1. Spirit Fanfics >
  2. Jogether >
  3. Pode me mostrar?

História Jogether - Capítulo 5


Escrita por:


Capítulo 5 - Pode me mostrar?


-Kara?... Falou Kate, ela não estava com cara de sono, ela ainda estava com a mesma roupa, provavelmente dormiria assim, parecia que nem tinha dormido ainda. Senti meu coração acelerar automaticamente, eu me sentia travada como se não conseguisse me mexer ou fazer algo.

- O que tá fazendo ai parada?

- Eu tive um sonho...  Falei arrastado com a voz quase falha.

- Um pesadelo?

- Não, neguei rapidamente. Foi com você na verdade.

Kate franziu o senho, como se estivesse prestando bastante atenção em minhas próximas palavrar. Ela deu dois passo se colocando para fora de seu quarto e ficando em minha frente, bem próxima a mim.

- Pode me dizer como foi? Disse ela procurando meus olhos com os seus, que logo se encontraram.

- Não... Falei sentindo meu coração acelerar ainda mais.

- Pode me mostrar? 

Eu juro que quase choraminguei com o pedido de Kate, ela falava tão serenamente, parecia tão calma diferente de mim, eu sentia as batidas descompassadas de meu coração, já teria tido um infarto se fosse humana. Como quase de uma forma automática meu corpo deu um passo a frente, fazendo minha respiração se chocar com a de Kate. Agora meu olhar disputava em olhar seus olhos e sua boca, Kate estava com a boca entre aberta, ela parecia respirar com uma certa dificuldade agora, sem pensar duas vezes eu levei minha mão de encontro a dela, Kate com o polegar vez um carinho em minha mão. Seja lá o que fosse acontecer agora eu já me decidi a negar qualquer receio ou duvidas e apenas fazer...

 

Kate point of view.

Oh céus, Kara estava tão perto de mim, eu nunca tinha vista ela dessa forma antes, parecia tão humana tão... Frágil, ela não estava mais com sua roupa de antes, agora usava uma das roupas para dormir que ficava no quarto de hospedes, ela estava com com uma blusa fina por cima, que deixava seus braços nus, eu podia ver a ponta de seus seios pelo fato da blusa ser fina, engoli em seco ao olhar aquele local, em suas pernas ela usava apenas um short pequeno como um conjunto da blusa, porra ela estava incrivelmente linda. Eu não sabia muito bem do que se tratava esse sonho de Kara comigo, mas sabia o que estava prestes a acontecer, e não seria eu quem fosse recuar. Em meu corpo corria uma energia muito forte, sentia isso se intensificando em minha mão, mais precisamente com o toque de Kara em mim. Sentia sua respiração quente bater em meu rosto, levantei minha outra mão que estava livre levando-a lentamente até a cintura de Kara, onde segurei firmemente e a puxei para mais perto de mim, fazendo nossos corpos se chorarem de uma maneira suave. Kara suspirou com meu feito, olhei em seus olhos e ela olhava hora meus olhos hora meus lábios, eu não sabia o quanto aquilo afetaria nossa amizade dali em diante, mas por deus eu queria muito beija-la.

- Eu vou beijar você... Falei com a voz quase falha.

- Beija... Falou Kara em quase suplica.

Para mim foi o suficiente para tomar seus lábios em um beijo lento, porém intenso e com destreza. Meus lábios se encaixaram perfeitamente nos de Kara como se fossem feitos para isso, Kara entrelaçou seus braços no meu pescoço e eu entrelacei os meus em sua cintura, tornando o contato de nossos corpos ainda mais próximos, eu intensifiquei o beijo pedindo passagem e Kara que de imediato me deu, minha língua foi de encontro a dela, Kara começou a fazer caricias com seus dedos que se adentraram em meu cabelo, esse contato me fez arfar em meio ao nosso beijo, beijo que foi ficando mais ágil e intenso a cada segundo, o ar estava começando a me faltar mas eu não queria parar, queria mais, subi com minhas mãos em direção as costas de Kara, deslizando por ali com a intensão de sentir seu corpo que eu nunca tinha tocado dessa forma antes, desci minhas mãos, passando novamente por sua cintura e descendo mais embaixo até segurar sua bunda que com as duas mãos onde apertei um pouco, Kara soltou um leve gemido com meu ato, em consequência fazendo-a puxar um pouco meu cabelo. Soltei os lábios de Kara aos poucos até soltá-los por completo, minha respiração estava rápida e descompassada, Kara estava no mesmo estado que eu, seus olhos azuis claros agora estavam com um azul intenso e brilhantes, vela naquele estado me tirava de orbita, repousei minha testa na dela e ficamos ali abraças por alguns minutos, apenas escutando a respiração uma da outra.

- Melhor eu voltar para o quarto. Disse Kara com sua voz falhando.

- Melhor eu voltar para o meu também, falei soltando um sorriso para ela que me deu outro em troca.

 


Notas Finais


Gostou? :) Comenta ai hihi


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...