -Se senta entre nós dois-

Hs: Bom... é... eu conversei com o Appa Nam, O Omma Jin e com o Yoon. Eu... falei para eles sobre vocês dois. Nós conversamos em... como seria daqui pra frente e_

Ej: Como assim, como será? -Me olha rápido e desconfiado-

Hs: Eun... esses dias, a greve da Hana, a sua fuga. Nós... conversamos e você é marcado Eun-ji, não tem mais volta, não sai e nem eu quero fazer isso com você. Hana é a sua alfa agora e com a marca... vocês não irão aguentar ficar longe por muito tempo um do outro. 

Hn: Sim, já sabemos disso Tio Hobi. Só... não estamos entendo aonde quer chegar. -Os adultos me olham pensativos e então Tio Hobi suspira voltando a falar-

Hs: Nós nos juntamos, nós quarto e decidimos que o melhor para vocês é morarem juntos. Nós alugamos um apartamento um pouco longe da escola de vocês. 

Ej: Espera... pra mim e pra Hana? Ou para nós três? -Aponta para Baek também-

Bk: Eu lá quero ser a vela. Eu não vou. -Nega-

Nam: Você vai ficar com a gente, Baek. Para de drama. -Revira os olhos-

Jin: Mas que fique bem claro que não é pra fazer de lá um motel, nem balada.

Bk: O que?! Eu estava planejando aqui na mente mente a bala_

Jin: Moleque, não me testa. -Dá um tapa na coxa dele e eu seguro o riso- Hana eu bato em você também. 

Hn: Desculpe Omma. -Encolho minhas pernas e ela volta a olhar para o tio Hobi-

Hs: Enfim... é, nada de baladas, de vários lobos lá direto, de bagunça. Será  como se estivéssemos lá com vocês.

Nam: E pelo amor do Deus da lua, usem a porra da camisinha. Não transem igual a uns cãezinhos de rua. -Passa as mãos no rosto e suspira alto-

Yg: Se me fizerem ser vovô tão jovem eu arranco o seu pau. Estou falando sério. -Aponta pra Eun, que está vermelho-

Ej: Vai falar as regras ou vamos falar de sexo? Porque teremos que tirar Baek da sala, ele é puro. 

Bk: Desgraçado! -Dá tapas no ombro dele- Ei, Omma, não me bata! Ai! Minha cabecinha... está tudo rodando...

Jin: Se não for para calar a boca eu te tiro daí e te rebolo lá na cozinha. Hobi vai continuar... senão eu irei chorar, se for falar. -Faz biquinho e deita a cabeça no ombro do Appa- 

Hs: Bom... é um apartamento pequeno. Não é em um prédio... é como uma casa pequena. Nós iríamos colocar vocês na antiga casa do Appa Namjoom, mas... já tem gente morando lá. Então... Nós procuramos e achamos esse. Tem dois quartos, dois banheiros, cozinha, sala, uma pequena área se serviço, um quartinho que se assemelha a uma dispensa. Então vocês estarão confortáveis. Referente aos móveis... Nós já estamos comprando todo o necessário, mas será somente o necessário. 

Hn: Nada de mesinhas de centro? Ou escrivaninha?

Hs: Não. Eun sabe cozinhar e Hana é boa com a limpeza... quando não está quebrando nada. -Risos- Omma Jin disse que já ensinou Hana a pagar contas e coisas básicas sobre a vida. Então uma vez por mês, nós quatro iremos depositar dinheiro em uma conta que fizemos para vocês. Aqui... -Retira algo do bolso e me entrega- 

Hn: Meu aniversário? E o de Eun... não é uma senha muito confiável sabiam? -Olho para eles-

Nam: É mais fácil pra vocês. Se perderem isso irão morar em baixo de um viaduto. -Debocha-

Ej: Vamos querida. -Sorrir pra mim- Ei, Omma é brincadeira. Abaixe a mãozinha... te amo. Sério, eu estou falando sério... então nós iremos fazer as compras?

Hs: Sim.

Hn: Pagar contas?

Hs: Sim.

Hn: E estudar até a maioridade?

Jin: Sem sombra de dúvida. Quando terminarem os estudo esse ano... Nós ainda iremos ajudar vocês até conseguirem um emprego e poderem pagar as contas de vocês sozinhos. Então... nada de gravidez até se formarem e trabalharem. 

Nam: Depois será por conta de vocês. São as consequências. 

