1. Spirit Fanfics >
  2. Jogo do Amor >
  3. Capítulo 2

História Jogo do Amor - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Me desculpem pelo atraso,estava com algumas atividades pendentes da escola para fazer mais já voltei! 🙆

Capítulo 4 - Capítulo 2


Sábado 23:00 am.

Yasmin.

Depois de muita insistência da Nathália, pra me fazer sair no frio que tá hoje,cá estou eu. sentada na cama apenas de toalha pensando em qual roupa cairia bem em mim para eu sair.

Nathália- não acredito que você ainda está de toalha! - entra no quarto já toda arrumada, com as mãos na cintura me olhando de cima a baixo com um olhar de reprovação. - Já são 23:00 horas Yasmin! - fala apontando para o relógio em seu pulso como se eu não soubesse que horas eram.

Encaro a mesma durante longos segundos, e dou de ombros indo até o guarda roupa. enfim escolhendo uma roupa.

Eu- Todo mundo sabe que as festas não começam no horário marcado,então dá um tempo! - Faço um sinal para a mesma que revira os olhos se jogando na cama,enquanto eu tiro minha toalha ali mesmo e começo a me vestir.

Eu e a Nathália não temos esse problema de "aí,vira pra lá, e não me olha." não.agente se troca uma na frente da outra sem problema nenhum, até mesmo quando estamos com o João.

Intimidade é tudo meus amigos!

Nathália- Eu sei! Mais é que tá frio... Então vamos logo, não quero mudar de ideia. - encaro a mesma que levanta as mãos em rendição sabendo que faltava um dedo pra eu dar um surto e não ir mais em poha de festa nenhuma.

Se tem uma coisa que eu odeio,é que me apressem pra sair! Mano vai sem mim, mais não fica na minha cola perguntando se eu já estou pronta. Ô bagulho chato véi,primeiro que você não consegui se arrumar direito porque acaba esquecendo tudo. Segundo é que te dá uma raiva e te faz ir de mau humor já.

Visto uma Blusa comprida preta com um decote V,e uma saia Shorts jeans, com uma bota preta que ia até um pouco a cima do meu joelho.

Faço uma maquiagem leve,e uma escova no meu cabelo já que ele já estava bem liso.

Nathália- pronta? - pergunta com uma sobrancelha arqueada sentada na cama.

Eu - Pronta. - sorrio. pegando a minha bolsa e saindo do quarto em seguida junto com Nathália que dá um gritinho de animação.

...


Mal entramos na casa da Laura onde aconteceria a festa,e eu já poderia sentir a minha bunda mecher sozinha pelo volume alto da música.

Comprimento Bruno,Brendha e Jamile que estavam no quintal da casa com seus culer de bebidas.

Jamile- Eai lindona! - Cambalea até mim me abraçando. Eu ja poderia sentir o cheiro de vodka pura vindo de sua boca me fazendo me desfazer do abraço e sorrir tímida.

Bruno- Ela já bebeu uns 8 copos! - Fala me entregando um copo de caipirinha de morango.

3° maravilha do mundo,meus amigos.

Eu- Percebi. - Assinto com a cabeça tomando um gole da minha caipirinha de morango.

Vejo Nathália sair de fininho de perto da gente e sumir pela multidão de pessoas que havia dentro da enorme casa. Me despeço de Bruno,e entro na casa de Laura.

Olho em volta e não encontro Nathália. Apenas um menino de pele morena e boné pro lado que me chamou bastante atenção,talvez por me soar um pouco familiar. Ele se aproxima um pouco me fazendo perder o fôlego,mais para numa roda de amigos onde estava a Carol? Me aproximo um pouco e me surpreendo ao ver um garoto chamar o mesmo de Vitor,e entregar um saco de gelo para o mesmo que atende rapidamente pegando o saco de gelo e despejando no culer a sua frente.

Deduzo que então seria esse o tão famoso amigo da Bruna e do ph,que eles tanto falam.

Não é de se jogar fora.

Dou de ombros e saio dali indo até o banheiro onde encontro um puta espelho colado na parede. Não preciso nem dizer que eu saquei o celular do meu bolso rapidamente fazendo um álbum em frente ao espelho né?pois é,eu fiz isso.

Desculpa, é o meu jeitinho.

Estava em frente ao espelho do banheiro tirando algumas fotinhos tão concentrada,que nem percebo quando Vitor se aproxima de mim e saí em uma foto.

