1. Spirit Fanfics >
  2. Jikook moments Love >
  3. Cap 3

História Jikook moments Love - Capítulo 3


Escrita por: jikooklove96

Notas do Autor


Me desculpem pelo cap de hoje, espero melhorar com o tempo.

Capítulo 3 - Cap 3


Fanfic / Fanfiction Jikook moments Love - Capítulo 3 - Cap 3

• 12:30
• Casa do Jimin

Naquele mesmo dia mais cedo, a mãe do Jimin estava estranhando a demora de seu filho, preocupada ela chega a comentar com o marido, o mesmo olha no relógio e também acha estranho, pois o filho não havia comentado nada . Com os dois preocupados ligam para o celular do filho e cai na caixa postal nas 10 tentativas. Os pais do jimim entraram em desespero, a mãe do Jimin pega seu celular e liga para o Jin .
 

  Ligação on


M/J: Jin meu querido, vocês estão a onde ? O Jimin não me avisou que vocês ficariam até tarde ou se iriam sair .

JIN:  Como assim tia ? Eu já estou em casa já faz 1h, todos foram pra suas casas .

M/J: como assim ? Ele não chegou aqui ainda, eu vou ligar para o Tae, mais se ele entrar em contato com você, fale que estou preocupada, por favor .

Ligação off


P/J: e aí? Onde ele está? ( fala todo eufórico)

M/J: ainda nada, vou ligar para o Tae. ( a mesma fala, já mostrando que queria chorar )

Ligação on


TAE: Oi tia Jisso, tudo bem ?

M/J : Meu filho, me ajude a achar o Jimin, ele está aí com você não está? ( fala desesperada e chorando )

Tae: Calma tia, ele não está comigo, saímos todos da escola e cada um foi pra um canto, Hobi me deixou em casa e foi pra dele. ( Tae fala com os olhos arregalados olhando seu primo, os dois estavam no quarto arrumando, com isso o Jungkook ficou prestando atenção no primo)

M/J : ele não está com o Jin, não está com você, então a onde ele está?
Me ajuda por favor, vou ligar pra policia, você conhece algum lugar que ele possa estar ?

Tae: Calma tia, vou ligar pro Jin, vou pedir para o meu primo me deixar aí e vou avisar aos meus pais. Vamos todos ficar aí. 

          Ligação off

 
  A Mãe do Jimin entrou em desespero e seu marido não estava diferente, saber que seu filho demorava tanto , já se passava 15h da tarde e seu filho não tinha mandado nada . Seu marido ligou para a polícia, e esperou os amigos de seu filho chegarem .

Casa do Taehyung

Taehyung andava de um lado para o outro deixando Jungkook confuso, sem entender o que estava havendo .

Jungkook: Tae, pare de andar assim, o que houve ?

Tae: me deixa pensar, a onde ele poderia ir ?

Jungkook: ele quem? Você está parecendo um doido, tem como você parar ?

Tae: não,  não tem como eu parar, meu amigo sumiu, literalmente sumiu, celular só da desligado . Aí meu Deus!!!

Jungkook: Calma tae, qual foi a última vez que você esteve com ele ?

Tae: quando saímos da escola, essa foi a última vez que falei com ele e que o vi . ( no mesmo momento tae pega seu celular e informa aos amigos do desaparecimento de Jimin, feito isso todos falaram que estavam indo para a casa de Jimin)
Tae: você poderia me levar na casa dele ?

Jungkook: claro só me espere um momento ( jungkook mudou de roupa e pegou seus documentos )

Chegando no local, viram carro de polícia na frente da casa do Jimin, saíram do carro indo em direção à casa vendo que os outros meninos já estavam lá.

*Jungkook*


Bom eu depois de tanta correria, eu optei a vir com o meu primo, fiquei preocupado com ele, Tae estava muito abalado e não o deixaria na mão, e pelo visto ele ama muito esse amigo dele. Nunca pensei que iria conhecer o namorado dele e os outros amigos dele nessa situação, bom amanhã começo a minha faculdade, mais não me importo em ajudar, já que pelo que eu vejo todos estão muito abalado . Conseguir chamar a polícia em menos de 24 h, é sinal que tem alguma influência, pois todos estavam dispostos a achar o amigo do meu primo, esse que descobri que se chama Jimin, Park Jimin. Agora estamos nos saindo a procura do garoto, eu vi a sua foto e o mesmo eu achei muito bonito por sinal, a mãe do Jimin ficou em casa com um policial caso alguem ligue ou o mesmo chegue em casa, o resto de nós estamos andando pelas ruas da cidade a noite, sim já são exatamente 21:40 , por segurança estamos procurando aos arredores todos juntos, com pouca distância, passamos procurando por quase todos arredores, a hora ia passando e nada, já ia da 23h e nada de encontrar o menino, e até eu já estava ficando preocupado pelo o mesmo, me imaginando o que poderia ter acontecido.  Eu passei por um beco e ouvi alguns resmungos, olhei para o lado e não vi ninguém, estava muito escuro . Eu eu falei bem alto para que pudessem me ouvir, falando que havia ouvido algo, e todos me olharam enquanto eu ligava a lanterna do celular e entrava no beco, em poucos segundos já estavam vindo atrás de mim, até eu encontrar o menino no chão machucado , aí eu gritei que achei e todos vieram correndo em minha direção.  O policial que estava junto pediu para todos se afastarem, ele pegou o celular e chamou a ambulância, quando olhar para os rapazes, todos estavam chorando, até mesmo o pai do menino, voltei a olhar para o menino, o mesmo estava com os olhos apagados e tossindo, chamando a atenção dos demais.
Eu fui me aproximando devagar do mesmo, tentei o chamar para ver se ele me escutava e ouvi mais um resmungo, foi aí que ele apertou a minha mão, e senti aquela mão tão delicada e trêmula, eu falei que iria ficar tudo bem e que a ambulância estava vindo, e que seus amigos estavam ali com ele. Tae e Jin se aproximaram acariciando o cabelo do mesmo é falando que iria ficar tudo bem . 


Notas Finais


Boa leitura !!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...