Hn: As melhores consequências da minha vida. -Mordo o lábio sorrindo para ele que me olha feio- Sério. Vocês são os melhores Appas do mundo todinho.

Yg: Eu já sabia disso Hana. De nada. Ai amor! Precisa beslicar? -Esfrega o braço vermelho- Bom eu sinceramente não quero passar minha folga aqui olhando para essas caras de vocês. Terminamos?

Jin: Dois dias. Têm dois dias para arrumarem as coisas de vocês. -Nos olha-

Nam: O dono do apartamento passará lá todo dia cinco do mês. O paguem direito e sem reclamar. 

Yg: Agora pronto? -Os outros o encaram-

Jin: Pronto seu irritante, pronto, pronto e pronto. Acabou essa merda. Vai logo pra casa droga! -Resmunga- Ah Hana, almoça com eles hoje... assim já podem ir organizando as coisas com Eun. Amanhã comerão aqui. -Sorrir-

Hs: Pare de me assediar Yoon! -Resmunga se afastando do Tio Suga, que dá risada- Vamos logo pra casa. 

Bk: 'Nada de gravidez'. 'Usem camisinha'. -Imita a voz do Appa- Ei! Appa eu te amoooo! -Corre ao redor do sofá-

Nam: Você está de castigo Kim Baek Hyeon. -Diz me abraçando antes que eu suba pro quarto- 

-Preparo uma pequena mochila com roupas, itens de beleza e higiene e tudo que eu necessitar... talvez até durma lá. Quem sabe? Desço as escadas e cumprimento meus Appas e Baek antes de sair. Com a minha Omma quase chorando... meu Deus, eu ainda nem fui embora de casa ainda!-

Ej: Podemos dormir agarrados agora. -Sussurra em meu ouvido ainda dentro do carro e eu lhe roubo um beijão-

Yg: E é porque ainda nem moram juntos... misericórdia. Hana deixa a boca do moleque! -Rir alto e eu sorrio separando nossas bocas-

Hs: Eu estou avisando que eu for vovó agora, eu irei bater tanto em vocês dois que irão passar uns dois anos sem andar. -Diz alto e claro-

Yg: Cadeira de rodas! -Incentiva-

Ej: Dá pra parar com isso? -Diz envergonhado e eu beijo seu pescoço- Gatinha... não faça isso. -Sussurra com a boca quase na minha-

Hn: Senhor sogro! O que teremos para o almoço mesmo? -Me afasto de Eun, que arranha forte minha coxa à mostra- Eu mordo você.

Yg: Nem fiz o almoço ainda Hana. Eun que fará, só porque ele está arrancando sua coxa. Me agradeça depois. -Sorrir pra mim-

Ej: Sério Appa?! -Suspira e me olha- Posso jogar no seu celular? Deixei o meu em casa?

Hn: Viciado. -Entrego a ele, que beija minha bochecha como agradecimento-

...

Ej: Eu estou cozinhando Hana. -Diz quando o agarro e colo suas costas ao balcão- Gatinha... meus Appas estão aqui.

Hn: É mais interessante assim. -Retiro o avental do seu corpo-

Ej: Hana... agora não... Hum... -Suspira quando distribuo beijos molhados em seu pescoço branquinho- Espere... até a mudança... Hana...

Hn: Sou sua alfa, me obedeça. -Roço meu nariz ao dele e ele me puxa com vontade, me fazendo ficar colada ao seu corpo- Está excitado? 

Ej: Não. -Inclina a cabeça para me beijar mas eu me afasto dele- O que_ Alfa! -Sussurra irritado quando abaixo sua calça moletom e me abaixo em sua frente- Aqui não! -Sussurra novamente-

-Massageio seu membro coberto pela cueca amarela e a abaixo um pouco, o libertando dela. Ele aperta os olhos quando inicio os movimentos básicos com a mão, com a outra eu puxo seu quadril mais para mim-

~Hana off~


~Eun-Ji on~

Ej: Caralho Hana... -Me apoio no balcão atrás de mim enquanto sinto meu pau ser engolido pela boca pequena dela- Aah... 

