História Jogo Da Vida- Kim Taehyung - Capítulo 10


Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 20
Palavras 946
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, FemmeSlash, Festa, Ficção, Hentai, LGBT, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 10 - Toda a verdade.


Fanfic / Fanfiction Jogo Da Vida- Kim Taehyung - Capítulo 10 - Toda a verdade.

Entramos na loja da Gucci, depois de muito tempo de caminhada já estavamos cansados, havia de tudo naquele lugar,  ela correu e botou suas luvas e foi direto para as bolsas

Thais- Ei Kim!

Tae- Oi Thais

Thais- Vamos cara, pegue oque quiser, a loja é nossa

Tae- Ta bom

Pegamos várias coisas, roupas, bolsas, entre outros assim que já estávamos saindo uma pessoa chegou perto da loja, parecia ofegante eram duas meninas, se Thais não tivesse aqui eu iria matar elas duas

Thais- Que tal um sequestro? 

Tae- Leu meus pensamentos, mais eu prefiro matar elas

Thais- Tortura? 

Tae- Quantas horas?

Thais- Dez horas... Não que tal todo os dias?

Tae- Trouxe algo, para elas dormirem?

Thais- Trouxe 

De repente ela tira algo, de algum lugar que eu não vir, era duas seringas ela me deu uma e a outra ficou na mão 

Thais- Primeiro, pegamos elas e quando desmaiarem a levamos 

Tae- Agora, como vamos levar elas

Thais- Eu também não sei

Tae- Onde você mora?

Thais- A alguns km daqui, agora vamos pegar as duas peruas antes que vão embora 

Largamos as coisas no chão, abrimos a porta devagar e paramos atrás das meninas elas estavam bebendo, e fumando aproveitamos o momento de distração e pegamos elas. Não foi difícil levar elas, para a casa da Thais, não era muito longe tinha um porão deixamos as meninas amarradas, em cadeiras sentadas 

Thais- Está com fome?

Tae- Não 

Thais- Eu sou viciada em miojo

Tae- Isso faz mal sabia?

Thais- Já estou tão mal, que um miojo não tá nem me matando, vou guarda as compras

Sentei no sofá, e liguei a TV estava passando, que encerraram as buscas para prender o Jackson, as vezes sinto pena da Polícia, Jackson está bem de baixo dos narizes deles. Após algum tempo assistindo peguei no sono

No dia seguinte 

Acordei, e eu estava em um quarto, levantei e não era meu quarto, descir para o andar de baixo e lá estava Thais, a mesa tinha algumas coisas ela estava cozinhando 

Thais- Bom Dia-sorriu simpática 

Tae- Bom Dia, como eu fui parar lá em cima? 

Thais- Lhe coloquei, caraca tu é um pouco pesado

Tae- Fazer oque né?, oque cê ta cozinhando? 

Thais- Bacon com ovos, eu não sou muito afim dessa comidas coreanas que vocês gostanm

Tae- Aah... E as meninas acordaram

Thais- Ainda não eu comprei umas roupas para você 

Tae- Vamos tomar café, assim que terminarmos, torturamos elas

Ela colocou para me, e para ela, comemos em silêncio só ouvia alguns pássaros ali, quem visse ela de primeira, nunca iria pensar que ela é capaz de matar alguém, tomei um banho e vestir as roupas que ela comprou 

Thais- Vamos, estou louca para tortura elas

Tae- Oque tem lá embaixo, eu não vir

Thais- Surpresa meu caro amigo

Ela trajava uma calça cós alto preta, sua blusa era longa cinza que tinha uma mulher fumando na estampa da blusa, seu cabelo preso que era castanho, assim que ela ligou as luzes do porão vir o quanto de coisa tinha lá, armas, canivetes, pé de cabra, tudo da cor preto e lá estavas as duas meninas, eram as filhas do segundo cara mais rico de Seoul

Thais- Ora, Ora eu não tive a oportunidade de ver seus rostinhos, mais hoje estou vendo

Tae- Kim Yuna e Eun Jin

Eun- Por que agente?

Yuna- Não temos nada haver com vocês dois 

Thais- Meu anjo, eu não escolho vitimas, eu gosto de ver sangue jorrar 

Aquela mulher estava me deixando louco, era um sentimento meio estranho ela tinha várias coisas que eu nunca vir em as meninas que já peguei na minha escola, começamos a torturar as mesmas, ela fez questão de mata-las

Yuna- M-me mata logo

Eun- Não você tá louca?

Thais- Bem que eu queria, mais já que me lembrou eu vou fazer isso

Tae- Vá em frente 

Thais- Vou começar com a Valetona, Eun...

Ela pegou uma faca, estava suada, ofegante, isso a deixava mais sexy, começou a esfaquear Eun, que não parava de gritar,  junto com sua irmã que estava apavorada e Thais cantava uma música baixinha, enquanto sorria

Tae- Vamos terminar logo com isso

Yuna- Moço,  não deixa ela me matar 

Thais- Não vai adiantar...

Yuna- Eu estou grávida

Thais- Eu também tava, mais me obrigaram a matar meu filho

Tae- Deixa que eu mato essa menina

Peguei uma serra elétrica, e liguei começei pela cabeça,  sangue jorrava por aquele lugar...

Semanas depois 

Já haviamos, feito varias vítimas, paramos por um tempo, lá estava eu no meu quarto, eu estava pronto para me declarar para a mesma, eu tinha certeza que ela era a mulher da minha vida

Tae- Como estou meninos? 

Jin- Está bem bonito, agora vem cá falta a gravata 

Nam- E a Thais ta em casa?

Tae- Vamos nos encontrar no parque

Yoongi- Vocês parecem se gostar

Os meninos já haviam conhecido a mesma, aliás ela não sabia que eles também matavam, e roubavam

Hoseok- Agora sim

Jimin- Agora ta pronto pra casar- deu risada

Jungkook- Boa sorte parceiro

Fui direto para uma, floricultura ela ama margaridas, já estavamos nos aproximando, acho que hoje é o dia, assim que comprei, fui direto para o parque, quando Cheguei lá vir oque eu não queria, ela se beijando com Jackson

Tae- Como você pode...

Thais- Ah, você caiu como um peixe na minha rede, aliás você vai se ferrar muito mais na minha mão 

Jackson- Pobre Taehyung-deu risada mais a mesma- foi iludido?  E essas flores? 

Thais- Deixa eu ver

Ela pegou da minha mão,  e jogou no chão e pisou, cuspiu, e depois deu risada sentir algumas lágrimas descer

Thais- Adeus Taehyung

Jackson- Otário 

Eles foram embora, mais a minha raiva subiu voltei, para a minha casa, batendo a porta com força, e indo tirar essa roupa e queima a mesma pois agora eu só quero vingança. 

-Agora, eu nunca iria ver a mesma como antes, pois irei matar a mesma a sangue frio



Notas Finais


Save me, save me...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...