Eu- Descupa. Não vi você aí! - Falo me virando de costas ficando de frente para o mesmo,que sorri de lado.

Ah aquele sorriso,aquele lindo sorriso.

Vitor- De boa. Qual seu nome? - Fala me olhando de cima a baixo me fazendo perder o movimento das pernas.

Eu- Yasmin. - falo quase num sussurro.

Vitor- Vitor.

Nossos rostos estavam tão próximos um do outro que eu já poderia sentir a sua respiração no meu pescoço.

Ele se aproxima colocando a mão em volta do meu pescoço entre os meus cabelos,mais para assim que ouvimos a voz de Laura ecoar pelo banheiro.

Laura - Desculpa. Atrapalho? - Fala ao entrar no banheiro e se encolher toda ao ver a merda que ela acabará de fazer,nego com a cabeça junto com Vitor que faz um sinal para que a mesma continue. - o pessoal vai fazer a brincadeira de passar o chiclete,querem participar?

Olho para Vitor que me olha dando de ombros. Dou um passo seguindo Laura,mais sou puchada por Vitor que susurra no meu ouvido.

Vitor- Não se preocupa,você não saí dessa festa sem me beijar hoje! - Diz saindo do banheiro me deixando sozinha com os meus pensamentos.

Confesso que chorei,e não foi pelos olhos.

Saio do banheiro indo até uma roda de pessoas,onde estavam todos da festa,inclusive a vaca da Nathália que me abandonou na entrada da festa.
 
Encaro a mesma que levanta as mãos em rendição como "descupa".

Laura- O jogo funciona da seguinte maneira. Algum serumaninho daqui - aponta para roda -  vai por o chiclete na boca e fazer uma bolha indo em cada um da roda,no que estourar já sabem né? Beija! - Quem quer começar?

Eu - Eu! - Falo caminhando em passos lentos até a mesma e tirando o pacote do chiclete de suas mãos,colocando na boca e fazendo uma bolha em seguida.

Já que  eu não consegui beijar o Vitor,pelo menos alguém daqui eu vou beijar né.

Já haviam se passado 15 minutos de jogo,e nisso eu já havia beijado  a roda inteira. Mais a única pessoa que eu queria era o Vitor! E adivinha?nada.

Já estava até desanimada de jogar,mais como era a minha vez a única coisa que me restava era jogar.

Já havia passado por todos da roda mais a poha da bolha não estourava de jeito nenhum,quer dizer quase todos.

Havia só um que eu ainda não tinha ido.

Caminho em direção ao mesmo que já me olhava com um sorriso malicioso plantado nos lábios. Mal me aproximo de Vitor e a bolha do chiclete estoura me fazendo surtar por dentro.

Vitor- Falei que você não iria sair daqui hoje sem me beijar. - ele se aproxima devagar. Eu ainda estava num devaneio pela bolha do chiclete ter estourado tão facilmente assim na vez do Vitor,mais quando me dou conta agente já estava se beijando.

Um beijo profundo e quente. Uma das mãos do vitor estava na minha nuca e a outra na minha cintura. Minhas mãos não estavam em lugar nenhum,mais decidi me soltar e  pus uma no seu peito por cima da blusa. O beijo foi ficando mais rápido e mais intenso. Ele colocou as mãos na minha bunda e apertou. Gemi baixinho. Vitor interrompeu o beijo por falta de ar dando três selinhos no final.

Ótimo. Se não teria perdido a minha virgindade ali mesmo.

Olho em volta e percebo que só estávamos nós dois ali,já que o resto do pessoal foi para a pista de dança que havia no quintal da casa.

Caminho até o quintal com Vitor,que se afasta de mim assim que Nathália brota da grama me arrastando até um lugar onde não houvesse muito barulho.

Nathália- Eai safada,usou camisinha pelo menos? - cruza os braços como se fosse a minha mãe me cobrando o boletim da escola.

Eu- Me respeita que eu sou igual azeite, extra-virgem! - jogo os cabelos para trás dos ombro me gabando fazendo a mesma sorrir.

Nathália- Não paga essa meu amor,que pra quem ficou 10minutos com um desconhecido quase se engolindo no meio de uma roda de pessoas,já era pra você tá grávida!

Eu- 10minutos?olha, pra mim foi mais! - provoco a mesma que revira os olhos e volta a dançar com uma garota.

Continua...


Notas Finais


Eu sou apaixonada nesses dois ✨💘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...