-Puxo seu cabelo com agilidade, me atolando nela que engasga um pouco me soltando e voltando a me chupar com vontade. Seguro os gemidos altos enquanto me sinto completamente duro e pulsante. Sinto a mão dela massageando a parte que não cabe em sua boca e sinto meu corpo suando, seus dedos brincam com as minha bolas enquanto sua língua lambe toda a minha extensão. Sem esquecer de nenhuma parte.-

Hs: Filhote, pode pegar o martelo pra mim? Seu Appa quebrou o negócio no banheiro. -Hana me olha sensualmente e eu respiro fundo antes de pegar o objeto ao lado da minha perna, embaixo do balcão. Entrego sem olhar para ela... devo estar pior do que os olhos do appa no cio-

Hs: Caramba, está tão concentrado assim que nem vai olhar pra mim? Cadê a Hana?

Ej: -Afasto meu quadril de Hana quando sinto seus dentes me pressionando- ESTÁ NO BANHEIRO.

Hs: Não sou surdo droga.

Ej: Omma... Appa está lhe esperando... -Pressiono uma boa parte do cabelo de Hana em minha mão, a fazendo parar os movimentos arriscados-

Hs: Tem razão. Tchauzinho. -Ouço seus passos se afastando e olho para trás, só para ter certeza de que ela se foi-

Hn: Se gozar logo... estará acabado. -Sobe me beijando lento antes de descer novamente-

Ej: Hana... v-vou... -Encaro os olhos vermelhos dela, me encarando com desejo. Sua mão pressionando meu quadril contra seu rosto e ela tentando me enfiar inteiro dentro dela- A-alfa... -Ela fecha os olhos quando me desfaço dentro de sua boca- Meu Deus... -Vejo ela engolindo com dificuldade antes de ficar em pé novamente- 

Hn: Por que está me olhando assim? Melhor não desperdiçar como você faz nas camisinhas. -Me beija e sinto o gosto meio amargo em sua boca, minhas roupas voltam do modo como era para ser e ela me agarra pela nuca enquanto eu aperto forte sua bunda- 

Ej: Você é louca. -A deixo sentada no balcão e vou lavar minhas mãos para continuar o almoço-

Hn: Te amo. -Sorrio pra ela que cora forte-

Ej: Vamos conversar sobre essas suas provocações depois. -Ela fecha as pernas até então abertas e eu dou risada voltando a mexer a comida-

~Eun-ji off~


...


~Jimin on~

Jm: Terminamos? -Pergunto já sem nem um pingo de paciência-

Pscl: Jeon... você tem que cooperar.

Jm: Fazem duas horas que eu estou sentado aqui. Estou com fome e tenho um filhote para olhar. -Suspiro encarando Ji que está 'escondido' atrás da parede. O olhinho dele me olha e o vejo se esconder rapidamente- Já está bom por hoje.

Pscl: Tudo bem Jeon... mas na verdade só se passam quarenta minutos. -Suspira se levantando-

Jm: Tempo suficiente para você escrever aí nessa folha. -Ando até a porta e a abro- 

Pscl: Jungkook me falou que era difícil... mas não a este ponto. Você é irritado senhor Jeon. Precisamos cooperar um com o_

Jm: Passar bem. -Fecho a porta e saio pisando forte- Alfa arrogante e babaca. Do nada me manda esse daí... pra que ele quer saber com quantos anos eu transei? Pelo amor de Deus. Ji-Hye saia daí. 

Jh: Oi Omma. -Esconde os braços atrás do corpo e me olha- Appa disse que era pra você falar com o moço.

Jm: Seu Appa é um mentiroso. É isso que ele é. -Bufo irritado e Ji se aproxima me abraçando-

Jh: Ele também disse que você ficaria muito irritada e que era pra mim te dar chocolate. -Me olha de baixo- Te amo.

Jm: Ah, ele disse é? Que ótimo. -reviro os olhos- 

Sy: Aqui. -Me traz uma barra grande de chocolate- Chae e eu queremos falar com você Ji-Hye.

Jh: Mas eu não quero falar com vocês. Ei! ME PONHA NO CHÃO SUA ÔMEGA IDIOTA! PARA ONDE ESTÁ ME LEVANDO? ISSO É SEQUESTRO?! OMMA!

Jm: Eu vou pirar. Meu Deus. -Suspiro comendo o chocolate-

Lya: Senhor, não vai lanchar junto aos filhotes? -Me olha curiosa-

Jm: Não Lya... estou sem fome, coma também. -Ela concorda saindo da sala e eu fico assistindo e comendo chocolate até sentir o cheiro do Jungkook adentrando a sala- Idiota! -Corro pra cima dele que me segura facilmente, deixando nossos rostos a centímetros um do outro- Você é um mentiroso do caralho e eu estou com raiva. Então acho bom me soltar, alfa... eu acho realmente bom para você.

