História Jily - Meus Vizinhos Irritantes - Capítulo 62


Escrita por:

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Alice Longbottom, Andromeda Tonks, Arthur Weasley, Bellatrix Lestrange, Dorcas Meadowes, Emmeline Vance, Euphemia Potter, Fabian Prewett, Fleamont Potter, Franco Longbottom, Gideon Prewett, Lílian Evans, Lucius Malfoy, Marlene Mckinnon, Molly Weasley, Narcissa Black Malfoy, Nymphadora Tonks, Órion Black, Pedro Pettigrew, Personagens Originais, Petunia Dursley, Regulus Black, Remo Lupin, Rodolfo Lestrange, Severo Snape, Sirius Black, Tiago Potter
Tags Alice, Alternative Universe, Arthur, Aventura, Blackinnon, Emmeline, Frank, Franlice, James, Jily, Lily, Marlene, Marotos, Marthur, Molly, Narcisa, Nucius, Pedro, Pemmeline, Remus, Romance, Ronks, Roxanne, Sirius, Tonks
Visualizações 210
Palavras 1.240
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Fluffy, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Juro solenemente não fazer nada de bom!

VOLTEIIII!!!

Desculpa a demora, é que essa, definitivamente, foi a semana mais corrida do meu ano. Pelo que eu me lembre e pelo menos até agora.
Faltam só mais quatro capítulos, se eu não me engano, para acabar e eu tô muito triste com isso, sério gente.

BUT a notícia boa é que eu já comecei o planejamento de Talents Of Hogwarts e já estou escrevendo o primeiro capítulo. Espero não ser a única ansiosa por essa história. Mas enfim, quando eu finalmente postar ela, vou colocar um aviso aqui com o link e tudo mais.

Josiscleidison: Aí fala.
Mari: Josiscleidison, não me estressa que eu acho que eu tô de TPM, ou seja, tu se fudeu se eu realmente estiver, porque eu fico puta com mais facilidade.
Josiscleidison: Alô? Jane? Oi, loira...
Mari: VOLTA AQUI QUE SEU CELULAR NÃO TOCOU NÃO!

Espero que gostem.
Boa leitura e desculpa os erros.

Capítulo 62 - You're What?!


Fanfic / Fanfiction Jily - Meus Vizinhos Irritantes - Capítulo 62 - You're What?!

You're what?!

 

 

(Lily)

 

A ruiva acordou com a luz do sol entrando pela janela e batendo em seu rosto. Estranhou os seguintes fatos: 1) não estava em seu quarto; 2) estava com a camiseta de outra pessoa; 3) sentia um incômodo na região entre suas pernas e 4) tinha uma dor de cabeça que fazia com que sua cabeça tivesse a sensação de que estava sendo martelada freneticamente.

-Bom dia. – ela se virou na cama e viu James sentado em um sofá ao lado da cama, que a ruiva teve a estranha e suspeita sensação de ter estado lá recentemente mas não lembrava ainda completamente o contexto – Dormiu bem?

A garota sorriu sem mostrar os dentes, já que tinha certeza de uma coisa: seu bafo de manhã era definitivamente a pior coisa que alguém precisaria enfrentar. Seus pais e Petúnia enfrentaram por anos, não queria que o Potter o sentisse e saísse correndo, deixando-a lá com cara de tacho e usando suas roupas.

Se ela lembrava do que ocorrera na noite anterior? Claro. Lily, de alguma forma, conseguia manter a consciência sã mesmo que estivesse bêbada. E sinceramente não se arrependia, agora aparentemente não podia falar o mesmo do moreno de cabelos rebeldes à sua frente, que tinha uma expressão estranha e enigmática estampada em seu rosto.

Como resposta, ela sorriu e balbuciou a respostar, que saiu rouca porque era a primeira coisa que falava após acordar. Céus, ela deveria estar um caco, já que James riu da resposta. Iria se lembrar de compensá-lo por ser obrigado a presenciar tal cena da garota.

-Então... Como você está se sentindo? – ele perguntou um pouco desconfortável. Era nervosismo que estava expressado em seu rosto, agora ela conseguia reconhecer. Seu pensamento aos poucos voltava a funcionar normalmente.

-Como se minha cabeça estivesse sendo martelada repetidamente. – a Evans falou ficando com a cara contra o travesseiro, escutando uma nova risada do garoto, e logo em seguida levantando o rosto – Mas se estiver se referindo à o que aconteceu noite passada, sim eu estou bem e sim, eu lembro.

-E não se arrepende? – ele perguntou, duvidoso.

-Tem certeza de que é você quem devia estar fazendo essa pergunta? – a garota riu, fazendo com que a tensão no ar fosse quebrada.

-Por que não seria eu a te indagar isso? – o moreno perguntou divertido.

-Bom, talvez porque foi você quem tirou minha virgindade. – Lily rebateu com um sorriso de canto – A responsabilidade não é só minha caso venham consequências dessa noite.

-Não. Na verdade, essa sua dor de cabeça é só sua mesmo. Eu disse para você não beber demais. – James respondeu sorrindo maroto.

-Cala a boca e me arranja um comprimido pra dor de cabeça, Potter. – a Evans resmungou colocando, novamente, seu rosto contra o travesseiro.

