1. Spirit Fanfics >
  2. JohnJae - (My Crush on the Boss) >
  3. Cap. 86

História JohnJae - (My Crush on the Boss) - Capítulo 86


Escrita por:


Capítulo 86 - Cap. 86


Fanfic / Fanfiction JohnJae - (My Crush on the Boss) - Capítulo 86 - Cap. 86

Depois que tudo foi resolvido para que Jeno voltasse pro aeroporto, o mesmo em sua despedida pediu para que Mark e Minseok não contassem nada para os outros meninos sobre sua ida repentina por agora, ele mesmo queria dar a notícia quando estivesse mais calmo de tudo o que aconteceu, talvez ainda naquele mesmo dia aparecesse no grupo onde trocava mensagens com todos para esclarecer meias verdades, algo que já estava em sua mente.

_ Porquê ele me odeia?! Eu não fiz nada com ele.. - Indagou Mark chegando no quarto no qual dividia com Minseok bastante chateado. _ Se é por causa da diferença de idade, é ridículo ele agir de forma violenta comigo. Desde quando idade se tornou algo tão importante no amor?

_ Acho que o problema não é a idade.. - Mark voltou seus olhos confusos para Minseok.

_ Você sabe o motivo, né?! Me conta agora!

_ Eu não sei o motivo, Mark. Estou tão perdido nisso tudo quanto você, quando começamos a nos envolver mais sério derrepente ele ficou assim, ciumento, algumas vezes agressivo que chega até gritar comigo.

O canadense se sentou sobre a cama num ar de chateação, tinha tantos pensamentos em sua cabeça e o medo de um possível término já rondava seus pensamentos.

_ Não se preocupe.. - Minseok se sentou ao lado do mais novo pegando em suas mãos. _ Eu vou conversar com ele, e te prometo que ele não vai mais incomodar.

_ Vai matar ele? - Brincou Mark tentando descontrair o clima ruim que tinha ali.

_ Se eu pudesse devolver ele pra maternidade, eu juro que faria isso.. - Minseok arrancou um sorriso fraco. _ Mas como não tem um jeito de fazer isso, eu vou ter que por o Johnny no lugar dele. Você fica aqui até eu voltar?

Mark apenas acentiu recebendo do mais velho um beijo em seus cabelos, Minseok saiu em direção ao quarto de seu filho Johnny e ao chegar no mesmo, não gostou do que via a sua frente. Johnny estava totalmente entregue as lágrimas de tal forma que era possível ouvir o rapaz soluçar, aquilo que via vinha como um baú cheio de lembranças nostálgicas, a última vez que seu filho chorar de soluçar foi quando tinha seus cinco anos e estava aprendendo a andar de bicicleta. O americano sempre foi corajoso e naquele dia quis andar de bicicleta sem rodinhas, resultando numa queda feia e um joelho sangrando.

_ Jaehyun! Eu posso conversar com o meu filho a sós, por favor? - Indagou ainda parado a entrada do quarto.

_ Claro que sim, chefe! - Jaehyun deu um rápido beijo nos cabelos do americano no qual estava com seu rosto enterrado no travesseiro. _ Fica bem.

Sem mais Jaehyun pediu licença e saiu daquele quarto deixando Johnny sozinho com Minseok assim como o mesmo havia pedido, o mais velho por sua vez se aproximou se sentando ao lado do corpo de seu filho, deixando sobre os cabelos do mesmo um carinho no qual costumava fazer a toda vez que o mesmo chorava na infância.

_ Acho que chegou a hora de você me dizer o que tanto te incomoda no Mark, ou você realmente acredita que eu comprei aquela sua idéia de que você não tinha nada contra ele?

Johnny no qual estava de bruços se virou e se sentou sobre a cama, agora enxugava suas lágrimas nas quais vinham fácil rolando sobre seu rosto a baixo.

_ Eu só não quero que você sofra mais, pai.. - Tentava manter seu choro controlado, não estava afim de repetir mais de uma vez o que sentia no momento.

_ Mas filho.. - Sorriu Minseok fraco. _ Eu não estou sofrendo, o Mark me faz muito feliz, você não encherga isso?

_ Você realmente não me entende, é um super pai, mas as vezes ser super em tudo não é o bastante quando o que se precisa é um pouco mais de atenção com algumas situações a sua volta. - Minseok mantinha seus olhos atentos ao americano no qual derramava lágrimas silenciosas rosto a baixo. _ O motivo do porquê eu odeio o Mark é óbvio, e como vejo que você não faz a mínima noção.. Não vai ser eu que vou falar.

_ Filho! Só.. - Minseok respirou profundo antes de falar. _ Só seja mais claro, eu realmente não sei o que te faz ter ódio do Mark, eu preciso saber, entender..

_ Pra quê?! - Questionou ao enxugar suas lágrimas. _ Você vai continuar com ele.

_ Eu amo o Mark, Johnny.. - Minseok realmente não queria ter que escolher entre duas pessoas que mais amava.

De um lado, seu filho, o amor incondicional de sua vida, e do outro, Mark, o homem que lhe mostrou como era a sensação de amar e ser amado de verdade.

_ É, eu sei.. - Indagou soltando um ar tristonho. _ Apartir de hoje você não vai me ver mais reclamando mais do seu namorado.

_ O quê quer dizer com isso? - Minseok se via confuso e um tanto curioso.

_ O que eu disse, eu não vou mais perder tempo com esse seu relacionamento.

_ Johnny! O quê você vai fazer? - Indagou ainda bastante desconfiado de seu filho.

_ Nada! Absolutamente, nada! Você quer ficar com ele, sua escolha é ele.. Então fica com ele, mas se algum dia me perguntarem o que acho desse relacionamento, eu não vou ser hipócrita de mentir que estou feliz por vocês. Apesar de tudo, desejo a felicidade, pelos menos alguém vai estar feliz nisso tudo!

Sem mais a dizer, Johnny voltou a se deitar sobre sua cama já enterrando seu rosto sobre seu travesseiro, Minseok ficou ali sentado bastante pensativo e até chateado com o que ouviu de seu filho.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...