Jk: Eu mal cheguei, meu amor. -Ataca meus lábios e eu bato forte em seus ombros, o empurrando- Está tão doce... te deram o chocolate é?

Jm: Odeio você.  -Digo me debatendo em seu abraço-

Jk: Não odeia não. -Sela meus lábios- Voltei para cuidar de você. Sabia que estava irritado. 

Jm: Você disse que seria depois e do nada aquela criatura aparece aqui. E que tipo de pergunta é Com quantos anos você tirou a virgindade? Eu deveria bater em você, alfa.

Jk: E não vai? 

Jm: Não.

Jk: Por que querido? -Mordisca meu lábio-

Jm: Porque eu amo você, idiota. -O puxo, juntando nossos lábios e sentindo o cheiro forte dele, o seu gosto singular se misturando ao doce do chocolate em minha boca e a língua quente brigando com a minha-

Jk: Quero um banho e você irá comigo. -Me pega no colo e anda comigo até o segundo andar-

Jm: Sua pasta.

Jk: Não precisarei dela no banho. -Sorrir carinhoso enquanto puxa minhas coxas-

~Jimin off~


~Chaewon on~

Cw: Então você nos perdoa mas não vai me deixar namorar sua irmã? -Seguro o riso-

Jh: Sim. Ela vai pegar mais bactérias do que já tem. Sabia que sua boca já é cheia de bactérias? 

Cw: Oh! SÉRIO? NÃO SABIA. -Sorrio pra ele- Quer ir ao cinema com a gente? Podemos assistir o filme que você quiser.

Jh: Mas o Appa está bravo com vocês. -Resmunga tristinho-

Sy: Eu farei ele deixar. Tenho a ótima persuasão da Omma. -Joga os cabelos para trás-

Jh: Boa sorte então. Só a Omma consegue convencer o Appa a alguma coisa e ela está irritada com el-  Barulho alto de algo caindo no segundo andar-  Mas o que? 

Cw: Am... talvez nós já tenhamos conseguido. -Soh e eu damos risada enquanto Ji nos olha perdido-

~Chaewon off~


~Jimin on~

Jm: Meu Deus, a gente quebrou a cômoda! -Risos-

Jk: Nem precisávamos de uma mesmo. Temos uma cama ainda. -Me empurra andando até a cama e me joga sobre a mesma-

Jm: Pensei que só iríamos fazer algo quando meus ferimentos curassem. -Ele sobe em cima de mim entrelaçando ambas as nossas mãos e as levando ao lado da minha cabeça- Nós quebramos a cômoda. -Dou risada e ele rir também, contra minha clavícula- 

Jk: Estou machucando você? -Nego- E quer parar? 

Jh: Omma! Saia de cima da minha Omma! -Fico vermelho quando vejo os três filhotes adentrando o quarto-

Jk: Isso seria uma falta de respeito? -Sorrir me soltando e se afastando-

Jh: Omma você tá bem? Nós ouvimos um barulho grande_

Jm: Alto. -Rio o pegando no colo-

Jh: Sim. Alto, mas eles não queriam deixar eu vir. Omma você está bem mesmo? Está tão vermelha! Parece u_

Jk: Tomatinho. -Sorrir sarcástico-

Cw: Nós tentamos o impedir, mas ele me mordeu! -Nos mostra o antebraço com a mordida um pouco profunda-

Jk: -Risos- Você sobrevive Lúpus. 

Jm: Não brinque com isso, idiota. -Ele revira os olhos e eu olho para Ji-  Não pode morder os outros, já não pedi isso?

Jh: Mas eles não queriam me obedecer Om_

Jm: Vamos, assistir filme lá no seu quarto. Venham vocês dois também, Jungkook vai tomar banho agora. -Ji desce do meu colo e andamos até os outros lobos, na porta-

Jk: Que bela visão! -Grita-

Cw: Entendi o porquê da cômoda quebrada agora. -Rir tomando a frente com Soh-

Jm: Arrume isso. -Mostro a língua pro alfa e ajeito as mangas longas da minha blusa antes de andar com Ji-

Jk: Gostoso!

~Jimin off~




...



Notas Finais


E foi isso pessoal... esse foi nosso último capítulo e eu realmente agradeço a vocês por caírem nessa, se é que realmente caíram🧚🏻‍♀️🧚🏻‍♀️🧚🏻‍♀️🧚🏻‍♀️

❤Desculpa meus anjos e até o próximo capítulo❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...