-Você está muito mandona para o meu gosto, Evans. – sentenciou ele, ainda sorrindo – O que será que aconteceria se eu fizesse Padfoot latir bem no pé do seu ouvido?

-Nem ouse tentar fazer isso. Além de cruel, iria resultar em você ser assombrado pelo meu fantasma pelo resto da sua vida. – a garota disse com a voz abafada, por conta do travesseiro.

-Certo, certo. Não quero ficar com rugas mais cedo do que deveria. Isso acabaria com a minha pele. – o jovem saiu do quarto resmungando igual a seu melhor amigo, Sirius Black.

A jovem riu e ficou feliz. Tanto por nenhum dos dois se arrepender, quanto por tudo um momento tão importante e especial de sua vida com o garoto que gostava. Sim, aos poucos ela estava percebendo que realmente gostava de James. Mais do que como apenas amigo ou, agora por um momento, amigo colorido.

E foi então que a realidade bateu: dormira na casa de James e não deixara nenhum aviso para a mãe. Levantou-se rapidamente e não demorou a arrepender-se. Outra nota mental: nunca levantar correndo quando se está de ressaca. Apoiou seu corpo na parede e a passos lentos, foi andando pelo corredor e descendo as escadas. Quando chegou no andar de baixo, tratou de chamar o filho dos donos da construção:

-James! – ela, dentro de sua cabeça, estava gritando, mas na verdade estava mais para falando um pouco mais baixo do que o normal. Por sorte, estava na porta da cozinha e o Potter a escutou.

-O que foi? Ah, minha nossa. Você deve ter esquecido que está de ressaca e saltou da cama, não foi? – ele indagou e a ruiva levemente acenou com a cabeça – Ah, mas você me dá trabalho, Evans. – o moreno negou com a cabeça e a ajudou a sentar na mesa de café da manhã.

-Minha mãe. Ela deve estar preocupada. Ela vai me matar depois. – a Evans tentou se levantar novamente mas assim que sentiu tontura, tornou a sentar.

-Ah, eu já cuidei disso. – James falou casualmente – Eu coloquei umas almofadas altas atrás de você, te cobri com o cobertor até o pescoço e tirei uma foto pra mandar pra ela. Falei que tínhamos ficado assistindo filmes na Netflix até tarde e que seu celular descarregou quando foi mandar mensagem para avisar. – explicou enquanto colocava água em um copo e pegava um comprimido em uma gaveta do local – Aqui. – entregou-os para a garota, que agradeceu e tomou logo em seguida.

-E ela acreditou? – indagou após engolir o remédio e tomar a água.

-Sim. – o Potter sorriu convencido – Eu sou profissional em enganar as pessoas quando eu quero.

-Me lembre para tomar cuidado com isso daqui pra frente. – Lily sorriu e ambos riram em seguida.

 

Enquanto isso...

 

(Molly)

 

-Você o que?! – um de seus irmãos mais velhos, Gideon, e Amber exclamaram juntos quando a ruiva revelou que estava grávida.

-Eu não acredito. – a Thierry exclamou perplexa.

-Vai por mim, eu também falei isso quando eu fiz o teste e deu positivo. – respondeu a Prewett mais nova cruzando os braços – Arthur pelo menos não está mais no chão em estado de choque.

-Qual foi a reação dele? – perguntou Fabian se sentando no sofá.

-É verdade, nós esquecemos de perguntar isso ontem. Fiquei tão chateada que vou ter de admitir mentiras, que até esqueci. – Roxanne, que decidira ir para o apartamento dos Prewett cedo, falou fazendo o mesmo que Fabian.

-Ele ficou surpreso aí ele disse “Eu vou ser pai?” aí ficou repetindo isso enquanto pulava animado mas então ele parou e ficou com cara de desespero e então desmaiou. – Molly respondeu dando de ombros.

-Molly, está tudo bem? Está sentindo algo? Precisa de alguma coisa? – ouviram a voz de Arthur, abafada porque vinha de dentro do banheiro.

-Não, meu amor. Está tudo bem e não preciso de nada. – a jovem respondeu alto para que o namorado escutasse.

-Quer bom. Qualquer coisa me chame. – o Weasley falou e então ouviram o som da ducha sendo ligada novamente.

-Ele entrou no banho à dez minutos e já é a terceira vez que ele me pergunta isso. – a ruiva disse para os irmãos, a cunhada e a quase cunhada – Se eu enlouquecer, eu mato ele.

-Pelo menos ele não rejeitou o bebê. – Amber falou sentando-se na ponta do sofá.

-E está se preocupando com você e com ele. – disse Fabian – Um pouco excessivamente, mas ainda se preocupando.

-Um pouco? – Molly ergueu uma sobrancelha.

-Tá, um pouco demais, porém isso significa que ele não ficou chateado nem nada. Só significa que vai ser um pai babão e que vai sobrar pra você. – Gideon respondeu pelo irmão e os cinco ali presentes riram.

 

 

 

 

Continua...


Notas Finais


O que acharam? Comentem a sua opinião.
Jily aos poucos fica real, galera. Ai, que lindo.
Bjs de cupcake.



P.S.: Pra quem lê as minhas outras fics, eu não estou atualizando justamente pra terminar logo essa aqui mas eu vou tentar postar logo logo.

Malfeito feito!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...