História Jogando com o destino - Capítulo 20


Escrita por:

Postado
Categorias Inuyasha
Personagens Rin, Sesshoumaru
Tags Rin, Sesshoumaru
Visualizações 461
Palavras 1.023
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Fantasia, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 20 - Orgulho.


Fanfic / Fanfiction Jogando com o destino - Capítulo 20 - Orgulho.

Em algum lugar na floresta.
Sesshoumaru.

“Eu havia deixado suas coisas próximas a cabana, aquele maldito Hanyou as pegou e levou ate Rin, só de lembrar que ele chegou tão próximo dela me deixava extremamente irritado, sua sorte foi que ele saiu dali rapidamente, pois eu estava prestes a interferir e então acabaria sendo visto. Aquele moleque do Hyonimaru!Eu deveria lhe ensinar o seu lugar, a sua salvação era que possuía o sangue de Tatsuy nas suas veias miseráveis, porem se passasse dos limites não hesitaria em mata-lo”
Meus pensamentos estavam voltados para Rin, ali escondido na floresta eu a observava, ela retirava seus pertences da sacola que eu trouxera, pude ver um pequeno sorriso em seus doces lábios. Ela tirara novamente o quimono, olhando aos arredores atentamente , entrou na agua que molhou sua pele clara e macia , aa lembranças invadiram me a mente. Senti meu corpo enrijecer. “tão bela, tão teimosa”. 
Permaneci escondido a observando.

Rin.
Tomei um banho nas aguas da cachoeira e me senti extremamente aliviada, a pouco tempo tive a impressão de estar sendo observada, pensei que pudesse ser Hyonimaru, porem ele já estava na cabana junto a senhora Hitori fazia algum tempo, tratei de me apressar tive medo que fosse algum yokai e que pudesse me atacar, coloquei um dos  quimonos que estava na sacola e retornei para a cabana.
-Ohaiou senhora Hitori!
Ela sorriu
- Ohaiou querida , como estas essa manha?
-Bem, obrigada!Onde esta Hyonimaru? Pensei que estivesse aqui.
A senhora suspirou
-Saiu para pescar no rio .
Eu sorri
-Adoro pescar! Eu fazia muito isso quando andava com Sesshoumaru...
Parei de falar por um instante, não queria falar dele, eu não devia ficar pensando nele!
A senhora ficou incrédula
-Sesshoumaru-sama o senhor do oeste?
Eu disfarcei
-Não! Me refiro a alguém com o mesmo nome, não se trata da mesma pessoa.
-Ah...
 A velha senhora tinha um ar de decepção em seu rosto. Ela o conhecia? É claro que sim, ele o senhor dessas terras.
-A sra conhece o Senhor Sesshoumaru senhor dessas terras sra Hitori?
Disfarcei tentando não mostrar muito interesse. Os olhos dela brilharam.
-Sim! Claro que sim. Um yokai muito bondoso....
Oque? Bondoso? Me senti totalmente confusa. A velha continuou.
- Ele ajudou a mim por muito tempo,  Hyounimaru ainda era uma criança de colo ... 
Ela parou um pouco parecendo se lembrar.
- No começo eu passei muitas dificuldades em viver aqui sozinha com uma criança, mas ele mandava por seu servos alimentos e roupas e eu pude viver de forma digna.
Eu estava surpresa com a revelação, o que fez Sesshoumaru ajudar aquela mulher? 
-Sou muito grata a ele menina. Faria qualquer coisa para retribuir. 
Me senti perturbada com a revelação daquela senhora. Sesshoumaru ajudando humanos? Sim! Eu era uma humana, porem não me lembro de em todos esses anos ele ter tido alguma simpatia pela nossa raça. A senhora Hitori continuou.
-Sabia que ele tem uma humana com ele?
Meu corpo enrijeceu.
-Ah é mesmo? Disfarcei
A senhora balançou a cabeça em confirmaçao.
-Sim! Todos sabem disso! Ate mesmo comentam se ela seria sua esposa ou algo do tipo... 
Esposa? Era isso que as pessoas pensavam
-Longe disso. 
Pensei em voz alta e a senhora Hitori quis saber ao que me referia e eu fiquei sem graça e mudei de assunto.
-Acho que vou colher alguns vegetais para o almoço. 
Adentrei parte da floresta e fui colhendo algumas ervas comestíveis e alguns cogumelos. Aquela sensaçao de estar sendo observada ainda me ibcomodava, voltei para a clareira onde estava a casa, deixei os vegetais em cima na pequena mesa e segui em direçao ao rio. Logo quando cheguei avistei os cabelos cor de carmim de Hyonimaru.
-Ei...
Ele virou-se para me observar.
-Não faça barulho, vai espantar os peixes.
Eu sorri com seu mau humor.
Era claro que ele poderia pegar quantos peixes desejasse, porem preferia fazer isso da forma tradicional, talvez desejasse ficar sozinho.
-Me desculpe Hyonimaru, se preferir posso ir  embora...
-Não!...fique.
Sua voz tinha um tom triste e isso me fez ter compaixão. O que causara aquilo nele?
Me sentei um pouco distante e puxei assunto.
-E então, já pegou algum? 
-Alguns...mas os soltei.
-ah.
Nos encaramos por um instante , ele observava meu rosto e meus lábios, minha face se corou e eu virei o rosto .
-Posso te perguntar algo? Disse Hyonimaru
Eu balancei a cabeça em afirmaçao.
-O que uma humana como você faz com um Yokai como Sesshoumaru?
Mas....mas como ele sabia disso.?
Parecendo adivinhar meus pensamentos ele respondeu minha pergunta.
-Eu já a vi no castelo , eu já a vi rodeada com a guarda , você não me parecia ser uma escrava . Porque esta fugindo?
Eu fiquei sem palavras. Como eu havia sido tola! Me esconder de Sesshoumaru seria impossível.
-Não interessa. Não gostaria de falar sobre isso.
Hyonimaru tinha um sorriso sarcástico nos lábios e isso me causou estranheza. Então ele virou-se para mim.
-Nunca ouvi dizer que Sesshoumaru se casou...Por acaso você é algum de seus brinquedos ?
Minha face ardeu em resposta as palavras de Hyonimaru. Um fogo ardeu em mim e então eu lhe dei um tapa no rosto. Sua face entao mudou para um semblante triste.
- Me perdoe Rin.
Quando percebi Sesshoumaru estava entre nós. Sua voz era grave e séria
-Como ousa seu maldito! Vou te matar! Ele se dirigia a Hyounimaru.
Eu me coloquei entre os dois.
-O que você quer Sesshoumaru! Não faca nada com ele.
Hyonimaru sustentou seu olhar em Sesshoumaru que o encarava . 
-Você é mesmo desonrado Sesshoumaru! Manter uma mulher debaixo do mesmo teto sem ter a intenção de desposa-la! Você não a merece!
Sesshoumaru pegou Hyonimaru pelo pescoço e eu gritei.
-Não! Solte -o !
Eu estava chorando, olhando em minha direção Sesshoumaru o soltou bruscamente.
-Rin! Não chore . 
Ele tocou meu rosto e num gesto automático eu me afastei.
-O que você quer? Eu disse 
Ele estava sério, eu acabara de me afastar dele e isso era surpresa ate para mim.
-Quero que volte comigo para o castelo.
Eu o encarava confusa.

 

 


Notas Finais


Deixem seus comentarios, digam se estao gostando. Bjs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...