1. Spirit Fanfics >
  2. (J.Depp) Minha Annie >
  3. Desculpa por ter sumido

História (J.Depp) Minha Annie - Capítulo 6


Escrita por: Cupcake020Selvagem

Notas do Autor



Capítulo 6 - Desculpa por ter sumido


Fanfic / Fanfiction (J.Depp) Minha Annie - Capítulo 6 - Desculpa por ter sumido

@johnnydepp

Eu vi.


Essa notificação surgiu por cima do Aplicativo chamando toda a minha atenção.


- Droga, droga, droga, droga. – disse me levantando e andando de um lado para o outro. Extremamente nervosa e minhas mãos começando a suar frio.


Demorei uns minutos para clicar e abrir a notificação vendo sua mensagem naquele chat. Não demorou dois segundos para ler “Eu vi” e logo chegou uma nova mensagem.


@johnnydepp

Aproveitando que você estar online agora, eu gostei demais da sua adaptação do Fabrica de Chocolate. Sei que foi para mim, muito obrigado mesmo querida.


Era como se ele estivesse esperando eu visualizar a antiga mensagem para mandar essa na hora que estivesse lendo. E... e... Como? Não! Como ele ousa achar que era pra ele. EU TO SURTANDO.


Com todas as minhas emoções a flor da pele, minhas mãos suando deixando a tela do meu celular com algumas marcas de digitais resolvo questioná-lo sem pensar duas vezes.


Você

Claro que não. Desculpa, mais eu escrevi o texto e produzi tudo para o Gene Wilder ok?!


Digitando...

Ele vai me responder lascou.


@johnnydepp

Sua menção pode até ser, mas essa versão musical é do Tim Burton 2005 e isso eu lhe garanto.


@johnnydepp

Ah e obrigado por ter me respondido linda.


Você

Mais é muito convencido.


Droga, droga, droga, droga. Não xinga ele. AI QUE ODIO DE MIM. COMO APAGA? perai... linda?


@johnnydepp

Não fica brava comigo.


Chega! Eu posso até imaginar ele com uma carinha de pena mais não, vou me manter firme. Vou ficar brava sim.

Será que ele tá com aquele sorrisinho de lado... QUE?


[...]


Fiz algo que jurei não fazer, mandei mensagem e fui além, eu contradisse o homem. Mereço mesmo levar uma chuva de ovos não é possível. Ele não tava errado, fiz pra ele mesmo usei o pobre do Gene como uma ótima desculpa.


Acho que ele não ta com raiva de mim, pois o deixei no vácuo com aquela mensagem. Eu realmente não sei o que dizer, me travo toda, as palavras me fogem e parece que a única coisa que eu sei fazer é respirar. Detalhe que ainda é com dificuldade.


Depois de dois dias finalizei uma pintura do Van Gogh era a quinta vez que eu tentava pelo menos completa-la. Ela ficou... um tanto esquisita. E isso começou a me afetar. De repente comecei a perder a vontade de voltar a postar algo. E assim foi. Se passou praticamente 1mês sem nada novo nem cover nem nada. Para as pessoas os seguidores pode-se dizer que sumi.


Utilizei esse tempo para focar na minha faculdade já que ela estar em sua reta final. Finalmente. Depois de horas checando as mesmas mensagens perguntando o que aconteceu, porque parei, se eu ia desistir... Resolvi fazer um vídeo calmo e simples explicando minha frustração, peguei meu celular na câmera frontal, meio sentada/deitada passei um pouco de pó no rosto para não utilizar nenhum filtro e gravei forçando um sorriso. Pelo menos um pouco bonita eu teria que aparentar.


***

Oie gente. Desculpa por ter sumido tão der repente eu... Eu tive meio que.

Na verdade eu tô tendo um leve bloqueio por conta desse quadro...


(sai o foco da Annie para amostra do quadro e depois ela aparece e volta a falar)

(Link 1 Notas do Autor. Acima.)


Eu sei que irão falar: Annie Está Bonito. Annie Você Está Exagerando... e não é só sobre isso, é... mais profundo, pessoal e... e é muito bizarro como isso tá me afetando. Desculpa se estavam esperando mais postes mais conteúdos, mas é que realmente não tô conseguindo, eu sinto muito pra quem gosta por exemplo, do conteúdo da minha faculdade que não tem nada haver com o quadro é totalmente diferente mais parei com ele também.

Enfim. Só queria que soubessem que eu não vou excluir essa conta, não vou parar com ela. Eu só preciso de um tempinho. Prometo que voltarei em breve.

***


Enviei.


Depois de postar e assistir pra ver como ficou, comecei a sentir um sono muito pesado. Não tive coragem de resistir e me entreguei a ele. Coloquei o celular do lado e praticamente desmaiei na cama.


[...]


Acordei horas depois com uma baita fome, ainda lerda por ter dormido direto sem acordar nesse meio tempo, me levantei e chequei as horas. Era 2hs da Madrugada e continha 2 chamadas perdidas. Verifiquei aquele numero e não reconheci certeza que era cobrança de chip ou de alguém que não pagou a conta da enel e acha que sou eu.


Ignorei aquilo e como sempre havia inúmeras mensagens no Insta. Joguei meu celular na cama e fui para cozinha preparar algum lanche rápido.


Com todos dormindo fui até o fogão e preparei pão com presunto e um copo grande de iogurte, levei para o meu quarto liguei a TV e estava começando o corujão da globo. Depois de anunciar aquele som da coruja começou a logotipo da DreamWorks junto com WarnerBros com som de piano Dark. Fiquei bem curiosa certeza era algo de terror. Assim veio a imagem do filme da cidade sombria e chuva de sangue, logo se apresentou os nomes me fazendo sorri automaticamente Tim Burton, Johnny Depp, Helena Bonham Carter e Alan Rickman. Agora mesmo que iria ficar pra assistir Sweeney Todd O Barbeiro Demoníaco.


O tanto que eu amava todo aquele elenco ali. Eu precisava disso, ver, assistir algo que me faça bem, mesmo sabendo que o filme tenha conteúdo pesado. Apaguei a luz, tranquei a porta e terminei de comer no escuro apenas a claridade da TV iluminando todo o meu quarto. E o musical anunciando a chegada do grande navio em Londres começou.

(Link 2 Notas do Autor. Acima.)


Durante o intervalo resolvi lavar o que sujei e voltei para minha cama. Me sinto mais leve agora, satisfeita com o lanche, ter dormido direto (ou desmaiado que era essa sensação) e agora com bom filme... Era 3hs da Madrugada e estava melhor, abri meu insta para visualizar aquelas inúmeras mensagens. Instintivamente fui ao perfil do Johnny, ele havia atualizado com mais uma publicação. Fiz uma coisa que eu não planejava fazer, cliquei no botão de Seguir. Pronto. Agora sou uma seguidora dele. O filme voltou e larguei o celular para assistir.


Estava entre minhas melhores cenas, a personagem da Helena sonhando em formar uma família com Sweeney com uma criança adotada, quando meu celular toca. Logo vi um número desconhecido. Desliguei pois era engano, eu não tô afim de escutar alguém a essa hora da madrugada procurando fulano de tal e claro não quero perder as cenas desse filme.


Outro intervalo veio e vou ao banheiro aliviar a bexiga e logo volto pegando meu celular novamente vendo uma notificação. Sim senhoras e senhores era o Johnny Depp.


@johnnydepp

Olá.


Fiz um bico de lado, sério que ele ta acordado agora. Saquei. Fuso horário claro. Resolvo respondê-lo. Mais assim que clico no teclado alguém mais uma vez liga pra mim. Sério já tô ficando nervosa com isso. Bufo desligando e reabro o App no chat do Johnny. Para responder o Hello dele e logo chega uma outra mensagem.


@johnnydepp

Porque desligou?


- É o que?


Você

Como assim?


@johnnydepp

Atende.


Você

É você? Me desculpa eu não sabia.


Meu celular voltou a tocar, era Ele aquele número voltou a minha tela. Atendi da segunda para terceira chamada.


Ligação ON

- Hey.


- Alô. – disse bem contida, sentido meu coração bater de uma forma que sinceramente acredito mesmo que ele possa ouvir.


- Te liguei outras vezes mais... chamou, chamou e não me atendeu.


- Eu vi, mais achei que era engano, normalmente ninguém me liga a essas horas e... bom, eu estava dormindo. – dei um leve riso.


- Ouh sim! Sorry! O fuso horário eu tinha esquecido. – ele riu.


O filme voltou do intervalo e estava justamente na cena do John com Alan Rickman, graças aos céus baixei o volume a tempo, pois eles começaram a cantar alto. E o Sweeney já bem psicopata erguendo aquela lamina para janela de vidro ao sinistro som da orquestra.


- Annie?


- Sim...


- Como você estar?


- Bem?! – respondi com voz de duvida.


- De verdade?


- Sim é... Estou. Estou bem, porque ta me perguntando isso?


- Eu vi o seu vídeo. E pra mim parece que você estar passando por algo que muitos artistas passam e quero que tenha cuidado pois pode ser indicio de depr... – ele dizia calmo e bem cuidadoso.


O interrompi sem ser mal educada ou bruta.

- Ta tudo bem John. – continuei. – É só... uma fase.


- É isso que me preocupa. Até quando e onde vai “essa fase”. – ele firmou a palavra com aspas na voz. – Querida só me escute ok?


- Hmhum.


- Era o que eu queria te dizer quando te liguei mais cedo. É totalmente normal ter inseguranças. Todo artista que expõe seus pensamentos pra fora, desejos, conquistas criando algo novo, seja uma versão musical, quadros o que for... Nunca deve ser considerados feios.


- Johnny não é isso, você... você não entende é diferente... – ele me cortou.


- Não existe erro na sua arte Annie. Você apenas não viu o melhor lado dela.


Ok agora ele me deixou sem palavras. Isso foi muito bonito e me fez ficar boba deixando a ligação por alguns segundos silenciosa.


- Annie...


- Estou aqui. – respondi baixinho.


- Você tem talento. Eu reconheço isso.


Um sorriso se fez no meu rosto. Aquilo foi tão bom de ouvir.


- Obrigada. – ele soltou um leve riso nasal.


- Bom... eu... preciso desligar, está ficando tarde.


- Nem me fale, que horas são ai?


- Eh... quase meia noite. - ele riu contido internamente quando comecei a rir incrédula dizendo "eita" em português. - Que foi, do que está rindo de mim?


- Não, é que aqui é 03 para 04 da Manhã kkK... O Brasil fica quatro horas a frente de Los Angeles.


- Jesus! – ele disse – Você devia estar dormindo... e eu aqui te atrapalhando.


- Na verdade eu tô sem sono, acordei no meio da noite e fiz um lanche.


- Entendi. – um breve silêncio – Minha querida lembra-se do que eu te falei agora pouco?


- Sim...


- Então! Não pense sobre isso, sobre “erros”. Alivie sua mente, escute algo que gosta ou toque alguns acordes até tentar relaxar e conseguir dormir. Tudo bem?


Sorri de lado com ele todo preocupado me dando dicas.


- Tudo bem, vou ver aqui e farei isso.


- Bom... boa noit... quer dizer, bom dia pra você.


- Obrigada Johnny e uma boa noite pra você também.


E desligamos, estava deitada de barriga pra cima ainda olhando para o teto com sorriso estampado assimilando tudo que tinha acontecido.


Olhei para TV e vi o Sweeney sentado no chão com sua amada no colo enquanto o menino se retira daquele esgoto. Ele simplesmente se entregou a morte, se o Sweeney realmente quisesse ele pararia a criança na hora. O letreiro começou a subir e logo o Hora1 se apresentava com as noticias. Desliguei a TV vendo que era 4hs da Manha.


Fiz o que o Johnny sugeriu, me encostei na cabeceira da cama quase deitada com violão no colo tocando alguns acordes.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...